P. 1
Cantai ao Senhor

Cantai ao Senhor

5.0

|Views: 16.145|Likes:
Publicado porrivavicenti

More info:

Published by: rivavicenti on Feb 09, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/05/2015

pdf

text

original

Sections

199 - SENHOR. QUEM ENTRARÁ?
1.Senhor,quemenlraránosantuárioprate 10uvar?J
I-//:Quem tem asmãos limpas,e o coraçãopuro.I
Quem não é vaidoso e sabe amar:J l.
2. Senhor, eu quero entrar no santuário pra te
louvar:// -11:6 dá-me mãos limpas, e um coração
puro, I arranca a vaidade, ensina-me a amar:J l.
3. Senhor, já posso entrar no santuário pra te
louvar;// -lI: Teu sangue me lava, teu fogo me
queima. I O Espírito Santo inunda meu ser}/'
200:. QUEM NOS SEPARARÁ? (Rm8,31-39)
(Valdir Nevada Silva)
Quem nos separará,1 quem vai nos separar?
/ Do amor de Cristo, / quem nos separará?
ISe Ele é por nós, / quem será, quem será
contra nós? / Quem vai nos separar do amor
/ de Cristo, quem será?
I. Nem a espada, ou perigo, 1nem os erros do
meu irmão; / nenhuma das criaturas, / nem a
condenação.
2. Nem a vida, nem a morte, Inem tampouco
aperseguição, Inem opassado nem opresente,
/ ou o futuro e a opressão.
3. Nem as alturas, ou os abismos, / nem
tampouco a perseguição, Inem a angústia, a
dor, a fome, Inem a tribulação.

201- ONOSSODEUSÉVIVO (ZéVicente)
O nosso Deus évivo, nosso Deus évivo amor.
ISanta Maria, a vitória dos pobres anunciou.
I. /!:Queremos todos cantar de alegria / na
romaria dos sofredores:1/
2.II:A mãe das Dores, mãe de Jesus I levando
a cruz, com a gente vai:ll' .
3. /!:Mulher ferida, pobre esmagado I povo
. calado, levanta a voz:1/
4.1I:Terra, trabalho, casa e comida / fontes da
vida pra todos nós.
5.1 l:Pena de morte, armas de guerra I em nossa
terra, queremos não:1 1
6./!:Não mate a vida, salve as crianças Inossa
esperança, futuro amor:1/
7.1 /:00 nosso esforço, de nossa cruz I vai
nascer luz ressurreição:1/
8.1 1 : Servo bendito, Jesus amado I ao nosso
lado, vem caminhar:/!.

202 - COM A IGREJA SUBIREMOS ~
(Ir. Ma. Conceição Vilac)
Com a Igreja subiremos Io altar do Senhor.

1.Toda a Igreja aqui está / para o encontro com
Deus. 1 Elemesmo o marcou para nós,filhos seus.
2.Entre nóseoPai Santo1estáJesus nossoIrmão:
I mediador, sacerdote, 1 nosso ponto de união.
3. Rezaremos com Cristo Io perfeito louvor, /
e seremos pro Pai Iuma imagem de amor.
4. Céus e terra estarão 1na oblação de Jesus. I
Quer unir num rebanho os remidos da Cruz.
203 - SOMOS NÓS O POVO ELEITO
(Pe. José Freitas Campos)
lI:Ó Pai, somos nós o Povo Eleito I que
Cristo veio reunir :/1 .
I.Pra viver da sua vida, aleluia! 10Senhor nos
enviou, aleluia!
2.Pra ser Igreja peregrina, aleluia! 1 O Senhor
nos enviou. aleluia!
3.Pra ser sinal da Salvação, aleluia! IO Senhor .
4.PraanunciaroEvangelho, aJeluia!IOSenhor .
5.Pra servir na unidade, aleluia! 10Senhor .
6.Pra celebrar asuaglória, aleluia! IOSenhor .
7.Pmconstruirum mundonovo,aleluia!/OSenhor ..
204 -ABRE, SENHOR. OS MEUS LABIOS
(Fr. Luiz Carlos Suzín)
1. Abre, Senhor. os meus lábios, Ipois quero
entoar a canção Ique vem da fonte da vida, Ie
toma o meu coração.
Abre, Senhor, os meus lábios / e toma o meu
coração!
2. Tu és rochedo que salva Inas águas do mar
desta vida. IÉteu o abismo profundo, / é tua a
montanha infinita.
3. Tu és um Deus diferente I que rompe,
liberta, alivia. IUm coração mesmo duro, Itu
o transformas num dia.
4. Hoje eu canto a alegria Ide estar com teu
povo unido. ISim, somos teus consagrados, /
reunidos ao som deste hino.
5. Quando a vida se toma I deserto de dura
aflição, Ique nós possamos ouvir-te: Imostra-
nos a direção!

2OS-ALEGRESVAMOS (Ir.MúiaT. Kolling)
Alegres vamos à casa do Pai; / e na alegria
a cantar seu louvor. IEm sua casa, somos
felizes: Iparticipamos da ceia do amor.
1.A alegria nos vem do Senhor. ISeu amor nos
conduz pela mão. IEle é luz que ilumina seu
povo. ICom segurança lhe dá salvação.
2. O Senhor nos concede os seus bens. INos
convida à sua mesa sentar. IE partilha conosco
o seu Pão. 1Somos irmãos ao redor deste altar.
3. Voltarei sempre à casa do Pai. 1 De meu
Deus cantarei o louvor. ISó será bem feliz uma
vida / que busca em Deus sua fonte de amor.

56

:>

~
~
~

.~

~
~
~

:>

~
~
~
~

:t

~

:)

~
~
~
~
~
~

":)

~
~
~
~

.~

~
~
~
~

'~

~
~
~

206- E TODOS REPARTIAM O PÃO
(Pe. EveraIdo Peixoto)
I/:E todos repartiam o pão I e não havia
necessitadns entre ~:lI.
1. Nossos irmãos repartiam os seus bens, I
fraternalmente, tinham tudo em comum; I e
era grande a alegria e a união, Ino dia-a-dia e
ao partir o Pão.
2. Hoje de novo a Palavra nos reune Ie com a
mesma união e alegria. I vamos, na Ceia do
Senhor, "Partir o Pão", Ipara depois repartir
com nosso irmão.
207 • JUNTOS, COMO IRMÃOS

(Pe. José Weber)
Juntos, como irmãos, membros da Igreja, I
vamos caminhando, vamos caminhando, I
juntos, como irmãos, ao encontro do Senhor.
1. Somos povo que caminha I num deserto
como outrora. 1 lado a lado, sempre unido, I
para a Terra Prometida.
2. Na unidade caminhemos. 1Foi Jesus quem
nos uniu. 1Nosso Deus hoje louvemos. I Seu
Amor nos reuniu.
3. A Igreja está em marcha. I A um mundo
novo vamos nós, I onde reinará a paz, I onde
reinará o amor.
208 TODA A BÍBLIA ÉCOMUNICAÇÃO

j)

(Pe. José Cindido da Silva)
Toda a Bíblia é comUDka~ Ide um Deus
amor, de um Deus Irmão. IÉfeliz quem crê
na revelação, Iquem tem Deus no coração.
1. Jesus Cristo é a Palavra, / pura imagem de
Deus Pai. / Ele é vida e verdade, 1 a suprema
caridade.
2. Os profetas sempre mostram 1 a vontade do
Senhor. / Precisamos ser profetas, / para o
mundo ser melhor.
3. Nossa fé se fundamenta / na palavra dos
Apóstolos. I João, Mateus, Marcos e Lucas I
transmitiram esta fé.
4. Vinde a nós, ó Santo Espírito, 1 vinde nos
iluminar. / A Palavra que nos salva / nós
queremos conservar.
209 -ESTOU PENSANDO EM DEUS

f\)

(Pe. Zezinho)
/!:&tou pensandoemDeus./Estou pensando
noamor:lI.
1. Os homens fogem do amor e depois que se
esvaziam' no vazio se angustiam e duvidam
de Você. / Você chega perto deles, mesmo
assim ninguém tem fé.
2. Eu me angustio quando vejo que depois de
dois mil anos' entre tantos desenganos poucos
vivem sua fé./ Muitos falam de esperança. mas
esquecem de Você.

3. Tudo podia ser melhor se meu povo
procurasse 1nos caminhos onde andasse pensar
mais no seu Senhor./Mas Você fica esquecido,
e por isso falta o amor.
4. Tudo seria bem melhor se o Natal não fosse
um dia / e se as mães fossem Maria e se os pais
fossem José,l e se a gente parecesse com Jesus
de Nazaré.
210- VENCE A IRISTEZA (ZéVicente}
11:Vence a tristeza, enxuga o pranto, ómeu
povo./ Vem cantar um canto novo, Deus da
vida aqui e4itá:lI.
l.1l:Quem ama a Deus e está unido ao seu
irmão' Nao há porque ficar com medo e sem
saber:1I O que vai ser do mundo amanhã? f
Quem da fome vai sobreviver I/:Está em nós a
luz do amor que vai vencer:/!.
2.11:0 pobre grita e o seu grito não é em vão
IE cada esforço em nome dele vai valer:1I É
por isso que vou a cantar / Deus amigo me
escuta e me vê fi: Semente boa está na terra
e vai nasced/.
3.I1:Como é bonito, ómeu Deus, a terra, o mar,
1 A flor, o pássaro, e uma mão plantando a
paz:1I Tudo é nosso e nós somos irmãos / O
futuro é a gente que faz:/l Deus éamor e quem
amar sempre é capaz:II.:,<:..
211- OpovoDE DEUS (NelySilvaBarros)
1. O Povo de Deus no deserto andava,/ mas
à sua frente alguém caminhava./ O Povo de
Deus era rico de nada, 1 s6 tinha esperança
e o p6 da estrada. / Também sou teu povo,
Senhor, estou nessa estrada. I Somente tua
graça me basta, e mais nada.
2. O Povo de Deus também vacilava. , e às
vezes custava a crer no Amor. I O Povo de
Deus chorando rezava, , pedia perdão e
recomeçava.' Também sou teu povo, Senhor,
estou nessa estrada. , Perdoa se às vezes não
creio em mais nada.
3. O Povo de Deus também teve fome,' e Tu
lhe mandaste o Pão lá do céu. , O Povo de
Deus cantando deu graças, I provou teu
amor, amor que não passa. / Também sou
teu povo, Senhor, estou nessa estrada. / Tu
és o alimento da longa jornada.
4. O Povo de Deus ao longe avistou' a terra
querida que o amor preparou. / O Povo de
Deus sorria ecantava.J e nos seus louvores seu
amor proclamava. , Também sou teu povo,
Senhor, estou nessa estrada. 'Cada dia mais
perto da terra esperada.

57

212 - VEJO A MULTIDÃO

(Pe. José Cândido da Silva)
Vejo a multidão em vestes brancas, cami-
nhando alegre, jubilosa. / Éaclamação de
todo povo que Jesus éseu Senhor.
1. Também estaremos nós um dia regenerados
pelo amor./Nestaesperança viveremos. Somos a
famíIja dos cristãos. 1Nossa lei é sempre o amor.
2. Povo que caminha rumo à pátria, a nova
cidadela dos cristãos. 1Passos firmes, muita fé
nos olhos, muito amor carregam, são irmãos,
1Nossa lei é sempre o amor.
3. Nós aqui estamos ansiosos, celebrando o dia
do Senhor. 1 Não nos custa crer, pois afinal,
unidos já- estamos no amor. 1 Nossa lei é
sempre o amor.

B • AT O PEN l1B lClAl

213-SENHOR, 1ENDE PIEDADE DE NÓS
'\)

(Pe. Zezinho)

11: ~nbor, tende piedade de nós:!l.
1.//:Pai de infinita bondade, que a tua vontade
se faça no meio de nós://.
2. 1/: Senhor Jesus Cristo, piedade, piedade de
mim que não te obedeci, nem segui tua voz:lI.
3.11:Que teuEspfrito Santo nos mostre ocaminho
de paz ejustiça, sem ódio e sem dor:/I.
214.- SENHOR, QUE VlESlES SALVAR

'y

(Pe. José Cândido)
S.: Senhor, que viestes salvar os corações
arrependidos,
T.: 1 /: piedade, piedade, piedade de nós:!l.
'.: Ó Cristo, que viestes chamar os pecadores
humilhados,
. T.: 1 /: piedade, piedade, piedade de nós:lI.
S.: Senhor, que intercedeis por nós junto a
Deus Pai que nos perdoa,
T.: 11: piedade, piedade, piedade de nÓS:/I.
215'2 PERDOAI A NOSSA CULPA
S. Senhor, tende piedade e perdoai a nossa
culpa. E perdoai a nossa culpa.
Porque nós somos vosso povo, 1 que vem
pedir vOSSoperdão.
S. Cristo, tende piedade e perdoai a nossa
culpa. E perdoai a nossa culpa.
Porque nós somos vosso povo, 1 que vem
pedir vosso perdão.
S. Senhor, tende piedade e perdoai a nossa
culpa. E perdoai a nossa culpa.
Porque nós somos vosso povo, / que vem
pedir vosso perdão.

