P. 1
NBR 5413 - 1992 - Iluminação de Interiores

NBR 5413 - 1992 - Iluminação de Interiores

5.0

|Views: 41.413|Likes:
Publicado porsolracdias1

More info:

Published by: solracdias1 on Mar 01, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/17/2014

pdf

text

original

Copyright © 1992

,
ABNT–Associação Brasileira de
Normas Técnicas
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil
Todos os direitos reservados
ABNT-Associação
Brasileira de
Normas Técnicas
ABR 1992
Iluminância de interiores
NBR 5413
Palavra-chave: Iluminância 13 páginas
1 Objetivo
Esta Norma estabelece os valores de iluminâncias mé-
dias mínimas em serviço para iluminação artificial em
interiores, onde se realizem atividades de comércio,
indústria, ensino, esporte e outras.
2 Documentos complementares
Na aplicação desta Norma é necessário consultar:
NBR 5382 - Verificação da iluminância de interiores -
Método de ensaio
NBR 5461 - Iluminação - Terminologia
3 Definições
Os termos técnicos utilizados nesta Norma estão defini-
dos em 3.1 e 3.2 e na NBR 5461.
3.1 Iluminância
Limite da razão do fluxo luminoso recebido pela superfície
em torno de um ponto considerado, para a área da
superfície quando esta tende para o zero.
Nota: A iluminância em serviço é determinada segundo a
NBR 5382.
3.2 Campo de trabalho
Região onde, para qualquer superfície nela situada, exi-
gem-se condições de iluminância apropriadas ao traba-
lho visual a ser realizado.
4 Condições gerais
4.1 A iluminância deve ser medida no campo de trabalho.
Quando este não for definido, entende-se como tal o nível
referente a um plano horizontal a 0,75 m do piso.
4.2 No caso de ser necessário elevar a iluminância em
limitado campo de trabalho, pode-se usar iluminação
suplementar.
4.3 A iluminância no restante do ambiente não deve ser
inferior a 1/10 da adotada para o campo de trabalho,
mesmo que haja recomendação para valor menor.
4.4 Recomenda-se que a iluminância em qualquer ponto
do campo de trabalho não seja inferior a 70% da ilumi-
nância média determinada segundo a NBR 5382.
5 Tabelas de iluminâncias
5.1 Iluminâncias por classe de tarefas visuais
Ver Tabela 1.
Procedimento
Origem: Projeto 03:340.02-001/1990
CB-03 - Comitê Brasileiro de Eletricidade
CE-03:340.02 - Comissão de Estudo de Iluminação Interna
NBR 5413 - Interior lighting - Specification
Descriptor: Lighting
Esta Norma substitui a NBR 5413/1982
Incorpora Errata de JUL 1991
Reimpressão da NB-57, de MAIO 1991
Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (21) 210-3122
Fax: (21) 220-1762/220-6436
Endereço Telegráfico:
www.abnt.org.br
Cópia não autorizada
2 NBR 5413/1992
5.2.2 O procedimento é o seguinte:
a) analisar cada característica para determinar o seu
peso (-1, 0 ou +1);
b) somar os três valores encontrados, algebricamente,
considerando o sinal;
c) usar a iluminância inferior do grupo, quando o valor
total for igual a -2 ou -3; a iluminância superior,
quando a soma for +2 ou +3; e a iluminância média,
nos outros casos.
5.2.3 A maioria das tarefas visuais apresenta pelo menos
média precisão.
5.2 Seleção de iluminância
Para determinação da iluminância conveniente é reco-
mendável considerar os procedimentos de 5.2.1 a 5.2.4.
5.2.1 Da Tabela 1 constam os valores de iluminâncias por
classe de tarefas visuais. O uso adequado de iluminância
específica é determinado por três fatores, de acordo com
a Tabela 2.
Nota: As classes, bem como os tipos de atividade não são rígidos quanto às iluminâncias limites recomendadas, ficando a critério do
projetista avançar ou não nos valores das classes/tipos de atividade adjacentes,dependendo das características do local/tarefa.
Classe Iluminância Tipo de atividade
(lux)
A 20 - 30 - 50 Áreas públicas com arredores escuros
Iluminação geral para áreas 50 - 75 - 100 Orientação simples para permanência curta
usadas interruptamente ou Recintos não usados para trabalho contínuo;
Tarefas com requisitos visuais limitados,
trabalho bruto de maquinaria, auditórios
B Tarefas com requisitos visuais normais, trabalho
médio de maquinaria, escritórios
Tarefas com requisitos especiais, gravação
manual, inspeção, indústria de roupas.
