Você está na página 1de 12

A

Equacional Elétrica e Mecânica Ltda.

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO CONFORME NORMA:

NBR 14653-5 2007 AVALIAÇÃO DE BENS - MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS, INSTALAÇÕES E BENS INDUSTRIAIS EM GERAL

MAQUINA DE CORRENTE CONTINUA DE 350 CV (260 Kw / 260 kW), 1000/3600 rpm, 480 / 550 Vcc, pedido interno 54658, Desenho de conjunto 18736, 4000 kgs, Tipo EMC1-355LLQ, numero de série 14.380, Fabricante Equacional, Proprietário Sulzer do Brasil, reparado em

12/11/2012.

O presente laudo de Avaliação foi solicitado ao signatário pelo Ilmo Sr. Ronaldo Borges Pereira, que constatou a necessidade de um parecer técnico para avaliação de Maquinas operatrizes para efeito de Garantias e Penhoras, Avaliações Patrimoniais e Reavaliação de Ativos imobilizados.

Patrimoniais e Reavaliação de Ativos imobilizados. Engenharia de Avaliações e Perícias e Manutenção de

Engenharia de Avaliações e Perícias e Manutenção de Maquinas Elétricas e Mecânicas Marcelo Gandra Falcone CREA 5062650474/D Engº de Segurança/ Qualidade / Eletricista Fones: (11) 3501-7315 / (11) 99406-7189

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

I)

IDENTIFICAÇÃO DA PESSOA FÍSICA OU

JURÍDICA

E/OU SEU REPRESENTANTE LEGAL, SOLICITANTE.

EMPRESA: Equacional Elétrica e Mecânica Ltda. Rua Secundino Domingues, 787 – Jardim Independência CEP: 03223-110 São Paulo – SP CNPJ: 46.488.482/00 I.E. 109.248.229.119

Atendendo solicitação desta conceituada empresa, através de seu representante Sr. Ronaldo Borges Pereira – Gerente de Vendas, apresentamos Laudo de avaliação do equipamentos classificado segundo item 5.2 da NBR 14653-5 2007 Avaliação de Bens - Máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais em geral, como máquina, bem isolado, instalado, identificados a seguir:

MAQUINA DE CORRENTE CONTINUA DE 350 CV (260 Kw / 260 kW), 1000/3600 rpm, 480 / 550 Vcc, pedido interno 54658, Desenho de conjunto 18736, 4000 kgs, Tipo EMC1-355LLQ, numero de série 14.380, Fabricante Equacional, Proprietário Sulzer do Brasil

A diligência ao local ocorreu na Rua Secundino Domingues, 787, Jardim Independência, Vila Prudente, Brasil, São Paulo, Capital, CEP 03223-110, em 26 de Julho de 2012. ( Mapa do local: Fonte Google Maps, em 30 de julho de 2012. http://maps.google.com.br/maps?hl=pt-BR&tab=wl, )

Página2
Página2

Página3

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

II) FINALIDADE DO LAUDO CONFORME INFORMADO PELO SOLICITANTE.

A finalidade básica deste Laudo de acordo com a solicitação do contratante, de acordo com o item 7 da NBR 14653-5 2007 Avaliação de Bens - Máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais em geral é:

a) Utilização para garantias;

b) utilização para penhoras;

c) utilização para avaliações patrimoniais e;

d) reavaliação de ativos imobilizados.

O Laudo eventualmente poderá ser apresentado para terceiros.

III) TIPO DE AVALIAÇÃO.

Em conformidade com o item 10 NBR 14653-1 2007 Avaliação de Bens – Procedimentos Gerais:

“10.2 Modalidades

O

laudo

modalidades:

de

avaliação

pode

a)

simplificado

contém

- necessárias ao seu entendimento;

de

b)

completo

contém

todas

- suficientes para ser auto-explicável.

ser

apresentado

forma

sucinta

as

informações

nas

seguintes

as

informações

necessárias

e

10.3 Laudo de avaliação de uso restrito Obedece a condições específicas pré-combinadas entre as partes contratantes e não tem validade para outros usos ou exibição para terceiros, fato que deve ser explicitado no laudo.”

De acordo com a solicitação do contratante, estamos apresentando o presente laudo conforme item 10.1 da NBR 14653-5 2007 Avaliação de Bens - Máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais em geral, ou seja, LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO.