216 -EU CANTO A ALEGRIA, SENHOR
II:Eu canto a alegria, Senbor, de ser
perdoado no amor:/
S.: Senhor, tende piedade de n6s.
T.: Senhor, tende piedade de DÓs.
S.: Cristo, tende piedade de n6s.
T.: Cristo, tende piedade de nós.
S.: Senhor, tende piedade de n6s.
217 - PERDOAI-NOS, Ó PAI A
L.:Jaime Vitalino - M.:Pe. José Weber)
Perdoai-nos, ó Pai, as nossas ofensas,/ como
nós perdoamos a quem nos ofendeu.
1. Se eu não perdoar a meu irmão, / o Senhor
não me dá o seu perdão.
2. Eu não julgo para não ser julgado; 1
perdoando é que serei perdoado.
3. Ajudai-me, Senhor, a perdoar; Ie livrai-me
de julgar e condenar.
4. Vou ficar sempre unido, em comunhão 1 ao
Senhor e também ao meu irmão.
5. Vivo em Cristo a vida de cristão; I sou
mensagem de sua reconciliação.
218 - PERDÃO POR NÃO SER SANTO
(Pe. Nereu C. Teixeira)
Perdão, Senhor, perdão por não ser santo! I
Perdão, Senbor, por ter pecado tanto!
1.A história é uma só, da humanidade e minha:
1aqueda sempre existe pra aquele que caminha;
I mas há um Salvador que vem ressuscitar /
aquele que da queda quiser se levantar.
2. O senso do pecado estamos n6s perdendo; /
para a eternidade estamos nós morrendo! I
Que adianta termos cruz em nossa companhia,
/ se dela nós tiramos o Cristo, noite e dia!
3. A nossa vocação é para a santidade: 1
ausência de pecado, união na caridade. 1
Passamos desta terra para o paraíso, Isofrendo
na esperança de Deus Pai um sorriso.
219 - lENDE PIEDADE - SI 50

(Ir. Míria T. Kolling)
Tende piedade! Tende piedade! / Tende
piedade demim, ó meu Senhor! I Se é
grande o meu pecado, ainda é maior, / 6
Deus, vossa bondade e vosso amor!
I. Senhor, eu reconheço o meu pecado, 1o mal
que pratiquei foi contra V6s.1 Quer compaixão
meu coração! 1Lavai-me e eu serei purificado.
2. Ó, dai-me um coração bem decidido, / sincero
em buscar avossa Lei... 1Sereis, assim, Verdade
em mim, 1e eu, a V6s inteiro convertido!
3. Meu Deus, quero cantar alegremente, I na
vida festejar vosso perdão. 1 Olhais co' amor o
pecador, 1de espírito contrito e penitente.
4. Senhor, ensinarei vossos caminhos 1a todos
que na vida eu encontrar; 1 e voltarão a V6s,
então, 1 aqueles que lutando vão sozinhos ...

58

~

.:)

:)

:)

~
~
::>

:)

~

:)
:)

~
~
~
~
~
~
~
~

O

~
~
~
~

::J

~
~
~

!'

~
~
~
~
~
~
~

c -I.a DELO UV O R

220 -GLÓRIA A DEUS (Ir.MíriaT.Kolling)
Glória a Deus ., nos céus! ITodos os anjos
cantam sua bondade! I E entre nós paz e
bem! IPedem os homens de boa vontade.
1. Glória ao Pai Eterno, Icriador de tudo! IÉ
a glória do Senhor vivermos sem temor; 1 não
como escravos, mas filhos livres.
2.Glória aDeus, oFilho, ISalvador do homem!
1 É a glória do Senhor vivermos no amor; I
irmãos de todos, todos irmãos.
3. Glória a Deus, o Santo, I santificador! I É a
glóriado Senhor vivermos olouvor Ida unidade
que gera a vida.
221 •GLÓRIA A DEUS - Missa Crioula
(JoséAcácio Santana)
I.S.: Glória a Deus lá nas alturas, I e na terra
paz aos homens,
D.: que são por ele amados.
P. Ó Senhor, Deus, nós vos louvamos, Ivos
bendizemos e adoramos.
2.S.: E nós vos glorificamos, ! e vos damos
muitas graças,
D.: por vossa glória tão imensa.
P. Senhor Jesus, Filho Unigênito. ICordeiro
Santo de Deus Pai.
3.s.: Vós podeis tirar o mal, I todo o pecado
deste mundo.
D.: Tende piedade de nós todos.
P. Vós que tirais nosso pecado, Ibem acolhei
a nossa súpllca.
4.S.: Vós que estais eternamente I à direita de
Deus Pai.
D.: Tende piedade de nós.
P. Porque só Vós é que sois Santo, Iporque
só Vós sois o Senhor!
5.S.: E s6 V6s sois oAltíssimo, 1Jesus, Senhor,
ó Cristo.

.

D.: Só Vós sois o Senhor Altíssimo.
P. Só Vós com o Espírito Santo, Ina glória de
Deus Pai. Amém.
222 - GLÓRIA A DEUS
L.: D. Carlos AlbertoNavarro - M.:DavidJulien
S.: Glória a Deus no mais alto dos céus!
T.: Glória a Deus no mais alto dos céus!
1.Glória aDeus, nosso Pai:Iseupoder nos criou.
2. Glória aCristo, seu Filho,! que nos resgatou.
3.Glória ao Espírito Santo,! que nosconfirmou.
223 - GLÓRIA DAS CRIA TORAS

(Reginaldo Veios o)
1J I: Glória a Deus nas alturas! 1 Éo canto das
criaturas:/I - IJ:Rios e matas se alegram, teus
pobres por ti esperam:/I - II:Paz para o povo

S9

sofrido: é o grito do oprimido :1I-If:A terra mal
repartida clama por tua justiça:/I
Glória, glória! I Glória te damos, Senhor! I
Glória, glória! IVenha o teu Reino de Amor!
2.1/:GlóriaaJesus, nosso guia!/Pilhoda Virgem
Maria:/! - 1/:Veio pro meio dos pobres, pra
carregar nossas dores !:1/-II:Filho do Altíssimo
Deus, por nós na cruz padeceu!:1/ -11:Venceu a
morte e a dor pra nos dar força e valor!:/I
3.1l:Glória ao Espírito Santo, que nos consola
no pranto:/! - /I:que orienta a Igreja pra que do
pobre ela seja; :11-II:que deu coragem a Pedro
e aos santos, seus companheiros;:II-II:que hoje
junta esse povo a buscar um mundo novo!:/I.1
224 -GLÓRIA, ALELUIA! (Pe. MárioFelipe)
1 1 : Glória, aleluia! Glória, aleluia! Glória,
aleluia! :/1 .
1. Eu te agradeço, meu Pai e Senhor I que
revelaste teu plano de amor 1 não ao sabido e
entendedor, I mas aos pequenos, Senhor.
2. O pobre sacias de bens, ó Senhor,/ despede
sem nada o rico opressor; I do trono derrubas
o dominador 1 e elevas os humildes. Senhor.
3. Passar pelo fundo de agulha, Senhor, / até o
camelo consegue melhor 1que o rico agarrado
em dinheiro ilusor! entrar noteu reino, Senhor.
4. Vinde benditos, dirás, ó Senhor, 1 aos que
acolheram o pobre na dor, Iporque no rosto do
irmão sofredor 1 viram teu rosto, Senhor.
5. De nada adianta, disseste, Senhor, / tesouros
na terra ajuntar com suor; 1ferrugem e traça e
ladrão traidor I acabam com eles, Senhor.
225 -GLÓRIA DO POVO (Zé Vicente)
1./: Glória a Deus nas alturas, na terra e no
mar:1 - I:e paz seja entre os homens, que
desejam amar:1 - J:Glória sem fim será:1
2.I:G1orificado seja o Cristo Redentor:1 - I
:Nascido entre os pobres, o libertador:/ - I:
Glória sem fim, Senhor.:!
3. I:Glória ao divino Espírito, de graça e de
luz:/-/:Força que nos sustenta, nos livra e nos
conduz:1 - I:Glória sem fim, Jesus:1
4.1: No céu cantam os anjos e na terra o povo
:1-1:Unidos na esperança de um mundo novo:1
-/:Glória sem fim te louvo ...:1
5.1:Aleluia, Aleluia, Aleluia:1 - I:De justiça e
de glória a terra se encherá.:1
Amém Aleluia, Amém aleluia! (4 v)

226 GLÓRIA DOS POVOSAMERINDIOS
(Zé Vicente)
Glória, Glória, Glória a ti, meu Deus. IPaz
na terra, cantam os povos teus.

1 . I: Violões, charangos, flautas, sons do
coração:1 • I:Tambores e atabaques te
glorificarão:1
2. I: Teu nome é tão bonito, não existe outro
igual :/-/: Glória ao que vence a morte e o ídolo
do mal:1
3. I:
América, Ameríndia e África-na-dor :1 _
I:Latina convertida dai glória do Deus amor:1
4.I:Na fé da resistência, no axé do nosso canto
:1 -/:No sangue da aliança, glória, glória ao
Deus Santo:1
5./:Memória dos vencidos, na cruz seja bendita :/
-/:No Cristo canta a vida, brilhando infinita:1

.:D

227 - GLÓRIA A DEUS NA IMENSIDÃO

II:Glória a Deus na imensidão 1 E paz na
terra ao homem nosso irmão:ll.
1. Senhor Deus Pai Criador onipotente / nós
vos louvamos e vos bendizemos 1 por nos
terdes dado o Cristo Salvador.
2. Senhor Jesus, unigênito do Pai, 1 nós vos
damos graças por terdes vindo ao mundo, 1
feito nosso irmão, sois o nosso Redentor.
3. Senhor Espírito Santo, Deus-amor. 1 Nós
vos adoramos e vos glorificamos, 1 por nos
conduzirdes por Cristo a nosso Pai.C
228 • ALELUIA! GLÓRIA AO SENHOR!

/!:Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! 1 Glória
ao Senhor! :/!.
Gl6riaao Senhor, nosso Pai.! Glória ao Senhor,
Jesus Cristo. 1 Glória ao Espírito Santo. 1
Glória ao Senhor.
229 - GLÓRIA AO PAI
Glória ao Pai, dos homens, dos anjos, do
mundo, o Criador!

Glória a Ti, Senhor!

Glória a Cristo, Filho de Deus, nosso Irmão
Redentor!
Glória a Deus, Espírito Santo e Santificador!
230 - A GLÓRIA ADEUS TRINDADE
1. Glória a Deus Trindade que "primeiro nos
amou" 1 Deus-comunidade, que em Jesus se
revelou.

Viver e conviver em comunhão. /!:Glória,
glória, aleluia, 1 eis a nossa vocação:/!.

2. Glória ao Filho amado, que do Pai vem
anunciar,/ grande "Boa Nova" para os homens
libertar.
3. Glória ao Santo Espírito, que o mundo
renovou, 1vem e ensina a todos o que o Filho
nos falou.

:J)

230 - B -EU LOUVAREI

/!:Eu louvarei; eu louvarei, eu louvarei ao
meu Senhor:/!

1. João viu o mundo dos redimidos e todos
louvavam ao Senhor. I Uns oravam, outros
cantavam e todos louvavam ao Senhor.
2. Todos unidos, alegres cantavam glória e
louvores ao Senhor. 1Glória ao Pai, glória ao
Filho, glória ao Espírito de amor.
3. Somos filhos de ti, Pai eterno, tu nos criaste
por amor. 1 Nós te adoramos, te bendizemos e
todos cantamos teu louvor.

• -CANlDSEIAI.IWB IIEM ElllT AÇ M

231. COMO ÉBOM LOUVAR O SENHOR
Salmo 91 (pe. José Weber)

II:Como é bom louvar o Senhor 1 e cantar
salmos de louvor ao nosso Deus:/!.

