P. 1
Análise Cinesiológica e Biomecânica Do Movimento

Análise Cinesiológica e Biomecânica Do Movimento

|Views: 18.018|Likes:
Publicado pordiegonob
Cinesiologia
Cinesiologia

More info:

Published by: diegonob on Feb 09, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/07/2014

pdf

text

original

Conceitos

Análise Cinesiológica e Biomecânica do Movimento
Prof. Rogério Moreira de Almeida, Ft, MSc Aleixo Associados

• Cinesiologia:

combinação 2 verbos, “Kinein”(mover) e”Logos” (estudar) Estudo do Movimento Humano

• Biomecânica:

combinação de “bio” (vida) e “mecânica” (máquina) Estuda a ação das forças sobre o corpo humano

Aristóteles- Pai da Cinesiologia
• Pai da Cinesiologia • (384 - 322 a.C.) • Filósofo grego, filho
de Nicômaco, médico de Amintas, rei da Macedônia 1º a analisar e descrever a marcha

Platão e Aristóteles
• Platão e Aristóteles • Autor de Tratados • “Partes dos Animais,

Movimentos dos Animais e Progressão dos Animais” Descrevendo ações dos músculos e uma análise geométrica.

História da Cinesiologia
• Cláudio Galeno • • • •
(131-201 d.C) Cirurgião gladiadores de Mísia Descreveu tônus Autor 1º manual de cinesiologia Pai da med. esportiva

História da Cinesiologia
• Leonardo da Vinci • • • •
(1451- 1519 d.C) Artista, eng, cientista Mecânica Corpo Ereto Vitruviano Centro de gravidade, equilíbrio e centro de resistência

• Arquimedes (287-212 • • • • •
a.C) Princípio hidrostático Mecânica teórica Leis de alavanca Centro de gravidade Princípios usados na viagem espacial

Leonardo da Vinci
1643)

Galileu Galilei
• Galileu Galilei (1564• Natureza escrita em
símbolos matemáticos

• Mecânica clássica • Base da cinesiologia
como ciência

Isaac Newton
• Isaac Newton (1642• • •
1727) Descreveu a dispersão da luz Lei da gravitação universal 1as leis do cálculo infinitesimal e diferencial

Isaac Newton
• Descreveu as 3 leis
do movimento:

• 1ª lei da Inércia • 2ª Lei da Massa e • 3ª Lei da ação e
reação

aceleração (F=m.a)

Divisão da Cinesiologia
• Cinesiologia Estrutural e Funcional • Exercício Fisiológico • Cinesiologia do Desenvolvimento • Cinesiologia Psicológica • Biomecânica

Planos e eixos do Movimento
• Os planos e eixos são • • •
divididos em relação posição anatômica Corpo ereto Braços ao lado do corpo Palmas da mão para a frente

Planos e eixos do Movimento
• Plano Sagital: divide o • •
corpo em lado E e D Plano Cornonal ou Frontal: divide em anterior/posterior Plano Transversal: divide em superior (cranial) e inferior (caudal)

Terminologia dos Movimentos
• Flexão: o segmento
corporal se move no plano antero-posterior com a face anterior ou posterior se aproximando do segmento adjacente

Terminologia dos Movimentos
• Extensão: é o
contrário da flexãode uma posição fletida volta para a anatômica Hiperextensão: é a continuação da extensão, além da posição anatômica.

Movimentos Articulares
• ABDUÇÃO - é um
movimento do segmento corporal afastando-se da linha mediana, independentemente de qual o segmento que se move.

Movimentos Articulares
• ADUÇÃO - é uma
posição ou movimento aproximando-se da linha mediana.

Movimentos Articulares
• Circundução: a
combinação de todos esses movimentos, em que a parte da extremidade faz um grande círculo no ar, enquanto as partes próximas à extremidade proximal fazem um círculo pequeno.