C Tarefas visuais exatas e prolongadas, eletrônica
de tamanho pequeno
Tarefas visuais muito exatas, montagem de
microeletrônica
10000 - 15000 - 20000 Tarefas visuais muito especiais, cirurgia
5000 - 7500 - 10000
2000 - 3000 - 5000
1000 - 1500 - 2000
500 - 750 - 1000
200 - 300 - 500
100 - 150 - 200
depósitos
Iluminação adicional
para tarefas visuais
difíceis
Iluminação geral
para área de trabalho
com tarefas visuais simples
Tabela 1 - Iluminâncias por classe de tarefas visuais
Tabela 2 - Fatores determinantes da iluminância adequada
Características da tarefa Peso
-1 0 +1
Idade Inferior a 40 anos 40 a 55 anos Superior a 55 anos
Velocidade e precisão Sem importância Importante Crítica
Refletância do fundo Superior a 70% 30 a 70% Inferior a 30%
da tarefa
e do observador
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 3
5.2.4 Em 5.3, para cada tipo de local ou atividade, três
iluminâncias são indicadas, sendo a seleção do valor reco-
mendado feita da seguinte maneira:
5.2.4.1 Das três iluminâncias, considerar o valor do meio,
devendo este ser utilizado em todos os casos.
5.2.4.2 O valor mais alto, das três iluminâncias, deve ser
utilizado quando:
a) a tarefa se apresenta com refletâncias e contrastes
bastante baixos;
b) erros são de difícil correção;
c) o trabalho visual é crítico;
d) alta produtividade ou precisão são de grande im-
portância;
e) a capacidade visual do observador está abaixo da
média.
Nota: Como exemplo de precisão, pode-se mencionar a leitura
simples de um jornal versus a leitura de uma receita
médica, sendo a primeira sem importância e a segunda
crítica.
5.2.4.3 O valor mais baixo, das três iluminâncias, pode ser
usado quando:
a) refletâncias ou contrastes são relativamente altos;
b) a velocidade e/ou precisão não são importantes;
c) a tarefa é executada ocasionalmente.
5.3 Iluminâncias em lux, por tipo de atividade (valores
médios em serviço)
5.3.1 Acondicionamento
- engradamento, encaixotamento
e empacotamento ..................... 100 - 150 - 200
5.3.2 Auditórios e anfiteatros
- tribuna ...................................... 300 - 500 - 750
- platéia ....................................... 100 - 150 - 200
- sala de espera ........................... 100 - 150 - 200
- bilheterias.................................. 300 - 150 - 750
5.3.3 Bancos
- atendimento ao público ............. 300 - 500 - 750
- máquinas de contabilidade ........ 300 - 500 - 750
- estatística e contabilidade ......... 300 - 500 - 750
- salas de datilógrafas .................. 300 - 500 - 750
- salas de gerentes ...................... 300 - 500 - 750
- salas de recepção ..................... 100 - 150 - 200
- salas de conferências ................ 150 - 200 - 300
- guichês ..................................... 300 - 500 - 750
- arquivos (incluindo acomoda-
ções para trabalhos de menor
importância) .............................. 200 - 300 - 500
- arquivos .................................... 200 - 300 - 500
- saguão...................................... 100 - 150 - 200
- cantinas .................................... 100 - 150 - 200
5.3.4 Barbearias
- geral ......................................... 150 - 200 - 300
5.3.5 Bibliotecas
- sala de leitura............................ 300 - 500 - 750
- recinto das estantes .................. 200 - 300 - 500
- fichário...................................... 200 - 300 - 500
5.3.6 Centrais elétricas
- equipamento de ar condicio-
nado, instalação de ventila-
ção, condensadores de cin-
za, instalação ventiladora
para fuligem e cinza .................. 100 - 150 - 200
- ferramentas acessórias, como
baterias acumuladoras, tubu-
lações alimentadoras de cal-
deiras, compressores e jogos
de instrumentos afins ................ 100 - 150 - 200
- plataformas de caldeiras ........... 100 - 150 - 200
- alimentação de combustível ...... 100 - 150 - 200
- transportadores de carvão,
trituradores e instalação pa-
ra pó de carvão ........................ 100 - 150 -200
- embasamento da turbina........... 100 - 150 - 200
- sala da turbina .......................... 100 - 150 - 200
- instalações de hidrogênio e CO . 100 - 150 - 200
- salas para amolecimento de
água..............................................100 - 150 - 200
- laboratório químico ................... 300 - 500 - 750
- salas de controle (quadro dis-
tribuidor) e salas grandes de
controle centralizado ................ 300 - 500 - 750
- salas pequenas de controle sim-
ples .......................................... 200 - 300 - 500
Cópia não autorizada
4 NBR 5413/1992
- parte posterior dos quadros de
distribuição (vertical) ................ 100 - 150 - 200
- salas de centros telefônicos
automáticos............................. 100 - 150 - 200
5.3.7 Cervejarias
- câmara de fermentação............ 100 - 150 - 200
- fervura e lavagem de barris ...... 150 - 200 - 300
- enchimento (garrafas, latas,
barris) ...................................... 150 - 200 - 300
5.3.8 Cinemas e teatros
- sala de espetáculos:
. durante o espetáculo
(luz de guia) ............................... 1
. durante o intervalo ................. 30 - 50 - 75
- sala de espera, “foyer” ............. 100 - 100 - 200