1. Anunciar pela manhã tua bondade, 1 tua
fidelidade pela noite adentro.
2. Com as dez cordas da lira, 1com cânticos ao
som da cítara.
3. Pois a tua criação me enche de alegria,
Senhor, 1exulto ante as obras de tuas mãos.
4. Como são grandes, Senhor, as tuas obras, I
quão profundos os teus pensamentos.
5. Proclamarei que o Senhor é justo, / nele,
meu rochedo, não existe o mal.
232 - ÉSILÊNCIO NO MEU CORAÇÃO
(Pe. José Cândido)
1.Ésilêncio no meu coração, 1só a voz do meu
Deus quer falar. 1 Minha vida é resposta de
amor: 1Deus me fala e eu quero escutar.
2. Hoje nós somos muitos no mundo, 1o sinal
de que Deus é bondade. / O ideal que nos une
é fecundo, / faz crescer nossa comunidade.
233 - BUSCAI PRIMEIRO O REINoI

(M. Frankreich)
1. Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua
justiça, Ie tudo o mais vos será acrescentado,
aleluia, aleluia.
2. Nao só de pão o homem viverá, mas de toda
a palavra I que procede da boca de Deus,
aleluia, aleluia.
3. Se vos perseguem por causa de mim, não
esqueçais o porquê; 1não é o servo maior que
o Senhor, aleluia, aleluia.
234 -TEU NOME, SENHOR - Salmo 8
(Pe. Jocy Rodrigues) .
L Teu nome, Senhor, é tão bonito, 1Tu moras
no céu, lá nas alturas. I Até criancinhas
pequeninas 1já sabem que vences o inimigo.

60

"5

~

:>

:)

:t

~

:)

:>

~

:>
:>

':J

~
~
~
~

O
O

'::)
~

e

~
~
~
~
~

e

~

':.'

~
~
~

'!'

~
~

~.

2. Olhando pro céu que Tu fizeste, Ieu vejo as
estrelas, vejo a lua. , E entendo que o homem
vale muito, I pois tudo pra ele tu fizeste.
3. Menor um pouquinho do que os anjos, 'mas
cheio de graça e de valor, Ide ti recebeu poder
e força / de tudo vencer e dominar.
235 - TU ME CONHECES - Salmo 138
1. Tu me conheces quando estou sentado,! Tu
me conheces quando estou de pé. / Vês
claramente quando estou andando, ! quando
repouso Tu também me vês. / Se pelas costas
sinto que me abranges, , também de frente sei
que me percebes. / Para ficar longe do teu
Espírito, loque farei? aonde irei? - não sei.
Para onde irei? Para onde fugirei? ISe subo
ao céu ou se me prostro no abismo, , eu te
encontro lá! , Para onde irei? Para onde
fugirei? / Se estás no alto da montanha
verdejante / ou nos confins do mar!
2. Seeu disser que astrevas me escondam,! eque
não haja luz onde eu passar./ Pra ti anoiteéclara
como o dia, / nada se oculta ao teu divino olhar.
!Tu me teceste no seio matemo, Iedefiniste todo
o meu viver.! As tuas obras são maravilhosas! ,
Que maravilha, meu Senhor, sou eu!
3. Dá-me tuas mãos, 6 meu Senhor, bendito!'
Benditas sejam sempre as tuas mãos. / Prova-
me Deus e vê meus pensamentos, I olha-me
Deus e vê meu coracão. / Livra-me, Deus, de
todo mau caminho.' Quero viver. quero sorrir,
cantar.l Pelo caminho da eternidade, ! Senhor,
terei toda a felicidade.
236 - PELOS PRADOS E CAMPINAS

c,...

Salmo 22 (23) - (Frei Fabretti)
1. Pelos prados e campinas verdejantes, eu
vou! I E o Senhor que me leva a descansar. ,
Junto às fontes de águas puras, repousantes, eu
vou! IMinhas forças o Senhor vai animar!
1 1 : Tu és; Senhor, o meu Pastor! , Por isso
nada em minha vida faltará:lI.
2. Nos caminhos mais seguros junto dele, eu
vou! , E pra sempre o seu nome eu honrarei. /
Se eu encontro mil abismos nos caminhos, eu
vou! , Segurança sempre tenho em suas mãos!
3. No banquete, em sua casa, muito alegre, eu
vou! I Um lugar em sua mesa me preparou!'
Ele unge minha fronte e me faz ser feliz, , e
transborda a minha taça em seu amor.
4. Bem à frente do inimigo confiante eu vou!
ITenho sempre o Senhor junto de mim. / Seu
cajado me protege eeujamais temerei./ Sempre
junto do Senhor eu estarei.
5. Com alegria e esperança, caminhando eu
vou! f Minha vida está sempre em suas mãos.
! E na casa do Senhor eu irei habitar. I
E este canto para sempre irei cantar!

237 .AMINHA ALMA TEM SEDE DEDEUS
(Salmo 41) - (Reginaldo Veloso)
Aminh'aIma tem sede de Deus,/ pelo Deus vivo
anseiacomardor: lI:quandoireiao encontro de
Deus, Ie verei tua face, Senhor:!1
1. A ovelha sedenta procura o riacho , f a
minh'alma suspira por Deus. Onde O acho?
2. Pelas águas que correm suspira a ovelha, f
pelas fontes de Deus a minh'alma anseia.
3. Dor e lágrima são meu constante alimento. I
"Ondeestáoteu Deus?" dizem osmaus eaguento.
4.Por que estás abatida econfusa, 6minh' alma?
IDeus é teu companheiro: espera e te acalma.
238 - O PROFETA
I.Antes de te formares dentro do seio de tua
mãe f Antes que tu nascesses, te conhecia e te
consagrei ! Para ser meu profeta entre as
nacões eu te escolhi IIrás onde enviar-te, o que
eu mando proclamarás.
Tenho que gritar, tenho que arriscar! Ai de
mim senãoofaço!/ Como escapar de TI. como
calar. se tua voz arde em meu peito? ITenho
que andar, tenho que lutar! Ai de mim se nao
o faço! , Como escapar de Ti, como calar, se
tua voz arde em meu peito?
2.Não temas arriscar-te porque contigo euestarei.
/Nãotemas anunciar-me, em tua boca eu falarei.
/ Entrego-te meu povo; vai arrancar e derrubar ,
para edificares, destruirás e plantarás.
3. Deixa os teus irmãos, deixa teu pai e tua mãe.
IDeixa a tua casa, porque a terra gritando está
/ Nada tragas contigo, pois a teu lado eu estarei.
fÉhora de lutar, porque meu povo sofrendo está.
239 - DEUS PRECISA DE PROFETAS
(Jorge Trevisol)
1.0 povo está cansado com tanta opressão.' O
mal da injustiça cegou seu coração./!: E Deus
que não se esquece do povo sofredor Iprecisa
de profetas que levam seu amor:/!.
I/:Eu quero te ouvir I eu vou te seguir /
"Senhor! Eis-me aqui!":II.
2. Coragem, esperança, vigor em sua mão. I
Olhares de denúncia, firmeza na missão. 11
.Amor e confiança. num grito aterrador, I
profeta tem na boca palavras do Senhor:/!.
3. Do mal, as estruturas Deus manda demolir,
IBuscar suas raízes, cortar e destruir./!: Abrir
caminhos novos e nunca desistir.! Fazerfeliz
o povo, plantar e construir:/!
4. Profetas derramaram seu sangue por amor. f
E há tantos perseguidos por causa do Senhor. I
I:Semente que se espalha na terra dos irmãos / é
voz que não se cala e converte o coração:/I.

61

240 -EU E O MEU BARCO (Frei Fabretti)
1.Um barco, uma rede deixados Ina praia bem
perto do mar. IFalavam de homens que foram
/ o Reino de Deus anunciar.

/ Ô, Ô, Ô, eu quero tua voz escutar./ Ô, Ô,
Ô, eu quero teu Reino anunciar.

2. A rede lançada na fé Ilançada na força do
amor Icolhia pequenos e grandes Ipro Reino
de Nosso Senhor.
3. Também eu deixei o meu barco / e andei sem
olhar para trás. I Aos braços de quem me
chamava Ia outros mares pescar.
4. Nos mares que agora navego Item luz e tem
noites sem fim.IRemando e cuidando do leme
/ Jesus é que cuida de mim. tí}
241-HÁUMBARCOESQ~NAPRAIA
1.Há um barco esquecido na praia: já não leva
ninguém a pescar. / É o barco de André e de
Pedro, que partiram pra não mais voltar. I
Quantas vezes partiram slfguros Ienfre~tando
os perigos do mar; Iera chuva, era noite, era
escuro, mas os dois precisavam pescar ...

De repente aparece Jesus, pouco a pouco se
acendeumaIuz./Épl'elCB:l

pescardiferente,que
opovojásentequeotempochegou./Epartiram,
semmesmopensar nosperigosdeprofetizar.11
:Há um ban:o esquecidona praia._ (3v).

2. Há um barco esquecido na praia: já não leva
ninguém a pescar. IÉo barco de João e Tiago,
quer partiram pra não mais voltar. I Quantas
vezes em tempos sombrios enfrentando os
perigos do mar Ibarco e rede voltavam vazios,
mas os dois precisavam pescar ...
3. Quantos barcos deixados na praia! Entre
eles o meu deve estar. IEra o barco dos sonhos
que eu tinha, mas eu nunca deixei de sonhar.
I Quantas vezes enfrentei o perigo, no meu
barco sozinho a singrar. IJesus Cristo remava
comigo: eu no leme, Jesus a remar ...

Derepente me envolve uma luz eeu entrego
o meu leme a Jesus. I É preciso pescar
diferente, que o povo já sente que o tempo
chegou. I E partimos pra onde Ele quis.
Tenho cruzes, mas vivofeliz.IHá um barco
esquecido na praia •••(3v).

242 - TU TE ABEIRASTE DA PRÁIA

C

(P.C.Gabarain)
1. Tu te abeiraste da praia, Inão buscaste nem
sábios nem ricos,Isomente queres que eu tesiga.

Senhor, Tu me olhaste nos olhos,Ia sorrir,
pronunciaste meu nome. ILá na práia, eu
larguei o meu barco, Ijunto a ti buscarei
outro mar.

2. Tu, sabes bem que em meu barco, Ieu não
tenho nem ouro nem espadas, Isomente redes
e o meu trabalho.

,
3. Tu, minhas mãos solicitas, I meu cansaço
que a outros descanse; I amor que almeja
seguir amando.
4. Tu, pescador de outros lagos, Iânsia eterna
de almas que esperam, I bondoso amigo que
assim me chamas.

243 - OI QUE PRAZER, QUE ALEGRIA
Salmo 133 (132)

II:Oi que prazer, que alegria I o nosso
encontro de irmãos:1

l. II:É como um banho perfumado I gostosa é
nossa união:1 1
2. II:Sereno da madrugada, Igostosa é nossa
união:/!.
3. /!:Senhor, Tu nos abençoas! I Gostosa é
nossa união:/!.
4.1 1 : Évida que dura sempre. I Gostosa é nossa
união:/!.
244 - CHEGOU A HORA DA ALEGRIA
(Zé Vicente)

1 1 :Chegou a hora da alegria: I Vamos ouvir
esta Palavra que DOS guia:!l.

1. II:Tua Palavra vem chegando bem veloz I
Por todo o canto, hoje se escuta a tua voz:/1 _
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!
2./!:Nada se cria sem a força e calor Ique sai
da boca de Deus, nosso Criador:1 1 -Aleluia! ...
3. I/:A tua Lei, meu Senhor, é perfeição I
conforta a alma e nos educa pra união:/I _
Aleluia! ...

,

4. O mandamento de meu Deus é retidão./E luz
nos olhos e prazer no coração:/!- Aleluia! ...
5. Esta Palavra, da certeza e da justiça, Ique
nos libertada opressão edacobiça:II-Aleluia!...
6. Émais que ouro e mais que sol tua Lei. IDos
teus caminhos, Senhor, não desviarei:1I _
Aleluia!...
7. Bendita seja esta Palavra do Senhor, Imel
saboroso e alimento para o amor:/1 - Aleluia!...
245 -AO SENHOR DOS SENHORES
Salmo 136 (135) - (Waldeci Farias)
l.Ao Senhor dos Senhores, cantai! IAo Senhor,
Deus dos deuses, louvai! IMaravilhas s6 Ele é
quem faz. I Bom é Deus. Ao Senhor, pois,
amai!
- Com saber, ele fez terra e céu. I Sobre as
águas aterra firmou. IPara o dia reger fez o sol,
Ie as estrelas pra noite criou.

II:Porque eterno éseuamor por nós!IEterno
éo seu amor!:II.

