Embolia Arterial e Trombose Arterial

Profª. Luciana F. Karsten
www.prorim.org.b

Diferença
• Embolia Arterial • Trombose Arterial
– Os êmbolos surgem dos trombos – Podem ser constituídos por gases, material sólido, liquido ou gordura
– São sólidos que se originam de lesão da parede vascular, exposição do colágeno subendotelial, adesão e agregação plaquetária – Geralmente ocorre em artéria já lesionada (aterosclerose) – O tratamento é mais dificil

www.prorim.org.b

Fisiopatologia
• Os êmbolos arteriais surgem dos trombos originados dentro das câmaras cardíacas. • Os trombos ganham a circulação sangüínea, pois se movimentam junto com a grande circulação • Quando o fragmento do trombo passa pela AO ele forma o êmbolo que traz oclusões distais
www.prorim.org.b

Fatores de risco
• História familiar • Sexo masculino • Hiperlipidemia • Hipertensão arterial • Diabetes mellitus • Hábito de fumar • Aterosclerose prévia
www.prorim.org.b

Manifestações Clínicas
Depende do tamanho do êmbolo, do órgão afetado e do estado dos vasos sangüíneos –Efeito imediato: cessação de fluxo sangüíneo distal. –Leva a vasoespasmo e isquemia –O êmbolo pode fragmentar-se

– Dor intensa e aguda e perda da função sensorial e motora – Palidez, pulso ausente, parestesia e paralisia – Membro frio

www.prorim.org.b

Diagnóstico • Sintomas • Ecocardiografia bidimensional • Ecocardiografia transtóracica • RX TX • Eletrocardiograma • Arteriografia

Tratamento • Depende da causa • Embolectomia de urgência • Anticoagulação EV para impedir a disseminação do coágulo • Estreptoquinase para dissolver o trombo (contra indicada em casos de sangramentos ativos)

www.prorim.org.b

Embolectomia de urgência

www.prorim.org.b

Tratamento de Enfermagem
Pré-operatório • Repouso no leito • Membro pendido • Membro em temperatura ambiente (necessidade de aquecer com algodão ortopédico) • MCPM

www.prorim.org.b

Tratamento de Enfermagem
Pós-operatório • Estimular a movimentação do membro conforme tolerância do pte • Anticoagulante • CSV e controle de hemorragias • Avaliação da formação dos sintomas novamente

www.prorim.org.b

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful