Você está na página 1de 2

OPERAÇÃO CARNAVAL

PRF REGISTRA REDUÇÃO DE ÍNDICES NAS RODOVIAS DO PARANÁ


Curitiba, 18 de fevereiro - No carnaval 2010 a Polícia Rodoviária Federal fiscalizou uma malha de
rodovias três vezes maior que em 2009 e ainda assim registrou uma redução em todos os índices
referentes ao atendimento de acidentes de trânsito. Nenhum acidente com morte foi registrado em
regiões populosas do Estado como Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu ou
relacionado com o deslocamento de turistas nas rodovias mais movimentadas do Estado, pelas quais
passaram mais de 400 mil veículos somente de sexta à quarta-feira de cinzas.

Dois terços dos acidentes com morte foram atendidos nas rodovias repassadas para a PRF a partir de
maio de 2009. Para comparação, a tabela a seguir leva em consideração o aumento do trecho
fiscalizado pela PRF, que passou de 1100 para 3500 quilômetros (extensão aproximada), e utiliza
como parâmetro o número de ocorrências atendidas para cada trecho de mil quilômetros de
circunscrição.

Variação
Carnaval Carnaval Ocorrências por 1000km Ocorrências por 1000km em 2010
Ocorrência 2009 2010 fiscalizados em 2009 fiscalizados em 2010 (%)
Acidentes
sem vítima 183 241 166.4 68.9 -58.6
Acidentes
com feridos 74 112 67.3 32.0 -52.4
Acidentes
com mortos 4 8 3.6 2.3 -37.1
Total de
acidentes 261 361 237.3 103.1 -56.5
Feridos 127 180 115.5 51.4 -55.5
Mortos 4 9 3.6 2.6 -29.3

Comparativo 2009/2010
(por trecho mil quilômetros fiscalizados)
Ocorrências por 1000km em 2009

Ocorrências por 1000km em 2010

Mortos 3.6
2.6

Feridos 115.5
51.4

Total de acidentes 237.3


103.1

Acidentes com mortos 3.6


2.3

Acidentes com feridos 67.3


32.0

Acidentes sem vítima 166.4


68.9

Novos telefones
Geral: 41 3535 1910
Comunicação Social: 41 3535 1930
Central de Informações Operacionais: 41 3535 1911
LEI SECA PEGOU NO CARNAVAL – ÍNDICE DE FLAGRANTES CAI DE 8% PARA MENOS DE 2%.

Durante os seis dias de operação a Polícia Rodoviária Federal aplicou 4.524 testes de embriaguez:
83 motoristas foram reprovados – destes, 43 excederam 0,3 miligramas de álcool por litro de ar
assoprado e foram presos em flagrante por crime de trânsito. Mesmo que em números absolutos o
número de reprovados e presos tenha sido maior que o registrado no Carnaval 2009 (naquele ano
foram 55 reprovados e 45 presos), em 2010 um motorista foi reprovado para cada 54 testes
realizados, em 2009, um em cada 12 testados havia bebido.

Para a Inspetora Maria Alice, Superintendente da PRF no Estado, a fiscalização e a divulgação das
ações contra a embriaguez ao volante está mudando o hábito dos motoristas: “a conscientização
sobre a irresponsabilidade e os riscos presentes em beber e dirigir só poderá ser conseguida através
do debate sobre o tema e da fiscalização, constante e rigorosa. Nas rodovias federais já conseguimos
reduzir em quatro vezes o índice de motoristas reprovados e a 20% o de presos. Porém, vamos
continuar levantando a bandeira contra a embriaguez ao volante para desestimular que motoristas
alcoolizados dirijam em nossas rodovias e coloquem em risco a segurança no trânsito”, afirma a
Inspetora.

A "Lei seca" no Carnaval


Em 2009, 695 motoristas foram testados. Em 2010 foram 4524.

motoristas motoristas Percentual Percentual Testes para


reprovados presos de de prisões flagar um
reprovação motorista
embriagado
(média)
2009 55 36 7.9 5.2 12.64
2010 83 43 1.8 1.0 54.51

Importante: Dados de regiões específicas do Estado podem ser solicitados através do e-mail ou telefone do Núcleo de
Comunicação Social.

Núcleo de Comunicação Social


Novos telefones
Geral: 41 3535 1910
Comunicação Social: 41 3535 1930
Central de Informações Operacionais: 41 3535 1911