Você está na página 1de 1

LEI n 30/74

EMENTA: Oficializa o Hino de Paudalho e d


outras providncias.

O Prefeito Municipal do Paudalho:


Fao saber que a Cmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte lei:
Art. 1 - Fica oficializado o HINO DE PAUDALHO, conforme letra de autoria de
Corina de Holanda e Pe. Argemiro de Figueiredo, com orquestrao de Antenor
de Santana Gomes.
Art. 2 - Esta Lei entrar em vigor na data de sua publicao, revogadas as
disposies em contrrio.
Gabinete do Prefeito Municipal do Paudalho, em 20 de outubro de 1974.
Bartolomeu do Rego Cavalcanti
Prefeito
HINO DE PAUDALHO
Corina de Holanda e Pe. Argemiro de Figueredo
Orquestrao Antenor de Santana Gomes(TENA)
Paudalho linda flor da mata,
Som da serenata que embalou Ceci
Paudalho recanto ditoso,
Bero glorioso do imortal Poti.
Paudalho terra dos engenhos,
Tem os cus empenhos a ti coroar.
Paudalho pagina de glria
Que o livro da histria sabe embelezar.
H na alma de teu povo,
Um encanto sempre novo,
Um requinte de bondade...
Qualquer causa que atraindo
Tuas portas vo se abrindo
Para a hospitalidade.
O Rio Capibaribe
Ao banhar-te bem se exibe
No seu doce murmurar...
Solta um canto que reflete
O valor que em dezessete
Tu soubeste conquistar.
Sobre o rio debruada ,
Tua ponte to falada
Deixa nele sua imagem...
De vaidade guarda uns brilhos,
S porque para os teus filhos,
Serve sempre de passagem.
De teus ramos o perfume,
O esplendor de f resume
De milagres penhor...
Em ti o poder Divino
Quis deixar So Severino
Como teu embaixador.
Tens de f lindos exemplos
Na beleza de teus templos
No valor dos filhos teus...
Se s de graas um prodgio
que tens real prestgio
Nas alturas junto a DEUS.