Você está na página 1de 2

REINVENTANDO PARA MOTIVAR (Artigo e Power Point

)
Palestrante e Consultor Sérgio Dal Sasso
www.sergiodalsasso.com.br e www.educacaoprofissional.com.br

Nota do autor: Em adição a este texto segue uma breve síntese
de frases de autoria própria em “power point”. Usem e abusem
clicando abaixo!
http://www.slideshare.net/sergiodalsasso/reinventando-para-
motivar-srgio-dal-sasso

A lei da facilidade não é tese, mas necessidade a ser incorporada para
suprir atrasos ou garantir maior produtividade no que temos que
executar. No mundo do instantâneo, e contra todos os ensinamentos da
minha “Vó”, o leite com chocolate não mais depende do liquidificador,
mas em comum , de ontem para o hoje, nada nos afasta das
responsabilidades e controles. Apenas adicionamos mais dinâmica ao
que temos que fazer.

No estagio atual do ser rapidinho, muitas coisas que pesam a favor
também se misturam com químicas, que mesmo sendo de aparente
melhoria, não substituem os valores que temos que preservar rumo a
um caminho que qualifique a humanidade.

Hermes & Browni é personagem criado e registrado por Jayme Texeira, professor, empresário e palestrante

em criatividade, www.hermesebrowni.com.br

É fato que todas as mudanças são resultantes da competição e junto
com uma necessidade contínua de renovação para continuar mantendo-
se vivo. Administrar é poder viver melhor (nem sempre o máximo), mas
com a sabedoria de reter conhecimentos tanto quanto saber utilizá-los.
Jamais devemos esquecer que a técnica (conhecimento e recursos) não
pode ser maior do que a compreensão dos motivos que justificam os
esforços para seu uso e êxito. Dessa forma vamos entendendo e
superando os tropeços do dia a dia.

Tanto faz ser empresa, colaborador ou qualquer coisa. Mas mudando o
sentido da palavra, ser considerado uma “COISA” pode significar o
isolamento por chatice, seja por ser muito competente ou pela ausência.

. mas sem esquecer que dependo dos momentos frente a frente. ter cheiros. calor e brisas. da responsabilidade frente aos que conquistei. se sou eu ou ele quem escreve. pois a nomenclatura do teclado é a mesma e por isso me toco que sou seu cérebro e que tenho muita coisa além dele para justificar o sucesso da própria vida. mas ainda tenho lembranças da escola de datilografia. dos abraços. das respostas e das muitas perguntas que ainda farei para que meu “Eu” permaneça com os princípios que valorizam o respirar. dos olhos nos olhos. Meu inconsciente competente pede pela capacidade de pensar.Meu computador talvez não saiba mais.