Você está na página 1de 264

'

o

o

Access 2C3112

Dados Internacionais de Catalogacao na Publieac5o (CIP) (Cfinnara Brasileira do 'Aro, SP, Brasil)

Barros, Maria Silvia Mendonça de Access 2010 / Maria Silvia Mendonça de Barros. — Sâo Paulo : Editora Senac Sao Paulo, 2010. — (Nova Série In formatica)

ISBN 978-85-396-0057-I

1. Microsoft Access (programa de computador) I. Titulo. 11. Serie.

10-12686

CDD-005.369

indice para catalog° sisternitico:

1. Microsoft Access : Computadores : Programas :

F-

3

cess 2010

/Maria SiMa Mendonça de Barros

ditora

enac

são pat!!

no,

ADMINISTRAÇÁO REGIONAL DO SENAC NO ESTADO DE SAO PAULO

Presidente do Conselho Regional: Abram Szajman Diretor do Departamento Regional: Luiz Francisco de A. Salgado Superintendente Universitario e de Desenvolvimento: Luiz Carlos Dourado

EDITORA SENAC SAO PAULO

Conselho Editorial: Luiz Francisco de A. Salgado Luiz Carlos Dourado Dardo Sayad Maia Lucila Mara Sbrana Sciotti Marcus Vinicius Barili Alves

Editor Marcus Vinicius Barili Alves (vinicius@sp.senac.br )

Coordenacao de Prospecçáo e Producao Editorial: Isabel M. M. Alexandre (ialexand@sp.senac.br )

Supervisa° de Produçao Editorial: Pedro Barros (pedro.barros@sp.senac.br )

Edipao de Texto: Léia Maria Fontes Guimarks Prepara çáo de Texto: Leticia Castello Branco Revisa° de Texto: lrene lncaó, Jussara Rodrigues Gomes

Projeto Gráfico e Editora çáo Eletrónica: Fabiana Femandes

Capa: Fabiana Femandes llustracbes: Gabriella Carmocini — Studio 33 Impressao Acahamento: Cromosete Gráfica e Editora Ltda.

Gcréncia Comercial: Marcus Vinicius Barili Alves (vinicius@sp.senac.br) Supervisa° de Vendas: Rubens Goncalves Folha (rfolha@sp.senac.br ) Coordenaláo Administrativa: Carlos Alberto Alves (calves@sp.senac.br )

Nenhuma parte desta publicacáo poderá ser reproduzida, guardada pelo sistema "retrieval" ou transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, seja este eletránico, mecánico, de fotocópia, de gravacáo, ou outros, sem prévia autorizacáo, por escrito, da Editora Senac Sáo Paulo.

Todos os direitos desta edicáo reservados á

Editora Senac Sao Paulo

Rua Rui Barbosa, 377— 1 andar — Bela Vista — CEP 01326-010 Caixa Postal 1120- . CEP 01032-970 — Sáo Paulo — SP Tel. (II) 2187-4450--Fax (11) 2187-4486 E-mail: editora@sp.senac.br Home page: http://www.editorasenacsp.com.br

(C) Maria Silvia Mendonea de Barros, 2010

Apresentação

1 0 que é a Nova Serie Informatica

Criando urn banco de dados

9

Conceito de banco de dados

11

Utilizando o Access 2010 como programa gerenciador do banco de dados

11

, i Elaborando um projeto de banco de dados

11

Atividade 1 — Iniciando o Access 2010

12

1 Atividade 2 — Criando tabelas

20

Atividade 3 — Tabelas: inserindo, modificando e excluindo dados

31

Atividade 4 — Importando dados de outro banco de dados

43

Atividade 5 — Importando dados de uma planilha do Excel

48

Atividade 6 — Exportando dados para outro banco de dados

51

Atividade 7 — Exportando dados para uma planilha do Excel

52

Atividade 8 — Trabalhando corn campos calculados

53

Atividade 9 — Criando chaves primárias

55

Atividade 10— Criando relacionamentos

58

Resumo do capitulo

63

Exercicio proposto

65

2 Filtros e consultas

67

Filtros

69

Atividade 1 — Filtrando dados por seleção e por formuldrio

69

Atividade 2 — Criando consultas Seleção corn uma tabela

75

Atividade 3 — Criando consultas Seleçâo coin Critérios utilizando uma tabela

82

Atividade 4 — Criando consultas Seleçâo corn Parometms utilizando uma tabela

87

Atividade 5 — Criando consultas corn várias tabelas

90

Atividade 6 — Criando consultas Seleção corn Campos Calculados utilizando expressaes e funçoes

93

Atividade 7 — Criando consultas Acréscimo

102

Atividade 8 — Criando consultas Criar Tabela

105

Atividade 9 — Criando consultas Atualizaciio

106

6 - ACCESS 2010

Atividade 10 — Criando consultas

Exclusao

108

Atividade 11 — Criando consultas

Localizar Duplicatas

110

Atividade 12 — Criando consultas

Localizar Nao Coincidentes

113

Resumo do capítulo

117

Exercício proposto

119

3 Formularios

121

Atividade 1 — Criando formulários simples

124

Atividade 2 — Criando formulários através do Assistente

131

Atividade 3 — Modificando formulários

135

Atividade 4 — Utilizando as propriedades dos campos dos forniulários

142

Atividade 5 — Utilizando as propriedades dos formulários

145

Atividade 6 — Utilizando campo calculado em um forrnulário

148

Atividade 7 — Utilizando o controle Caixa de Combinacao

149

Atividade 8 — Utilizando o Controle do Navegador da Web

159

Atividade 9 — Criando um formulário manualmente

160

Atividade 10 — Criando um formulário para passagem de parámetros

163

Atividade 11 — Criando botes de comando em formulários

171

Atividade 12 — Criando um formulário para acessar os objetos do banco de dados através de botes de comando

174

Atividade 13 — Criando um formulário de navegacáo para acessar os objetos do banco de dados

177

Resumo do capítulo

181

Exercício proposto

182

4 Relatórios

183

Atividade 1 — Criando relatórios simples

186

Atividade 2 — Criando relatórios através do Assistente

188

Atividade 3 — Criando relatórios com os dados agrupados

190

Atividade 4 — Contando dados em relatórios

197

4

4

6

Atividade 5 — Utilizando campos calculados e totalizando dados em relatórios 199

Atividade 6 — Criando relatórios baseados em consultas

203

Atividade 7 — Criando etiquetas

204

Atividade 8 — Criando cartas personalizadas

207

Atividade 9 — Criando opclies para acesso aos relatórios nos formulários de entrada do sistema

210

Resumo do capítulo

211

Exercício proposto

212

Sumánb

ACCESS 2010 - 7

Macros

213

Atividade 1 — Criando macros simples

215

Atividade 2 — Criando macros de grupo

218

Atividade 3 — Criando macros condicionais

224

Atividade 4 — Criando a macro AUTOEXEC

235

Resumo do capitulo

236

Protegendo e personalizando o banco de dados

237

Atividade 1 — Criando uma senha de usuário para o banco de dados

239

Atividade 2 — Removendo a senha do banco de dados

241

Atividade 3 — Criando uma nova guia

241

Atividade 4 — Compactando e reparando um banco de dados

245

Atividade 5 — Definindo a inicializaçâo do sistema

246

Atividade 6 — Salvando o banco de dados em formatos de versbes anteriores do Access

248

Resumo do capitulo

250

Sobre a autora

251

indice geral

253

Sumáno

4

4i;

Apresentação

11.

