Você está na página 1de 70
Pierluigi Piazzi (Prof. Pier) Banyan ete a) EU POSSO SER AIS INTELIGENTE? Nene eee ney eee Tin Teec TEM enti era cosiderado anda, em alguns ambientes qu alam “pedagogies bem mis Influente do que 0 fator ambiental. Porém, devido acs avancos da neurociéncia, ficou demonstrado Ree eee eee ue tances m pouco de esforg. Neste vo dedicado aos estudants de todos os ives o prof Pir esi a Ree ee etc, Aprendendo Inteligéncia apresenta um panorama do que hé de errado nas escolas, bam como na nia com os alunos encaram os estudos,além de demonstra, de forma simples, que os eros ee ce ena emo por inervel qu area, estudando menos eaprendendo mast Copyright © Piri Paz, 2007 Copyright da etn © Kora Aleph, 2008 USTRAGOESDECAPA EMIOLO: Duna Odlon Nicolet ‘cosas comb (1) 47015479 cans PROJETO GRAFICO: FDITORAGAO: Guaviercom EDITOR: Adano Frome Pizzi Tels (55 1113743 3202 Fae (55 1113743 3263, weeraaleph comb naga oi -T I. Se indices para catilogo steric: |. toaigincia: Aprimrament : Piolo educaional 370.152 Sumario Nota a nova edigdo Introdugéo Parte 1 . A PROGRAMAGAO DO SEU CEREBRO Por que estudar? Quando estudar? Quanto estudar? Como estudar? Parte 2 ACELERANDO OS NEURONIOS Como se tornar mais inteligente Os cinco passos Um pouco de cibernética E agora uma provinha Agradecimentos Referéncias on 98838 7 125 133 137 139 Nota a nova edigao As edigdes anteriores deste modesto livrinho se esgota- ram com uma velacidade imprevista, obrigando-me a dedicar mais tempo a presente edicdo, em detrimento do cronogra- ma do volume 2 (Estimulando Inteligéncia, dedicado aos pais dos alunos) e do volume 3 (Ensinando Inteligéncia, dedicado 0s professores). Apesar de Aprendendo Inteligancia ter sido escrito ten- do em vista um leitor jovem, na fase estudantil, 0 livro tam- bém foi tido por uma grande quantidade de profissionais preocupados em tornar a escola brasileira um fator importan- te, sendo decisivo, na transformacao de nossa sociedade. Hé uma grande diferenca entre pessoas sérias que se de- dicam a pedagogia de forma eficaz e ética e pseudoprofissio- nais que s6 sabem exibir um “pedagogiqués” vazio, preocupa- dos apenas em manter um comodo e mediocre status quo. Muito me orgulha ter recebido o apoio dos profissionais sérios. E muito me reconforta ter ouvido, por parte deles, frases como “Professor, é exatamente assim que eu penso”, Pelo menos nao estou sozinho! A esses profissionais e aos pais, que tanto carinho tém demonstrado pelo meu trabalho, prometo acelerar os tem- pos para dar o acabamento necessério aos outros dois volu- mes desta “trilogia”, Por enquanto, meu MUITO OBRIGADO. Prof. Pier