Movimentos Articulares
• - Rotação: é o
• Rotação lateral ou externa: Se a superfície movimento de um anterior se movimenta osso ou parte dele em para longe da linha média torno de seu eixo • Pronação: rotação interna longitudinal. do braço Rotação interna ou • Supinação: rotação medial a superfície externa do braço anterior se move em direção à linha média

Tipos de Contrações Musculares
• Há três tipos básicos de • • •
contrações musculares: - Isométrica; - Isotônica concêntrica; e - Isotônica excêntrica.

• Contração estática ou

isométrica: quando o músculo se contrai, produzindo força sem mudar o seu comprimento. O músculo se contrai mas nenhum movimento ocorre.

Tipos de Contrações Musculares
• Contraçlão Isotônica
• Contração excêntrica
se divide em concêntrica e excêntrica. Concêntrica: quando há movimento articular, o músculo diminui e as fixações musculares se movem em direção uma da outra.
quando há movimento articular, mas o músculo parece alongar, quer dizer, as extremidades se distanciam.

Tipos de Contrações Musculares
• CONCÊNTRICAS • 1- Fixações musculares • •
se movem juntas, em direção uma da outra. 2- O movimento se faz contra a gravidade. 3- Se o movimento acontece com gravidade, o músculo está usando uma força maior do que a força da gravidade.

• EXCÊNTRICAS • 1- As fixações musculares •
se movem para longe uma da outra. 2- 0 movimento ocorre com gravidade.

Função Muscular
• Um músculo pode desenvolver • • • • • •
a tensão dentro de si mesmo ou relaxar Estas ações são influenciadas por: Forma/tamanho Número de fibras Tipo de articulação Natureza de origem e inervação Ângulo e local de inserção, etc

Função Muscular
• Função Agonista:
quando o músculo se contrai concentricamente. Ex: Bíceps é motor da flexão do cotovelo

• Função Antagonista:

quando o músculo se contrai produzindo uma ação exatamente contrária à ação de outra articulação ou músculo. Ex:Tríceps na flexão do cotovelo

Função Muscular
• Fixador ou
Estabilizador: quando o músculo se firma, fixa ou estabiliza um osso ou parte do corpo que o outro músculo tenha base firme para a tração Ex:flexão de solo

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Força Contínua (FC):
é aplicada contra uma resistência contraindo, os músculos motores ou agonistas. ex.: impulso da braçada na natação Aperto de mão

• Sinergista: quando o

músculo atua juntamente com os outros músculos como parte de uma equipe no movimento Ex:Abdominais na flexão da coluna vertebral

Natação

• •

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento Passivo
(PAS): movimento corporal sem contração muscular continuada Divide-se: Manipulação (MAN) Movimento Inercial Mov. Gravitacional

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Manipulação (MAN): A
força motriz é outra pessoa, ou outra força externa que não a gravidade Ex:manipular as vértebras Levantar parceiro no balé ou patinação

• • • •

• •

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento inercial
(INER): não há participação de uma contração muscular motriz. Ex: a fase de deslizamento no estilo de peito em natação Componente horizontal do vôo livre

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento
gravitacional (GRAV) ou queda: resulta de uma força de aceleração constante com direção e magnitude Ex: Queda livre Piruetas de ginástica

• •

• •

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento Balístico • • • •
(BAL) : é um movimento composto. 1ª fase é FC+ e a 2ª fase inercial (INER) A fase final é de desaceleração (FC-) Ex: golpe de peteca Rebater bola beisebol

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento Dirigido
(DIR): Quando são necessárias uma grande precisão e firmeza, mas não força e velocidade Ex:arco e flecha Enfiar uma linha na agulha

• •

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento de
equilíbrio dinâmico (ED): Os fusos musculares iniciam um serviço de autocontrole postural Ex: postura ereta fixa

Movimentos Grosseiros do Corpo
• Movimento Oscilatório
(OSC): o movimento é rapidamente invertido no final de cada excursão curta Ex:sacudir objeto João teimoso

• •

Biomecânica
• INTRODUÇÃO • A mecânica é uma área • Biomecânica é a
da física e da engenharia, que lida com a análise das forças que agem sobre um objeto. Seja para a manutenção deste ou de uma estrutura em um ponto fixo, como a descrição e a causa do movimento do mesmo aplicação da mecânica aos organismos vivos, tecidos biológicos, aos corpos humanos e animais.

Postura Corporal
• A postura do corpo é
resultante de inúmeras forças musculares que atuam equilibrando forças impostas sobre o corpo, e todos os movimentos do corpo são causados por forças que agem dentro e sobre o corpo.

Biomecânica
• A biomecânica é a base
da função músculoesquelética. Os músculos produzem forças que agem através do sistema de alavancas ósseas. O sistema ósseo ou movese ou age estaticamente contra uma resistência.

Centro de Gravidade
• A Gravidade é uma
força externa que age sobre um objeto sobre a terra, e para equilibrar essa força, uma segunda força externa precisa ser induzida

• Dentro do corpo os

músculos são as principais estruturas controladoras da postura e do movimento. Contudo, ligamentos, cartilagens e outros tecidos moles também ajudam no controle articular.

• O Centro de

Gravidade é o ponto dentro de um objeto onde se pode considerar que toda a massa, ou seja, o material que constitui o objeto, esteja concentrada

Centro de Gravidade
• A força de gravidade • • •
possui 3 caract: É aplicada constantemente sem interrupções Única direção-centro da terra Atua sobre tudo e todos

Centro de Gravidade Humano-CGH
• O corpo humano
assimétrico, não rígido e densidade heterogênea torna-se difícil calcular exatamente o C.G.H

• Na posição ereta, com
os braços estendidos ao longo do corpo, o CHG é calculado: Homem Adulto: 56 a 57% da altura Mulher Adulta: 55% de sua altura

• •

Forças que atuam no Movimento
• A Ciência mecânica
diz que uma força pode ser definida simplesmente como um empurrão ou tração. Por definição a força é uma entidade que tende a produzir movimento

Força
• A força é definida por • • • •
quatro características básicas: - magnitude de força; - direção; - sentido; e - quantidade de tração.

• Às vezes, o

movimento não ocorre ou o objeto se acha em equilíbrio. O ramo da mecânica que lida com este fenômeno é a estática; caso haja o movimento, é chamado dinâmica

• As forças mais

comuns na biomecânica são: a força muscular, gravitacional, inércia, de flutuação e força de contato.

Força
• A força produzida por
músculos depende de vários fatores. Dois desses fatores incluem velocidade de contração do músculo e comprimento do músculo. O peso de um objeto é resultado da força gravitacional

Força
• A força de contato
existe toda vez que dois objetos se acharem em contato um com o outro. Esse tipo de força pode ser uma força de reação ou uma força de impacto.

• Na inércia um corpo

permanece em repouso ou em mov. uniforme até receber a ação de uma força. A força de flutuação tende a resistir à força da gravidade. Na água a magnitude dessa força equivale ao peso de água que o objeto desloca.

• A força pode ser

ainda subdividida em uma força normal perpendicular às superfícies de contato e uma força de fricção ou atrito que é paralela à superfície de contato.

Mecânica
• A mecânica se divide •
em: A) estática, que considera os corpos num estado de equilíbrio estático B)Dinâmica: que estuda objetos em mov. acelerado

Dinâmica
• Existem 3 tipos de • • •
movimento: A) retilínio ou linear (translatório) B) angular (rotatório) C) curvilíneo

• Dinâmica se subdivide • A) Cinemática: é a
geometria do mov. Inclui deslocamento, vel, aceleração, mas não as forças B) Cinética: considera as forças, as causas de um movimento

• Linear, ocorre mais

ou menos em uma linha reta, de um lugar para outro. Todas as partes do objeto percorrem a mesma distância, na mesma direção e ao mesmo tempo.

Movimentos do Corpo
• Se este movimento
ocorrer em linha reta é chamado movimento retilíneo. Se este movimento ocorre numa linha reta mas em uma forma curva, é chamado curvilíneo

Sistema de alavancas
• Uma alavanca é uma
barra rígida que gira em torno de um ponto fixo quando uma força é aplicada para vencer a resistência.