- bilheterias ................................ 300 - 500 - 750
5.3.9 Consultórios médicos (ver 5.3.28)
5.3.10 Corredores e escadas
- geral ........................................ 75 - 100 - 150
5.3.11 Correios e telégrafos (ver 5.3.3)
5.3.12 Encadernação de livros
- dobragem, montagem, cola-
gem, etc. ................................. 200 - 300 - 500
- corte, perfuração e costura ...... 200 - 300 - 500
- gravação e inspeção ................ 750 - 1000 - 1500
5.3.13 Escolas
- salas de aulas .......................... 200 - 300 - 500
- quadros negros ........................ 300 - 500 - 750
- salas de trabalhos manuais ...... 200 - 300 - 500
- laboratórios
. geral ....................................... 150 - 200 - 300
. local ....................................... 300 - 500 - 750
- anfiteatros e auditórios:
. platéia .................................... 150 - 200 - 300
. tribuna.................................... 300 - 500 - 750
- sala de desenho ...................... 300 - 500 - 750
- sala de reuniões ...................... 150 - 200 - 300
- salas de educação física .......... 100 - 150 - 200
- costuras e atividades seme-
lhantes .................................... 300 - 500 - 750
- artes culinárias ........................ 150 - 200 - 300
5.3.14 Escritórios
- escritórios de:
. registros, cartografia, etc. ...... 750 - 1000 - 1500
. desenho, engenharia mecâni-
ca e arquitetura .................... 750 - 1000 -1500
. desenho decorativo e esboço .. 300 - 500 - 750
5.3.15 Esportes (salão para)
- bilhares:
. geral ...................................... 100 - 150 - 200
. mesas .................................... 300 - 500 - 750
- bocha ...................................... 150 - 200 - 300
- boliche:
. local de arremesso e pista ...... 150 - 200 - 300
. local dos pinos ....................... 300 - 500 - 750
- bola ao cesto e voleibol:
. local de jogos ......................... 150 - 200 - 300
. locais recreativos e de treina-
mento ................................... 100 - 150 - 200
- esgrima ................................... 300 - 500 - 750
- frontão..................................... 300 - 500 - 750
- ginástica .................................. 150 - 200 - 300
- hóquei:
. locais grandes .......................... 300 - 500 - 750
. locais recreativos e de treina-
mento ..................................... 150 - 200 - 300
- futebol de salão:
. quadra ................................... 150 - 200 - 300
. locais recreativos e de treina-
mento ................................... 100 - 150 - 200
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 5
- tamborete:
. quadra .................................... 150 - 200 - 300
. locais recreativos e de treina-
mento .................................... 100 - 150 - 200
- piscina (iluminação geral) .......... 100 - 150 - 200
- patinação:
. corridas .................................. 150 - 200 - 300
. recreação ............................... 100 - 150 - 200
- pugilismo e luta livre:
. ringue ..................................... 750 - 1000 - 1500
. locais recreativos e de treina-
mento .................................... 150 - 200 - 300
- tênis:
. quadra de jogos ...................... 300 - 500 - 750
. locais recreativos e de treina-
mento .................................... 150 - 200 - 300
5.3.16 Estações ferroviárias e rodoviárias
- sala de espera .......................... 100 - 150 - 200
- escritórios e guichês ................. 300 - 500 - 750
- sala de refeições ...................... 100 - 150 - 200
- depósitos de bagagens ............ 150 - 200 - 300
- plataformas .............................. 100 - 150 - 200
- lavatórios ................................. 100 - 150 - 200
5.3.17 Estações de tratamento de águas e esgotos
- operações químicas (laboratórios):
. geral ....................................... 150 - 200 - 300
. mesa de trabalho .................... 300 - 500 - 750
5.3.18 Estaleiros
- salão de montagem ................. 150 - 200 - 300
- modelagem .............................. 300 - 300 - 750
- oficina de solda ........................ 150 - 200 - 300
- rampa de lançamento:
. guindastes .............................. 100 - 150 - 200
. zonas de trabalho ................... 150 - 200 - 300
. zonas de transporte ................ 100 - 150 - 200
5.3.19 Fabricação manual de tapetes ou similares
- geral ........................................ 300 - 500 - 750
5.3.20 Farmácias e drogarias (ver 5.3.28)
5.3.21 Fundições
- área de carregamento e enchi-
mento ...................................... 100 - 150 - 200
- fabricação de moldes e ma-
chos (trabalho fino) .................. 300 - 500 - 750
- fabricação de moldes e ma-
chos (trabalho grosseiro) .......... 150 - 150 - 300
- moldagem grosseira ................. 150 - 200 - 300
- fundição e classificação de pe-
ças fundidas ............................ 200 - 300 - 500
- limpeza e acabamento ............. 150 - 200 - 300
- inspeção (material de precisão) ... 750 - 1000 - 1500
- inspeção (material grosseiro) .... 300 - 500 - 750
5.3.22 Funilaria
- bancada, prensa, tesoura, es-
tampagem, máquinas para for-