62

J

~
~

:)
:)

~
~
~

:)

~
~

:1

:)
:)

:}

= >

~
~

:>

~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~

:)

-

2. Primogênitos todos feriu ! do Egito, um
povo opressor./ E dali Israel fez sair./ O poder
de sua mão o salvou.
- No mar bravo ele fez perecer Ios soldados e
o tal Faraó. IAliança ele fez com Israel. ! No
deserto seu povo guiou.
3. Poderosos sem dó abateu. / A famosos reis
desbaratou. I Sua terra Israel recebeu, / como
herança a seu povo entregou.
- sé lembrou de nós, na humilhação. I Ao
Senhor,"Salvador", proclamai! !Dele nósrecebe-
mos opão.! Ao Senhor, Deus dos céus, celebrai!
246- SÚPLICA ÀTRINDADE (Pe.Zezinho)
1. Senhor e Criador que és nosso Deus I vem
inspirar estes filhos teus Ieem nossos corações
derrama a tua paz I e um povo renovado ao
mundo mostrarás.
2. Sentimos que Tu és a nossa luz I fonte de
Amor, fogo abrasador.! Por isso que ao rezar,
em nome de Jesus, ! pedimos nesta hora os
dons do teu amor.
3. Se temos algum bem, virtude ou dom, Inão
vem de nós, vem do teu favor. IPois que sem
ti ninguém, ninguém pode ser bom; I só Tu
podes criar a vida interior.
4. Infunde, pois, agora. em todos nós Ique com
irmãos vamos refletir! à luz do teu saber, à força
doquererIafimde quepossamos juntos construir.
5. E juntos cantaremos sem cessar Icantos de
amor para te exaltar. ! És Pai, és Filho e és
Espírito de Paz. IPor isso em nossa mente Tu
sempre reinarás. AMÉM, ALELUIA!
247 - SE OUVIRES A VOZ DO VENTO
~

(Pe. Zezinho)
1. Se ouvires a voz do vento. chamando sem
cessar, Ise ouvires a voz do tempo, mandando
esperar ...
A decisão é tua. / A decisão é tua. I São
muitos os convidados. I São muitos os
convidados. IQuase ninguém tem tempo./
Quase ninguém tem tempo.
2. Se ouvires a voz de Deus chamando sem
cessar, Ise ouvires a voz do mundo querendo
te enganar ...
3.O trigojá se perdeu; cresceu, ninguém colheu,I
eomundopassando fome,passandofomedeDeus.
248 - O REINO DE DEUS CHEGOU
O Reino de Deus chegou! IF.&táno meio de nós.I
Ospobres éque pertec:em!ao ReinodoseuaDIOI"!
1. Chegou o Reino de Deus, é tempo de
conversão, Ide vida em fraternidade, sinal de
libertação. ! Nunca entrará no Reino, de Deus

não terá a herança, ! quem não se toma pobre,
pequeno que nem criança.
2. Mais vale o Reino de Deus. justiça e amor,!
que todo sacrifício e toda oblação.! Quem parte
seu pão com os pobres, agrada mais ao Senhor.
Ique aquele que jejua. mas fecha o coração.
249-TODA SEMENTE (JoséAcácioSantana)
1. Toda semente é um anseio de frutificar, ! e
todo fruto é uma forma de a gente se dar.
II:Põe a semente na terra, ! não será em
vão ••.INão te preocupe a colheita, ! plantas
para o innão. ••:1I
2. Toda a palavra é um anseio de comunicar,
/ e toda fala é uma forma de a gente se dar.
3. Todo tijolo é um anseio de edificar, Ie toda
obra é uma forma de a gente se dar.

E - Aa.AMAÇAoAlEV _

250 - VIVA A PALAVRA DE DEUS
II:Viva. viva, viva a Palavra de Deus!:II.

Antes do Evangelho:

Ébom escutar O que Deus vai falar! (4 v)

Depois do Evangelho:

Foi bom escutar o que Deus nos falou! (4v)
251 - VAI FALAR NO EVANGELHO
(Ir. Míria T. Kolling)
1.Vai falar no Evangelho Jesus Cristo, aleluia!
ISua Palavra é alimento. que dá vida, aleluia!
II:Glõria a Ti, Senhor, toda graça e louvor!:!!
2. A mensagem de alegria. ouviremos. aleluia!
IDe Deus as maravilhas cantaremos, aleluia!
252 -POR QUE ÉS, SENHOR

(Ir. Miria T. Kolling)
1.Porque és, Senhor, oCaminho,1 que devemos
nós seguir:
Nóstedamoshojeesempre, toda glória elouvor.
2. Porque és, Senhor, aVerdade,! que devemos
aceitar:
3.Porque és, Senhor, plena Vida,! que devemos
nós viver:
253 - O EVANGELHO É A BOA NOVA
(Hélio Maranhão)
11:0 Evangelho é a Boa-Nova! que Jesus
veio ao mundo anunciar:1I
1. I/:Ele é o caminho, a verdade e a vida Ida
ovelha perdida Ique o Pai mandou salvar:l/.
2. I/:Ele pediu que a sua Boa-Nova, ! que o
mundo hoje renova, ! fosse a Igreja anunciar:l/.
3.OPai mandou que Ele aqui viesse um dia/para
nos dar a alegria I de viver no seu amor:!!.
4. AsuaIgrejaé coluna da verdade, Icomunhão
na caridade, ! para o mundo transformar:/I.

63

254 -TODOS DE PÉ (Pe. Hélio Athayde)
1.Todos de pé, vamos ouvir aPalavra do Senhor,
lo Evangelho da alegria, o Evangelho do amor.

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia.

2. Quando a gente não sentir mais razão para
viver, I a Palavra de Jesus nos dá força pra
vencer. j)(l"Y\...
255 - EU VIM PARA ESCUTAR
1. Eu vim para escutar I tua Palavra, tua
Palavra, tua Palavra de amor.
2. Eu gosto de escutar Itua Palavra ...
3. Eu quero entender melhor I tua Palavra ...
256 - IDE PELO MUNDO .1)

/I: Aleluia, aleluia, aleluia:11

1. Ide pelo mundo o Evangelho anunciar. ! A
toda criatura a "Boa Nova" proclamai.
2. Cristo vem falar-nos com cuidado de Pastor./ E
vem comprometer-nos com seus planos de amor.
257 - PRECISO ESCUTAR 3
1. Preciso escutar a tua Palavra, I depois
procla-mar o teu Reino de amor. / Eu quero
viver o teu Evangelho, IE vou anunciar a tua
vida, Senhor.

1 1 : Aleluia! Podes falar! I Aleluia! Vou
escutar! :/1

2. O céu passará e a terra também, ! porém, tua
Palavra jamais passará. IQuem ouve e recebe
a Nova do Reino! acolhe a Verdade que o
libertará. ~
258 - BENDITA A PALAVRA DE DEUS
Letra: Pe. José Weber - Música: Waldeci Farias

Bendita, bendita, bendita a Palavra do
Senhor! IBendito, bendito, bendito quem a
'vivecom amor!

A Palavra de Deus escutai: I no Evangelho
Jesus vai falar.! "A justiça do Reino do Pai,!
procurai em primeiro lugar!"
259 -BOA NOVA EM NOSSA VIDA

(Zé Vicente)
1. Toda palavra de vida é palavra de Deus. !
Toda ação de liberdade 1 /: éadivindade agindo
entre nós:/1

II:Boa nova em nossa vida I Jesus semeou.!
O Evangelho em nosso peito é chama de
amor:/I

2. Todo grito por justiça que sobe do chão! é
clamor e profecia 11: que Deus pronuncia pra
conversão:!1

11: Aleluia, aleluia, bendita a palavra que
faz Iibertar:/I

260 -A PALAVRA DE DEUS OUVIDA
1 1 :A Palavra de Deus ouvida, 1 é a verdade que
nos liberta, ! que nos chama à nova vida, / nos
educa e nos converte:ll. ~
261- CRISTO, MESTRE E SENHOR

Cristo, Mestre e Senhor, ! a vós, nosso
louvor: Idignai-vos falar.

1."Crede em mim, sou a Verdade, Isomente a
Verdade vos libertará".
2. "Vós não tendes muitos mestres: Ium só é
o vosso Mestre, todos sois irmãos".

F- P RO F IS S Ã O DE F É

262 - EU CREIO
1. Eu creio em Ti, Deus-Pai, divno Criador. I
Eu creio em Ti, Deus-Mãe, fonte do puro
amor. //: Eu creio em Ti, Deus-Irmão, ILuz na
escuridão, Jesus Libertador!://
2. Não creio em Deus sem nome, sem rosto e
sem lugar. INão creio no Deus dos homens que
vivem a escravizar. li: Meu Deus é força de
vida Ie a classe oprimida vem firme livrar.:/1
3. Creio na forçá nova, vinda da união. ICreio
em ti, companheiro fiel de coração. 1 1 : Eu creio
em ti que foi morto, lutando disposto por
libertação.:11
263 - CREIO, SENHOR
L.: D.Carlos Alberto Navarro - M.: DavidJulien

Creio, Senhor, mas aumentai a minha fé!

1.Eu creio em Deus, pai onipotente, ICriador
da terra e do céu!
2. Creio em Jesus, nosso Irmão, I
verdadeiramente Homem-Deus!
3.Creio também no Espírito de Amor, Igrande
dom que a Igreja recebeu.
264 - EU CREIO EM DEUS

Pe. José Cândido da Silva
1. DeuséPai, Deus é Amor,IDeus éesperança pra
quem nele crê. / Confiou a construçãoIdo reinode
Paz ao homem que ama.
Eu creio em Deus,1que omeu caminho iluminou,
I que a minha vida transformou; Ifeliz eu sou./
Eu creio em Deus, Ise posso crer, se posso amar,
a minha vida tem valor: I feliz eu sou!
2.Jesus Cristo caminha conosco,IAmigoe Irmão,
que nos leva ao Pai.IJesus Cristo nasceu e viveuI
a vida dos homens e ressurgiu.
3. Deus é Amor, é Consolador, I conforta e
ampara o pecador. I Deus é Amor, Espírito
Santo;Idestrói oque émau, dá vída aoque ébom.

64

:)

~
~
~
~
~
~

:)

~

::)

:)

~

:)

~
~
~

:,-)

~
~
~

:J

~
~
~

-'"

--

265 - CREIO EM DEUS - Missa Crioula
José AcácioSantana
1. S.: Creio em Deus, Pai poderoso, ICriador
do céu e da terra.
D.: E em Jesus Cristo.
P.: Seu Filho eterno, concebido / pelo poder
do Santo Espírito.
2. S.: Nasceu da Virgem Maria, I padeceu
crucificado.
D.: Foi morto e depois sepultado.
P.: Ressuscitou por sua força, / conforme
havia prometido.
3. S.: Elevou-se até o céu, / para a direita de
Deus Pai.
D.: Para a direita de Deus Pai.
P.: Do céu um dia há de voltar,/ para julgar
vivos e mortos.
4. S.: Creio no Espírito Santo / e na Igreja una,
católica.
D.: Creio na comunhão dos santos.
P.: Creio na remissão das culpas! e na
ressurreição da carne./ Creio também na
vida eterna.! Creio na vida eterna. Amém.

G - •••• ofEIT AS

266 - NÃO SE DEVE DIZER
Não se deve dizer: / "Nada posso ofertar!" !
I:Pois as mãos mais pobres são as que mais
se abrem para tudo dar!:II.
1. O Senhor só deseja / que em nós tudo seja I
constante servir. I Quando nada se tem, só
resta dizer: / "Senhor, eis-me aqui!".
2. Com as mãos bem abertas, I trazendo as
ofertas I do vinho e do pão, I surge o nosso
dever Ide tudo fazer / com mais doação.
3. Alegrias da vida, Imomentos da lida, / eu
posso ofertar; Ipois, nas mãos do Senhor, Ium
gesto de amor I não se perderá.
267 -OFERECEREI

(A. Dores)
1.Ao Deus Pai Criador, oferecerei. IEsta raça,
esta cor, oferecerei. f Cada Negro que luta,
oferecerei. IPelo fim do racismo, meu sangue
em batismo, oferecerei.
2. Pão, comida escassa, oferecerei. / Vinho, fé
e cachaça, oferecerei. I Ao Deus de tantos
nomes, oferecerei. I Negro, branco, homem
livre, esta fé sempre tive, oferecerei.
3. Nesta história negada, oferecerei. I Toda
dor suportada, oferecerei. IPreto velho yá yá,
oferecerei. / Negra bela raiz, este povo feliz,
oferecerei.

