Você está na página 1de 1

Religio faz mal?

Marx escreveu que a religio o pio do povo, Jos Saramago disse que a Igreja
reacionria deveria ser combatida com a inteligncia viva e Stephem Hawking afirmou
que no precisamos de Deus para explicar a origem do universo. Qual a razo de
tanto dio? Por que nos meios acadmicos a f vista como sinnimo de atraso,
obscurantismo, contrria a razo e ao progresso, intolerante, responsvel pelas
guerras e por isto to ridicularizada por professores inspirados em autores e ideologias
materialistas e ateias?
A resposta est no orgulho humano, que reconhecendo a razo como nico critrio de
verdade no se dobra as verdades reveladas, sobrenaturais, comprovadas por
critrios histricos, filosficos, psicolgicos e pelas prticas sociais solidrias
inspiradas nos Evangelhos. Fazem do cientificismo, da crena no progresso, do
consenso social, das convenes sociais as normas de convivncia na sociedade e o
caminho para a felicidade, desprezando Deus e a moral crist ocidental.
Como escreveu o historiador Christopher Dawson, a religio o elemento cultural
que serviu de fundamento para a solidariedade no convvio social, devendo ser
considerada sob o vis positivo, como responsvel pela construo do progresso,
criadora da identidade cultural de uma civilizao, de todas as suas bases materiais e
intelectuais. A religio como o seio no qual tem origem os germes da civilizao
humana, afirmou o socilogo Durkheim. Thomas E. Woods, PhD em Harvard, no
livro Como a Igreja Catlica Construiu a Civilizao Ocidental escreveu: Foi esta
civilizao moderna, gerada no bojo do Cristianismo que nos deu o milagre das
cincias modernas, a saudvel economia de livre mercado, a segurana das leis, a
caridade como virtude, o esplendor da arte e da msica, uma filosofia assentada na
Razo, a agricultura, a arquitetura, as universidades, as Catedrais e muitos outros
dons que nos fazem reconhecer em nossa civilizao a mais bela e poderosa
civilizao da Histria.