Página4

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

IV) GRAU DE AGREGAÇÃO DA AVALIAÇÃO.

Como a finalidade básica do presente Laudo é a utilização para garantias e penhoras, avaliações patrimoniais e reavaliação de ativos imobilizados conforme itens 7.3, tabela 1 do item 7.3.1, 7.4 a, 7.5 a, 7.6.2, para tanto, estamos apresentado o grau de agregação do presente:

Fotografia da maquina conforme item 7.7.4

Identificação da Maquina conforme itens 7.8.1

Relatar se foi possível observar a máquina em funcionamento conforme item 7.7.1

Avaliação do estado do bem,

Valor de Mercado para Compra item 7.3,

Valor de Mercado para Venda item 7.3,

Custo de Reedição (custo de reedição: Custo de reprodução, descontada a depreciação do bem, tendo em vista o estado em que se encontra) item 7.3 e 7.8.3.2,

Valor de Sucata item 7.3,

Depreciação conforme item 7.10

Idade item 7.8.3.1

Vida útil conforme SRF item 7.8.3.1,

Vida conforme tabela do IBAPE item 7.8.3.1,

Vida Remanescente em % em função do estado atual x vida conforme tabela de Ross-Heidecke, item 7.8.3.1, e finalmente,

Valor do bem atribuído pelo perito conforme Laudo Avaliação.

V)

PRESSUPOSTOS,

LIMITANTES.

RESSALVAS

E

FATORES

Este laudo está sujeito às seguintes condições de independência, contingências e limitações:

Este trabalho foi elaborado com a finalidade específica definida no tópico finalidade item II,

Para data-base diferente da especificada ou extração parcial de dados sem o texto completo, não apresenta confiabilidade.

Página5

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

Para reavaliação de ativos imobilizados, deve ser preliminarmente realizada a conciliação físico contábil, que tem como objetivo correlacionar os bens identificados fisicamente com aqueles dos arquivos contábeis. A conciliação deve atender ao item 11.5.3. da NBR 14653-5 2006.

Nenhum técnico, participante deste trabalho, tem atualmente ou planeja ter no futuro interesse de qualquer espécie nos resultados incluídos neste relatório.

Os honorários referentes ao presente trabalho não guardam relação de qualquer espécie ou natureza com os valores resultantes da avaliação.

Os dados referentes à propriedade dos bens e suas dimensões foram obtidos de registros e documentação fornecidos pelo Fabricante da Máquina que procedeu reparos conforme documentos em anexo, Pedido Interno da Equacional 10.384-R e NF 022911, OC 505911 e OC 506711 da Sulzer Brasil S/A , que consideramos confiáveis. No entanto, o técnico não efetuou investigações mais profundas e não assume responsabilidade quanto materiais de cunho documental ou legal referente aos bens considerados no trabalho.

O profissional envolvido neste trabalho possui as qualificações técnicas adequadas para a sua execução. Este trabalho possui ART – Anotação de Responsabilidade Técnica recolhida.

Consideramos que as informações fornecidas por terceiros são confiáveis. Contudo, não garantimos sua precisão.

Não faz parte do escopo deste trabalho e não é responsabilidade do técnico a correção de deficiências de qualquer natureza na máquina avaliada, incluindo aspectos físicos, financeiros e/ou legais.

O técnico não assume responsabilidade por fatores físicos ou econômicos, que possam afetar as opiniões apresentadas neste relatório, que ocorram após a data de avaliação dos bens.

A aceitação deste relatório pressupõe concordância com os termos desta declaração de independência, contingência e limitações.

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

VI)

AVALIANDO.

IDENTIFICAÇÃO

E

CARACTERIZAÇÃO

DO

BEM

VI) AVALIANDO. IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO BEM Página6 Engenharia de Avaliações e Perícias e
Página6
Página6

Página7

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

Potência da máquina (motor / gerador): 350 CV (260 kW / 260 kW) Rotação: 1000 / 3600 RPM Tensão corrente continua: 480 / 550 Vcc Numero de Série: 14.380 Tipo / Modelo: EMC1-355LLQ Fabricante: Equacional Elétrica e Mecânica Ltda Proprietário: Sulzer Brasil Peso Estimado: 4.000 kg Data de Fabricação: 20 / 02 /2002 Idade: 10 anos (2002)

Avaliação (4 – Ótimo / 3 – Bom / 2 – Regular / 1 – Ruim)