4. Leite de tanta ama, oferecerei. ! Negro filho
reclama, oferecerei. ! Quilombolas guerreiras,
oferecerei. ! Na cidade, na roça, esta festa que é
nossa, oferecerei.
5. O trabalho escravo, oferecerei, I Alugado,
mal pago, oferecerei. I O povo desterrado.
oferecerei. ! A beleza que faço, alegria que
traço, oferecerei.
6. Vinho, sangue suado, oferecerei. ! Pão
partido, esmagado, oferecerei.! Um clamor de
justiça, oferecerei. / Arte, samba, vitória nas
mãos da história, oferecerei. 'l)
268 -OFERTÓRIO DO POve(CZé Vicente)
Quem disse que não somos nada, Ique não
temos nada para oferecer, 1 1 : repare nossas
mãos abertas, trazendo as ofertas Ido nosso
viver.:1I
1. A fé do homem peregrino / que busca um
destino, ! um pedaço de chão.! A luta do povo
oprimido, / que abre caminho, I transforma a
nação. I 0, ô, ô, recebe, Senhor.
2. Retalhos de nossa história, Ibonitas vitórias
que meu povo tem: ! Palmares. Caldeirão,
Canudos/ são lutas de ontem, / de hoje também.
f 0, Ô. õ, recebe, Senhor.
3. Aqui trazemos a semente, ! sangue desta
gente f que fecunda o chão, I Do Gringo e
tantos lavradores, I Santos e operários em
libertação. / Ó, ô, ô, recebe, Senhor.
4. Coragem de quem dá a vida, Iseja oferecida
neste vinho e pão. I É a força que destrói a
morte, ! e muda a nossa sorte! éRessurreição.
I Ó, ô, ô, recebe, Senhor.
269 - OFERTÓRIO DA COMUNIDADE

(Zé Vicente)
1. Nesta mesa da irmandade I a nossa comu-
nidade / se oferece aTi, Senhor./ Nosso sonho
e nossa luta, / nossa fé, nossa conduta, I te
entregamos com amor.
//:Novojeito de sermos Igreja/nós buscamos,
Senhor, em tua mesa:/!.
2. Neste pão te oferecemos los mutirões que
fazemos, ! a partilha, a produção. I Nesse
vinho a alegria! que floresce cada dia! dentro
de nossa união.
3. Nesta Bíbtia bem aberta! encontramos a luz
certa! pra aqui te oferecer. / Ela reúne teu povo
Ina busca do mundo novo / onde os pobres vão
viver.
4. Nosso coração inteiro, ! Deus humano e
companheiro, Ideixamos no teu altar.! Nosso
canto e a memória Ido martírio e da vitória I
nós trazemos para te dar.

65

270 -SENHOR, VOS OFERTAMOS
(Comélio Ribeiro Neto)
1.Senhor, vos ofertamos, Iem súplice oração,
1 /: o cálice com vinho, I e na patena o pão:lI.
2. O pão vai converter-se I na Carne de Jesus. 1 1 :
E o vinho seráo Sangue,Ique derramou nacruz:!

I.
3. Senhor, vos damos tudo: I nosso pezar e
gozo, 1 /: nossas alegrias e dores, I trabalhos e
repouso:lI.
4. Amigos e parentes / - os vivos e defuntos _1 /:
em tomo avossa mesa, /estamos semprejuntos:/

/.

5. A voz do sacerdote I -que é a nossa voz _1 1
: vos dá a hóstia viva Ique somos todos nós:l/.
271 - MINHA VIDA TEM SENTIDO

C.

(Pe. Zezinho)
1. Minha vida tem sentido / cada vez que eu
venho aqui / e te faço o meu pedido / de não me
esquecer de ti. / Meu amor é como este pão /
que era trigo, que alguém plantou, depois
colheu, / e depois tomou-se salvação / e deu
mais vida e alimentou o povo meu.
1 1 : Eu te ofereço este pão, I eu te ofereço meu
amor:!/.
2._Minha vida tem sentido / cada vez que eu
venho aquiIe te faço o meu pedido / de não me
esquecer de ti.IMeu amor é como este vinho
I que era fruto que alguém plantou, depois
colheu, / e depois encheu-se de carinho Ie deu
mais vida e saciou o povo meu.
11:Eu te ofereço vinho e pão, I eu te ofereço
meu amor:lI.

.
272 - DE MÃOS ESlENDIDAS
Letra: Irmã Salete - Música: Pe. Sílvio
Milanez
1 1 : De mãos estendidas ofertamos o que de
graça recebemos:lI.
1. A natureza tão bela, que é louvor, que é
serviço; I o sol que ilumina as trevas,
transformando-as em luz; / o dia que nos traz
o pão e a noite que nos dá repouso;! ofertemos
ao Senhor o louvor da criação.
2.Nossa vida toda inteira, ofertamos ao Senhor
! como prova de amizade, como prova de
amor; ! com o vinho, com o pão, ofertamos ao
Senhor! nossa vida inteira, o louvor da criação.
273 - OFERTAS SINGELAS C

(Silvino A. Turco)
1.Ofertas singelas, pão e vinho,! sobre a mesa
colocamos, / sinal do trabalho que fizemos! e
aqui depositamos.
É teu também o nosso coração, 1 /: aceita,
Senhor, a nossa oferta Ique será depois na
certa o teu próprio ser:/I.

2. Recebe, Senhor, da natureza, I todo fruto
que colhemos. / Recebe o louvor de nossas
obras / e o progresso que fizemos.
3. Sabemos que tudo tem valor / depois que a
terra visitaste. / Embora tivéssemos pecado /
foi bem mais o que pagaste.
274 - os GRÃos QUE FORMAM A
C. ESPIGA - (Fr. Luiz Turra)
1.Os grãos que formam a espiga! se unem pra
serem pão; / os homens que são Igreja, / se
unem pela oblação.
11: Dianre do altar, I Senhor, admcIo minha
vocação:/devosacri6car Iavida pormeuinnão.
2. O grão caído na terra / só vive se vai morrer;
/édando que serecebe;! morrendo se vai viver.
3. O vinho e o pão ofertamos, ! são nossa
resposta de amor. / Pedimos humildemente: /
Aceita-nos, ó Senhor!
275-ACEITA, SENHOR NOSSOS DONS
(Pe. Zezinho)
Aceita, Senhor, nossos dons; Iaceita, Senhor,
nosso pão: / aceita, Senhor, nosso vinho; /
aceita,Senhor, nossa gente, Isofrida, oprimida,
esquecida;/aceitaestadorquemachucademak
1.Aceita, também, nossa fome de paz; / aceita,
Senhor, nossa fome de amor. / Aceita, Senhor,
estehumano calorIdospovos latinosquequerem
viver,! sem fome, semmedo, nummundo de paz,
! na paz da justiça de homens iguais.
/I:Aceita, Senhor, nosso Deus,/osdonsquepor
certo são teus:!/
2.Aceita,também nossospovos,Senht::r,/crianças
ejovens sedentos de amor, Ie todos aqueles sem
voz e sem vez,Icom fome de paz e de amor e de
pão / que esperam os ventos da renovação,Iàluz
do que disse Jesus, nosso innão.

rJ

276 -A FÉ ÉCOMPROMISSO C V
1.A fé é compromisso / que é preciso repartir
/ em terras bem distantes, / ou em nosso
próprio lar. ! Nós somos missionários; Ieis a
nossa vocação./ Jesus convida a todos; Iai de
mim se eu me calar.
Nesta mesa, ó Senhor, apresentamos, Ipão
e vinho, dons da terra e do trabalho.! Pela
Igreja missionária vos louvamos. IVede a
messe que precisa de operários.
2. Há muitos consagrados I anunciando sem
temer, / e tantos perseguidos / dando a vida
pela fé. ! Mas quem faz de sua vida Ium sinal
de comunhão / também dá testemunho, I nos
convida à conversão. C
277-SABES,SENHOR (LindebergPires)
Sabes, Senhor, o que temos étão pouco pra
dar.! Mas este pouco nós queremos com os
irmãos compartUbar.

66

:)

~
~
~
~
~
~

= '

~
~
~
~
~
~

= '

~
~
~

:!l

~
~
~
~
~

1. Queremos, nesta hora, diante dos irmãos,' 282 - FORÇA DE PAZ

(Zé Vicente)

comprometer a vida, buscando a união.
2. Sabemos que édifícil os bens compartilhar; 1.O pão sofrido da terra , Na mesa da refeição.
! mas com a tua graça, Senhor, queremos dar. 'O pão partido na mesa' se toma certeza' e se
3.Olhando teu exemplo, Senhor, vamos seguir, faz comunhão. li: O corpo do meu Senhor / é
'fazendo o bem a todos, sem nada exigir. força viva de paz:/I.

278 _ OFERTAMOS UM MUNDO NOVO 2. Vinho de festa e alegria' é vida no coração.
, Vinho bebido na luta' se toma conduta' de
1 1 : Ofertamos ao Senhor um mundo novo, libertação. 1 1 : O sangue do meu Senhor , é
lo futuro do seu povo:lI.

força viva de paz.:".
1.Ofertamos o homem que chora,' não vendo 3. Palavra vinda do reino' na boca de cada
a aurora do mundo emmudança.lE ofertamos irmão. I Palavra que fortalece' anima e
aesperança'dosquedescobremaressurreição.

esclarece I a nossa união. li: Palavra-do meu
2. Ofertamos o homem que espera' por nova Senhor' éforça viva de paz.:II.
era de vida em plenitude' e o que não tem 4. Flores dos jardins, dos campos, , sorriso
quem ajude / a trocar morte por ressurreição. exposto no altar. , Flores molhadas no pranto
3. Ofertamos a meta e a procura,' a luta dura 'de quem deu a vida/pra vidamudar.:1I A vida
entre o velho e o novo,' a noite escura do povo d
, e a madrugada da ressurreição.

. e guem tombou I é força viva de paz:lI.
5. Agua, trazida da fonte' matando a sede que

279 - NO TEU ALTAR, SENHOR

mata. IAgua da chuva no chão 'traz vida e traz
(Ir. Míria T. Kolling) pão / pra gente e pra mata. I/:Água da vida,
No teu altar, Senhor, coloco a minha vida Jesus, I é força viva de paz:lI.
em oração.

6. Ceia, sagrada aliança, I ato supremo do
1.A alegria de te amar e ser amado Iquero em amor. I Ceia, encontro e esperança I de Jesus
tuas mãos depositar.

com a gente, / transformando a dor. 11: A ceia
2. O desejo de ser bom e generoso / faz-me do meu Senhor I é força viva de paz.:II.
viver com mais amor. ''U

7. Louvor que nasce da história! do dia a dia

280-SEMEUIRMÃOMEÉS1ENDEAMÃO

do povo. I Louvor ao Deus verdadeiro! fiel
justiceiro,! Pai do mundo novo. li: O nome do
1.Se meu irmão me estende amão! epede um meu Senhor! é força viva de paz.:II.
pouco do meu pão.! E eu não respondo ou digo
não, ! errei de rumo e direção. INesta mesa de 283 - COM ASMÃos ABERTAS, SENHOR
perdão, o pão e vinho elevarei Ie, pensando em

(Zé Vicente)

meu irmão, / o meu Senhor receberei.

II:Com as mãos abertas, estou / trazendo

Querovernomeuinnãoaimagemdele./Meu

as ofertas, SenborJI:

innãoqueaténemtemonecessáriopraterpaz.

1.Trazendo nas mãos os calos da enxada Ivida
/ Quero ser pro meu innão a resposta dele,/ eu marcada de lavrador.' Os frutos e o canto quase
que vivo mais feliz eàs vezes tenho até demak. lamento' neste momento te entreg?l!enhor.
2. O corpo e sangue do Senhor! / O corpo e 2. Oferta pequena de pouco salário . luta de
sangue de um irmão.l Omesmo Pai e omesmo operário trazemos também.! Todo' riffcio
amor, / o mesmo rumo e direção.! Nesta mesa das mãos que suaram Ie este pão assaram para
do Senhor, sou responsável pelapaz/de quem, o nosso bem.
no riso e na dor, I comigo vai buscar o Pai. 3. Tudo é teu, Senhor, nós somos teu povo, /
281- O PÃO AMASSADO

neste gesto novo vamos celebrar. , Nosso
1. O pão amassado, I a uva pisada: , eis a compromisso, nossa esperança ! na eterna
oblação! /Pastores sofridos,! opobre esquecido, aliança pra n9s libertar.
, o povo sem pão.

284 - OFERTAR NOSSAVIDA QUEREMOS
II:Quero ser fiel a Deus, / respondendo à RaimundodoCarmosBorgese MatheusAntonello
vocação./ Quero ser junto do povo: loirmão
entre os irmãos:lI.

