Você está na página 1de 5

PRODUTOS

/ Válvulas
18/02/2009 07:32:16
Servoválvulas
Propomos neste artigo uma breve análise sobre as servoválvulas, bem como um
comparativo entre essa tecnologia e as válvulas proporcionais
Claudio Bessi
A servoválvula é o equipamento onde um pequeno sinal elétrico é aplicado e
transforma-se analogicamente em um sinal de saída hidráulica (pressão, vazão). Ela é
aplicada como amplificador comandado eletricamente (na maioria dos casos, em
circuitos de malha fechada), isto é, um sinal elétrico de entrada não somente é
transformado em correspondente vazão de óleo, mas os desvios da velocidade
determinada ou a posição, são medidos eletricamente, e conduzidos para a devida
correção. A tabela 1 mostra a comparação básica de uma válvula proporcional e uma
servoválvula.

é intercambiável. No “motor de comando seco”.T. A placa de impacto pertence construtivamente ao motor de comando e funcionalmente ao amplificador hidráulico (figura 1).1 – Comparação entre válvula proporcional e servoválvula. . Construção de uma Servoválvula O motor de comando transforma um pequeno sinal de corrente em um movimento mecânico proporcional. o qual ao mesmo tempo guia a placa de impacto (lingüeta) e faz a vedação em relação ao fluido de pressão. montado em separado e testado. o que facilita a manutenção e o reparo. Nas servoválvulas o motor é um aparelho independente. a parte hidráulica é vedada hermeticamente e é construída como segue: Uma armadura de material magnético “macio“ está fixada num tubo elástico (mola) de parede fina. Além disso.

Construção do motor de comando O motor de comando é um motor sob permanente magnetismo. atua um determinado momento torsor sobre o tubo. . o tubo (mola de recuo) centra a armadura e também a placa de impacto novamente. As bobinas montadas sobre a armadura polarizam a mesma. poderá ser acertada a folga entre armadura e parafusos.F. O momento torsor é proporcional ao valor da corrente de comando. Com isso. sendo que quando a corrente de comando desliga (i=0).1 – Construção de uma servoválvula. conseqüentemente. Através de parafusos de ajuste dos pólos. podendo assim ser otimizada a característica do motor. o momento é igual a zero e.

O momento gerado pelo motor de comando na armadura (3). -Não provoca campo magnético no fluido de pressão.Príncipio do Sistema Diafragma-Placa de Impacto A transformação da deflexão na placa de impacto em uma grandeza hidráulica ocorre no . Se for dado um sinal de comando elétrico às bobinas (10). Este tubo. -Vedação do fluido de pressão/ motor de comando. o momento é igual a zero. então a armadura (3) será defletida. a armadura e a placa de impacto são mantidas na posição central através dos tubos (4). Com isso. Com ajustes iguais e sem sinal elétrico de comando. -As servoválvulas (figura 2) se compõem basicamente de: -Do motor de comando (1) com magnetização permanente. e a placa polar superior (8).A transferência do momento torsor neste tipo de comando da armadura para a placa de impacto tem evidentes vantagens. podem ser ajustadas as folgas entre a armadura (3). -Baixa histerese. Com os parafusos de ajuste dos pólos (6). Motor de Comando (Explicação) Uma armadura (3) de material magnético macio está fixada num tubo elástico de parte fina (4). e com a corrente de comando desligada (i=0). Amplificador Hidráulico . -Do amplificador hidráulico (2) executado como válvula diagrama ou placa de impacto. entre as quais: -Isento de atritos. Com a armadura (3) será ao mesmo tempo movimentada a placa de impacto (5). é proporcional ao sinal elétrico de entrada. F2 – Servo-válvula. guia ao mesmo tempo a placa de impacto (5) e veda o motor de comando (1) em relação à parte hidráulica. o fluxo magnético de comando nas quatro folgas (9) é igual.

amplificador hidráulico (2). e as diferenças entre servoválvulas e válvulas proporcionais. A pressão de comando p atuante nos dois lados é reduzida gradativamente através dos diafragmas D1 e D2. altera-se a pressão em A e B: a pressão A sobe e em B desce. Com isso. Como amplificador hidráulico. *Originalmente publicado na revista Mecatrônica Atual . exemplo deflexão para a esquerda: A distância da placa em D2 esquerda ficará menor.br .com.Nº17 . Conclusão Agora que o leitor já tem uma boa idéia sobre motores de comando. Se as secções dos diafragmas forem iguais. utiliza-se neste caso o sistema diafragma–placa de impacto. F.mecatronicaatual. e T=0).Set/04 Extraído do Portal Mecatrônica Atual . amplificador hidráulico. faremos uma análise sobre essa última em uma próxima oportunidade. p=100 bar.Todos os direitos reservados www. A e B =50 bar. e dois diafragmas reguladores D2. uma vez que se trata de um capítulo fundamental na automação industrial contemporânea.3 – Amplificador hidráulico. Com a deflexão da placa de impacto alteram-se as distâncias para os diafragmas reguladores. e em D2 direita ficará maior. então resulta também a mesma queda de pressão através deles (por exemplo. O sistema (figura 3) consiste de dois diafragmas fixos D1.