Você está na página 1de 4
PMESTOEIPICFA [wom 1 © 044. 4> Divisdo Técnico Pedagégica (DTP) _| Rubrica do aluno: curso: CHS 2014 | D8AINA: Abordagem Sociopsicolégica do crime SS vaee nedido de revisio de i INSTRUGOES: 1) A.avaliagdo sora realizada sem consulta 2) Nao sera permitido o empréstimo de materiais de quaisquer espécies, tais como lapis, borracha, caneta, livros e/ou apostiias. 3) E permitido ao APLICADOR trocar 0 aluno de carteira. 4) Proibido anotar as respostas das questées nas maos, borracha, papel ou qualquer outro lugar para posterior conferéncia. 8) A produgdio de texto, quando necessaria, requer 0 uso da modalidade escrita correta da lingua portuguesa. 6) Todas as respostas deverdo ser apresentadas a caneta azul ou preta. 7) As respostas deverdo ser fundamentadas de acordo com o referencial teérico estudado na disciplina. 8) A interpretacao das questdes faz parte da prova. Nao sera dado nenhum esclarecimento sobre @ meema. 9) Nas questées de miiltipla escolha, assinale com um “X" somente a afirmativa que atenda ao enunciado da questdo. 10) Nao 6 permitido rasura ou utilizagao de corretivo de qualquer natureza. © uso acarretara a0 aluno, a dos pontos relativos ao item da questo rasurada. 411) Nao sera permitida a substituicao de prova, a nao ser por falha de impressao. +42) Cabera ao aluno preencher a data do dia da prova no cabegalho. 13) Esta prova possui 11 questoes. estudado na disciplina, nas questoes 1 a 10, marque “V" para as para as falsas. ( valor: 0,3 cada; total: 3,0 pontos) I. VAY F (96 Nos titimos 50 anos, assiste-so a uma aceloragio de mudangas: novas formas de @ acumulagao dé capital © de concentracdo industrial e tecnolégica; mutagdes substantivas N08 Processos de producao. nas processes de trabalho, nas formas de rocrutamento, alocagao © distribuigao e utiizagao da forca de trabalho etc... Entretanto, estas mudangas ndo repercutem na atureza dos conflitos sociais e politicos e nem na miedalidade de sua resolugao 9 'V- VQ) F( ) Na atualidade, cada vez mais, o crime ‘organizado opera, vai-se impondo, impondo colonizando e cOnectando diferentes formas de criminalidade. Seus sintomas mais vi compreendem 0 emprego de violéncia excessiva mediante potentes armas de fogo, corrupga0 de agentes_do_poder piblico, acentuados desarranjos no tecido social desorganizago das formas convencionais de controle social V-_V(XK) F(_) 0 bairros que concentram as maiores taxas de homicidios, so também 0s bairros com a maior concentra¢ao populacional, crescimento demografico é congestionamento domiciliar. E menor a oferta de empregos, de leito hospitalar, de espagos e agencias de promogao de lazer. Vi- VOX) F (/ ) Em uma sociedade como a brasileira, na qual no se universalizou 0 modelo contratual de grganiza¢ao societdria, e no prevalece o reconhecimento do outro enquanto sujeito de direitos, no qual muitos se encontram a mercé de poucos, em que vige, acentuada assimetria no acesso aos recursos, bem como sua distribuigao, e a vida de muitos nao tem o mesmo valor ¢ significado da vida de alguns, somente pode ser instituida a “guerra de todos contra todos” como modo de funcionamento regular e normal. VII- VOX) F (_ ) O termo “esquadrao da morte”, surgiu na década de 1970, criado pela imprensa para designar o grupo de exterminio dirigido por um famoso delegado, na época no Rio de Janeiro. S40 instituic6es ilegais organizadas € que atuam como um negécio, onde a morte 6 a mercadoria. Sob pagamento, exectitam individuos ou bandos que ameagam interesses de comerciantes, empresarios ou pessoas dispostas a pagar. Vill-V(_) F (XK)/A aco dos grupos de exterminio demonstra, de um lado, que a impunidade sob a ago homicida no pais e, por outro lado, atualizam e expandem a cultura do medo, que se amplia toma conta do imagindrio do brasileiro comum. Trata-se de agdo de facgées criminosas, sem qualquer participagao direta ou indireta de agentes pblicos, por isso é muito dificil combate-la. ie vy) F(_ ) Ao mesmo tempo em que a violéncia parece ter se tornado banal, e até democratica na contemporangidade brasileira, a violéncia e o seu medo parecem funcionar como meio de expresso e estilo de vida, especialmente entre os jovens. Uma grande parte dos crimes cometidos io policia versus bandidos, tao alardeada pela imprensa. eH firs panera. for extn ie da; kn pareve ts han th sonianinsnis tll sh uty n these th ter ye sense Lan AiaseaisnashnalctuiiaaninnnetnispaitinnisthC amsmmutbigths caposl.tansenlerinis stnibaalia lirmslaypise, alle prasnas che yretomanes 6 he Loartctepebeobonkne mre prt nbleconr_chernice,esciillaatgty dealt. wir lastiin an