Você está na página 1de 6
Contratações de TI - Questões Cespe - (2010 a 2013) Professor Gledson Pompeu gledson.pompeu@gmail.com

Contratações de TI - Questões Cespe - (2010 a 2013)

Professor Gledson Pompeu

gledson.pompeu@gmail.com

Acesse nosso site em WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Turmas em Brasília, na sua cidade, e cursos online Edições

Acesse nosso site em

WWW.DOMINANDOTI.COM.BR

Acesse nosso site em WWW.DOMINANDOTI.COM.BR Turmas em Brasília, na sua cidade, e cursos online Edições publicadas,
Turmas em Brasília, na sua cidade, e cursos online Edições publicadas, lançamentos e promoções
Turmas em Brasília,
na sua cidade, e
cursos online
Edições publicadas,
lançamentos e
promoções

Interação direta entre estudantes e com os professores

Versões atualizadas de notas de aula e listas de exercícios

Dicas e macetes de estudo, indicações de bibliografia, etc.

Questões inéditas, ranking de notas e correções em vídeo

etc. Quest ões inéditas, ranking de notas e correções em vídeo Curta o Dominando TI no
Curta o Dominando TI no
Curta o Dominando TI
no
facebook.com/DominandoTI
facebook.com/DominandoTI

Questões sobre Contratações de TI – CESPE - 2010 a 2013

Atualizado em 25/10/2013

Contratações de TI

TCU 2010 – Auditor de Controle Externo – TI

89 Atenderá aos atos normativos do MPOG a contratação, por órgão público, de suporte técnico para os seus processos de planejamento e avaliação da qualidade dos serviços de tecnologia da informação, desde que sob a supervisão exclusiva de servidores do órgão.

90 A contratação por determinado órgão publico de empresa para realizar os serviços de execução e de fiscalização referentes ao mesmo objeto será legítima por atender ao interesse público com maior eficiência.

91 As atividades de informática, como as de telecomunicações, devem ser, de preferência, objeto de execução indireta.

92 A administração pública pode celebrar um único contrato tendo por objeto mais de uma solução de tecnologia da informação

MPU 2010 – Desenvolvimento de Sistemas

91 O plano diretor de tecnologia da informação (PDTI) é um instrumento de diagnóstico e gestão dos recursos e processos de TI, que visa a atender às necessidades de informação de um órgão ou entidade para determinado período, sem considerar aspectos de planejamento.

92 A gestão de processos de TI, incluindo a gestão de segurança da informação, não pode ser objeto de contratação.

93 Área de TI é considerada como uma unidade setorial ou seccional do sistema de administração dos recursos de informação e informática, bem como área correlata, responsável por gerir a TI do órgão ou entidade.

94 Software pode ser entendido como um sistema ou componente constituído por um conjunto de programas, procedimentos e documentação, desenvolvido para o atendimento de necessidades especificas do órgão ou entidade

95 Requisitos é um conjunto de especificações necessárias para definir a solução de TI a ser contratada. Critérios de aceitação são parâmetros objetivos, mas nem sempre mensuráveis, utilizados para verificar um serviço ou produto quanto à conformidade aos requisitos especificados.

Abin 2010 – Desenvolvimento de Sistemas

91 O acompanhamento de um contrato de TI deve ficar a cargo da empresa contratada, devendo esse contrato conter cláusula que responsabilize a empresa contratada pelo monitoramento da contratação e exima o órgão publico de qualquer compromisso com o andamento dessa contratação.

92 No serviço público federal, a gestão de processos e de segurança de TI deve ser objeto de um único contrato firmado entre a entidade e uma empresa terceirizada.

93 Embora não seja um documento obrigatório, o plano diretor de TI (PDTI) e ́ um documento cuja elaboração e ́ recomendada para os órgãos públicos federais. A formulação do PDTI permite que um órgão esteja em conformidade com o estado da arte em gestão de TI, o que reduz as chances de haver ineficiência de infraestrutura de TI, tanto física quanto humana.

94

A

IN4 possui caráter normativo para os diferentes órgãos

filiados da administração pública federal, tais como a própria SLTI (órgão central), ministérios e equivalentes (órgãos setoriais), fundações e autarquias (órgãos seccionais), além de órgãos correlatos e áreas de TI.

95

De acordo com a IN4, na fase de gerenciamento de contrato, os órgãos do governo federal devem seguir um conjunto de atividades mínimas, que inclui a analise de viabilidade da contratação, o plano de sustentação, a estratégia de contratação e a análise de riscos.

Abin 2010 – Suporte

106

análise de viabilidade prevê tarefas de avaliação das necessidades corporativas, segundo os objetivos

A

estratégicos, além da explicitação da motivação para contratação. Também trata da especificação de requisitos

e

demandas, avaliação de soluções disponíveis, projetos

similares e identificação de possíveis soluções, momento em que provedor e cliente devem participar conjuntamente.

107

A norma estabelece três fases para o processo de contratação: planejamento da contratação, seleção do fornecedor e avaliação do serviço. No caso da seleção do fornecedor, todos os procedimentos são direcionados para

a

legislação vigente, principalmente a Lei no 8.666/1993 e

itens específicos da norma. Nesse sentido, é correto concluir que a norma interfere nesses quesitos.

108

A contratação de bens e serviços de TI, desde que possuam padrões de desempenho e de qualidade objetivamente definidos pelo edital para esta finalidade, com base em especificações usuais encontradas no mercado, deve ser obrigatoriamente realizada pela modalidade técnica e preço.

109

Apesar de não ser obrigatório, o projeto básico ou termo de referencia é um anexo do edital da licitação que traz informações específicas do projeto, com requisitos e especificações detalhadas para não deixar dúvidas aos concorrentes.

110

Exigir atestados de capacidade técnica em relação a itens não significativos para a obra ou serviço como um todo, de

forma a evitar restrições ao caráter competitivo da licitação,

é solicitação indevida na seleção de fornecedores.

TRT-10 2012 – Analista de Sistemas

71

A

contratação de solução de TI deve ser sempre precedida

de planejamento, elaborado em harmonia com o PDTI, em alinhamento com o planejamento estratégico institucional.

72

Não se identificam no PETI as ações necessárias à consecução dos objetivos e metas para a TI corporativa nele definidos.

73

Diferentes soluções de TI podem ser utilizadas para atender a necessidades de TI e de informação

semelhantes, razão por que, ao se realizar o planejamento de contratações, devem-se analisar diversas alternativas, com vistas a estabelecer a que seja mais economicamente vantajosa.

74

vedada a contratação pela administração pública de soluções de TI que não tenham sido previstas explicitamente no PETI ou no PDTI.

É

MPE-PI 2012 – Analista de Sistemas

63 A IN 04 define um processo lógico de contratação, estabelecendo suas fases e requisitos.

Professor Gledson Pompeu - gledson.pompeu@gmail.com

3

lógico de contratação, estabelecendo suas fases e requisitos. Professor Gledson Pompeu - gledson.pompeu@gmail.com 3

Questões sobre Contratações de TI – CESPE - 2010 a 2013

Atualizado em 25/10/2013

64

Entre outros aspectos, a IN 04 estabelece normas para a contratação de serviços de TI.

71

O fiscal técnico do contrato é um servidor da área de TI indicado para fiscalizar tecnicamente o contrato.

 

72

A

gestão de segurança da informação não pode ser objeto

MCTI 2012 – Tecnologista Pleno

de contratação de uma solução de TI.

118

Podem ser objeto de contratação em um único contrato,

73

Caso se configure dispensa de licitação, a contratação com

todos os serviços de tecnologia da informação de

uso de verbas de organismos internacionais dispensa a

determinado órgão, se houver necessidade de otimização

realização da fase de planejamento da contratação.

melhoria da eficiência dos serviços de tecnologia da informação.

e

74

O termo de encerramento do contrato, cuja finalidade é encerrar formalmente o pacto contratual entre a

119

É

vedada a previsão, em edital, da remuneração de

contratante e a contratada, deve ser elaborado pelo gestor

funcionários dos fornecedores de serviços.

 

do contrato.

120

As contratações de tecnologia da informação dividem-se em duas fases: seleção de fornecedor e gestão do contrato.

75

O termo de referência, também denominado projeto básico, é o documento responsável pelo início da fase de planejamento da contratação.

 

76

O integrante técnico participa da estratégia da contratação

Anac 2012 – Desenvolvimento de Sistemas

e da revisão técnica.

55

A

garantia da continuidade do negocio é uma das ações

consideradas no plano de sustentação e abrange, em

PF 2013 – Perito Área 3

relação à solução de TI contratada, o período de implantação da solução e o período posterior ao encerramento do contrato.

120

Com base na SLTI MP IN no 4/2010, em uma contratação de solução de TI, a fase de planejamento da contratação prescinde a fase de seleção do fornecedor.

56

A

execução da fase de planejamento da contratação não é

obrigatória nos casos de dispensa de licitação ou de

MPOG Temporário 2013 – Gestor

licitação dispensada.

111

Para adotar acordo de nível de serviço, é necessário

57

De acordo com a IN 04/2010, mesmo sendo vedado exigir certificações dos empregados dos fornecedores de solução, é correto definir como critério para a habilitação

estabelecer um critério objetivo para mensurar os resultados, utilizando-se, preferencialmente, ferramenta informatizada.

da contratação a certificação da própria empresa em uma

Uma solução de TI não pode ser dividida em contratações

112

A

maioria de bens e serviços de informática deve adotar a

58

ferramenta de governança de TI, sem necessidade de justificativa específica.

modalidade técnica e preço, tendo em vista suas particularidades e a arquitetura de solução necessária para cada órgão contratante.

separadas.

113

Para que os riscos de interrupção na prestação de serviços

Na fase de planejamento da contratação, é necessária a

Anac 2012 – Analista de Suporte

profissionais por parte da contratada se concretizem, é necessário prever, em edital, a remuneração dos

55

Na entrega de produtos com prazo e qualidade

funcionários da contratada e o índice utilizado para o

previamente definidos, deve-se realizar a aferição de esforço por meio da métrica homens-hora.

114

reajuste.

56

O termo de referência, também denominado projeto

básico, deve ser elaborado pelo gestor do contrato, com o apoio do requisitante do serviço e da área de TI, a partir da

elaboração de um documento que oficialize a demanda e contenha a indicação da fonte dos recursos para a contratação.

estratégia de contratação, e conter diversas informações, tais como a definição do objeto, a fundamentação da contratação, a estimativa de preços e a adequação

115

No plano de sustentação entregue, o integrante técnico deve indicar a solução de tecnologia da informação a ser contratada.

orçamentária.

116

É

tarefa da análise de viabilidade da contratação identificar

57

O

atraso injustificado na execução do contrato sujeitará o

diferentes soluções que atendam aos requisitos da

contratado à multa de mora, na forma prevista no instrumento convocatório ou no contrato. Se o valor dessa

demanda, considerando as soluções existentes no portal de software público brasileiro.

 

117

A

contratação para gestão de processos de tecnologia da

multa for superior ao valor da garantia prestada, além da perda desta, o contrato deverá ser encerrado/cancelado.

INPI 2013 – Desenvolvimento de Sistemas

informação e segurança da informação deve ser precedida de planejamento alinhado ao planejamento estratégico do órgão.

54 IN no 04/2010 não se aplica à contratação de serviços

A

118

E ́ vedada a previsão, em edital, de que os quadros dos

 

de

TI com valores entre R$ 30.000,00 e R$ 65.000,00.

fornecedores sejam ocupados por funcionários com

55 equipe de planejamento da contratação é composta por

A

 

certificações profissionais para fornecer solução de

 

integrante técnico, integrante administrativo e integrante

tecnologia da informação, antes da contratação.

requisitante.

INPI 2013 – Infraestrutura de TI

70

A equipe de planejamento da contratação é composta por

representantes das áreas técnica e administrativa, além do representante da área requisitante da solução.

MPU 2013 – Desenvolvimento de Sistemas

66 Tratando-se de contratação de serviços de tecnologia da informação, para que sejam garantidos a qualidade e o atendimento aos prazos de entrega exigidos, o edital deve descrever o valor da remuneração dos funcionários da contratada.

Professor Gledson Pompeu - gledson.pompeu@gmail.com

4

o valor da remuneração dos funcionários da contratada . Professor Gledson Pompeu - gledson.pompeu@gmail.com 4

Questões sobre Contratações de TI – CESPE - 2010 a 2013

Atualizado em 25/10/2013

67 No início de um contrato de prestação de serviços, devem ser repassados à contratada os conhecimentos necessários para a execução do serviço; além disso, a infraestrutura necessária deve ser disponibilizada.

68 Em se tratando de contratação para a aquisição de software, hardware e serviços de instalação, é aceitável a celebração de um único contrato.

MPU 2013 – Analista de Suporte

70 Para garantir uma adequada fiscalização do produto final, recomenda-se contratar mais de uma solução de TI em um mesmo contrato.

71 O plano de sustentação deve constar da fase de planejamento da contratação.

72 Área requisitante de uma solução é a unidade do órgão ou entidade que demanda a contratação de uma solução de tecnologia da informação (TI).

73 A capacitação dos servidores é uma das condições que garante a padronização do processo de planejamento de contratação de TI.

74 O modelo de gestão do contrato e a forma de seleção do fornecedor devem constar do projeto básico de contratação de serviços de TI.

MPU 2013 – Técnico de TI

51 No plano de sustentação devem constar, entre outros aspectos, os recursos humanos e materiais necessários para a continuidade do negócio.

52 A indicação da fonte de recursos para a contratação dos serviços de TIC deve ser feita no momento da assinatura do contrato.

53 O órgão contratante de serviços especializados de TIC pode indicar, para o quadro de especialistas da empresa contratada, técnicos com os conhecimentos adequados à realização dos serviços.

Questões sobre Contratações de TI – CESPE - 2010 a 2013

Atualizado em 25/10/2013

Gabaritos

TCU 2010 – Auditor de Controle Externo – TI

89 - C

90 - E

91 - C

92 - X

MPU 2010 – Desenvolvimento de Sistemas

91 - E

92 - C

93 - C

94 - X

95 - E

Abin 2010 – Desenvolvimento de Sistemas

91 - E

92 - E

93 - E

94 - C

95 - E

Abin 2010 – Suporte

106 - C

107 - E

108 - E

109 - E

110 - C

TRT-10 2012 – Analista de Sistemas

71 - C

72 - E

73 - E

74 - E

MPE-PI 2012 – Analista de Sistemas

63 - C

64 - C

MCTI 2012 – Tecnologista Pleno

118 - E

119 - C

120 - E

Anac 2012 – Desenvolvimento de Sistemas

55 - C

56 - E

57 - E

58 - E

Anac 2012 – Analista de Suporte

55 - E

56 - C

57 - E

INPI 2013 – Desenvolvimento de Sistemas

54 - C

55 - C

INPI 2013 – Infraestrutura de TI

70 - C

71 - C

72 - C

73 - E

74 - C

75 - E

76 - C

PF 2013 – Perito Área 3

120 - E

MPOG Temporário 2013 – Gestor

111 - C

112 - E

113 - E

114 - C

115 - E

116 - C

117 - E

118 - C

MPU 2013 – Desenvolvimento de Sistemas

66 - E

67 - C

68 - E

MPU 2013 – Analista de Suporte

70 - E

71 - C

72 - C

73 - C

74 - C

MPU 2013 – Técnico de TI

51 - C

52 - E

53 - E