mar cilindros a frio, máquinas
perfuradoras ............................ 200 - 300 - 500
- inspeção de chapas de metal
estanhado e galvanizado, ris-
cagem de desenhos em cha-
pas de metal ............................ 750 - 1000 - 1500
5.3.23 Gabinetes dentários (ver 5.3.28)
5.3.24 Galerias de artes (ver 5.3.58 e 5.3.61)
5.3.25 Galvanoplastia e operações similares
- banho ...................................... 100 - 150 - 200
- polimento................................. 150 - 200 - 300
5.3.26 Garagens
- oficinas .................................... 150 - 150 - 300
- bancadas ................................. 300 - 300 - 750
- áreas de lubrificação ................ 100 - 100 - 200
- poços de lubrificação ............... 150 - 200 - 300
Cópia não autorizada
6 NBR 5413/1992
- lavagem ................................... 150 - 200 - 300
- estacionamento interno ............ 100 - 150 - 200
- loja .......................................... 300 - 500 - 750
5.3.27 Hangares (ver 5.3.34)
- consertos e manutenção .......... 300 - 500 - 750
- revisão de motores................... 300 - 500 - 750
5.3.28 Hospitais
- sala dos médicos ou enfermeiras:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. mesa de trabalho .................... 300 - 500 - 750
- quarto de preparação............... 150 - 200 - 300
- arquivo .................................... 100 - 150 - 200
- farmácia:
. geral ....................................... 150 - 150 - 300
. mesa de trabalho .................... 300 - 500 - 750
- trabalho com radioisótopos:
. laboratório radioquímico ......... 300 - 300 - 750
. salão de medidas ................... 150 - 200 - 300
. mesa de trabalho .................... 300 - 500 - 750
- otorrinolaringologia:
. sala de exame ........................ 300 - 300 - 750
- autópsias:
. geral ....................................... 300 - 500 - 750
. depósitos de cadáveres .......... 100 - 150 - 200
- terapia:
. física ...................................... 150 - 200 - 300
. aplicada ................................. 150 - 200 - 300
- lavabos .................................... 100 - 150 - 200
- raio-X:
. radiografias, fluoroscopia e
câmara ................................... 100 - 150 - 200
. radioterapia profunda e
superficial ............................... 100 - 150 - 200
. exames de provas .................. 150 - 200 - 300
. arquivos de filmes revelados ... 150 - 200 - 300
. estocagem de filmes sem
revelações ............................. 100 - 150 - 200
- dispensário:
. geral ...................................... 100 - 150 - 200
. mesa...................................... 300 - 500 - 750
. depósito de remédios ............. 100 - 150 - 300
- banheiros:
. geral ...................................... 100 - 150 - 200
. espelhos (iluminação suple-
mentar) .................................. 200 - 200 - 500
- biblioteca................................. 300 - 500 - 750
- pronto-socorro:
. geral ...................................... 300 - 500 - 750
- corredores e escadas .............. 75 - 100 - 150
- escritórios (ver 5.3.14)
- cozinhas .................................. 150 - 150 - 300
- laboratórios de análises:
. sala de pesquisa .................... 150 - 200 - 300
. mesa de trabalho ................... 300 - 500 - 750
- salas de diagnósticos e terapêuticas:
. geral ...................................... 150 - 200 - 300
. mesa de diagnóstico .............. 300 - 500 - 750
- departamento cirúrgico:
. sala de operação (iluminação
geral) ..................................... 300 - 500 - 750
. sala de esterilização ............... 300 - 500 - 750
- departamento dentário:
. sala de dentista (iluminação
geral) ..................................... 150 - 200 - 300
- lavatórios ................................. 100 - 150 - 200
- departamento de maternidade:
. sala de partos (iluminação
geral) ..................................... 150 - 200 - 300
. berçário ................................. 75 - 100 - 150
. sala de atendimento ao
berçário................................. 150 - 200 - 300
- lavanderia (ver 5.3.55)
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 7
- quartos particulares para pacientes:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. cama ...................................... 150 - 150 - 300
5.3.29 Hotéis e restaurantes
- banheiros ................................. 100 - 150 - 200
- espelhos (iluminação suplemen-
tar) ........................................... 200 - 300 - 500
- corredores e escadas ............... 75 - 100 - 150
- lavanderia: (ver 5.3.55)
- sala de leitura:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. mesa ...................................... 200 - 300 - 500
- cozinha:
. geral ....................................... 150 - 200 - 300
. local ....................................... 300 - 500 - 750
- quartos:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. cama (iluminação suplemen-
tar) ......................................... 150 - 200 - 300
. escrivaninha............................ 200 - 300 - 500
. penteadeiras ........................... 200 - 300 - 500
- salão de reuniões:
. salão de conferências ............. 100 - 150 - 200