1.Ofertar nossa vida queremos.' com gesto de
2. O tempo e a idade, ! o bem e a verdade, 'a amor, doação./ Procuramos criar mundo novo,
paz e o perdão; I vigor, esperança, amor, ! trazer para o povo a libertação.
confiança, , jamais faltarão.

DebraçoserguidosaDeusofertamos/aqullo
3. A dor, a alegria, a vida vazia I de tantos que somos etudo queamamos.lOs dons que
irmãos, I cansados, vencidos, ! também nós temos, compartilharemos. / Aqueles
oprimidos I ofertas serão.

que sofrem, sorrir os faremos.

67

2. A injustiça que fere e que mata, I tanto
homem, criança e mulher, Ifaz ojovem viver
sem sentido Ifrustrado, perdido, distante da fé. 288-SANTO _Missa: ''OSenhor, minha festa"
3. Como o pão e o vinho se tomam ICorpo e

(Ir. Míria T. Kolling)

Sangue de Cristo Jesus. I transfonnemos a
realidade, Ipra ser de verdade esperança e luz! Santo, Santo, Santo, / Senhor Deus do universo!
la céu e aterra proclamam, Iproclamam avossa
285. NO NOSSO ALTAR (Zé Vicente) glória! / O santo, ojusto, o verdadeiro Deus! _I
1. As mesmas mãos que plantaram a semente, I:Hosana, hosana, I hosana nas alturas!:1 1 _
aqui estão. I O mesmo pão que a mulher 1 1 : Bendito o que vem em nome do Senhor!:I/ O
preparou, aqui está. I O vinho novo que a uva santo, o justo, o verdadeiro Deus! _1 1 : Hosana,
sangrou, jorrará no nosso altar.

hosana, / hosana nas alturas!:/!.
A Uberdade haverá, a igualdade baverá lI: 289 _SANTO E'O SENHOR rn
e nesta festa onde a gente éirmão Io Deus da

-

.J"I

vida se faz comunhão:/!

lI: Santo, Santo, Santo é o Senhor. I Todos
2. Na flor do altar brilha o sonho da paz nós sabemos e queremos proclamar:ll.
mundial. / Na luz acesa é a fé que palpita hoje 1.Santo éo Senhor em toda a parte. IO Senhor
em nós. IDo livro aberto o amor se derrama é Santo.
total, no nosso altar.

2. Viva O Senhor nas alturas. 10 Senhor é

3. Benditos sejam os frutos da terra de Deus. /
Bendito seja otrabalho e anossa união./ Bendito Santo. ClP'L
seja Jesus que conosco estará, além do altar. 290 - SANTO DOS ANJOS
286 •.QUEM VAI COM LÁGRIMAS

1.Santo, Santo, Santo! / Dizem todos os anjos. I
(Ir. Míria T. Kolling) Santo, Santo, Santo / é o Senhor Jesus! ISanto,
1.Quem vai com lágrimas lançando asemente, Santo, SantoIéque nos redime: _//: Porque meu
/ e só cansado, após trabalho, o corpo deita, I Deus éSanto, I a terra cheia de sua glória está!:1 1
prepare cantos para a festa da colheita; IDeus 2J/:Céus e terra passarão, / mas tua Palavra
lhe dará com abundância os seus bens!

.não passará!;II- Não, não, não passará! INão,
Senhor Deus Pai, sejas bendito I por este não, não, não, não, não passará!
vinho epelo pào!/Portoclaa dore cada grito 3. Hosana a Jesus Cristo, Io Filho de Maria! I
Ique se faz vida em nossas mãos!

Bendito oque vem em nome do Senhor! ISanto...

2. Quem come o pão do seu suor e sofrimento,

.:li

Ie, solidário, une a sua à dor alheia, Iprepare 291- SANTO, SANTO, SANTO (Pe.Zezinho)
O dia para a grande e farta Ceia: I o próprio 1 /: Santo, Santo, Santo é o Senhor da Luz. I
Deus lhe servirá a refeição!

Santo, Santo é o Senhor Jesus: /I
3. Quem se faz trigo e como dom a vida Numa canção sideral de um hosana total I a
entrega,/nalutaporummundojustoefratemo,

criação se extasiá. 10céu e a terra também I

Iprepare a vida para a luz do Sol eterno: IDeus entoam o seu grande Amém.
será nele a total ressurreição!

Bendito é Aquele que vem, Aquele que vern,

287 ~NESTE PÃO E NESTE VINHO

Aquele que vem,l em nome da Luz. IBendito
Letra: Ma. de Fátima Oliveira éAquele que tem, Aquele que tem, Aquele que
Música: Waldeci Farias tem a Paz INosso Senhor Jesus.
Neste pão eneste vinho,/osuorde llO&'I8S mãos: 292-DEUS INFINITO

(Pe. Zezinho)
lo trabalho e a justiça Ipara todos os innãos. 1.Deus infinito, nós te louvamos Ie nos subme-
1. Ofertamos, ó Senhor, os sofrimentos Idos ternosao teu poder.IAs criaturas, no teu mistério,
pequenos e dos pobres, teus amados, Idos que Imostram a grandeza de quem lhes deu o ser. I
lutam à procura de trabalho, Idas crianças e Todosospovossonham/evivemnaesperançade
anciãos abandonados.

encontrar a paz.ISuas histórias todasIapontam

2.Ofertamosafumezaeacoragem/dosquelutam

para o mesmo rumo, onde tu estás.
em favordos oprimidos,Idos famintos esedentos Santo, Santo, Santo! ISanto, Santo, Santo! I
dejustiça / e que são por tua causa perseguidos. Todo poderoso éo nosso Deus!
3. Ofertarnos,ó Senhor, toda a certeza I na 2. Senhor Jesus Cristo, / nós te louvamos e
vitória do amor sobre o pecado. ITua luz há de agradecemos, teu irnenso amor. I Teu nasci-
brilhar, vencendo a treva, I sobre o mundo mento,l teu sofrimento trouxe vida nova onde
con vertido e renovado.

existe a dor. INós te adoramos Ie acreditamos

I-S AN TO , S AN Ta, S AN Ta

68

.:)

~

:)

:,)

:j

~

:}

~
~
~

:)

~

:,)

~
~

:."

~

:)

::)

~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~
~

':j

:)

:j

~

:)

que és o Filho Santo de nosso Criador. , E
professamos tua verdade' que na humanidade
'plantou tamanho amor!
3. Deus infinito, , teu Santo Espírito renove o
mundo semjamais cessar. INossos projetos,'
nossa esperança só se realizam quando Ele
falar.' Todo poderoso, , somos o teu povo que
naesperança vive acaminhar. 'Dá que sejamos,
, teu povo santo que fará do mundo, , teu trono
e teu altar.
293 . SANTO ÉMEU SENHOR
Santo, santo é meu Senhor. , Santo, santo é o
nosso Deus. , Céus e terra proclamam sua
glória. , Bendito é o que vem em nome desse
Deus.

II:Hosana em toda a terra (3v) , Dosana lá
nos céus.:/I.

294 - SANTO, DEUS NOSSO CRIADOR
Solo: Santo, Santo, Santo é o Senhor.
Todos: Santo, Santo, Santo éo Senhor.

Solo: Ó Deus doUniverso, Deus nosso Criador.

Todos: Ó Deus do Universo, Deus nosso
Criador.

Solo: No céu, na terra brilha o esplendor, de
tua imensa glória, ó Deus, nosso Senhor. (bis)
Bendito seja Aquele que vem (bis). , Aquele
que vem vindo em nome do Senhor (bis). /
Hosana! Hosana! Hosana! Ó Salvador! (bis).'
Ó vem nos socorrer no teu imenso amor! (bis).
'Óvem nos libertar no teu imenso amor! (bis).
/ Ó vem nos alegrar no teu imenso amor! (bis).
295 - SANTOÉOSENHOR
Santo, Santo é o Senhor / Dos exércitos Rei
(bis). / Sua glória enche o universo (3v). ,
Santo é o Senhor. , Sua glória enche a minha
casa (3 v). Santo é o Senhor.
Sua glória enche a minha vida (3v) Santo é o
Senhor. , Sua glória enche a minha família
(3v). , Santo é o Senhor. , Sua glória enche o
meu futuro (3v). / Santo é o Senhor.

cI-CAN T IS D E CO M IIN RAI

296 - O PÃO DA VIDA (Pe.JoséWeber)
O pão da vida, a comunhão, , nos une a
Cristo e aos irmãos, li: e nos ensina a abrir
as mãos,' para partir, repartir o pão.:II.

1.Lá no deserto amultidão, , com fome, segue
o Bom Pastor, , com sede busca a sua palavra.
/ Jesus tem pena e reparte o pão.
2. Na Páscoa nova da nova Lei, / quando
amou-nos até o fim,' partiu o pão, disse: Isto
é meu Corpo, por vós doado: tornai e comei.

3. Se neste pão, nesta comunhão, I Jesus por
nós dá aprópria vida.' Vamos também repartir
os dons, , doar a vida por nosso irmão.
4. Onde houver fome, reparte o pão I e tuas
trevas hão de ser luz. , Encontrarás Cristo no
irmão, I serás bendito do eterno Pai.
5.Abri, Senhor, estas minhas mãos,' que para
tudo guardar se fecham. , Abri minh'alma,
meu c~ração, / para doar-me no eterno dom.
297 - EU QUIS COMER ESTA CEIA
E..

(Waldeci Farias)
1. Eu quis comer esta ceia agora, , pois vou
morrer, já chegou minha hora.

Comei, tomai: é meu corpo e meu sangue
que dou.' Viveino amor, eu vou preparar a
ceia na casa do Pai.

2. E vai nascer do meu sangue a esperança, , o
amor, a paz, uma nova aliança.
3. Vou partir, deixo o meu testamento: Ivivei
no amor, eis o meu mandamento.
4.Irei ao Pai, sinto a vossa tristeza; Iporém, no
céu, vos preparo outra mesa.
5. De Deus virá o Espírito Santo, , que vou
mandar pra enxugar vosso pranto.
298 - COMENDO DESTE PÃO

Comendodestepáo,nóssomostransformados,
, somosfelizes,bem-avenbJrados.

1. Pobres e humildes, deles é o céu, , homens
que choram serão consolados.
2.Mansos e puros herdarão a terra. I famintos
de justiça serão saciados.
3. Pacificadores, filhos de Deus,! no amor do
Pai, são recompensados.
4.Homens perseguidos por amor ao Reino, , O
mal que lhes fizeram será perdoado.
5. Exultem e se alegrem na esperança, I o
Reino aqui já é realizado. C ,..(tw '\
299-PROVADEAMOR (Pe:JoséWeber)

1 1 : Prova de amor maior não há I que
doar a vida pelo irmão:/I.

1.Eis que eu vos dou omeu novo mandamento:
IAmai-vos uns aos outros, como eu vos tenho
amado.
2. Vós sereis os meus amigos se seguirdes os
meus preceitos: I Amai-vos ...
3. Como o Pai sempre me ama, assim também
eu vos amei: IAmai-vos ...
4. Permanecei no meu amor e segui o meu
mandamento: , Amai-vos ...
5. Nisto todos saberão que vós sois os meus
discípulos: , Amai-vos ...

69

300 -SE EU NÃO PARTILHAR

303 -RECEBER A COMUNHÃO

1.Se eu não partilhar, Iem todos os momentos,

(Pe. José Campos)

Imeus dons e meus talentos Ie os bens que tu I/:Receberacomunhão/comestepovãosofrido
me dás. IJamais entenderei! a tua Eucaristia, Iéfazer a aliança com a causa do oprimido:!1
! milagre que extasía ! e traz tão grande paz. 1. Celebrando a eucaristia, a vida a gente
Preciso compreender, Senhor, I que neste consome.! Ao lutar pela justiça, acabando
pão repartido, ! que neste vinho bebido, Ia com a fome, ! pra que o outro seja gente, pra
tua vontade se encerra.! Sobre a justiça da que ele tenha nome.
terra! sobre o amor e a bondade! e sobre a 2. Celebrar a eucaristia com famintos e
fraternidade! que tu vieste ensinar,! que tu humilhados,! com o pobre lavrador, Isem ter
vieste ensinar.

nada no roçado, I é estar em comunhão com
Jesus crucificado.
2. Se eu não der de mim, ! podendo me doar, 3. Celebrar aeucaristia étambém ser torturado,
I serei então culpado do vinho e do pão; ! se, léser perseguido epreso,l éser marginalizado,
acaso eu partilhar,! da santa Eucaristia, Ia paz I ser entregue aos tribunais, I numa cruz, ser
que ela irradia Iem mim não brilhará.

pregado.

