Você está na página 1de 1

NEUROPSICOSES DE DEFESA

Os problemas com as neuroses afastou de vez Freud da neurologia (193-1894). Tais


problemas enquadravam-se em dois grupos distintos, a saber, as neuroses atuais
(neurastenia e neuroses de angustia) e as psiconeuroses. At 1895, Freud no se sentiu
preparado para publicar nada sobre a neurastenia e a neurose de angustia. Quanto as
psiconeuroses, sentia-se apto a demarcar o campo sobre os quadros de histeria e de
obsesso.
Teoria da defesa:
Charcot e Breuer foram figuras extremamente importantes na vida de Freud. Juntamente
com Breuer, em 1893, Freud escreve o texto Comunicao Preliminar, onde descreve
o mecanismo psquico dos fenmenos histricos e menciona brevemente suas
concepes individuais sobre aquilo que no texto As neuropsicoses de defesa viria a
ser amplamente discutida e nomeada como Teoria da Defesa. Alguns termos que
endossam esta teoria, tais como defesa, converso e fuga para a psicose foram cunhados
neste momento. Comeam aqui a imergir a importncia do papel desempenhado pela
sexualidade na etiologia das neuroses e a aluso questo da natureza do inconsciente.

Teoria Fundamental da Catexia (investimento libidinal):


No mesmo texto, Freud comea a desenhar aquilo que chama de Teoria Fundamental do
Deslocamento. Aqui, Freud enuncia.