Você está na página 1de 4

Aula de História: Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes.

REPRESENTAÇÕES EUROPEIAS DO NOVO MUNDO.

O NOVO MUNDO NOS RELATOS DE VIAGEM DOS NAVEGANTES, DESCOBRIDORES E CRONISTAS: MITOS E VISÕES.

Mapa-múndi de Ptolomeu (1482)

Mapa-múndi de Ptolomeu (1482)

13/06/2015

: MITOS E VISÕES . Mapa-múndi de Ptolomeu (1482) 13/06/2015 Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)
: MITOS E VISÕES . Mapa-múndi de Ptolomeu (1482) 13/06/2015 Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)
: MITOS E VISÕES . Mapa-múndi de Ptolomeu (1482) 13/06/2015 Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)
: MITOS E VISÕES . Mapa-múndi de Ptolomeu (1482) 13/06/2015 Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)
Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)

Mapa-múndi de Henricus Martellus Germanus (1489?)

Aula de História: Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes.

Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes. 13/06/2015 Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507
Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes. 13/06/2015 Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507

13/06/2015

Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes. 13/06/2015 Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507
Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507
Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507

Mapa Múndi – Martin Waldseemüller, 1507

Aula de História: Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes.

Typus Orbis Universalis - 1561 - Sebastian Munster
Typus Orbis Universalis - 1561 - Sebastian Munster

“Pardos, nus, sem cousa alguma que lhes cobrisse suas vergonhas. Traziam arcos nas mãos, e suas setas. A feição deles é serem pardos, um tanto

Os cabelos deles

são corredios.(

ou outra coisa de metal (

frescos e temperados (

avermelhados, de bons rostos e bons narizes, bem feitos

)

Até agora não podemos saber se há ouro ou prata nela,

)

)

Contudo a terra em si é de muitos bons ares, Em tal maneira é graciosa que, querendo a

aproveitar-se há nela tudo, por causa das águas que tem! [

melhor fruto que dela se pode tirar parece-me que será salvar esta gente. E esta deve ser a principal semente que Vossa Alteza em ela deve

lançar.(

Vossa Alteza tanto deseja, a saber, acrescentamento da nossa fé!”

“(

eles a nós, que seriam logo cristãos, porque eles não têm nem atendem a

nenhuma crença (

Por isso pareceu a todos que nenhuma idolatria nem adoração têm.

E eu bem creio que se Vossa Alteza aqui mandar quem mais devagar ande entre eles, que todos serão tornados ao desejo de Vossa Alteza. E, para isso, se alguém vier, não deixe de vir logo clérigo para os batizar, porque,

então, já terão mais conhecimento de nossa fé (

(Trecho extraído da Carta de Pero Vaz Caminha, 01 de maio de 1500)

]

Contudo, o

)

Quanto mais, disposição para se nela cumprir e fazer o que

)

Parece-me gente de tanta inocência que se a gente os entendesse e

)

)”

13/06/2015

Questão-problema: qual a visão que os europeus tinham do Novo Mundo no que se refere ao território e as populações que ali viviam?

"Por isso, quando a imagem desse Novo Mundo, que Deus me permitiu ver, se apresenta a meus olhos, quando revejo assim a bondade do ar, a abundância dos animais, a variedade das aves, a formosura das árvores e das plantas, a excelência das frutas em geral, as riquezas que embelezam essa terra do Brasil, logo me acode a exclamação do profeta do salmo 104: ‘Senhor Deus, como tuas obras diversas são maravilhosas em todo o universo! Como tudo fizeste com grande sabedoria! Em suma, a terra está cheia de tua magnificência’." (Trecho retirado do livro Viagem à Terra do Brasil, de Jean de Lèry, viajante francês que esteve na América portuguesa em 1557, na região do atual estado do Rio de Janeiro.)

“Devia de haver um protetor dos índios para os fazer castigar, quando houvesse mister, e defender dos agravos que lhes fizessem. Este deveria ser bem

assalariado, escolhido pelos padres e aprovado pelo governador (

hão de dar é defender-lhes de comer carne humana e guerrear sem licença do governador, fazer-lhes ter uma só mulher, vestirem-se, pois têm muito algodão, ao menos depois de cristãos, tirar-lhes os feiticeiros, mantê-los em justiça entre si e para com os cristãos; fazê-los viver quietos sem se mudarem para outra parte, se não for para entre cristãos, tendo terras repartidas que lhes bastem e com esses padres da Companhia para os doutrina“.

(O texto data de 1558 e foi escrito pelo padre Manuel da Nóbrega, jesuíta e missionário, que morou no Brasil de 1549 a 1570.)

)A

lei que eles

Aula de História: Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes.

Visões de Mundo, do "novo Mundo" e seus habitantes. Abate do prisioneiro – Theodore de Bry
Abate do prisioneiro – Theodore de Bry

Abate do prisioneiro – Theodore de Bry

13/06/2015