Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Engenharia Eltrica DEE


Laboratrio de Converso
Relatrio 1 Circuitos magnticos
Aluno:

Leonardo Cassimiro Carneiro da Cunha

Data: 29/04/2015

1. Objetivo
Calcular a relutncia e indutncia do indutor, no primeiro momento sem entreferro e
no segundo momento com a insero do entreferro. Medir a corrente de saturao em
ambos os casos.

2. Resultados
2.1. Experimento 1
O primeiro experimento teve como propsito medir a relutncia, indutncia e
corrente de saturao do indutor sem entreferro.
Depois de medir as dimenses da ferrite ( = ), e fazendo uma analogia aos
circuitos magnticos, pode-se calcular a relutncia atravs da frmula:
=

Onde, = . = = . , que o caminho mdio


percorrido pelo fluxo e = , a rea transversal da ferrite. Sabemos,
tambm, que = + . Fazendo os devidos clculos, obtm-se a relutncia

= , .
Para o clculo da indutncia, temos:
=

=
= .

O indutor, ento, foi alimentado com uma tenso varivel com onda senoidal e com
o osciloscpio determinou-se que a corrente de saturao atravs da distoro do seu
grfico.
=
,
Com degraus de 5 mA procurou-se analisar o comportamento da corrente e da
tenso atravs de um wattmetro conectado no sistema. Com isso, pode-se fazer a
anlise da indutncia em funo da corrente e examinar o comportamento da corrente
de saturao. A frmula para o clculo da indutncia :

( )
=
=

Figura 1 - Grficos referentes ao experimento sem o entreferro.

2.2. Experimento 2
Adicionando gaps no indutor do primeiro experimento, pede-se para analisar e
calcular novamente a relutncia, indutncia e corrente de saturao. Utilizando das
mesmas frmulas e processos do experimento acima, obtm-se:
= 10909033.39

= 33
=
0.93
Aplicando-se uma tenso varivel semelhante a do experimento anterior, e repetindo
o mesmo processo j utilizado anteriormente:

Figura 2 - Grficos referentes ao experimento com entreferro.

3. Concluses
Foi possvel observar que quando o ncleo est saturado, a corrente no indutor
deformada. Notou-se tambm, na presena de entreferros, o valor da corrente de
saturao muito maior enquanto a indutncia bem menor em comparao ferrite
sem gaps.
No segundo experimento, como a relutncia do ar bem maior que a do ncleo,
ento as variaes na relutncia que foram vistas no primeiro experimento quase no
foram notadas no segundo experimento. Esse fenmeno torna o valor da resistncia
mais estvel no segundo experimento.