110

011

0

3

011

ACCESS 2010 - Ill

0 que é a Nova Série Informática

A Nova Serie Informatica foi criada para que você aprenda informática

sozinho, sem professor! Corn esta série, você vai estudar os softwares

mais utilizados pelo mercado, sem dificuldade. 0 texto de cada volume

é complementado por arquivos eletrônicos disponibilizados pela

Editora Senac Sao Paulo, compondo urn todo integrado que facilita a

aprendizagem do assunto estudado.

Para utilizar o material da Nova Serie Informática, é necessário ter em
I mãos o livro, um equipamento que atenda as configuraceies necessárias

e o software a ser estudado.

Neste volume, você encontrard informaçOes básicas para a operacäo do Access 2010. Ele foi estruturado a partir de atividades que lhe permitem

estudar o software passo a passo. Para isso, você deveni ler corn atenção

e seguir corretamente todas as instruceies. Se encontrar algum problema

durante uma atividade, volte ao inicio e recomece; isso ird ajudá-lo a

esclarecer dUvidas e suplantar dificuldades.

Equipamento necessario

Para você estudar corn este material e operar o Access 2010 (presente no Office 2010 Professional), é importante que seu computador tenha

as configuraceies a seguir.

• Processador de 500 MHz ou mais

Memória RAM de 256 MB. Para recursos graficos, é recomendavel 512 MB.

Disco rigido corn 3,0 GB de espaco disponivel.

• Monitor corn resolução de 1024 x 768 pixels ou superior.

• Windows® XP coin Service Pack (SP) 3 (somente sistema ope- racional de 32 bits) ou Windows® Vista corn SP1, Windows® 7, Windows® Server 2003 R2 corn MSXML 6.0, Windows® Server 2008 ou sistema operacional posterior de 32 ou 64 bits.

• Unidade leitora de CD-ROM ou de DVD.

Ajustando o monitor

1. Feche todos os softwares que estiverem abertos no momento. Esse procedimento é importante, pois, quando você altera as configuracOes do monitor, em alguns casos, é necessário reiniciar o computador.

2. Verifique se o seu monitor estd devidamente ajustado para trabalhar corn este material. Clique no botão Iniciar da barra de tarefas do Windows e selecione a opção Paine! de Controle.

Apresentaoo

IV — ACCESS 2010

4

Pa.

lb

Lupa

Panincu

eCCleener

 

p ast! Free Ant mous

HP Photr.r,rt Ess entra' 33

Iodos os Programas

r

wrogn.rus e arquwas

3. Será exibida a janela Painel de Controle. Clique sobre a opcáo Ajustar a resoluçáo da tela do item Aparéncia e Personalizaçáo.

ro. 41 7 i

gam

as ~g.p. do compouslo.

"111 1

fe

Precio

Sons

.„,.

rrr

• ca 1===~1

-

rr ,-`,.-20~93~7:1_1 ~11

Comas de USW., ~anea tornMia,

111<

Rebgio

Y

• CV Ei La

Y • CV Ei La
•
ei 41 ". o V>,-

ei

ei 41 ". o V>,-

41

ei 41 ". o V>,-

".

o

V>,-

4. Verifique se a resolucáo está ajustada para 1024 por 768 pixels. Se no estiver, dique no botáo deslizante e movimente-o até obter o ajuste correto.

man s aporénne

111

katei~

meget_z.

'4101111111111111~

~1 n1

weow mem»

Ja

"‘IIIIIIIIINI11111111•111111111111

/:

/: • 111 E • II 11 6 4 q;

111 E

/: • 111 E • II 11 6 4 q;

II 11

64

/: • 111 E • II 11 6 4 q;

q;

Apresentaçáo

.71• n nn

•=

ACCESS 2010 - V

5. Ajustado o monitor, clique no botäo OK para finalizar.

Estrutura do livro

Este livro estd dividido em capitulos que contém uma série de atividades pi-Micas e informagöes te6ricas sobre o software.

Para obter o melhor rendimento possivel em seu estudo, evitando dirvidas ou elms, é importante que voce:

• leia corn atençäo todos os itens do livro, pois sempre encontrard

1

informaçaes Meis para a execução das atividades;

I i . conheça e respeite o significado dos simbolos colocados na margem esquerda de determinados parágrafos do texto, pois eles servem para orientar seu trabalho;

• faça apenas o que estiver indicado no item e so execute uma sequen- cia ap6s ter lido a instrução do respectivo item.

Significado dos simbolos

Dica

Quando este simbolo aparecer, vocé terd informagbes adicionais sobre o assunto, como dicas, atalhos e sugestoes para facilitar o trabalho corn o software. Sua leitura nä() é obrigatória para o desenvolvimento da atividade, mas lembre-se: quanto mais informaçoes vocé tiver, melhor seri o seu aproveitamento.

0

Observacao

Este simbolo marca um texto corn observagoes sobre o assunto tratado. Embora importante, sua leitura nä() é obrigat6ria nem interfere diretamente na atividade em execução.

4.1)

Atensão

Toda vez que se deparar corn este simbolo, leia corn muita atenção o texto que o acompanha, pois as informagbes que ele contem afetarão os passos seguintes da atividade. lsso evitard diividas posteriores.

4. Exercicio

tn

Este simbolo sinaliza os exercicios propostos, que säo apresentados no final da atividade ou do capitulo. Procure fazer esses exercicios antes de iniciar outro capitulo. Eles iräo auxiliá-lo a fixar melhor os recursos estudados.

Apresentação

VI — ACCESS 2010

Utilizando o material da Nova Serie Informática

É muito simples utilizar o material da Nova Série Informática: inicie sempre pelo Capítulo 1, leia atentamente as instruçóes e execute, passo a passo, os procedimentos indicados.

Para a execuçáo das atividades dos capítulos, disponibilizamos os arquivos cm nosso site, organizados em arquivos compactados de acordo com os capítulos do livro.

Atividades

Para obter e utilizar os arquivos das atividades, execute os passos a seguir.

1. Faça o download do arquivo no endereço:

0111

2. Após o download, críe urna pasta em sua área de trabalho (ou local de sua preferéncia) com o nome Arquivos Livro Access 2010. Essa pasta será referenciada sempre que se indicar a necessidade de abrir um arquivo.