• O movimento de um

objeto em tomo de um ponto fixo é o angular ou rotatório. Todas as partes do objeto movem-se num mesmo ângulo, na mesma direção, ao mesmo tempo. Ex: mov.corpo humano.

• Uma quantidade

maior de força ou um braço de alavanca mais longo aumentam o mov de força. Há três classes de alavancas, cada uma com uma função e uma vantagem mecânica diferente.

Classe das alavancas
• Alavanca de Primeira •
Classe- Interfixa O eixo (E) está localizado entre a força (F) e a resistência ( R). Ex:gangorra, tesoura, alicate

Classe das alavancas
• Alavanca de Segunda • O eixo (E) está em
uma das extremidades, a resistência ( R) no meio e a força (F) na outra extremidade Ex:carro de mão, abridor de lata Classe- Interesistente

Classe das alavancas
• Alavanca de Terceira •
Classe- Interpotente Tem o eixo numa das extremidades, a força no meio, a resistência na extremidade oposta.É a mais comum das alavancas do corpo. Ex: bíceps, varrer

Torque
• Se for exercida uma • Como o corpo
humano se move por uma série de rotações de seus segmentos, a quantidade de torque que um músculo desenvolve é uma medida muito proveitosa de seu efeito.

força sobre um corpo que possa girar em torno de um ponto central, diz-se que a força gera um torque.

Torque
• A magnitude de um
torque está relacionada à magnitude da força que o está gerando, mas um fator adicional é a direção da força em relação à posição do ponto central.

Cadeia Cinética
do pivô à linha de ação da força é o braço de alavanca da força. Um método para calcular o torque é multiplicar a força (F) que gerou pelo braço de alavanca (d). T=Fxd

• A distância perpendicular

• É o estudo das forças •
que produzem ou afetam o movimento. As leis desenvolvidas por Newton (foto ao lado) formam a base para o estudo da cinemática.

1ª LEI DE NEWTON
• é a lei da Inércia, que afirma
que um objeto permanece em seu estado existente de movimento a menos que sofra a ação de uma força externa. Assim, um objeto estacionário não começará a se mover, a menos que uma força externa aja sobre ele, e um objeto em movimento permanecerá em movimento, na mesma velocidade e direção.

2ª LEI DE NEWTON
• é a lei da aceleração. Afirma
que quando uma força externa age sobre um objeto, o objeto muda sua velocidade ou acelera-se em proporção direta à força aplicada. O objeto irá também acelerar em proporção inversa à sua massa. Assim, a massa tende a resistir à aceleração. A fórmula bem conhecida como: F = m . a é válida para objetos que se movem em translação ou linearmente

3ª LEI DE NEWTON
• É a lei da interação ou da ação
e reação. Diz que quando dois corpos interagem, a força que o corpo A exerce sobre o B é igual e oposta à força que o B exerce sobre o A. • Tais forças são sempre simultâneas, tem mesma intensidade, mesma linha de ação e sentidos opostos Por serem aplicadas em corpos diferentes, nunca se anulam

TRABALHO
• Em mecânica, o
trabalho é o produto de forças sobre um objeto e o deslocamento do objeto paralelo ao componente de força de resistência do objeto.

• O trabalho pode ser

expresso em termos diferentes, mas será sempre o produto da força pela distância, como kgxcm, ou tonxkm, etc Trabalho (W) = Força (F) x Distância (d).

POTENCIA
• Confunde-se com
potência. È um tipo de velocidade com que se efetua o trabalho. É usada para expressar trabalho em relação ao tempo. Ex. P=T/t

ENERGIA
• È a capacidade de
fazer trabalho. Existem muitas formas de energia, dentre elas a energia mecânica e o calor.

• P.(FxD)t • Ex:Se 1 livro pesa 1

• A energia mecânica

• •

kg e fosse levantado 5 m num segundo, a potencia seria igual a 5kgm por segundo

divide-se em potencial e cinética. A potencial é a energia armazenada. Possui o potencial para ser liberada e tornar-se energia cinética, que é a energia de movimento

OBRIGADO !

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->