Funcionamento (Vibração e Ruído): 4 Estado Geral (Aparência, Geometria e Folgas): 4 Equipamentos: 4 Manutenção: 4

Valores para coeficiente de manutenção (CM) e de Trabalho (CT)

Valor

CM

CT

0

Inexistente

Nulo

5

Sofrível

Leve

10

Normal

Normal

15

Rigorosa

Pesado

Perfeita

Extremo

Leve 10 Normal Normal 15 Rigorosa Pesado Perfeita Extremo Resultado : CM=20, CT=5, F(CM/CT)=2,40 Engenharia de

Resultado :

CM=20, CT=5, F(CM/CT)=2,40

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

VII) DIAGNÓSTICO DO MERCADO

Trata-se de Bem de Capital, definido como equipamento especial sob encomenda para execução de determinda função customizado para o cliente, sem referencias de mercado.

VIII) INDICAÇÃO DA METODOLOGIA UTILIZADA.

A metodologia utilizada, foi adotada de acordo com a solicitação do

contratante especificada no item II deste laudo, com o grau de agregação

especificado no item IV e conforme item 8a) da NBR 14653-5 2007 Avaliação de Bens - Máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais em geral

Quando não há elementos de comparação no mercado sugere-se a determinação do valor de novo da máquina ou equipamento e em seguida utiliza-se a depreciação. O custo de reedição pode ser sintetizado como sendo a somatória do preço de aquisição da máquina ou equipamento depreciado com todas as implicações de impostos e taxas, custos de transporte até o local da obra, com o custo dos materiais para instalação, respectiva mão de obra, inclusive naquilo a que se refere a acabamentos especiais ou normais, tais como pintura, isolação térmica, etc.

Para atender as finalidades previstas na tabela 1 do item 7.3.1 e aos

procedimentos específicos da seção 11, recomenda-se para o presente laudo

o Método

procedimentos gerais, que define o método como identificação do valor do bem pelo somatório dos valores de seus componentes.

evolutivo

conforme

item 8.2.3

da Norma

NBR 14.653-1

Página8
Página8

Página9

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

IX) TRATAMENTO DOS DADOS E IDENTIFICAÇÃO DOS RESULTADOS.

A máquina avaliada está em ótimo estado de conservação e funcionamento, conforme constatado nos ensaios após reparo. ou seja, a máquina foi ensaiada em campo de provas e seu desempenho foi analisado conforme as normas de Fabricação da ABNT.

a) Fatores de Depreciação:

Pela Instrução Normativa SRF 162/98 o prazo de depreciação para este tipo de bem novo é de 10 anos NCM 8501.

Pela tabela de vida útil do IBAPE, Equipamentos Elétricos,

total

estimada

Conversor,

obsolescência.

Vida Útil

a

é

de

25

anos

até

a

b) Valores calculados:

Valor do novo: R$ 430.000,00. Data do fornecimento original:

Fev/2002. Tempo de uso 10 anos.

Valor de compra pelo Método evolutivo conforme item 8.2.3 da Norma NBR 14.653-1 procedimentos gerais, que define o método como identificação do valor do bem pelo somatório dos valores de seus componentes: R$ 367.000,00 (Fornecido pela Equacional, Sr Ronaldo Borges Pereira).

Valor do reparo: R$ 147.030,00. Data do reparo: Nov/2012

Por tratar-se de equipamento especial sob encomenda, não há

elementos de comparação no mercado, portanto estamos sugerindo a determinação do valor de novo da máquina ou equipamento e em seguida utilizando-se a depreciação através do método de Ross Heidecke. Idade em % de vida útil => 10/25=0,40 -> 40%. Buscando na tabela de depreciação, tem-se:

Estado B (Novo/Regular -> Acabou de ser reformado) e 40% de idade em % de vida útil na tabela 28,81. K = 100-28,91=71,19 Valor Unitário Depreciado = R$ 430.000,00 x 0,7119 = R$

306.117,00

Página10

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

c) Determinação da nova vida útil:

De acordo com Decreto Federal 3000/1999 (RIR) em seus

Artigos 311 e 346, para bens usados a taxa de depreciação será fixada tendo em vista o maior dos seguintes prazos:

o

Metade da vida útil admissível para o bem novo ou (5 anos)

o

Restante da vida útil, considerada em relação à primeira instalação. (5 Anos)

RESULTADOS

Descrição do Evento

Resultado

Relatar se foi possível observar a máquina em funcionamento

Não foi possivel vistoriar a máquina na data de confecção do presente , porém existe registros de vistoria e ensaios, além do fato deste perito ter participado dos testes preliminares da maquina reparada.