3. Copie na pasta Arquivos Livm Access 2010 todos os arquivos baixados.

4. Descompacte os arquivos.

Apresentaçáo

Atividades prontas

Além dos arquivos para execuçáo das atividades, a pasta Arquivos Livro Access 2010 também conterá os arquivos finalizados para que vocé possa fazer urna comparacáo ou tirar dúvidas, se necessario.

Agora que vocé já sabe como utilizar este material, dé início ao estudo do Access 2010 partindo do Capítulo 1. E náo se esqueca: leía com muita atençáo e siga todos os passos para obter o melhor rendimento possível cm seu aprendizado.

Boa sorte!

4

Criando urn banco de dados

,

la

It

1

4

OBJETIVOS

• Iniciar o Access

• Identificar os componentes das janelas do Access

• Criar urn banco de dados

Definir campos e tipos de dados nas tabelas

• Inserir, modificar e excluir dados nas tabelas

• Importar dados externos para o Access

• Exportar dados do Access

• Atribuir chaves primarias as tabelas

• Estabelecer os relacionamentos entre as tabelas

4

4

Qh;

00

ACCESS 2010 -11

Conceito de banco de dados

Urn banco de dados é uma coleção de dados referentes a determinada

aplicaçâo, por exemplo, endereços e telefones de clientes, clientes de um consultório, CDs de uma coleção, livros de uma biblioteca, etc.,

em que as informaçoes são separadas de acordo corn sua natureza e organizadas em tabelas.

Utilizando o Access 2010 como programa gerenciador do banco de dados

0 Access 2010 é um programa gerenciador de banco de dados rela- cional. Corn ele, elaboramos tabelas relacionadas, resultando em um

método facil para acessar dados de acordo corn as necessidades esta- belecidas.

Utilizando o Access 2010 seremos capazes de desenvolver sistemas completos de gerenciamento de dados, construindo suas tabelas, for-

mularios para entrada de dados, consultas para todos os tipos de neces- sidades, relatórios, macros e mOdulos para melhor automatizaçâo de procedimentos.

Elaborando um projeto de banco de dados

Li ma fase bastante importante, e muitas vezes negligenciada, é o projeto do banco dados. Urn projeto benfeito, que considere todos os dados e necessidades de consulta, representa um grande passo na boa execução da aplicação. Sem urn born projeto, certamente haverá a necessidade

constante de replanejamentos e redefiniOes de objetos ou dados, o que pode comprometer o resultado. A fase de projeto é o passo mais impor- tante para a definição de seu banco de dados.

Para essa fase podemos considerar as seguintes etapas:

1. Identificaeâo das necessidades do banco de dados, ou seja, saber quais . informa0es sera° manipuladas e quais os resultados espera- dos. E importante identificar os objetivos gerais do sistema antes de se dedicar aos detalhes.

2. Divisão das informa0es em tabelas ou assuntos. Por exemplo: em urn banco de dados de consultório, podemos ter uma tabela para os clientes e outra para agenda.

3. Definição dos conteUdos das tabelas, ou seja, quais informaçöes fa- râo parte de quais tabelas. Por exemplo: na tabela de clientes serâo colocadas as informaelies relativas a nome, endereeo, telefone e da- tas de nascimento: na tabela agenda, serdo colocadas as informa0es

Criando um banco de dados

12 — ACCESS 2010

relativas á identificacáo do cliente e horário em que a consulta foi agendada.

4. Definicáo dos relacionamentos entre as tabelas, ou seja, identificar quais informacaes de urna tabela estáo relacionadas com as infor- macóes de outra tabela. Por exemplo: a tabela de clientes se rela- ciona com a tabela agenda através da inforrnacáo que identifica o cliente nas duas tabelas.

5. Elaboracáo das consultas, formulários, relatórios e outros objetos que sejam necessários á boa atuacáo do sistema.

6. Execucáo de testes, ou seja, testar exaustivamente todo o projeto, e no economizar na insercáo de dados para teste. Só assim podere- mos verificar as ocorréncias de erros.

Atividade 1 - Iniciando o Access 2010

Objetivo: - Criar e salvar um banco de dados.

Tarefas:

• Abrir o Access 2010.

• Criar o banco de dados CACHORROS & OUTROS BI- CHOS.

• Salvar o banco de dados.

Criando um banco de dados

1. Para iniciar o Access 2010, dique no botáo Iniciar do Windows

e selecione Todos os programas/Microsoft Office/Microsoft Access

2010.

Criando um banco de dados

ACCESS 2010 - 13

il 1 Sera, entdo, mostrada a janela inicial do Access 2010. 1 . , ,.
il
1
Sera, entdo, mostrada a janela inicial do Access 2010.
1
.
,
,.
abildes 01
a M
ral
di
1
.
404•01,4 11.
0) WI
Was. Mae
6in.,
*
e.
0
,,
,
al
mos e otmom
el .--.
I.
0.0l.a
Mal
0111M10
;Prato,. mass I
Stamm
.
I
i
,
,
./
i Oft.
4
0
,

Ira*

n••=111

i

m

1

*I•be g iAlab

411.11nMiNsa

.1

.

: 0

co

Essa janela apresenta modelos prontos de bancos de dados que podem ser imediatamente utilizados; a guia Arquivo, que permite, entre outras tarefas, abrir um banco de dados existente ou fechar o Access; e a opção de criar urn novo banco de dados em branco.

2. Para criar um novo banco de dados em branco, inicialmente atribua urn nome ao banco de dados que sera criado, indicando o local em

que sera gravado. No nosso caso, digite o nome CACHORROS E OUTROS BICHOS para o banco de dados e escolha a area de traba- lho para gravd-lo.

Banco de dodos em bronco

Nome do Arquivo K*atabasel.accdb

CAUsers SiNuADocurneotA

[j

Criar

--

Bold° para selecionar nome

e local do banco de dados

Botão para criar o banco de

dados no local selecionado

Criando urn banco de dodos

14 — ACCESS 2010

3. Clique no boto Criar para criar o banco de dados. Nesse momento, o banco de dados será criado e salvo no local indicado.

Janela banco de dados

Quando o Access for carregado, a janela abaixo será apresentada.

g g-Irne,!e=aiaogrr7fflnigigrr7 ~páaasneeweorn'rVe~xiyeaalllIllipOf~,

ks 12 5j 1 4 "" " * " .

=

fir

5

-

_

Essa janela apresenta os elementos a seguir.

Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Permite a colocacáo dos comandos mais utilizados para agilizar o acesso.

