Você está na página 1de 3

ESCOLA ESTADUAL JOO RGIS VALENTE

DISCIPLINA DE HISTRIA
7 SRIE TURMA B
PROF. FRANCISCO

TEOCENTRISMO

Mayan Abreu de Jesus

So Domingos - GO, 28 de Abril de 2015.

Teocentrismo
Teocentrismo a concepo segundo a qual Deus o centro do
universo, que tudo foi criado por ele, por ele dirigido e no h outra
razo alm do desejo divino sobre a vontade humana. Teocentrismo
oposto ao Antropocentrismo, Biocentrismo e ao Humanismo. Esse
pensamento teria dominado a idade mdia, com a opresso do
pensamento, limitando o homem a creditar em uma nica verdade,
sendo depois sucedido pelo pensamento moderno antropocntrico.
Cumpre ressaltar que o que temos ainda hoje visto como
Teocentrismo uma perspectiva pautada sob o Teocentrismo poltico.
Dentro deste aspecto, o Teocentrismo assume uma forma de
manipular a sociedade. Qualquer manifestao com este carter
teocntrico ganha a aura de viso religiosa extremista ou
sentimentalista. Porm, o mesmo conceito Teocentrismo encontrado
nas escrituras vdicas como posio primordial do relacionamento do
Ser (individual) com o Ser Supremo. O termo sanatana-dharma
designa esta mesma ideia, mas sem o peso de um rei, lder poltico ou
religioso.
Sanatana-dharma, ou Teocentrismo, como apresentado dentro do
contexto dos Vedas, significa a posio original e nica da Divindade
Suprema Absoluta, livre de qualquer interferncia do Homem.
Enquanto que no conceito teocntrico ocidental temos um deus
estabelecido pelo Homem no centro da vida. Deus inerentemente j
faz parte do centro da Vida independente da cultura ou poltica.
Entre as idades Mdia e Moderna, a Igreja estipulou a clara
perseguio contra aqueles que representavam uma ameaa
hegemonia do cristianismo catlico. Para cumprir tal misso, criou o
Tribunal da Santa Inquisio, que investigava os possveis suspeitos
do crime de heresia. Boa parte dos mtodos de punio j existia
desde a Antiguidade, mas os carrascos medievais tambm
desenvolveram novas formas de tormento, incorporando os avanos
tecnolgicos da poca, como os recm-surgidos dispositivos de
relojoaria. A prtica da tortura era comum, pois a confisso era

considerada a mais importante prova nos tribunais, assim ela


precisava ser extrada a qualquer custo.