Você está na página 1de 2

Disciplina: Polticas Sociais

Acadmicas: Diana Losekan, Deise Seibert, Katiele Rodrigues,Lase


Alves. Sandra Barichello , Thais Seffrin.

Tendo como tema central o Estado, sendo que, na abordagem, deve ser
considerado: a) a relao economia e poltica; b) a questo da luta de classes;
c) a questo da democracia.
Aps a leitura do captulo dois do texto Estado e Teoria poltica do
escritor Martin Carnoy, percebemos que Marx no traz a questo do Estado
bem resolvida, colocando o Estado em uma concepo materialista da histria.
Deixando subentendido a partir de seus estudos sobre a sociedade, pois, para
Marx a sociedade que molda o Estado.
Marx comeou seus estudos no sc. XIX, quando o capitalismo emergia,
portanto relata sobre a questo econmica, visto que a mesma est atrelada a
poltica. Segundo ele, a sociedade moldada pelo modo dominante de
produo e das relaes de produo inerente a esse modo, desta forma, o
Estado emergia dessas relaes e no representado pelo bem-comum, em
outras palavras, o poder est nas mos da minoria (burguesia).
Com o capitalismo, h o surgimento da propriedade privada e das
relaes de produo. Nesse sentido, os donos do meio de produo

(propriedade privada) detinham tambm o monoplio econmico - e era


chamada de burguesia.
O Estado surge nesse contexto histrico, no s para "apaziguar", ou
melhor, "mascarar" a luta entre as duas classes - proletariado (classe
trabalhadora) e burguesia-, mas tambm, e principalmente, para atender os
interesses desta. Sendo assim, o Estado se funda nas relaes materiais de
produo.
O Estado no tem a funo de representar os interesses da sociedade
em geral, nem de promover o bem comum para todos, mas sim como um
sistema de dominao da classe social mais forte, sobre a classe mais fraca
(representa de forma repressiva a burguesia sobre a classe trabalhadora).
Desta maneira, vrios pensadores marxistas tentam explicar essa relao do
Estado e os interesses da classe dominante.
A ideia de luta entre classes recorrente no texto, no trecho seguinte
esse conceito pode ser entendido no sentido de balizar os conflitos dos
indivduos.
O Estado, no modo capitalista, no democrtico, pois, alm de no
atender a todos, no popular. Assim, segundo o texto, a democracia seria a
forma em qual a classe operria comearia a participar do Estado ou, por
exemplo, poder concorrer s eleies e ser eleita, como a classe burguesa.
Esse ideal gera muitos problemas para a classe dominante, uma vez que
poder tirar-lhe o poder.