O

Ea

Página Inicial

'

AB

Texto

Modo de Exibicáo Modos de Exibicáo

A colocacáo de comandos nessa barra pode ser feita das seguintes formas:

Clicando na seta posicionada á direita da barra e escolhendo o co- mando que deseja adicionar. Caso o comando no esteja presente na lista apresentada, selecione a opcáo Mais Comandos e escolha aquele que deseja. Veja a figura a seguir.

Criando um banco de dados

ACCESS 2010 — 15

=I g ag &41_1 ge asanalizar r Sam de Ferramentas de Acesso Rapid° ho de Dados ; Campos i Tobela 1 Novo

Abnr

tIrrse a tegen lor Padrao

4,

e

fi

Modo de st SaNar EadaKio - 'dodos de Embnao em" •- - 1 : o6o
Modo de
st SaNar
EadaKio -
'dodos de Embnao
em"
•-
- 1 : o6o
— s - as . o - bjetos i
'
ImPr"'" "nda
T r,-,- -=
-,--------- ---- -I
V01.10112000 00 1/01:0051i0
iPesouison.
i
Ortograna
MI Tabetai
IR De'f'"
1
Ream!
1Z
Modo
Moak., Tudo
I
Sincronaat ludo
I
mak Comandes-.
'

manno do Camp0

Modificar Modif

Pesponas &ores

Propriedades

. 'Sorts', AIM. CM Farm de °Noes

1-

PIrSondium Barra de Ferramentas de Arm° Rapnloi

Através da guia Arquivo, clicando na opçao Opcöes e, na tela se- guinte, escolhendo a Barra de Ferramentas de Acesso Rapid°.

cc_7:10

nine loam!

- 61 Sem

W. Wm Opi el la coin,

Co.,

ESal., Banco de Dados come

',

LI

1

Morn

Fechar Banco de Dados

E

CACKORROSE otrrRos

et

g

CACMORROS E ourRos sr_

.43CACHOAROSEOUTROS BC

3 Alun01.0,140

fig

.

.

.,,,rrnao3er5

Recente

Novo

anprirnir

Salvar e Publlcar

tuuda

41CDO

Li

San

O P: aft tk,

Gtrai

aa

' -.

.

,

-.' -

,

.

.

.

.4 OpOes pea., para irabalha. tom 0 AaeSS.

,

 

: .r.a et Nee,

:. 0.0n,n . 040001

.

,0,6001 , 00t,

te

Con400004es da C.nte

"

""'

"

0045.‘

Cen0 al et Cal04004encle

1

'

II ,

1

I

i

Oet6a.doMolar, 40 thrallio

r

K I ,

mama. y.m . a . c ,a osnaane

4000re u' 0.0 19 ,

Is m a. a

44 ,0

n

eturOcs de wan. saw tlatalo 1:i]

1 4. k40,00 te0as Ot Nal. nal Otcas 00 tel•

1I

Fn50,04 00 n nres

pr,

E

,

, n

•: .

I

;

i

ramsas re mono avatio DORI

a omos an mama.

2 Ada . Nino,. 60:101.

0•040-

.10. 0.0. at

<1

ulo

CtIs0050000Ganents, -

ea *de**

Natoweaar a a

maw. Come

I , MN. de 0,0.00 100a

Sos1-14.1mala

 

I

V.'''.

1 I

I

j WIIMI

El

I

I

1

.

11

I

Cnando urn banco de dados

16— ACCESS 2010

Na janela que se abre, é possível escolher qualquer comando do Access para que seja colocado na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido. Basta escolher o comando no painel á esquerda e cucar no boto Adi- cionar. Se quisermos remover algum comando da barra de ferramentas, basta escolhé-lo no painel á direita e cucar no boto Remover.

GRO.

;I

l1

r.` "'

g anso de Dar/otAtoei

II OZir"„tOiringi

11 Red*. reno

I

1; C0 . 1.1.4,aft . Oleft*

i

BPPIN

/

1

'

/ 1 . 1.0.C.M

. i73 .0p{6e,

,

Stlaiii g aile g l g id~01 .

I

sayo

Cen tral oe (*.da. t

I

i

1

I

i

l

l

I

l

I

. • J

1 .ersooalire a g arra de f erramentas de ACP 510 Roo&

$0*.e vol *, ens

Penedo lona do lenmeedan de dome RigOde,!,

1 CJIMIMIO.M

Usa

‘,

;

?

>

s i Al.nonf.o

tia nIvalrtu ,00

:

caér

1

ilb Cdee[loa

ComAdosando

C

(

1entr

1,2 t Gnu^.

iii d . >

~me/

lea Izad

iX En.,

12

howRegvue

til, Frw taraes s.»

lb F-aiiiid. , ri.r. mandria do (riel

Fed`~ Ohm, . Dedos

o rema. Modo de [obvio.,

r

Crea Pe 1,pr:edades

I

j

ImoodasOs s ,Sedes

INS I0000e. banco de dedos de

al ~orto rdaodne do e,

01

~dar a ama de Fervmedui de

domo Mode

0~

UF

W

-7:1

1

sl

l

1

• 1

' O I

114111 .01.

h] solar .1 o•nr e a g efedoe

,

lleameoln 11.4.1

 

I

I

'

Wiglágil

i

 

'

s k

M j

1

 

1

r

- :

 

Penodd40,3« WAIVW,

W

1:

n

a,

lI

;'''

1

. i

1

i

1

1

Guias

Funcionam como os antigos menus: cada guia possui urna colecáo de comandos separados em grupos.

=II ' Página Inicial i Cual

Dados Edemos

.

‘i

Filtrar

f errarnentas de Banco de Dados

.

ii, Decrescente

.,, ,

, Pernocte Classirda5ao Classditar e Filtrar

rn

.

Campos

• .

I

al Copiar

,

. n~nodo •

,a. i

Modo de

Emborçáo

j

Pincel de 1 dimatar aa

_

i dternar 'litro

Modos de Eubil.

Ajes de Transterenc,a

--.

---

Criando um banco de dados

Tabela

' edil Salva

Atualaar ii ,,do - in„ Eirciu

Reo!

oh,

k-ey,

t.

Nlar

7111nnn

••n

nn

nnn

ACCESS 2010 – 17

A guia Arquivo substitui o botdo Office presente na versâo 2007. Nela, podemos encontrar os seguintes comandos:

Ow [

tr

mow :N

rwo.

W fniorrnaçães sobre o(a) CACHORROS E OUTROS 1.11C40S

n

CnLb

r.04.4,0n0

05.00/1410.40Camb

a

fa

ea a*

II c.o.*. c.v.!. •

411

twwlsn

rpey." daleSsila

atm,.

*At*

itre

tasysw. Awn.

0 ••••

1

ImIgunitestwawl.Wo/E.11Ww

Faixa de Opçóes

Quando selecionamos uma guia, aparece a Faixa de Opcoes, formada pelos comandos que fazem parte daquela guia. Os comandos são sepa- rados em grupos para urn acesso mais rapid°. No exemplo mostrado temos a faixa de opçöes referente a guia Pagina Inicial.