. tablados ................................. 300 - 150 - 750
- exposições e demonstrações ... 200 - 300 - 500
- sala de reuniões de hóspedes... 100 - 150 - 200
- restaurantes ............................. 100 - 150 - 200
- lanchonetes.............................. 150 - 200 - 300
- auto-serviço ............................. 150 - 200 - 300
- portaria e recepção .................. 150 - 200 - 300
- centro telefônico....................... 150 - 200 - 300
5.3.30 Igrejas e templos
- nave, entrada, auditórios, sem
ofício ....................................... 30 - 50 - 75
- nave, entrada, auditórios, com
ofício ....................................... 100 - 150 - 200
- púlpito, com ofício.................... 200 - 300 - 500
5.3.31 Indústrias alimentícias
- seleção de refugos ................... 150 - 200 - 300
- limpeza e lavagem.................... 150 - 200 - 300
- classificação pela cor (sala de
cortes) ..................................... 750 - 1000 - 1500
- cortes e remoção de caroços
e sementes .............................. 150 - 200 - 300
- enlatamento:
. mecânico (correia
transportadora) ...................... 150 - 200 - 300
. manual ................................... 200 - 300 - 500
. inspeção de latas cheias
(amostras para ensaios) ......... 750 - 1000 - 1500
- trabalho com latas:
. inspeção ................................ 750 - 1000 - 1500
. selagem das latas ................... 150 - 200 - 300
. arranjo de latas e acondiciona-
mento em caixas de papelão.. 100 - 150 - 200
5.3.32 Indústria de artigos de ourivesaria e joalheria
- geral ........................................ 750 - 1000 - 1500
- local ......................................... 1500 - 2000 - 3000
5.3.33 Indústria de automóveis
- construção de carrocerias e
chassis, montagem das par-
tes componentes ..................... 200 - 300 - 500
- linha de montagem dos
chassis .................................... 300 - 500 - 750
- montagem de carrocerias ......... 200 - 300 - 500
- acabamento e inspeção ........... 750 - 1000 - 1500
5.3.34 Indústrias de aviões
- fabricação:
. perfuração, rebitagem e
pivotagem ............................. 200 - 200 - 500
. cabines de pulverização ......... 300 - 500 - 750
. riscagem de chapas de alu-
mínio, fabricação de gaba-
ritos ou modelos de braça-
deiras, parte da fuselagem,
peças das asas, etc. .............. 300 - 500 - 750
Cópia não autorizada
8 NBR 5413/1992
- solda:
. iluminação geral ..................... 150 - 200 - 300
. iluminação suplementar
sobre o trabalho .................. 1500 - 2000 - 3000
- montagem:
. trem de aterrissagem, monta-
gens, peças das asas, casco
de fuselagem e outras peças
grandes ................................. 300 - 500 - 750
- montagem final:
. colocação dos motores,
peças das asas, trem de
aterrissagem, etc ................... 300 - 500 - 750
. inspeção da fuselagem
completa e equipamentos ...... 300 - 500 - 750
. consertos das máquinas-
ferramenta ............................. 300 - 500 - 750
5.3.35 Indústrias de borrachas
- processamento de maté-
rias-primas:
. trituração, vulcanização .......... 100 - 150 - 200
. calandragem .......................... 150 - 200 - 300
- outras operações:
. máquinas para pneumáticos
de veículos, mangueiras de
borracha, moldagem por
compressão, moldagem por
extrusão, refinação ................ 150 - 200 - 300
- inspeção final ......................... 750 - 1000 - 1500
5.3.36 Indústrias de calçados
- couros:
. riscagem de modelos, cortes,
costuras, formação de pares
e classificação ..................... 750 - 1000 - 1500
. pregação com tachas, colo-
cação de solas, pregueação,
colocação nas fôrmas, colo-
cação de vira, enrijecimento,
limpeza, tingimento e poli-
mento .................................. 750 - 1000 - 1500
- borracha:
. lavagem, tratamento de com-
posto de borracha, confecção
de lençóis de borracha........... 100 - 150 - 200
. envernizamento, vulcanização,
calandragem, corte da parte
superior e solas ..................... 150 - 200 - 300
. rolamentos de solas, colagem
do revestimento interno, mon-
tagem e acabamento ............. 300 - 500 - 750
5.3.37 Indústrias de cerâmicas
- trituração, filtragem e prensa,
secagem ................................. 100 - 150 - 200
- moldagem, acabamentos e
limpeza ................................... 100 - 150 - 200
- coloração e vitrificação
(grosseira) ............................... 300 - 500 - 750
- coloração e vitrificação
(delicada) ............................... 750 - 1000 - 1500
- decoração manual .................. 750 - 1000 - 1500
5.3.38 Indústrias de chapéus
- tingimento, impermeabilização,
limpeza e refinação ................. 300 - 500 - 750
- formação, dimensionamento,
perfuração, confecção de
aba, acabamento e passa-
gem a ferro........................... 750 - 1000 - 1500
- costuras e guarnecimento .... 1500 - 2000 - 3000
5.3.39 Indústrias de cimentos
- moagem, fornos ...................... 100 - 150 - 200
- ensacamento ........................... 100 - 150 - 200
- escalas, painéis e instrumentos .. 300 - 500 - 750
5.3.40 Indústrias de confeitos
- seção de chocolates:
. quebra, seleção, extração de
gordura, alisamento e purifi-
cação, transporte .................. 150 - 200 - 300
- fabricação de balas ................. 300 - 500 - 750
- recheios:
. mistura, fervura, amassamento . 150 - 200 - 300
. decoração manual .................. 300 - 500 - 750
- confeitos consistentes:
. mistura, fervura, amassa-
mento ................................... 150 - 200 - 300
. corte, classificação e
acondicionamento ................. 300 - 500 - 750
5.3.41 Indústrias de conservas de carnes
- abate de gado ......................... 100 - 150 - 200
- limpeza e corte ........................ 300 - 500 - 750
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 9
- cozimento, moagem, enlata-
mento e acondicionamento ...... 150 - 200 - 300
5.3.42 Indústrias de couros
- tanques .................................... 100 - 150 - 200
- limpeza, curtimento, estriagem,
tingimento................................ 100 - 150 - 200
- divisão, descarnamento e
preparação .............................. 150 - 200 - 300
- acabamento e inspeção............ 300 - 500 - 750
5.3.43 Indústrias de fumos
- secagem, rasgamento, corte e
mistura .................................... 150 - 200 - 300
- preparação de melados,
essências e goma .................... 150 - 200 - 300
- inspeção e classificação ........ 750 - 1000 - 1500
- máquinas para cigarros,
charutos e filtros ...................... 300 - 500 - 750
- encarteiramento e empaco-
tamento ................................... 300 - 500 - 750
5.3.44 Indústrias de gelo
- geral ......................................... 150 - 200 - 300
5.3.45 Indústrias de gravação de desenhos e dizeres
- geral ...................................... 1500 - 2000 - 3000
5.3.46 Indústrias de luvas
- cortes, prensagem,
perfuração ............................ 750 - 1000 - 1500
- confecção de malhas,
classificação ............................ 300 - 500 - 750
- costuras, guarnecimento,
inspeção .............................. 1500 - 2000 - 3000
5.3.47 Indústrias de materiais elétricos e telecomunicações
- impregnação ............................ 150 - 200 - 300
- isolação ................................... 300 - 500 - 750
- enrolamento, bobinagem .......... 300 - 500 - 750
- ensaios, inspeção ..................... 300 - 500 - 750
- trabalhos mecânicos e de montagem (ver 5.3.33)
5.3.48 Indústrias metalúrgicas
- usinagem grosseira e trabalhos
de ajustador ............................. 150 - 200 - 300
- usinagem média e trabalhos de
aj ustador , t rabalhos grosseir os
de plainas, tornos e polimento .... 300 - 500 - 750
- usinagem de precisão de
trabalhos de ajustador,
máquinas de precisão
automática, plainamento,
tornos de precisão e po-
limento de alta qualidade ...... 750 - 1000 - 1500
- usinagem de alta precisão e
trabalhos de ajustador ......... 1500 - 2000 - 3000
5.3.49 Indústrias de papéis
- abertura e trituração, calan-
dragem.................................... 150 - 200 - 300
- máquinas de papel, cortes,
usinagem e refinação ............... 150 - 200 - 300
- máquinas de papel - lado
úmido ...................................... 150 - 200 - 300
- máquinas de papel - lado
seco, inspeção, laboratório ...... 300 - 500 - 750
5.3.50 Indústrias químicas
- fornos de operação manual,
secadores estacionários, cal-
deiras e tanques de cristaliza-
ção .......................................... 150 - 200 - 300
- fornos mecânicos e tanques
de cristalização, vasos de e-
vaporação, filtragem, alveja-
mento ...................................... 150 - 200 - 300
- caldeiras de engrossamento,
extração, filtragem e equipa-
mento de filtração, eletrólise .... 150 - 200 - 300
- indústria e reparação de reló-
gios, cronômetros e equipa-
mento de precisão:
. geral ................................... 1500 - 2000 - 3000
5.3.50.1 Indústrias de sabão
- fervura, cortes, fabricação de
pó e flocos............................... 150 - 200 - 300
- prensagem, acondicionamento
e embalagem, enchimento das
caixas de papelão com sabão
em pó e acondicionamento
das caixas ............................... 150 - 200 - 300
5.3.51 Indústrias têxteis
- algodão:
. abertura de fardos, batedores,
misturas, classificação ........... 150 - 200 - 300
Cópia não autorizada
10 NBR 5413/1992
. cardação, estiragem, engoma-
gem, enrolamento de bobinas
e carretéis, fiação .................. 200 - 300 - 500
. espulagem, classificação,
urdimento .............................. 300 - 500 - 750
. preparação dos rolos de
urdume .................................. 300 - 500 - 750
. tecelagem .............................. 300 - 500 - 750
. inspeção (peças estacio-
nárias) .................................... 300 - 500 - 750
. inspeção (peças em movi-
mento rápido) ......................... 750 - 1000 -1500
. engrupagem automática ......... 750 - 1000 - 1500
. engrupagem manual ............... 300 - 500 - 750
- sedas e fibras sintéticas:
. desengomagem, tingimento,
secagem................................ 150 - 200 - 300
. enrolamento de bobinas e
carretéis, retorção .................. 150 - 200 - 300
. urdimento, fiação.................... 300 - 500 - 750
. tecelagem .............................. 300 - 500 - 750
