Você está na página 1de 1

PROCEDIMENTO COMUM ORDINRIO

Gilmar Guedes correntista do Banco Brasileiro S.A. No ltimo dia


12, Gilmar teve a folha n 0047 de seu talo de cheques furtada. Logo que
percebeu o ocorrido noticiou ao banco o incidente e tambm prestou
comunicao a Polcia Civil do Estado de So Paulo, sendo lavrado o boletim
de ocorrncia n 456/15. Um ms aps, o Banco Brasileiro procedeu regular
desconto do cheque com assinatura falsificada, n o valor de R$ 3.000,00,
atitude que causou a Gilmar graves transtornos financeiros, j que sua
conta foi negativada e no teve meios para pagar seus credores. Tentou por
vrias vezes resolver o problema administrativamente, ao solicitar o estorno
da quantia o que foi negado pelo banco por no reconhecer falha no
procedimento. O nome de Gilmar foi lanado no SPC, e at a presente data
est impossibilitado de comprar a prazo.
Como advogado (a) de Gilmar, promova a competente Ao para
garantir o direito de seu cliente.
OBS.: Gilmar brasileiro, casado, auxiliar administrativo, residente
e domiciliado na Rua Duque de Caxias, n 366, Taubat SP. O nmero de
sua conta bancria 2456-7, agncia 0047, banco 031, agncia Roseira, na
cidade de Roseira onde presta servios.
O inqurito policial que apurou o furto concluiu que Jos Antnio da
Silva foi autor do delito.