11

A

-

g

"

Paine/ de Navegação

Mostra todos os objetos . do banco de dados corrente.

Todos cos_Objetos do Access

PeSquiSar_

Tabelas

Tabelal

-

0 4(

P

---J!

*

Criando um banco de dados

18— ACCESS 2010

c,

Área de trabalho

Mostra todos os objetos abertos, permitindo o acesso para modificacao e ediçáo de dados.

o

No decorrer deste livro vamos desenvolver o banco de dados CA-

CHORROS E OUTROS BICHOS que acabamos de criar.

Essa aplicagáo é destinada ao controle de um pet shop e tem como finalidade armazenar os dados referentes aos clientes, seus animais, os servigos oferecidos pelo pet shop, funcionários e o mo- vimento diário. Vamos criar suas tabelas, formularios, consultas, relatórios e macros com a finalidade de extrair os dados para as mais diversas necessidades.

Com esse banco de dados, teremos, entre outras coisas, o controle diário do movimento, controle de clientes e seus respectivos ani- mais de estimagáo, controle de vacinas, aniversarios, promogóes, etc.

No final teremos um sistema completo cujas fungóes poderáo ser acessadas através de menus e formularios.

Ta belas

Um banco de dados é formado por objetos criados pelo usuário. Esses objetos sao:

Tabelas

Consultas

Criando um banco de dados

Depósitos de dados

Objetos para acesso aos dados, perrnitindo exibir, adicionar, deletar ou modificar informaçóes.

(cont)

al

tly

ACCESS 2010 — 19

041

a

•0

•• ,

,

0

Formuldrios Objetos para acesso aos dados, permitindo exibir, adicionar, deletar ou modificar informagries. Também são utilizados para acesso a outros objetos do banco de dados e passagem de parâmetros para consultas.

Relatórios

Objetos para acesso aos dados, permitindo a exibição de informacoes.

Macros

Objetos desenvolvidos visando a major facilidade e flexibilidade no manuseio de dados.

Modulos

Objetos formados por procedimentos utilizando a linguagem VBA (Visual Basic for Applications) corn a final idade de facilitar o uso do banco de dados.

As tabelas são os objetos principais de nosso banco de dados e Sao os primeiros elementos a serem criados.

Uma tabela é um depósito de dados. No banco de dados, cada tabela conterd informagbes sobre determinada entidade, por exemplo, tabela de produtos, tabela de clientes, tabela de livros. Os dados são organi- zados em linhas e colunas. As linhas sac) denominadas registros e as colunas sdo denominadas campos.

Cada linha se refere a urn Unico registro. Por exemplo, em uma linha teremos as informaçaes de urn cliente. Cada coluna se refere a um cam- po. Os campos irâo armazenar, por exemplo, as informacöes de cada cliente. Assim, nossa tabela TabCLIENTES poderia armazenar as in- formaçOes NOME DO CLIENTE, ENDEREcO, CIDADE, ESTADO, CEP, TELEFON E.

0 nosso banco de dados CACHORROS E OUTROS BICHOS terd as seguintes tabelas:

• TabCLIENTES: corn os dados referentes aos clientes do pet shop;

• TabANIMAIS: corn os dados dos animais de cada cliente;

• TabFUNCIONARIOS: corn os dados dos funciondrios do pet shop;

• TabSERVICOS: corn informacaes sobre os serviços oferecidos pelo pet shop;

• TabMOVIMENTO: corn o cadastro da movimentaçâo diaria do pet shop;

• TabVACINAS: contendo o controle de vacinacâo dos animais.

Criando urn banco de dados

20— ACCESS 2010

Atividade 2 - Criando tabelas

Objetivo: • Criar as tabelas para o banco de dados, definindo seus campos, tipos, tamanhos e propriedades.

Tarefas: • Criar a tabela TabCLIENTES através do modo Design.

tp

• Definir campos para a tabela TabCLIENTES.

• Salvar a tabela TabCLIENTES.

Criar a tabela TabANIMAIS definindo a estrutura dos cam- pos na folha de dados.

• Modificar o tamanho dos campos da tabela TabANIMAIS.

• Salvar a tabela TabANIMAIS.

Criar a tabela TabMOVIMENTO através do modo Design.

• Definir campos para a tabela TabMOVIMENTO.

• Salvar a tabela TabMOVIMENTO.

Criar a tabela TabVACINAS através do modo Design.

• Definir campos para a tabela TabVACINAS.

• Salvar a tabela TabVACINAS.

Modificar as propriedades dos campos das tabelas criadas.

Estrutura de urna tabela

O processo de criaçáo de urna tabela envolve os seguintes passos:

1. Criar a nova tabela.

2. Informar os nomes, tipos e descriOes dos campos.

3. Estabelecer as propriedades dos campos.

4. Atribuir urna chave primária á tabela (se necessário).

5. Salvar a estrutura da tabela.

or

ti•

Quando acabarnos de criar o nosso banco de dados, a janela mostrada vai permitir a criacáo de nossa primeira tabela. Podemos fazer isso de duas formas:

1. Através da ferramenta Tabela da guia Criar.

tu

2. Através da ferramenta Design da Tabela da guia Criar

No nosso caso, como acabamos de criar o banco de dados, foi disponi- bilizada automaticamente a opçáo Tabela da guia Criar

O próximo passo será definir quais campos faro parte de nossa tabela.

Criando um banco de dados

‘.

e

ACCESS 2010 — 21

Criando a tabela TabCL1ENTES pelo modo de exibição Design

1. Na guia Pcigina Inicial, grupo Modos de Exibigilo, selecione Modo Design.

warrt3W111111111111.1111.

CaIIII

Paonna in Waal

L

eitar

Dados Extern.

   

A Recortal

4A Cooks, „f Nue; de format a,.„

Mocto tio

Cot,.

fxdstc&o .

 

*oda de Exiblyio de FON de Dados

Mod° palm

Tabeial

I

111.11111SPIM

Errramerrtac de Banco de Dada,

21Ctescente

2

j Deuescente

R,r,Ver ClaSid10300

Clasilfkar eland

Setetio

jAvancado -

Ate.rarFU

codigo • aqueparvadinonor

(Novo)

2. Nesse momento o Access solicita que a tabela que vocé esti criando seja salva. Digite TabCLIENTES e clique em OK.

Salver como

Nome da tabela:

:TabC111341E5

rwrimi

10

Ss

1

0 o nome de uma tabela pode conter, no maxim:), 64 caracteres. Neste livro, vamos atribuir os nomes as tabelas sempre iniciando

corn Tab para identificar o objeto como uma tabela.

3. A seguinte janela serd mostrada para que os campos sejam informados.

_

Manama.

bg,ti

mono

Innene

Soo Dn

Intapeenes . tee. Gene

*

ateorionle,

_tolktta_f.12. 49•1,

Um nom Me me. en none. Wenn. r. one el.

