Você está na página 1de 28
POR QUE (NAO) ENSINAR GRAMATICA NA ESCOLA ‘bavoe arenas De CATALOGAGLO NA PUBLCAGAO (OP) (CAMARA BRABILEIA DO LVRO, 6 BAAS) Parad) err gard acl So Posen — Cero. SP cnr ne a ee ne ssouasisrasee ‘Troms Gremien- Ei sain TA hn Tha pe cnog> nanan |. Candie: Pome: Esa omine 489807 coueploveruRs NO BRASL cara rece ie sires nga Wino Roe gta rc os 6" reimpressio 2000 rote repre det ca soma senor oo Ee SUMARIO APRESENTAGAO, gers PRIMEIRA PARTE INTRODUGAO . O PAPEL DA ESCOLA E ENSINAR LINGUA PADRi DAMOS AULAS DE QU NAO HA LINGUAS FACEIS OU DIFICEIS TODOS OS QUE FALAM SABEM FALAR NAO EXISTEM LINGUAS UNIFORMES NAO EXISTEM LINGUAS IMUTAVEIS FALAMOS MAIS CORRETAMENTE DO QUE PENSAMOS .. LINGUA NAO SE ENSINA, APRENDE-SE . SABEMOS O QUE OS ALUNOS AINDA NAO SABEM? «2.0.0 cee AD [ENSINAR LINGUA OU ENSINAR GRAMATICA? ...... 53 SEGUNDA PARTE i INTRODUCAO . CONCEITOS DE GRAMATICA 2 GRAMATICAS NORMATIVAS. os GRAMATICAS DESCRITIVAS.......... 65 GRAMATICAS INTERNALIZADAS. we ans : a APRESENTAGAO. LINGUA " 4 ERRO. i oo awe ESBOGO PRATICO 7 ae oa al Este livro tem basicamente duas origens. ambas um pouco antigas, e sua estrutura as reflete ainda, Ele vern de dois textos menores que, por sua vez, resultaram de pequenos desafios propostos a mim por outros pesquisadores. Os dois desafios tém mais ou menos a mesma data, ov, € 0 que importa, a mesma datagio intelectual e ideol6gica. Néo hd, entre ume outro, mudanga de posigio de minha parte, no que se refere 20s temas em questo. Alids, minha posigio em relagio a esses temas é mais ou menos a mesma hi quinze anos, e €exatamente por isso que decidi transformar aqueles dois textos em livro. ‘Acho que foi em 1982. N ito de Estudos da Linguagem da Unicamp, como decorréncia da criagio docurso de Letras, isto €, do ingresso de alunos que seriam por hipstese professores de Portugués nas escolas de primeiro e/ou segundo entio sé funcionava no Departamento que deu conn en