Você está na página 1de 2

A Reforma Protestante

(cap. )

1. Como podemos caracterizar a instituição Igreja Católica na passagem da Idade Média


à época moderna?

2. Explique as seguintes relações:


a) Igreja X Estados Nacionais;
b) Igreja X burguesia;

3. Como era entendida a “justificação/salvação” a partir da filosofia de Santo Agostinho


e São Tomás de Aquino? A qual delas a Igreja estava atrelada? Na prática como ela
se concretizava?

4. Por que o monge agostiniano e doutor em teologia Martinho Lutero divergia dos
teólogos da Igreja Católica? Como ele entendia que se daria a salvação?

5. Como o episódio da autorização da venda de indulgências (perdão) para a construção


da Basílica de São Pedro em Roma, autorizada pelo para Leão X, acelerou as críticas
de Lutero à Igreja Católica? Como ele reagiu?

6. Quais os interesses das elites germânicas (duques) em apoiar as ideias de Lutero? Por
que o Imperador do SIRG (Carlos V) não o apoia?

7. Neste contexto, explique o que foi a dieta de Worms (1521) e a Paz de Augsburgo
(1555).

8. Por que Lutero condena as revoltas camponesas que ocorreram no SIRG?

9. Que relação pode ser estabelecida entre a imprensa, a tradução da Bíblia Sagrada e as
críticas ao catolicismo?

10. Como passou a ser o culto nas Igrejas protestantes? Acreditava-se na


transubstanciação?

11. Além do luteranismo, no SIRG, outras dissidências também surgiram na Europa.


Historicize o surgimento e indique os principais aspectos teológicos do calvinismo e
do anglicanismo.

12. O que se diz da relação “religião e desenvolvimento capitalista”?

13. Quais o interesses da nobreza inglesa em lutar pela manutenção de uma monarquia
protestante no século XVII?

14. Como Roma buscou reagir ao avanço do protestantismo na Europa?


• Criação da Companhia de Jesus (ou inacianos);
• Tribunal do Santo Ofício (o que é heresia/herege?)
• Concílio de Trento (1545-1563);
• Index.