--

Criando urn banco de dados

22 — ACCESS 2010

A janela está dividida nas seguintes segó'es:

Nome do campo: local onde seráo informados os nomes dos campos de nossa tabela. Cada campo ocupará urna linha dessa seco;

c5 O nome de um campo pode conter, no máximo, 64 caracteres. Náo podem fazer parte do nome do campo os caracteres ponto (.), ponto de exclamaçáo (!) e colchetes ([1). Neste livro, vamos atribuir nomes aos campos de urna tabela sempre começando com iniciais indicativas da tabela.

Tipos de dados: para cada campo informado, devemos selecionar o tipo de dado que ele irá armazenar;

Descricao: nesse local podemos informar a descriçáo do campo, que servirá como informacáo na barra de status para o usuario que estiver inserindo ou modificando os dados da tabela;

Propriedades: nesse local seráo definidas as propriedades do cam- po, tais como: formato, máscara de entrada, valor padráo, se é ou no obrigatório, entre outras.

O

próximo passo será criar os campos da tabela TabCLIENTES, que so

os

seguintes:

Nome do campo

Tipo

Tamanho

Descricáo

ClCodigo

Numeraçáo

Código do cliente

Automática

C1Nome

Texto

40

Nome do cliente

CINascimento

Data/Hora

Nascimento do

 

cliente

ClEndereco

Texto

50

Endereço do

 

cliente

ClBairro

Texto

30

Bairro do cliente

CICidade

Texto

35

Cidade do cliente

ClUF

Texto

2

UF do cliente

C10EP

Texto

9

CEP do cliente

ClTelefone

Texto

9

Telefone do

 

cliente

E-mail do cliente

Criando um banco de dados

t.

I

oir

e

Soso

I

0

I'

3

47111

ACCESS 2010 — 23

Podemos ter ate 255 campos em uma tabela.

4. Observe que o Access já criou automaticamente o primeiro campo. Apague o nome colocado e digite ClCodigo.

5. Agora, deve-se definir o tipo de dado para o campo ClCodigo. Para isso, clique na seta para abrir a caixa de combinação corn os tipos de dados disponiveis.

.•' Nome do campo

Tipo de dados

 

iCodigo

Numerayk

Automática E

Texto

IC

\,,,

 

Memorando

,„.

Numero

Data

IC

-----

--

----

_

_

ti urnerack Autemetica

Sim/N50

Objeto OLE

Hiperlink

Anexo

.Calculado

Assistente de pesquisa

_

Os tipos de campos disponiveis s5o:

TEXTO: armazena dados allanuméricos corn tamanho de ate 255 caracteres;

• MEMORANDO: armazena dados alfanuméricos corn tamanho de

ate 65.538 caracteres;

• NUMERO: armazena dados numéricos de vat-los tipos e formatos;

• DATA/HORA: armazena dados referentes a data e hora;

• MOEDA: armazena dados numéricos formatados coin o simbolo da moeda;

• NUMERA“ 0 AUTOMÁ TICA: armazcna nUmeros que são gera- dos automaticamente pelo sistema de forma sequencial oil aleatoria- mente. SA° utilizados principalmente como campos-chave;

SIMINJO: armazena valores lógicos como: sirn/não, falso/verda- deiro;

• OBJETO OLE: armazena figuras, gráficos, som, filmes, textos e pla- nilhas;

• ANEXO: armazena desenhos, imagens, arquivos do Office. Em um mesmo campo podemos ter vários anexos;

- CALCULADO: armazena o resultado de operaçöes efetuadas corn cainpos da tabela;

Criarrdo urn banco de darlos

24 — ACCESS 2010

No caso do campo ClCodigo vamos selecionar o tipo Numeraçáo Auto- mática. Observe que o Access já colocou esse campo como chave (veri- fique o desenho da chave ao lado do nome do campo). O assunto "Cha-

ve

primária" será abordado mais para a frente, ainda neste capítulo.

6.

Clique na próxima linha para definir o campo CINome, tipo Texto e com tamanho 40.

Nome do campo

5 _

i7ace

zziimpazazigaz ~iiiiiming

 

Nome do campo

Tipo de dados

C

ClCodigo

Nuneras.do Automanca

Cochgo do cliente

CiNorne

Texto

Norne do diente

/

_

SIL-

Tipo do campo

\

Descriçáo do campo

~Mi

_

Propnedades do ca o

1

I

I

TaManho do campo Formato Mascara de entrada Legeoda

Valor padreo

negra de valrdoe/r_ Texto de ralrelaerb

40

1.,_ "

I

--"

,,,,s.

Tamanho do campo

_

. Fraguando

.

Ndo

1

1 Penado roroprtasento ler So.

Ndo

, Compactalio UnIcode Sao

I

1

Indexado

Modo

MC

Sem Centre*

Nenhilella

Modo de frase IME

~CM Intelgentes

,L

_

_

4

O campo tipo Texto é inicialmente definido pelo Access com tama-

nho 255. Essa definiçáo inicial pode ser alterada nas configuralóes do

Access. O tamanho pode ser modificado na propriedade Tamanho.

7. Defina os outros campos da tabela. No final, vocé deverá ter o se- guinte:

 

nome do campo

topo& dados

Deserrela

<1000.0

Numeragáo Autor

Call. do Chef.

 

Texto

Nomedo (lente

 

(Illasornento

Hasemento do cher.

 

eltrwlececo

reno

 

Terto

soder*, clo enema 13 o thente

 

CICIdexle

Te.

 

Texto

CwIede do xl.ste UF . ['lente

 

(RIP

lodo

CEP el* diente

 

CITeteIone

Te.

o1m11

w.oarbnk

Telelone Orne F nta:1 ch

Ileelee.des a./.

000000 l 0

 

RollICopo

 

1,1•• n

 

.

 

^11~

.

.

O

.OTO0 I

;AAL

 

Criando um banco de dados

.

.

U. neme ex no. os. In «e un.o.n.

n y

IP«01 1.1 . es

1.14 I

a ta••••

ACCESS 2010 - 25

8. Feche a janela salvando a tabela. Note que o nome da tabela Tab- CLIENTES aparecerd no painel de navegaçâo a esquerda.

i

l

I

1

INIII

Rapala Initial 1

Char

Dados Edema,

Ferramentas de Banco de Dodos

i g

Mario de

EmbiçSo•

Modos de Exitsc

'

1

rl A

Recartat

l

i Color

M.

1

Ai Copiar

.

" Pavrel de Fa r . ataiiio

Area de Transferincia

ci .

.

-Apr 1.1. Crescante Ai Decrescente Filtrar A

I

t

?

