Você está na página 1de 3

Se apenas leres os livros que toda a gente l, apenas podes

pensar o mesmo que os outros esto a pensar.


Murakami , Haruki

Ler sonhar pela mo de outrem. Ler mal e por alto


libertarmo-nos da mo que nos conduz. A
superficialidade na erudio o melhor modo de ler
bem e ser profundo.
Pessoa , Fernando
Gostar de ler trocar horas de tdio por outras deliciosas.
Montesquieu , Baron de
Chega-se a ser grande por aquilo que se l e no por aquilo
que se escreve.
Borges , Jorge
Quem l muito e anda muito, vai longe e sabe muito.
Cervantes , Miguel
Mais se aprende na leitura meditada de um s livro, de que no
folhear, levianamente, milhares de volumes.
Dinis , Jlio
O homem aquilo que l.
Brodsky , Joseph
bom lermos tudo de alguma coisa, e alguma coisa de tudo.
Brodsky , Joseph

A nica forma de fazerem tudo o que gostariam de fazer


atravs da leitura.
Clancy , Tom

Por pouco que tenhas lido, por pouco que saibas, o


que s depende da casualidade do lido.
Canetti , Elias

Sentado de p ou no cho, ler na biblioteca a melhor soluo.


O livro um antdoto contra a ignorncia, a insensibilidade,
a superficialidade e a preguia. Faa desse seu amigo um
companheiro inseparvel.
Quem no l, mal ouve, mal fala, mal v.
Um livro, alm de modesto, prtico.
Livro no precisa de baterias ou de energia eltrica.
Livro no enguia.
Livro no tem luzinha, livro no faz barulho,
Livro pode ser levado para qualquer lugar.

A coluna do livro nunca di.


A orelha do livro fica maior quando o livro fica velho.
O livro fica de p quando algum l deitado.
O rodap do livro no tem chul.

As palavras ficam gravadas nos livros para no serem


esquecidas.
Quem ama os livros deseja possu-los; quem os
possui acaba por am-los.
A leitura um ato de abertura para o mundo.
Ler, fantstica aventura, aumenta o nosso conhecimento.
Livro, passaporte para a imaginao.

A leitura o alimento da mente.


Livro: um pouco, dois bom, mas nunca demais.

A vida est cheia de mistrios, para tentar explicar estes


mistrios, os homens inventaram as histrias.
O leite o alimento do bero; o livro, o alimento da escola.

Ler de novo nunca ler a mesma coisa.


O principal valor de um livro a prpria leitura e aquilo que o ato de ler
provoca em cada um.
O livro um amigo discreto que no se impe a ningum, e s fala
connosco quando temos vontade de conversar com ele.

Nos livros encontramos conselhos, que, em hiptese


alguma, nossos amigos ousariam a dar-nos.