P. 1
Reino Plantae

Reino Plantae

|Views: 17.482|Likes:
Publicado porAndreaBarreto
Pequeno resumo sobre o reino vegetal ( 1a parte com Introdução e Briófitas) para o Ensino Médio. Além de exercícios
Pequeno resumo sobre o reino vegetal ( 1a parte com Introdução e Briófitas) para o Ensino Médio. Além de exercícios

More info:

Published by: AndreaBarreto on Mar 07, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2013

pdf

text

original

[BIOLOGIA – ENSINO MÉDIO] Reino Plantae- Parte 1

Professora:Andréa Barreto Martins da Poça reprodutivas aparentes ( Gimnospermas e Angiospermas).

Introdução:
O Reino Plantae tem sido, ao longo do tempo, definido de várias maneiras diferentes. Inicialmente, Lineu definiu o reino Plantae incluindo todos os tipos de plantas "superiores", as algas e os fungos. Aristóteles dividia todos os seres vivos em plantas (sem capacidade motora ou órgãos sensitivos), e em animais - esta definição foi aceita durante muito tempo. A classificação biológica mais moderna – a cladística – procura enfatizar as relações evolutivas entre os organismos: idealmente, um taxon (ou clado) deve ser monofilético, ou seja, todas as espécies incluídas nesse grupo devem ter um antepassado comum. Com este novo conceito de classificação moderna, as plantas passaram a ser definidas como um grupo monofilético de organismos eucarióticos que realizam a fotossíntese, são multicelulares ( ou pluricelulares).

Espermatófitas = plantas com sementes

Briófitas:
O grupo das briófitas (ou plantas avasculares) apresenta algumas características marcantes:  Não possuem sistema de condução de seivas (o transporte dentro da planta é feito por difusão célula a célula – por osmose);  Apresentam rizóides, caulóide e filóides (órgãos não verdadeiros).  Transporte lento;  O tamanho da planta é reduzido;  Alta dependência da água (ambientes úmidos). Apresenta alternância de gerações ( Metagênese) , com uma característica importante: o gametófico é a geração duradoura, com o esporófito (geração efêmera) crescendo sobre o gametófito ( G>E). Processo evolutivo: A transição da água para a terra foi possível por causa do desenvolvimento de características para evitar a dessecação:  Camada externa estéril, protetora das células reprodutivas. Anterozóide (gameta masculino) protegido pelo anterídio. Oosfera (gameta feminino) protegida pelo arquegônio.  Camada protetora estéril também envolve as células produtoras de esporos (esporângios).

Divisões:
O Reino Plantae é subdividido em 4 divisões ( ou filos): Briófitas , Pteridófitas , Gimnospermas e Angiospermas. Alguns autores adotam uma classificação maior, mas vou adotar essas divisões por ser mais conhecidas. Algumas plantas, como as Briófitas ( brio= musgo; fitas= plantas) ,são pequenas e não possuem vasos condutores – são avasculares. As Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas possuem vasos condutores ( são vasculares ou traqueófitas), com isso os nutrientes chegam com maior rapidez as células , o que as torna maiores. As Pteridófitas ( pteri = feto : samambaias,avencas,...) não possuem flor ou semente. Mas as Gimnospermas e Angiospermas possuem flores e sementes. Porém, somente as Angiospermas têm frutos. São também usadas os termos critógamas ( cripto= escondido; gamas= casamento) para as plantas com estrutura reprodutora pouco visível ( Briófitas e Pteridófitas) e fanerógamas ( fanero =aparente) para as plantas com as estruturas

[BIOLOGIA – ENSINO MÉDIO] Reino Plantae- Parte 1
Professora:Andréa Barreto Martins da Poça  Presença de cutícula (cera) e estômatos (aberturas responsáveis pelas trocas gasosas). Ciclo Reprodutivo: Os musgos verdes que vemos num solo úmido, por exemplo, são plantas sexuadas que representam a fase chamada gametófito, isto é, a fase produtora de gametas. Nas briófitas, os gametófitos em geral têm sexos separados. Em certas épocas, os gametófitos produzem uma pequena estrutura, geralmente na região apical - onde terminam os filóides. Ali os gametas são produzidos. Os gametófitos masculinos produzem gametas móveis, com flagelos: os anterozóides. Já os gametófitos femininos produzem gametas imóveis, chamados oosferas. Uma vez produzidos na planta masculina, os anterozóides podem ser levados até uma planta feminina com pingos de água da chuva que caem e respingam. O musgo verde, clorofilado, constitui, como vimos, a fase denominada gametófito, considerada duradoura porque o musgo se mantém vivo após a produção de gametas. Já a fase denominada esporófito não tem clorofila; ela é nutrida pela planta feminina sobre a qual cresce. O esporófito é considerado uma fase passageira porque morre logo após produzir esporos.

Para pensar e fazer:
1. Cite as características das Pteridófitas que lhes permitiram ser maiores que os musgos. 2. O que significa ser um grupo monofilético ? 3. Com que base podemos afirmar que as Briófitas não ficaram totalmente independentes da água? 4. (FCC- BA) Os musgos que crescem nos muros úmidos são: (a) (b) (c) (d) (e) Gametófitos de Briófitas Esporófitos de Briófitas Gametófitos de Pteridófitas Esporófitos de Pteridófias Uma associação de algas e fungos. 5. (UEPB) O fato das Briófitas não atingirem grande tamanho se deve em parte: Não possuírem cloroplastos Viverem em habitat restrito Não possuírem vasos condutores Serem esporófitas Serem gametófitas 6. (Unicamp- SP) Em um brejo, encontrou-se grande quantidade de briófitas e pteridófitas. Todas as briófitas eram pequenas, com poucos centímetros de altura, ao passo que as pteridófitas alcançavam até 2 m. Que diferença anátomo-fisiológica desses grupos justifica essa diferença de tamanho? Justifique

No esporófito possui uma haste e uma cápsula. No interior da cápsula formam-se os esporos. Quando maduros, os esporos são liberados e podem germinar no solo úmido. Cada esporo, então, pode se desenvolver e originar um novo musgo verde - a fase sexuada chamada gametófito. Como você pode perceber, as briófitas dependem da água para a reprodução, pois os anterozóides precisam dela para se deslocar e alcançar a oosfera.

(a) (b) (c) (d) (e)

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->