'-' , Se! st Avi

Remover Clas5rhcacao '(Alt Classeicar e Fdtrar

TODOS OS Objetos do Access

,Pesq.sar_

Tabelas

Cr:IMIIIIIIIIIIIIM

ii`i I

it i

=

TabCUENTES

Criando a tabela TabANIMAIS

I. Agora sera criada a tabela TabANIMAIS, que ird armazenar os da- dos dos animais pertencentes aos clientes. Essa tabela sera criada utilizando a própria folha de dados. Clique na guia Criar. No grupo

Tabelas selecione Tabela.

gm" R agvnaInocia4

Criar

Dados Edemas

Fertamentas de Banco de Dados s Campos

AB 12 w % Datae Hors

 

RI Sireffee . 0

Mode de

Texto Horner°

Moeda

Exancão -

a Mars Campos -

ti

E.,.h.111

jr Nome e Legend,

"a Valor Padrio

0.4

, Tamanho do Campo

Modes de Exibtçho

Adlooner e Exclutr

,

1

_

Todos os OtOetos do Access

-0—e< '; 3--

1111111111111111111111111111111

-,-paswisa—r--_-- - ---=-------- -- — - - --

Tabehs

3

TabCUENTES

ZS Tabetal

)5 '

A

*

Codigo - Clique parr:: Adrao

nar -

(Novo)

2. Observe que o Access já criou um primeiro campo de nome Códi- go, tipo Numeração Automática. Esse campo sera aproveitado para definir o c6digo do animal. No entanto, seu nome deve ser modifi- cado. Para isso, clique duas vezes sobre o nome do campo e digite

AnCodigo.

AnCodigoZ =a1qtaepOSTI MICIOnat -

*

(Nov

Criando um banco de dados

26— ACCESS 2010

3. Agora, deve-se definir o campo que armazenará o código do cliente dono do animal. Esse campo terá como nome AnCICodigo, será do tipo Número e de tamanho Inteiro Longo.

e,

OMais adiante, guando falarmos sobre "Relacionamentos", será ex- plicado por que esse campo deve ter essas especificaçóes.

4. Para definir o campo, dique sobre a seta que aparece ao lado de Clique para Adicionar e selecione a opçáo Número.

{i

d

AnlodlgO - aque para Adidon

4,-

( Novo) AB Texto

12 Número

i 9 ,1

Moecia

i

111

2

ill

Az

2ata

5imiliáo

1

.

e Hora

Pesouna e Relacionamento

Rich 'leal

AH Memorando

Aseo

N

a, blperlInk

L

Campo Calculado

Colar como Campos

--1

a

!

I

G I

ok.

5. Mude o nome do Campo] para AnCICodigo.

6. De forma análoga, críe os outros campos da tabela TabANIMAIS:

Nome do campo

Tipo do Campo

AnC1Codigo

Número

AnNome

Texto

AnNascimento

Data/Hora

AnTipo

Texto

AnRaca

Texto

AnSexo

Texto

Criando um banco de dados

Ancadieo • 9inOeindiso • **Nonio • An

Nono)

.ment* • Anlipo • ~ata • ~ex* - , Olgtni9NoreAdlitoieur •

fi I

4ir

4

fir

1111.

ACCESS 2010 - 27

7. A estrutura da tabela sera modificada, informando os tamanhos e descricifies dos campos inseridos. Devemos, entao, altemar o modo de exibicao da tabela para o Modo Design. Para isso, na guia Pagina Inicial ou na guia Campos, selecione o modo de exibicao Design no grupo Modos de Exibivao.

&mum°

Pagma lraclal

Car

DidOS Extemos

Ferramentas de Banco de Dados CIO

AB 12 w zDat aN eHora

e

Son ao

Mats Campos •

1 il

1

Modo de

Texto Ntimero Moeda

Edbisale .

a

n14111 /- .; .i.

' T

j

N

Mod° de Esobsr,io de Edna de °atlas

AI-1

Excluir

S Nome e Uganda

rig, Valor Pad,

72

Tamanho do Campo

,

WQ

Meddeggn

1
I

i:fr TabCLIENTES

I xm4 Tabelal

,

, AnCodigd - AnCIC

INN.

{

I

(Novo)

17; ,

-

; A

Dessa forma serd acessada a estrutura da tabela. Ao mudar para o modo de exibicao Design, o Access solicita que a tabela seja gravada. Informe o nome TahANIMAIS.

-

Entende-se por estrutura de uma tabela a forma como os dados nela sera° armazenados, ou seja, quais sao seus campos, tipos,

tamanhos, se sera° obrigatórios ou nao, como sera sua mascara

de entrada, como sera seu fornnato, etc.

Teremos a seguinte janela:

/WI* ados

AnCodogo

Nomonp

50

ApI01,11P

P.O.:odor

Ntornorc

AnNorne

Tens,

AnPasornento

04.11P.

 

IsonlIpa

Tem,

re.

AnSexo

Into

-

k,n

,

,PePulet

de camp y Irde.

5. Op

YONamerdp 60 IMO

*

arwagN

'IMP! FPLKI.

0.101,00

nomr dr

v

9.4r

et

111,1.

11,1 NJ

ef pa,os, PAIR o s .se e p .e nP

FI ova cap

n 0.1,0

Na parte inferior da janela de Design da tabela, temos as propricdades dos campos. De acordo corn o tipo do campo, essas propriedades po- dem se modificar. Nesse moinento trabalharemos corn o Tamanho do Campo. As outras propriedades sera° trabalhadas na pr6xima atividade.

Criando urn banal de dados

28 - ACCESS 2010

Propriedade Tamanho do campo

A propriedade Tamanho do Campo define o tamanho máximo do dado

que será armazenado naquele campo.

Campo Texto: pode armazenar, no máximo, 255 caracteres. Seu ta- manho pode ser definido pelo usuário.

Campo Memo: armazena 65.535 caracteres, se forem digitados pela interface com o usuário, ou 2Gbytes, se forem inseridos via progra- maçáo. Seu tamanho no pode ser modificado pelo usuário.

Campo Número: dependendo do valor que será armazenado nesse campo, poderemos ter os seguintes tamanhos:

Tamanho

Faixa

Casas

Espaco

decimais

ocupado

Byte

Oa 255

Nenhuma

I byte

Inteiro

-32.768 a 32.767

Nenhuma

2

bytes

Inteiro

-2.147.483.648 a 2.147.483.647

Nenhuma

4

bytes

longo

 

Simples

-3,402823E38 a -1,401298E-45 para valores negativos 1,401298E-45 a 3,402823E38 para valores positivos

7

4

bytes

Dupla

-1,79769313486231E308 a

15

8

bytes

-4,94065645841247E-324

 

para valores negativos 4,94065645841247E-324 a

1,79769313486231E308

para valores positivos

Código de

Utilizado para estabelecer um único identificador para replicacáo

Náo se

16 bytes

replicacáo

aplica

Decimal

-10^28- I a 10^28-I

28

2

bytes

tv

fhp

e'

Campo Data/Hora: seu tamanho é predefinido pelo Access, náo po-

dendo ser modificado pelo usuário.