- lã:
. abertura de fardos, batedores,
misturas, classificação ........... 150 - 200 - 300
. lavagem, massaroqueiras ....... 150 - 200 - 300
. mistura ................................... 150 - 200 - 300
. inspeção ................................ 300 - 500 - 750
. cardação, estiragem, engo-
magem, retorção, enrolamen-
to de espulas ......................... 150 - 200 - 300
. fiação (branca) ........................ 150 - 200 - 300
. fiação (colorida) ...................... 300 - 500 - 750
. tecelagem (branca) ................. 300 - 500 - 750
. tecelagem (colorida) ............... 750 - 1000 - 1500
. urdimento ............................... 300 - 500 - 750
. engrupagem ........................... 150 - 200 - 300
5.3.52 Indústrias de tintas
- geral ........................................ 150 - 200 - 300
- igualação de cores de acordo
com os padrões (localmente
na fábrica) ............................ 750 - 1000 - 1500
5.3.53 Indústrias de vestuário
- inspeção do material ............. 1500 - 2000 - 3000
- corte e passagem .................... 750 - 1000 - 1500
- costura e guarnecimento ......... 750 - 1000 - 1500
5.3.54 Indústrias de vidros
- salas de mistura e salões de
fornos, moldagem e pressão,
resfriamento e sopramento
à maquina ............................... 150 - 200 - 300
- esmerilhamento, corte
dimensional, prateamento ....... 300 - 500 - 750
- esmerilhamento fino, poli-
mento, chanframento .............. 300 - 500 - 750
- gravação, polimento e
inspeção .............................. 750 - 1000 - 1500
5.3.55 Lavanderias
- lavagem de roupas .................. 150 - 200 - 300
- passagem de peças a ferro,
pesagem, contagem e mar-
cação ...................................... 150 - 200 - 300
- calandragem, classificação ...... 150 - 200 - 300
- passagem manual a ferro de
peças delicadas (saias e go-
las de vestidos) ....................... 300 - 500 - 750
5.3.56 Lavatórios
- geral ........................................ 100 - 150 - 200
- espelho ................................... 200 - 300 - 500
5.3.57 Locais de armazenamento
- armazéns gerais (não usados
freqüentemente) ....................... 75 - 100 - 150
- armazéns de fábricas (usados freqüentemente):
. armazenamento de volumes
grandes ................................. 150 - 200 - 300
. armazenamento de volumes
pequenos .............................. 150 - 200 - 300
. armazenamento de volumes
muito pequenos .................... 200 - 300 - 500
5.3.58 Lojas
- vitrinas e balcões (centros comerciais de grandes
cidades):
. geral .................................... 750 - 1000 - 1500
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 11
. iluminação suplementar com
facho concentrado ............. 3000 - 5000 - 7500
- vitrinas e balcões (outros locais fora dos centros
comerciais):
. geral ....................................... 300 - 500 - 750
. iluminação suplementar com
facho concentrado ............. 1000 - 1500 - 2000
- interior de:
. loja de artigos diversos ........... 300 - 500 - 750
. centros comerciais .................. 300 - 500 - 750
. outros locais ........................... 300 - 300 - 750
5.3.59 Marcenaria e carpintaria
- serragem e aparelhamento,
trabalho grosseiro .................... 150 - 200 - 300
- dimensionamento, plainagem,
lixamento grosso, aparelha-
mento semipreciso, colagem,
folheamento e montagem......... 200 - 300 - 500
- aparelhamento de precisão,
lixamento fino e acabamento.... 300 - 500 - 750
5.3.60 Moinhos de farinhas
- moagem, peneiramento,
purificação ............................... 150 - 200 - 300
- embalagem .............................. 150 - 200 - 300
- inspeção do produto ................ 300 - 500 - 750
- limpeza de peneiras, passagem,
inspeção de tanques ................ 150 - 200 - 300
5.3.61 Museus
- geral ......................................... 75 - 100 - 150
- quadro (iluminação suplemen-
tar) ........................................... 150 - 200 - 300
- esculturas e outros objetos ....... 300 - 500 - 750
5.3.62 Padarias
- sala de mistura ......................... 150 - 200 - 300
- porta-massa (iluminação verti-
cal) .......................................... 100 - 150 - 200
- sala de fermentação ................. 100 - 150 - 200
- sala de preparação ................... 150 - 200 - 300
- espaço de forno ....................... 150 - 200 - 300
- decoração de moldagem .......... 200 - 300 - 500
- sala de embalagem .................. 150 - 200 - 300
5.3.63 Pinturas
- imersão, pulverização, remoção
de camadas antigas, lixamento,
pintura e acabamento .............. 200 - 300 - 500
- pintura e acabamento de alta
qualidade ................................ 300 - 500 - 750
- pintura e acabamento de
qualidade superior (auto-
móvel, piano, etc.) ................. 750 - 1000 - 1500
- polimento e brunimento............ 200 - 300 - 500
5.3.64 Produtos de papel (caixas de papelão)
- sala de fabricação .................... 200 - 300 - 500
- armazenamento ....................... 100 - 150 - 200
5.3.65 Residências
- salas de estar:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. local (leitura, escrita, bordado,