Avaliação do estado do bem,

A máquina avaliada está em perfeito estado de conservação e funcionamento, conforme constatado “in locco” e dados demonstrados no item VI.

Preço estimado para uma máquina nova equivalente

R$ 430.000,00

Peso em Kgs

4.000 Kg

Valor de Mercado para Compra

R$ 367.000,00

Custo de Reedição (custo de reedição: Custo de reprodução, descontada a depreciação do bem, tendo em vista o estado em que se encontra)

R$ 306.117,00

Valor de Sucata

R$ 6.000,00

Página11

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

RESULTADOS (Continuação)

Descrição do Evento

Resultado

Fator Ross-Heidecke

40 %

Idade da máquina

10

anos

Vida útil conforme SRF

10

anos

Vida conforme tabela do IBAPE

25

anos

Vida Remanescente em % em função do estado atual x vida conforme tabela de Ross-Heidecke

60% (idade 15 anos)

Vida Remanescente Decreto Federal 3000/1999 (RIR) em seus Artigos 311 e 346,

5 anos

Avaliação:

Em razão do acima exposto avaliamos o bem em referência em R$ R$ 306.117,00 (Trezentos

Em razão do acima exposto avaliamos o bem em referência em R$ R$ 306.117,00 (Trezentos e Seis Mil e Cento e Desessete

Reais), nas condições que se encontra no dia de hoje.

em R$ R$ 306.117,00 (Trezentos e Seis Mil e Cento e Desessete Reais), nas condições que
De posse das demais informações e levando em consideração a interferência de manutenção corretiva do

De posse das demais informações e levando em consideração a interferência de manutenção corretiva do equipamento dentro

de parâmetros previstos em projeto:

em consideração a interferência de manutenção corretiva do equipamento dentro de parâmetros previstos em projeto:
“Declaramos para os devidos fins que após a realização dos serviços realizados na empresa Equacional

“Declaramos para os devidos fins que após a realização dos serviços realizados na empresa Equacional Elétrica e Mecânica Ltda em 12 de novembro de 2012 , aprovados NF 022911, OC 505911 e OC 506711 da Sulzer Brasil S/A, o equipamento em referencia terá sua vida útil contábil prolongada por até mais 5

anos.”

da Sulzer Brasil S/A, o equipamento em referencia terá sua vida útil contábil prolongada por até

Página12

LAUDO DE AVALIAÇÃO COMPLETO

A

FUNDAMENTAÇÃO.

O calculo do Grau de Fundamentação, foi adotada de acordo com o

especificadono item 9 da NBR 14653-5 2007 Avaliação de Bens - Máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais em geral, tabela 2 e

3.

X)

ESPECIFICAÇÃO

DA

AVALIAÇÃO

QUANTO

Tabela 2/3

Fontes de Vistoria Funcionamento Depreciação Total informação
Fontes de
Vistoria
Funcionamento
Depreciação
Total
informação

Grau

II

II

II

II

III

8

pontos

2

2

2

2

De acordo com a Norma o enquadramento deste laudo segundo o seu grau

de fundamentação é:

GRAU III (máximo)

XI) CONCLUSÃO.

De acordo com os fatos e dados apresentados, vistoria realizada, este signatário apresenta o presente trabalho concluído, constando de 12 folhas digitadas de um só lado, todas rubricadas eletronicamente, inclusive esta última, que segue devidamente datada e assinada, colocando-se a disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais que se fizerem necessários.

São Paulo, 18 de dezembro de 2012

XII) ASSINATURA DO RESPONSÁVEL PELA AVALIAÇÃO.

de 2012 XII) ASSINATURA DO RESPONSÁVEL PELA AVALIAÇÃO. Marcelo Gandra Falcone CREA 5060281144/D Engenheiro

Marcelo Gandra Falcone CREA 5060281144/D Engenheiro Eletricista Engenheiro de Qualidade Engenheiro de Segurança Professor de Avaliações e Perícias na Universidade Nove de Julho Engenheiro Técnico Fiscalizador na Prefeitura da Cidade de São Paulo, Sehab, Contru 2 Membro Titular Nr 1625 do IBAPE SP – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo.