Você está na página 1de 15

1 O Captião Fracasso | Capítulo 41

O Capitão Fracasso

Novela de
Evana Ribeiro

Livremente baseada em
Le Capitaine Fracasse, The Fortunes and Misfortunes of the Famous Moll
Flanders e Arlequim, il servitore di due patroni

Capítulo 41
2 O Captião Fracasso | Capítulo 41

CENA 01. RUA. EXT. DIA

CONTINUAÇÃO IMEDIATA DO CAPÍTULO ANTERIOR. O CARRO DA


POLÍCIA VEM SE APROXIMANDO E DANIELA COMEÇA A CHORAR,
DESESPERADA.

DANIELA – Não, isso não está acontecendo! Eu vou morrer!

ELA OLHA PARA FERNANDO, EM PÂNICO; MAS ELE NÃO ESBOÇA


REAÇÃO NENHUMA E É LEVADO, EM SILÊNCIO PARA DENTRO DO
CARRO. ELA É LEVADA EM SEGUIDA, CHORANDO MUITO. A AÇÃO
É BEM RÁPIDA. OS POPULARES ACOMPANHAM A SAÍDA DO
CARRO, COCHICHANDO ENTRE SI.

CORTA PARA

CENA 02. CASA DE PANTALEÃO. SALA. INT. DIA

PANTALEÃO ESTÁ À JANELA, OBSERVANDO A RUA COM


IMPACIÊNCIA. CLARICE ENTRA APRESSADA, PUXANDO SÍLVIO
PELA MÃO.

CLARICE – Papai!
3 O Captião Fracasso | Capítulo 41
ELE OLHA NA DIREÇÃO DELA E SE ESPANTA AO VÊ-LA COM
SÍLVIO.

PANTALEÃO – Eu achei que você estivesse no quarto...


CLARICE – Pai, Sílvio e eu estamos indo para Newgate.
PANTALEÃO – Para onde?
CLARICE – Newgate.
PANTALEÃO – Sozinha? De jeito nenhum, moça.
SÍLVIO – Ela vai comigo, seu Pantaleão.
PANTALEÃO – E vão fazer o que em Newgate, pelo amor de Deus?
CLARICE – Resgatar Beatriz, ora...
SÍLVIO – E quando voltarmos, vamos casar.

O CASAL TROCA OLHARES E UM SORRISINHO, CONFIDENTES.

PANTALEÃO – Assim, sem pedir?


SÍLVIO – Entre pedir, noivar e o casamento acontecer, acontecem muitas
coisas e queremos pular tudo isso.
PANTALEÃO – Mas isso não está certo!
CLARICE – O que não está certo é deixar Beatriz morrer como uma infeliz
sem família! Vou atrás dela e só volto quando... Quando... Quando eu voltar.

ELA SAI, ARRASTANDO SÍLVIO. PANTALEÃO AINDA TENTA


ALCANÇÁ-LOS, MAS DESISTE À PORTA.
4 O Captião Fracasso | Capítulo 41
PANTALEÃO – Pensando bem, deixa eles, Pantaleão...

SORRINDO, RESIGNADO, PANTALEÃO SAI DA SALA.

CORTA PARA

CENA 03. ALBERGUE. QUARTO DE ARTHUR E ISABELLE. INT.


DIA

CHIQUITA ESTÁ ENCOSTADA À JANELA, OLHANDO A RUA. VÊ


LEVI PASSANDO SOB SUA JANELA. OS OLHOS DA MENINA FICAM
MAREJADOS AO VÊ-LO E ELA SE INCLINA UM POUCO MAIS, COMO
SE QUISESSE ALCANÇÁ-LO DA ALTURA ONDE ESTÁ.

CHIQUITA – Levi!

ELE PÁRA DE ANDAR E OLHA PARA TRÁS, TENTANDO


LOCALIZAR DE ONDE VEM O CHAMADO. COMO NÃO ENCONTRA,
CONTINUA ANDANDO. CHIQUITA SUSPIRA, ENTRISTECIDA.

CHIQUITA – Meu Deus, eu queria tanto que ele me perdoasse...

UMA LÁGRIMA ROLA PELO ROSTO DELA, QUE ELA LOGO


ENXUGA COM OS DEDOS. LEVI SAI DE SEU CAMPO DE VISÃO E
CHIQUITA SE AFASTA DA JANELA. DECIDIDA, SAI DO QUARTO.
5 O Captião Fracasso | Capítulo 41

CORTA PARA

CENA 04. ALBERGUE. SAGUÃO. INT. DIA

ESMERALDA CONVERSA UM POUCO COM UM CARREGADOR,


DEPOIS ABRE O PRIMEIRO ENVELOPE DE UMA PILHA E COMEÇA A
LER EM SILÊNCIO. CHIQUITA DESCE A ESCADA CORRENDO E VAI
ATÉ ELA.

CHIQUITA – Esmeralda! Levi está no hotel?


ESMERALDA – Ele não passou por aqui, por quê?

CHIQUITA SAI CORRENDO, SEM RESPONDER À PERGUNTA.

ESMERALDA – Ei, menina, espera aí! O que você quer com...

AO PERCEBER QUE NÃO SERÁ OUVIDA, ESMERALDA SUSPIRA, UM


POUCO ABORRECIDA, E VOLTA PARA A LEITURA DA CARTA.

CORTA PARA

CENA 05. MILLSHIRE. EXT. DIA

STOCK SHOTS DA CIDADE.


6 O Captião Fracasso | Capítulo 41

CORTA PARA

CENA 06. SOLAR BRONKHART. EXT. DIA

TAKE DE LOCALIZAÇÃO.

CORTA PARA

CENA 07. CHALÉ. SALA. INT. DIA

SARAH ESTÁ DEITADA NO SOFÁ, COMENDO UM DOCE MUITO


TRANQUILAMENTE. SÉRGIO ENTRA.

SÉRGIO – Então, como vamos?


SARAH – Nada de novo. A prisioneirinha não deu um pio o dia inteiro...
SÉRGIO – Mas como ela está?
SARAH – Deve estar dormindo.
SÉRGIO – Vou ver como ela está.
SARAH – À vontade!

SARAH PASSA A CHAVE DO QUARTO PARA SÉRGIO, QUE LOGO A


ABRE E ENTRA.

CORTA PARA
7 O Captião Fracasso | Capítulo 41

CENA 08. CHALÉ. QUARTO. INT. DIA

ISABELLE ESTÁ SENTADA NA CAMA, ENCOLHIDA, COM O OLHAR


INERTE; PARECE ESTAR MUITO CANSADA. SÉRGIO SE APROXIMA
DELA, CARINHOSO.

SÉRGIO – Como está, querida?


ISABELLE – Perdi meu filho, como espera que esteja?
SÉRGIO – Deve estar doendo muito, não é?
ISABELLE – Espero que esteja sartisfeito.
SÉRGIO – Ora, Isabelle, você está fazendo muito mau juízo de mim. Eu a
quero muito bem, você sabe.
ISABELLE – Pois se realmente me quer tão bem quanto diz, deixe-me ir
embora!
SÉRGIO – Não. Eu quero cuidar de você, quero amá-la, quero dar a você uma
vida de rainha, mas uma rainha de verdade.
ISABELLE – Recuso tudo o que venha de você.
SÉRGIO – Não fale assim comigo!
ISABELLE – Ah, falo! Você não merece nada nem ninguém!

IRRITADO, SÉRGIO AGARRA ISABELLE E A BEIJA À FORÇA. ELA


COMEÇA A SE DEBATER, TENTANDO SE LIVRAR, MAS NÃO TEM
FORÇA SUFICIENTE. SÉRGIO A JOGA NA CAMA, COM MUITA
VIOLÊNCIA, E FICA POR CIMA DELA, QUE COMEÇA A CHORAR.
8 O Captião Fracasso | Capítulo 41

SÉRGIO – Eu avisei que não falasse desse jeito comigo.

E COMEÇA A BEIJÁ-LA PELO PESCOÇO E COLO; ISABELLE


CONTINUA TENTANDO SE LIVRAR ENQUANTO ELE COMEÇA A
DESPI-LA.

ISABELLE – Não, pelo amor de Deus, pare!

SÉRGIO PARECE NÃO OUVIR E CONTINUA TENTANDO TIRAR A


ROUPA DELA. ISABELLE NÃO PÁRA DE GRITAR.

CORTA PARA

CENA 09. SOLAR BRONKHART. JARDIM. EXT. DIA

CHIQUITA ACABA DE CHEGAR À PROPRIEDADE E CAMINHA NA


DIREÇÃO DO SOLAR; MAS DESVIA E COMEÇA A CAMINHAR EM
CÍRCULOS PELO JARDIM, COM AR SAUDOSO. SEUS OLHOS FICAM
MAREJADOS ENQUANTO ANDA; E ELA VAI SE APROXIMANDO,
SEM PERCEBER, DO CHALÉ DE SARAH. OS GRITOS DE ISABELLE
SÃO OUVIDOS, BEM FRACAMENTE; MAS A MENINA PERCEBE E
PÁRA DE CAMINHAR. FICA POR UNS INSTANTES EM SILÊNCIO
ABSOLUTO, APENAS OUVINDO OS GRITOS DE ISABELLE.
9 O Captião Fracasso | Capítulo 41
CHIQUITA – Meu Deus.

ELA FICA AINDA PARALISADA POR ALGUNS INSTANTES,


VISIVELMENTE EMOCIONADA; NÃO SABE SE RI OU CHORA. LEVA
UMA DAS MÃOS À BOCA, ABAFANDO UM GRITO. DEPOIS VAI SE
AFASTANDO DEVAGAR. ISABELLE CONTINUA GRITANDO.

CORTA PARA

CENA 10. CHALÉ. QUARTO. INT. DIA

CONTINUAÇÃO DA CENA 08. ISABELLE ESTÁ IMOBILIZADA PELOS


BRAÇOS DE SÉRGIO; NÃO TEM MAIS FORÇAS PARA SE DEBATER E
ELE SE APROVEITA, CONTINUA A BEIJÁ-LA COM MUITO ARDOR.
POR UM INSTANTE ELE SE DISTRAI E SOLTA OS BRAÇOS DELA.
NESSE INSTANTE, ISABELLE PEGA A BANDEJA SOBRE O CRIADO
MUDO E BATE NA CABEÇA DE SÉRGIO TRÊS VEZES. O RAPAZ
DESMAIA NA HORA.

CORTA PARA

CENA 11. MILLSHIRE. EXT. DIA

TAKE DA RUA DO ALBERGUE.


10 O Captião Fracasso | Capítulo 41
CORTA PARA

CENA 12. ALBERGUE. QUARTO DE ARTHUR E ISABELLE. INT.


DIA

ARTHUR ESTÁ PROSTRADO NA CAMA, TENDO OSÉIAS A SEU


LADO. O RAPAZ TENTA FAZÊ-LO BEBER UMA XÍCARA DE CHÁ,
QUE É RECUSADA.

OSÉIAS – Vai, homem, você precisa reagir!


ARTHUR – Só bebo isso se tiver veneno dentro, não tenho mais forças,
Oséias, acabou.
OSÉIAS – Não acabou nada, e o/
ARTHUR – Ela não vai mais voltar, o que vou fazer?

CHIQUITA ENTRA CORRENDO NO QUARTO. PÁRA ENCOSTADA NA


PORTA, OFEGANTE.

CHIQUITA – Encontrei.
OSÉIAS – Encontrou o que, menina?
CHIQUITA – O lugar onde Isabelle está presa. É num chalé nos fundos do
solar Bronkhart.
ARTHUR – Eu sabia... Sempre soube! [T] Ela está bem?
CHIQUITA – Viva ela está; ouvi os gritos.
ARTHUR – Vou resgatá-la agora.
11 O Captião Fracasso | Capítulo 41
OSÉIAS – Sozinho? Não vai, não.
ARTHUR – Você vem comigo.
OSÉIAS – Espera, homem, não é prudente!
ARTHUR – Não é prudente como? Minha mulher está presa, Deus sabe o que
aquele miserável está fazendo com Isabelle... Eu não posso permitir isso!
CHIQUITA – Oséias está certo; não convém invadir a propriedade assim,
você pode sair muito machucado.
ARTHUR – Não me importa, contanto que Isabelle fique livre dele.
OSÉIAS – Acho melhor nos organizarmos para entrar na casa. Leonardo pode
nos ajudar...
CHIQUITA – E Levi. Não sei se ele vai querer me ouvir, mas não custa nada
tentar.
ARTHUR – Pois então tente; mas tente logo que eu não aguento mais esperar!

CORTA PARA

CENA 13. ALBERGUE. SAGUÃO. INT. DIA

ESMERALDA COLOCA UMA CARTA DE LADO E PEGA OUTRO


ENVELOPE FECHADO. O ABRE E COMEÇA A LER EM SILÊNCIO. À
MEDIDA EM QUE AVANÇA NA LEITURA, SUA EXPRESSÃO VAI
FICANDO MAIS PREOCUPADA. ALICE ENTRA, VINDA DA RUA E
CARREGANDO UM CESTO DE COMPRAS; SE APROXIMA DO
BALCÃO SEM QUE ESMERALDA NOTE.
12 O Captião Fracasso | Capítulo 41
ALICE – O que houve?
ESMERALDA – Chegou carta de seu Horácio.
ALICE – Ai, meu Deus... E o que aconteceu com ele?
ESMERALDA – Vai voltar em poucos dias.
ALICE – E você me dá a notícia assim?
ESMERALDA – Estou com medo do que ele dirá quando voltar e descobrir o
que eu provoquei! Quando ele souber que dona Beatriz foi presa por minha
culpa, meu Deus...
ALICE – Ah, é isso.
ESMERALDA – É. Não vou ter coragem de ir recebê-lo depois disso, você
vai sozinha.
ALICE – Tem certeza?

ESMERALDA ACENA TRISTEMENTE COM A CABEÇA,


CONFIRMANDO O QUE ACABA DE DIZER.

CORTA PARA

CENA 14. SOLAR BRONKHART. EXT. DIA

TOMADA DE LOCALIZAÇÃO.

CORTA PARA
13 O Captião Fracasso | Capítulo 41
CENA 15. CHALÉ. QUARTO. INT. DIA

SÉRGIO CONTINUA DESMAIADO AOS PÉS DE ISABELLE. ELA SE


LEVANTA DEVAGAR E VAI ATÉ A PORTA, A ENTREABRINDO. VÊ
SARAH DORMINDO NO SOFÁ E ARRISCA ALGUNS PASSOS SALA
ADENTRO. PASSA PERTO DE SARAH E PERCEBE QUE ELA ESTÁ EM
SONO PROFUNDO; ENTÃO SAI DA SALA, TENTANDO NÃO FAZER
BARULHO.

CORTA PARA

CENA 16. CHALÉ. ESCADARIA. INT. DIA

ESTE É UM LOCAL MAIS ESCURO. ISABELLE FECHA A PORTA


ATRÁS DE SI E DESCE OS DEGRAUS COM UM POUCO DE
DIFICULDADE, DEVAGAR E SE APOIANDO NO CORRIMÃO.
FINALMENTE CHEGA AO CHÃO E DESCOBRE UM LOCAL
FECHADO E ESCURO. TATEIA AS PAREDES EM BUSCA DE UMA
PORTA; E FINALMENTE ENCONTRA UMA, DE MADEIRA MACIÇA,
QUE NÃO CEDE. COMEÇA A ANDAR EM CÍRCULOS, TOCANDO
TODOS OS CANTOS, EM BUSCA DE UMA PORTA.

CORTA PARA
CENA 17. SOLAR BRONKHART. JARDIM. EXT. DIA
14 O Captião Fracasso | Capítulo 41
CHIQUITA PASSA RETO PELA PROPRIEDADE PRINCIPAL E O
CHALÉ ONDE VIVEM LEONARDO E LEOPOLDINA, SEGUINDO
PARA O CHALÉ DE ONDE VIERAM OS GRITOS. CIRCULA,
OBSERVANDO BEM ATENTAMENTE E TENTANDO OUVIR ALGO.
INSTANTES. OUVEM-SE BATIDAS FORTES EM MADEIRA E
CHIQUITA SE AQUIETA. AS BATIDAS CONTINUAM,
ACOMPANHADAS DE UM GEMIDO ABAFADO. CHIQUITA SE
ENCOSTA À PORTA QUE SE LOCALIZA NOS FUNDOS DA CASA.
OUVE OUTRA VEZ AS BATIDAS E O GEMIDO.

CHIQUITA – Isabelle? É você, Isabelle?


ISABELLE – Sim!
CHIQUITA – Como você chegou aqui?

CORTA PARA

CENA 18. CHALÉ. PORÃO. INT. DIA

ISABELLE ENCOSTADA À PORTA, FRACA. PARECE FAZER GRANDE


ESFORÇO PARA FALAR.

ISABELLE – Não sei direito, eu saí e fui andando, não sei direito que lugar é
esse. Mas me tira daqui, pelo amor de Deus!
15 O Captião Fracasso | Capítulo 41
ENCOSTADA À PORTA, ELA SE ENCOLHE E COMEÇA A CHORAR
EM SILÊNCIO.

[Fim do capitulo]