• Campo Moeda: seu tamanho é predefinido pelo Access e pode ar- mazenar valores numéricos na faixa de -922.337.203.685.477,5808 a 922.337.203.685.477,5807, com quatro casas decimais. Os cálcu- los feitos com esse tipo de campo tém uma precisáo muito apurada.

Campo Numeracao Automática: o tamanho desse campo poderá ser

e

Inteiro longo ou Código de replicac do. O padráo é Inteiro Longo.

Criando um banco de dados

ACCESS 2010 - 29

Campo Sim/Nilo: seu tamanho é predefinido pelo Access, ndo po- dendo ser modificado pelo usuário.

• Campo Objeto OLE: seu tamanho é predefinido pelo Access e pode arm azenar objetos de ate 1Gbyte.

• Campo Hiperlink: seu tamanho é predefinido pelo Access, não po- dendo ser modificado pelo usuário.

• Campo Anexo: seu tamanho é predefinido pelo Access, rfâo poden- do ser modificado pelo usuário.

• Campo Ca/cu/ado: seu tamanho e seu tipo sera() definidos pelo re- sultado do calculo que ird executar.

1. Modifique os tamanhos e descriceies dos seguintes campos da tabela TabANIMAIS:

Nome do campo

Tipo do campo

Tamanho

Descrição

AnCodigo

Numeração

 

Código do animal

Automatica

AnC1Codigo

NUmero

Inteiro

Código do cliente dono do animal

longo

AnNome

_

Texto

40

Nome do animal

AnNascimento

Data/Hora

 

Data de nascimento

do animal

AnTipo

Texto

20

Tipo do animal

AnRaca

Texto

35

Rap do animal

AnSexo

Texto

5

Sexo do animal

2. Salve e feche a tabela TabANIMAIS.

3. Crie a tabela TabMOVIMENTO corn a seguinte estrutura:

Nome do campo

Tipo do campo

Tamanho

Descrivito

MvData

Data/Hora

Data do movimento

MvFnCodigo

Niimero

I nteiro

Identificação do

longo

funciondrio

MvAnCodigo

Nümero

Inteiro

Identificação do

longo

animal

MvSeCodigo

Namero

Inteiro

Identificacão do

longo

servico

(cont.)

Criando um banco de dados

30- ACCESS 2010

 

MyQuantidade

Número

Inteiro

Quantidade do

servil()

MvDesconto

Número

Simples

Percentual de

desconto

4. Salve e feche a tabela TabMOVIMENTO. No crie nenhuma chave primária por enquanto.

5. Crie a tabela TabVACINAS com a seguinte estrutura:

Nome do campo

Tipo do campo

Tamanho

Descricio

VaAnCodigo

Número

Inteiro

Identificacáo do

longo

animal

VaData

Data/Hora

 

Data da vacina

VaDescricao

Texto

30

Nome da vacina

VaValidade

Número

Inteiro

Tempo de validade da vacina (em dias)

e

e

6. Salve e feche a tabela TahVACINAS. No crie nenhuma chave pri- mária para ela.

Atividade 3 - Tabelas: inserindo, modificando e excluindo dados

Objetivo: • Trabalhar com tabelas: inserir, modificar e excluir dados.

Tarefas: • Inserir dados na tabela TabCLIENTES.

Modificar os dados da tabela TabCLIENTES.

• Excluir dados da tabela TabCLIENTES.

• Modificar as propriedades da tabela TabCLIENTES.

Modificar as propriedades da tabela TabANIMAIS.

Inserir dados na tabela TabANIMAIS.

Inserindo dados na tabela

Podemos inserir dados cm urna tabela de duas formas:

1. Pela folha de dados.

2. Por meio de formulários.

A forma de entrada de dados através de forrnulários será vista no Capí- tulo 3 deste livro.

Criando um banco de dados

ACCESS 2010 — 31

Por enquanto, utilizaremos a folha de dados para a inserção de dados na

tabela TabCLIENTES,

1. Abra a tabela TabCLIENTES.

2. lnclua o seguinte cliente na tabela:

ClCodigo

1

C1Nome

Sofia

ClNascimento

23/12/1985

ClEndereco

Rua Ana Costa 45

ClBairro

Sumaré

CICidade

Sao Paulo

C1UF

SP

C10EP

05656-000

CITelefone

7878-7878

CIEmail

o campo ClCodigo é tipo Numeração Autonuitica. Esse tipo de campo

não pode ser alterado pelo usuário. 0 pr6prio Access irá atribuir urn va- lor a ele. Esse valor sera inserido de forma sequencial para os próximos clientes. Clique no campo C1Nome e digite o nome do cliente. Observe que, assim que vocé inicia a digitaçâo do nome, o campo ClCodigo preenchido corn o valor correspondente.

TabcuENTE

ClCodigo

:1-

allome - CINascimen - ClEnd ereco - CIB

1 Sofia'

Para se posicionar no pr6ximo campo, basta pressionar a tecla Tab ou a tecla Enter ou as setas de direcdo ou clicar no campo.

3. Posicione-se no campo CINascimento. Observe que, por ser um campo tipo Data/Hot-a, é mostrado urn pequeno calenclario em seu lado direito. Podemos selecionar a data desejada nesse calendirio ou digitá-la diretamente no campo.

T "`" E

ClCodigo

"' \--LMMINNOMM

CINome

CINasclmen

1 Sofia

23/12/1985

4. Digite o restante dos dados para a cliente Sofia. Quando chegar ao ultimo campo, qualquer urna das teclas Tab, Enter ou setas de dire- cdo o levard para o próximo registro (entrada do pr6ximo cliente).

Cnando urn banco de dados

32– ACCESS 2010

~•~1~•~1~~~1.' CSCodigo •

Mame - e/MI.66>w ClEn~» • Clborm

CKXIade • clu,

CICEP • .2u~ .

Softa

23112/193, Rol Ana 1,il3 Surnaza

Slo Paulo

SP

OSOSo (030

7878.7871

5. Insira os seguintes clientes:

ClCodigo

2

ClCodigo

3

CINome

Celia

CINome

Mariana

CINascimento

05/08/1964

CINascimento 10/09/1989

ClEndereco

Rua Afonso Celso 456

ClEndereco

Rua Amaralina 106

ap. 89

ClBairro

Vila Mariana

ClBairro

Centro

CICidade

Sáo Paulo

CICidade

Sáo Paulo

CIUF

SP

CIUF

SP

 

_

CICEP

04567-900

C10EP

01234-098

aTelefone

5678-9098

CITelefone

2133-4545

ClEmail

celiaantonina@uol.combr

CIEmail