Você está na página 1de 1

Bullying uma termo utilizado para descrever atos de

violncia fsica ou psicolgica, intencionais e repetidos,


praticados por um indivduo (bully ou "valento") ou grupo
de indivduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro
indivduo (ou grupo de indivduos) incapaz(es) de se
defender. Estes atos causam dor e angustia a(s) Vtima(s)
O bullying pode acontecer em qualquer local no qual seres
humanos interajam, tais como escolas, universidades, famlias,
entre vizinhos e em locais de trabalho. A vtima teme o agressor,
devido s ameaas ou concretizaes de violncia fsica ou verbal.
Segundo pediatras e psiquiatras, os agressores recebem influncias
principalmente de seus familiares. Em alguns casos a falta de
afeto, a comunicao falha e as discusses dirias que incitam os
jovens a perpetuarem o "bullying", reproduzindo os acontecimentos
de seus lares em novos lugares. No entanto, o excesso de ateno e
a falta de correo pelos pais tambm podem causar o mesmo mau
[mal] , j que os jovens asseguram-se na proteo exacerbada que
recebem e deixam de temer punies, geralmente frouxas.
Outro fator que ainda contribui para a continuao dessa tirania a
falta de desvelo das escolas com o problema. Essas, por sua vez,
preferem omitir a existncia dos conflitos entre alunos, em vez de
deixar claro que no aceitaro tais prticas, incitando professores e
coordenadores superviso ampla e constante de qualquer forma
de intimidao.
Se houvesse um acompanhamento mais eficaz dos estudantes, por
pais e educadores e tambm uma divulgao generalizada na mdia
como a que ocorre para preveno do uso de lcool e de drogas,
essa violncia poderia cessar. Mas, na verdade[,] o que ocorre a
sua expanso para a internet, originando o "cyberbullying", em que
ameaas ou xingamentos so lanados, podendo ser annimos.
No demorar e veremos outros ambientes se tornando suporte
para a prtica do "bullying". Portanto, essencial que existam
propagandas, campanhas e atividades que informem os brasileiros,
alm de orientaes e penas mais severas aos infratores, para que,
desta [dessa] forma, a convivncia entre os jovens seja mais
saudvel.