etc.) ....................................... 300 - 500 - 750
- cozinhas:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. local (fogão, pia, mesa) ........... 200 - 300 - 500
- quartos de dormir:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. local (espelho, penteadeira,
cama) .................................... 200 - 300 - 500
- hall, escadas, despensas, garagens:
. geral ....................................... 75 - 100 - 150
. local ....................................... 200 - 300 - 500
- banheiros:
. geral ....................................... 100 - 150 - 200
. local (espelhos) ....................... 200 - 300 - 500
5.3.66 Restaurantes (ver 5.3.29)
5.3.67 Siderúrgicas
- depósito de matérias-primas .... 100 - 150 - 200
- áreas de carregamento............. 150 - 200 - 300
Cópia não autorizada
12 NBR 5413/1992
- enchimento de fornos:
. poço de resíduos .................... 150 - 200 - 300
. aberturas para inspeções........ 150 - 200 - 300
- fundição de lingotes ................. 150 - 200 - 300
- depósitos de lingotes ............... 150 - 200 - 300
- conserto de portas do forno e
material refratário..................... 150 - 200 - 300
- depósito de refugo ................... 150 - 200 - 300
- fabricação de aço .................... 150 - 200 - 300
- compartimento de trituração .... 150 - 200 - 300
5.3.68 Soldas
- iluminação geral ....................... 150 - 200 - 300
- solda de arco de precisão
(manual) .............................. 1500 - 2000 - 3000
5.3.69 Tapeçarias
- estofamento de móveis ............ 300 - 500 - 750
5.3.70 Terminais de vídeo
- leitura de documentos (para
datilografia) .............................. 300 - 500 - 750
- teclado .................................... 300 - 300 - 300
5.3.71 Tinturarias
- marcação, classificação, lava-
gem e limpeza ......................... 150 - 200 - 300
- inspeção e remoção de man-
chas .................................... 1500 - 2000 - 3000
- passagem de roupas
(a máquina ou manual) ............. 300 - 500 - 750
- consertos e modificações....... 750 - 1000 - 1500
5.3.72 Tipografias
- fundição de tipos:
. confecção de matrizes ............ 300 - 500 - 750
. fundição de tipos (mecânica
ou manual), classificação ....... 200 - 300 - 500
- oficinas tipográficas:
. inspeção de cores .................. 750 - 1000 - 1500
. montagem de tipos na má-
quina, sala para a montagem
manual de tipos ..................... 200 - 500 - 750
. impressão .............................. 200 - 300 - 500
. mesas de fôrmas.................... 300 - 500 - 750
. revisão ................................... 300 - 500 - 750
- seção eletroquímica:
. gravação, retocagem e acaba-
mento de matrizes ................. 300 - 500 - 750
. estereotipagem ...................... 200 - 300 - 500
- litografia:
. gravação, tiragem de provas .. 200 - 300 - 500
. retocagem e inspeção ............ 300 - 500 - 750
. preparação de cores .............. 300 - 500 - 750
. cobrimento (máscaras) ........... 300 - 500 - 750
5.3.73 Trabalhos com couros
- prensagem, enrolamento e
polimento .............................. 750 - 1000 - 1500
- inspeção, classificação,
corte e costura ...................... 750 - 1000 - 1500
5.3.74 Tratamento de carvão
- trituração, peneiramento,
lavagem .................................. 150 - 200 - 300
- classificação (correia trans-
portadora) ............................... 200 - 300 - 500
5.3.75 Usinas de aço
- forjas ....................................... 150 - 200 - 300
- laminação:
. uma fase de laminação, la-
minação a quente de tiras,
laminação a frio de tiras e
chapas .................................. 150 - 200 - 300
. trefilação de tubos, verga-
lhões e fios ............................ 150 - 200 - 300
- fabricação de chapas:
. estanhagens, galvanização,
laminação a frio ..................... 150 - 200 - 300
- salas de máquinas ................... 150 - 200 - 300
- inspeção:
. chapas pretas, chapas lamina-
das........................................ 300 - 500 - 750
. chapas estanhadas e outras
superfícies claras................... 300 - 500 - 750
Cópia não autorizada
NBR 5413/1992 13
5.3.76 Usinas de açúcar
- moagem, mistura, fervura,
transporte ................................ 150 - 200 - 300
- usinagem centrífuga, purifica-
ção, peneiramento ................... 300 - 500 - 750
- Inspeção de cor ....................... 750 - 500 - 750
- armazenamento........................ 100 - 150 - 200
5.3.77 Usinas de leite
- sala de esterilização, armaze-
namento de garrafas, instala-
ções de lavagem de latas pa-
ra leite, instalações de resfria-
mento, salão de resfriamento,
pasteurização e separação de
cremes .................................... 150 - 200 - 300
- classificação de garrafas .......... 150 - 200 - 300
- inspeção na máquina de lavar .. 300 - 500 - 750
- inspeção durante o enchi-
mento ...................................... 300 - 500 - 750
- sala de pesagens ..................... 100 - 150 - 200
- balanças .................................. 150 - 200 - 300
- laboratórios .............................. 300 - 500 - 750
Cópia não autorizada

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->