3. No dia em que eu me for, I a fim de te
encontrar, ! eu quero estar tranquilo Ido pão 304 •PERMANECEI EM MIM (Ney Brasil)
que eu dividi.! E tu, que és meu Senhor, Iirás Permanecei em mim! éteu pedido, Senhor,
multiplicar! meus dons e tudo aquilo que em I e eu ficarei em vós ! é tua promessa de
vida eu reparti.

amor.
301 - só TEM LUGAR NESTA MESA 1. Minha vida em tua vida, I teu desejo é
(Pe. José Campos) transformar! meu sorriso em teu sorriso, ! meu
Só tem lugar nesta mesa Ipra quem ama e olhar em teu olhar!
pede perdão. I Só comunga nesta ceia,! 2. Para que sejamos um! como a árvore e o seu
ramo; ! unifica em teu amor! todas as coisas,

quem comunga na vida do innão.

tudo o que eu amo!
1. Eu tive fome e não me deste de comer.! Eu 3. Une em ti, 6 meu Senhor,! o meu nada com
tive sede e não me deste de beber.

o teu ser: ! minha fraqueza e a tua força, ! meu

2. Fui peregrino e não meacolheste;/injuriado viver com o teu viver!
e não me defendeste.

4. Para que não seja eu ! quem vive agora, mas
3. Fui pequenino e quiseste me pisar. ! Da sim! nas alegrias e na dor Isejas tu quem vive
ignorância não quiseste me tirar.

em mim.
4. Eu nasci livre e quis viver com igualdade. I .. A
Fui perseguido s6 por causa da verdade. 305 - uM REI FEZ UM BANQUETE
5. Pra ser feliz eu quis amar sem distinção.lSó L: Pe. Jocy Rodrigues - M: Frei Joel Postma
por orgulho tu não foste meu irmão.

Um Rei fez um grande banquete, Io povo já
6. Eu vivi pobre, mas lutei para ser gente. IFui foi convidado. IA mesa já está preparada,!
sem direito de levar vida decente.

já foi um Cordeiro imolado.
302 - vós SOIS MEU PASTOR (Deiss) L Eu me sinto feliz perto de Deus, Iem achar
um abrigo no Senhor.
Vós sois meu Pastor, ó Senhor: Inada me 2. Eu agora estarei sempre com Ele,! pois me
faltará, se me conduzis.

veio trazendo pela mão.

.

1. Em verdes pastagens, feliz eu descansei; 3. Vosso plano de amor me vai guiando, Ipara
! em vossas águas puras eu me desaIterei. chegar finalmente em vossa glória.
2. No vale das sombras, °mal évão temer./Se 4. Os desejos do mundo nada valem,/ eu me
vos tenho a meu lado, por que desfalecer? firmo na pedra que é meu Deus.
3. Puseste-me uma mesa para o festim real, I 5. Quem se afasta de Vós nada consegue, !
ungiste-me a cabeça com óleo divinal.

quem se alegra sem Vós não é feliz.
4. Transborda em minha taça um misterioso 6. Para mim ser feliz é ter meu Deus, ! é
vinho,Iconsolo ealimento ao longo docaminho. -conservã-lo sempre, sempre dentro em mim.
5. A luz e a graça vossa sem fim me seguirão, .7. Écantar a bondade do Senhor! pelas ruas e
! e°céu em recompensa um dia me darão. praças da cidade.

70

:)

~
~
~
~
~

:)

:}

.,

~

:)

.~

.~

~

.':)

~
~

O

~

o

~
~
~

':)

~
~
~
~
~
~

":)

~

':)
.:)

~
~
~

-

B.v

306 ~vós SOIS O CAMINHO (pe. Vigne)
Vós sois o Caminho, a Verdade e a Vida, Io
Pão da alegria, descido do céu.
1.Nós somoscaminheiros Iquemarcham paraos
céus.IJesus éocaminhoIquenosconduzaDeus.
2. Da noite da mentira, Idas trevas para a luz,
Ibusquemos a verdade, Iverdade é s6 Jesus.
3. Pecar é não ter vida, Ipecar é não ter luz; I
tem vida s6 quem segue os passos de Jesus.
4. Jesus, Verdade eVida, Icaminho que conduz
Ias almas peregrinas / que marcham para a luz.
307 - BENDIGAMOS AO SENHOR

(Concordi Laetitia)
1. Bendigamos ao Senhor, I que nos une em
caridade, Ique nos nutre com amor Icom o pão
da unidade. / Ó Pai Nosso!
2. Um s6 corpo em Deus formamos Ipelo dom
da caridade. / Um só pão nos alimenta: / pão
real, pão da unidade. / Ó Pai Nosso!
3. Conservemos a unidade, / mandamento do
Senhor, / brilhe a paz onde há guerra; I onde
há ódio, reine o amor! / Ó Pai Nosso!
4. De Jesus o exemplo e ordem / manda o mal
com o bem pagar: / num perdão sincero e
amigo, / seu amor testemunhar.
5. O que sofre imerso em dor, I o que vive em
solidão, I ache alívio, ache consolo I dum
fraterno coração./ Ó Pai Nosso!
6. Ó Senhor, uma família, I somos nós na
caridade, Inos congregue o teu amor,I na feliz
eternidade. I Ó Pai Nosso! c,
308 ~SIM, EU QUERO (Pe. José Weber)
Sim, eu quero que a luz de DeusIque um dia em
mim brilhou,l jamaisseesconda/enãoseapague
em mim o seu fulgor. ISim, eu quero que o meu
arra'/~omeuinnão/acaminharguiadopor
tua utiín,1 em tua lei,em tua hIZt Seuhor!
1.Esta terra, os astros, o sertão em paz, ! esta
flor e o pássaro feliz que vês, ! não sentirão,
não poderão jamais viver I esta vida singular
que Deus nos dá.
2. Em minh'alma cheia do amor de Deus, /
palpitando a mesma vida divinal, / há um
resplendor secreto do Infinito Ser, / há um
profundo germinar de eternidade.
3. Quando eu sou um sol a transmitir a luz,! e
meu serétemplo onde habita Deus, Itodo océu
está presente dentro em mim, /envol vendo-me
na vida e no calor.
4. Esta vida nova, comunhão com Deus, / no
Batismo, aquelediaeu recebi;! vaiaumentando
sempre e vai me transformando, / até que
Cristo seja todo o meu viver.

309 - VEM E EU MOSTRAREI
L: Pe. Josmar Braga 7M: Waldeci Farias
1.Vem, e eu mostrarei que o meu caminho te
leva ao Pai, / guiarei os passos teus ejunto a ti
hei de seguir./ - Sim, eu irei e saberei como
chegar ao fim, / de onde vim, aonde vou: por
onde irás, irei também.
2. Vem, e eu te direi o que ainda estás a
procurar. ! A verdade é como o sol e invadirá
teu coração. 1- Sim, eu irei e aprenderei minha
razão de ser./ Eu creio em ti que crês em mim
e à tua luz verei a luz.
3. Vem, e eu te farei da minha vida participar.
IViverás em mim aqui; viver em mim éo bem
maior. I - Sim, eu irei e viverei a vida inteira
assim. ! Eternidade é na verdade o amor
vivendo sempre em nós.
4. Vem, que a terra espera quem possa e queira
realizar / com amor aconstrução de um mundo
novo muito melhor./- Sim, eu irei e levarei teu
nome aos meus irmãos. / Iremos nós e o teu
amor vai construir enfim a paz.
310 - TODA IGREJA ÉUM CORPO
Letra: D. Carlos Alberto Navarro
Música: Waldeci Farias
Tua Igreja é um Corpo, / cada melllbro é
diferente. I E há no Corpo, certamente, I
coração, ó meu Senhor. I Dele nasce a
caridade, I dom maior, mais importante. /
Nele, enf'un, achei radiante;/ minha vocação:
o amor.
1. Que loucura não fizeste, I vindo ao mundo
nos salvar! / E depois que tu morreste, / ficas
vivo neste altar.
2. Os teus santos compreenderam! teu amor
sem dimensão. / E loucuras cometeram, I em
sua própria vocação.
3. Sou pequeno, igual criança. / cheio de
limitações; / mas égrande a esperança: Isinto
muitas vocações.
4.Queroserum missionário! atéquando o solder
luz.IDá-me por itinerário/ toda a terra, ó Jesus.
5. O martírio, eis meu sonho! !Dar-te o sangue
de uma vez. I A mil mortes me disponho: !
sofrerei com intrepidez.
6. Tantas vocações sentindo, ! que martírio,
meu Senhor! /Alegrei-me descobrindo Iminha
vocação: o Amor.
7. Sentimento é coisa vaga! / Por meus atos
provarei / que o amor com amor se paga: / toda
cruz abraçarei.

71

311-AINDA QUE EU FALE AS LÍNGUAS
(Frei Fabreti)
1. Ainda que eu fale Ias línguas dos homens,
Iainda que eu fale a lfngua dos anjos, Iserei
como bronze Ique soaem vão,Iseeu não tenho
amor, Iamor aos irmãos.

oamor épaciente etudo crê••.IÉcompassivo,
não temrancor. INãosealegra ~o'ainjustiça,
e com o mal./ Tudo suporta! E dom total!

2. Ainda que eu tenha Ivigor de profeta, Ie o
dom da ciência, Ifirmeza na fé; / ainda que eu
possa transpor as montanhas, Ise eu não tenho
amor, I de nada adianta!
3.Ainda que eu doe / meus bens para os pobres,
Ique eu deixe meu corpo Iem chamas arder;
Iserá como sonhos, Iserá tudo em vão, Ise eu
não tenho amor, Iamor aos irmãos!
312. O MEU CORAÇÃO ÉSÓ DE JESUS

C

(Pe. Hélio Athayde)

//:O meu coração é só de Jesus: / A minha
alegria é a Santa Cruz:/I.

I.No tempo em que eu era criança, / cantava
este canto pensando em Jesus. IAgora, Jesus
estou vendo / no irmão que, sofrendo, carrega
sua cruz.
2.A gente no mundo de hoje, / precisa ser forte
pra não vacilar./ Se a gente não toma cuidado,
IDeus fica de lado e o fracasso virá.

Euvou comféviver a vida,Ilevar amor onde
faltar./ Levo comigo a esperança Ide todo
mundo poder cantar: O meu coração ••.
3. Os homens só vivem pensando / que a
felicidade é dinheiro na mão.! Feliz équem faz
caridade Ie não guarda maldade no seu coração.
4. Há muitos que vivem xingando, / que vivem
clamando da vida que têm. IA vida é um peso
suave / que a gente carrega do jeito que vem.

Eu vou com fé viver a vida...
5.Queria sair pelo mundo, / gritando bem forte
que existe o Amor. / Queria que em todo
semblante/ seabrisse um sorriso igual uma flor.
6. Eu sinto que a vida da gente I parece uma
Hóstia na mesa do altar: / um Pão repartido com
todos, /louvor que se oferta no dom de se dar.

Eu vou com fé viver a vida.•.

313 - MEU PÃO, MINHA VIDA
L.: Pe. Lúcio Floro > M.: Ir. Míria T. Kolling
1.Meu Pão, minha Vida, / sem ti não sei viver;
/ pois nacomida / encontro omeujeito de ser!/ O
trigo, esta uva, / me põem em feliz comunhão /
comosol,ventoechuva,!etodaariquezadochão.

Povo feliz, a Igreja vai, / nova canção a
cantar! ITem padre (bispo) assim, / Pastor
e Pai, Ipondo este Pão sobre o altar!

2. Meu Pão da Alegria, I sem ti não viverei: /
Deus que me cria, / me diz: "Ser alegre é a lei!"
/ O céu é s6 festa, ! os santos se alegram com
Deus./ Este Pão me põe nesta / feliz comunhão
com os céus!
3. Meu Pão da Amizade, / sem ti não vou
passar: / vida, em verdade, / é só ser amado e
amar! IPãoque chega àmesa,/unindo centenas
de grãos, / neste altar, com certeza, / reúne os
que Deus fez innãos!
4. Meu Pão da Esperança, / não sei viver sem
ti;! pois na confiança, /já temos o céu por aqui!
/ E só nesta mesa I que eu posso encontrar o
vigor / de exigir com firmeza, /justiça na Paz,
com Amor!
5. Pão que ressuscita, Ioh! vem me libertar: /
vida bendita Ié vida pra sempre durar! / Pão
vivo é semente Ide céu bem no meu coração,
I e me faz ser mais gente I na espera da
ressurreição!
6. Pão que se partilha, / sem ti meu ser decai:
/ somos família,! chamamos a Deus nosso Pai!
lOs bens desta vida / pra todos serão, quer o
Altar: I nada mais nos divida / na fé, no
trabalho e no lar!
314 -VAMOS ENTRANDO NA FILA
(Pe. Jocy Rodrigues)
I. Vamos entrando na fila, I pra receber o
Senhor./ Ele quis ser alimento Ie se entregou
por amor.

