Você está na página 1de 1

A inveno de um modo

Adlia Prado

Entre pacincia e fama quero as duas, pra envelhecer vergada de


motivos. Imito o andar das velhas de cadeiras duras e se me
surpreendem, explico cheia de verdade: t ensaiando. Ningum
acredita e eu ganho uma hora de juventude. Quis fazer uma saia
longa pra ficar em casa, a menina disse: "Ora, isso pras mulheres
de So Paulo" Fico entre montanhas, entre guarda e v, entre branco
e branco, lentes pra proteger de reverberaes. Explicao para o
corpo do morto, de sua alma eu sei. Esttua na Igreja e Praa quero
extremada as duas. Por isso que eu prevarico e me apanham
chorando, vendo televiso, ou tirando sorte com quem vou casar.
Porque que tudo que invento j foi dito nos dois livros que eu li: as
escrituras de Deus, as escrituras de Joo. Tudo Bblias. Tudo
Grande Serto.