II:Isto é meu Corpo, comei. / Isto é meu
Sangue, bebei.1 Comemorando o que fIZ,Ia
mesma coisa fazei:/!.

2.A fila dos que têm fome, / dá volta ao mundo
inteiro. / Fome de pão;' de justiça, / fome de
amor verdadeiro.
3. A fila dos explorados / não tem tamanho, _
é imensa! / Trabalho duro e mal pago, I
causando morte e doença.
4. A fila dos humilhados / percorre nossa
cidade, Igente que nós expulsamos Ida terra
e até da amizade.
5. A fila dos irmãos tristes / passa por nós cada
dia. / Mas nunca nós temos tempo I de lhes
servir alegria.
315-EU VIM PARA QUE lENHAMVIDA

..D1'Y'"l

(Pe. José Weber)
"Eu vim para que todos tenham vida, que
todos tenham vida plenamente".

1.Reconstrói a tua vida em comunhão com o
teu Senhor; /reconstrói atua vida em comunhão
com teu irmão. I Onde está o teu irmão, Eu
estou presente nele.

72

:)

= '

~

:')
:>

~

:)

~

'j

~
~
~

:)

~
~
~
~
~
~

.~

~
~
::>

:)

~
:,')

~
::>
~
~
~

':)

~
~
~
~

'-= '

-

2. Quem comer o Pão da vida viverá
eternamente. ITenho pena deste povo que não
tem o que comer. IOnde está um irmão com
fome, Eu estou com fome nele.
3. Eu passei fazendo o bem, Eu curei todos os
males.! Hoje és minha presença junto a todo
sofredor. I Onde sofre o teu irmão, Eu estou
sofrendo nele.
4. Entreguei a minha vida pela salvação de
todos.lReconstrói, protege avida de indefesos
e inocentes. IOnde morre oteu irmão, Eu estou
morrendo nele.
5. Vim buscar e vim salvar o que estava já
perdido. ! Busca, salva e reconduze a quem
perdeu toda a esperança. I Onde salvas teu
irmão, tu me estás salvando nele.
6. Não apago o fogo tênue do pavio que ainda
fumega. IReconstrói e reanima toda vida que
se apaga. ! Onde vive o teu irmão, Eu estou
vivendo nele.
7. Salvará a sua vida quem a perde, quem a
doa. ! Eu não deixo perecer nenhum daqueles
que são meus. I Onde salvas teu irmão, tu me
estás salvando nele.
8. Da ovelha desgarrada Eu me fiz o Bom
Pastor.! Reconduze, acolhe e guia, a quem de
mim se extraviou.! Onde acolhes teu irmão, tu
me acolhes também nele.
9. Quem comer oPão da vida, Eu oressuscitarei,
, e no reino do meu Pai teremos vida
plenamente. I Onde todos os irmãos serão
eterna comunhão.
316 - NO DESERTO DA VIDA

(JOsé Raimundo Galvão)
1. No deserto da vida, quando a sede me vem,
I quando clamo bem alto e não vejo ninguém,
I eu me lembro de ti e me sinto feliz, ! pois
escuto bem perto tua voz que me diz:
Quem tiver sede, veohaamime beba.!E doscio
de quem crê em mim!bãodebrotartonentesde
águaviva,! jommdosempresan,ialnaBterfim.
2. Muitas vezes a dor não me deixa dizer!
quanta sede de amor trago dentro do ser./ Mas
Tu ouves avoz do silêncio também,! e no amor
me conduzes à fonte do bem.
3.O teu dom sem reservas eu vou receber ,Ieste
Pão que conserva tua vida em meu ser,' como
outrora fizeste pela Samaria, , a tua presença
me traz alegria.
4. Eu quisera viver ao teu lado, Senhor, /
transformando minha vida em fonte de amor,
! onde todos que buscam, tentando encontrar,
I em meu testemunho te ouvissem falar.

c.. \)AL.:;;R9°

317 - A MESA TÃO GRANDE E VAZIA
(Zé Vicente)
1.A mesa tão grande e vazia' de amor e de paz
- de paz! / Aonde há o luxo de alguns, / alegria
não há, jamais! I A mesa da Eucaristia I nos
quer ensinar a, a,Ique a ordem de Deus, nosso
Pai, I é o pão partilhar!
Pão em todas as mesas, I da Páscoa nova
certeza. 1 1 : A festa haverá I e o povo a
cantar, aleluia!:II.
2. As forças da morte: a injustiça Ie a ganância
de ter - de ter, / agindo naqueles que impedem
I ao pobre viver - viver, I sem terra, trabalho e
comida,' a vida não há - não há. IQuem deixa
e não age,' a festa não vai celebrar.
3. Irmãos, companheiros na luta, ! vamos nos
dar as mãos - as mãos, , na grande corrente do
amor,! na felíz comunhão! - irmãos!! Unindo
a pelej ae acerteza, Ivamos construir aqui, , na
terra o projeto de Deus: ! todo povo a sorrir!
4. Bendito o ressuscitado,! Jesus vencedor, Ô,
ô. ! No Pão partilhado , Ele I sua presença
deixou - deixou! IBendita é a vida nascida Ide
quem se arriscou - ô, ô,lna luta pra ver triunfar
neste mundo o amor!
318 - NESTE PÃO DE IGUALDADE

(Ir. Cecília Vaz)
1. Se calarem a voz dos profetas I as pedras
falarão. I Se fecharem os poucos caminhos I
mil trilhas nascerão.
Muito tempo não dura a verdade! nestas
margens estreitas demais. ! Deus criou o
infinito I para a vida ser sempre mais. / É
Jesus este pão de igualdade. ! Viemos para
comungar! com a luta sofrida do povo! que
quer ter voz, ter vez, lugar. ! Comungar é
tornar-se um perigo,!viemos pra incomodar.
! Com a fé e a união' nossos passos um dia
vão chegar!
2. O Espírito évento incessante! que nada há
de prender. IEle sopra até no absurdo I que a
gente não quer ver.
3. No banquete da festa de uns poucos Is6 rico
se sentou.! Nosso Deus fica ao lado dos pobres
Icolhendo o que sobrou.
4. O poder tem raízes na areia / o tempo o faz
cair: ! união é a rocha que o povo' usou pra
construir.
5.Toda luta verá o seu diaInascer da escuridão.
! Ensaiamos a festa e a alegria, I fazendo
comunhão.

73

319- À BEIRA DO LAGO
José Thomaz Filho e Edson Rodrigues de Freitas
1. À beira lago dos teus afazeres, I eu abro
horizontes de luta e esperança. I A pescas
maiores convoco teus braços: Ique leves apaz,
onde impera a vingança (Mt 4,18-22).
Otempo não para, chegou minha hora, Ieu
vou para o Pai, mas Eu fico por perto: IEu
sou este pão, este vinho, este amor! IPerfaz
o caminho que encontras aberto.
2. A história dos homens tem tanta cobiça, /
inveja,opressão edesdém pelos fracos.IChegou
novo tempo, de plena mudança; / sou luz, boa
nova aos teus olhos opacos (Lc 4,1-13).
3. Revelo outro lado, que é o pleno de brilho:Ié
assim que o meu Pai quer a vida de todos;Ipois,
vai, transfigura, essa terra de homens,/ implanta
ajustiça, demite os engodos (Lc 9,28b-36).
320 - QUANDO UM ÓRFÃO IMPLORA
I. Quando um órfão implora pão e amor. I
Quando chora porque ninguém lhe dá: IOh...
Eu tremo por ti, Jesus que sofres, choras,
morres. ICom o órfão de fome, morres tu.
2. Sofres tu quando um homem éfeito escravo.
/ Quando grita, pedindo liberdade. / Oh... Eu
tremo por ti, Jesus, que sofres, choras, morres.
ICom os homens escravos morres tu.
3. Quando sinto que o mundo em guerra está.
IQue o irmão ao irmão vai trucidar: IOh... Eu
tremo por ti, Jesus, que sofres, choras, morres.
/ Com os homens que morrem, morres tu.
4. Quando passas envolto em solidão. IQuando
esqueço tua fome e teu sofrer: / Oh... Eu tremo
por ti, Jesus que sofres, choras, morres. / Por
meu vil egoísmo, morres tu.
321 - É BOM ESTARMOS JUNTOS
~

(Ir. Míria T. Kolling)
1. É bom estarmos juntos à mesa do Senhor I
e, unidos, na alegria, partir o pão do Amor.
Na vida, caminha quem come deste pão. I
Não anda sozinho quem vive em comunhão.
2. Embora sendo muitos, é um o nosso Deus. I
Com ele vamos juntos, seguindo os passos seus.
3. Formamos a Igreja, o Corpo do Senhor. I
Que em nós o mundo veja Ia luz do seu amor.
4. Foi Deus quem deu outrora ao povo o pão do
céu./ Porém nos dá, agora, o próprio Filho seu.
5. Será bem mais profundo o encontro, a
comunhão, Ise formos para o mundo sinal de
salvação.
6. A nossa Eucaristia ajude a sustentar Iquem
quer, no dia-a-dia, o amor testemunhar.

322 - VIVA ALIANÇA

(Zé Vicente)
Comungar é tornar viva a aliança I em
Jesus, razão de nossa esperança.
I. Ao redor do pão partido e do vinho da
alegria Io futuro se anuncia, de vez. INa união
viva da gente, nosso Deus se fez presente Ie a
terra, de repente, se toma o céu.
2. Comunhão sempre refeita, com o planeta
em que nascemos I esta terra onde vivemos
aqui I é tomar-se irmão da água, da flor, do
fruto que acalma I a fome que não permite o
irmão sorrir.
3. É viver lembrando sempre dos companheiros
ausentes Idos que hoje são sementes no chão. IÉ
olhar-se frente afrente, sem ódio nemfalsamente.
IÉ afirmar sinceramente: "sou teu irmão".
4. É fazer-se solidário aos sem terra e sem
salário,! sem casa ou presidiários, na dor.! É
provar da novidade, da mais pura liberdade, I
de uma nova humanidade, de paz e amor.
5. É firmar o compromisso com o poder feito
serviço, Ipois Cristo sempre fez isso, irmão. I
A honra do Pai divino não é tanto o culto, o
hino ...,! é vida, e o nosso destino é libertação!
Aleluia! Aleluia!...
323 - NÃO PODE FALTAR A PALAVRA
I. Não pode faltar a Palavra, Inão pode faltar-
nos o Pão, I não pode faltar compromisso I a
quem quer um mundo de irmãos.
I/:Teu pão, ó Senhor, nos sustenta Ina luta
de um mundo melhor. I O teu Evangelho
transforma. ITu és nosso Deus Salvador:!!.
2. Passaste no mundo dos homens Ifazendo a
todos o bem. ITeu jeito de amar os humildes
I a todos ensinas também.
3. A Boa Notícia do Reinol aos pobres Tu vens
anunciar. IÉ Deus que se põe a seu lado, Ié
Deus que nos vem libertar. C
324 - EU SOU O PÃO DO CÉU
//:& sou o Pão do céu- dBseJesus; Iquem come
deste Pão não IIlOITenÍ./Da terra eu sou o sal,do
mundo a Iuz./Depende de vocême encontrarJ I.
1.Há tantos que padecem pela vida, Ihá tantos
que não têm onde chegar; Inão têm na mesa o
pão de cada dia. I E outros não conseguem
trabalhar.
2. Há tantos que se iludem com a riqueza. IHá
tantos que não a sabem aproveitar. IHá tantos
com fartura em sua mesa. IE tantos que não
sabem partilhar.
3. Se isto acontece neste mundo Ié por falta de
compreensão. I Se você pára, pensa um
segundo, Ipro mundo você traz a solução.

74

:}

~

~

:)

~
~

'= '

:!'

.,

..,

~

~
~

= '

~

:)
:)
:)

~
~
~
~
~
~

~
~
~
~
~

::l

'"""

-'

-

325 -FESTA, BANQUETE, REFEIÇÃO
I/:Festa, banquete, refeição, a mesa está
pronta, só falta nosso irmão:lI.
1. É alimento, o Corpo do Senhor. / O pão
partido éfesta ao Deus de amor.
2. A mesa farta dá força pra vencer. I Não
passa fome quem deste pão comer.
3. Jesus convida seu povo pra cear.! E desta
festa vamos participar.
4. E nessa ceia celebramos nosso irmão, / que
passa fome, não come deste Pão.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->