Você está na página 1de 2

Ciberntica

Ciberntica
De
Primeira
Ordem

Regulao e controle para


Primeira
manuteno da homeostase
Cibernti
Morfoestase feedback
ca
negativo
Processo ativado pelo erro
HomeoSTTICA

Necessidade de mudanas
Segunda
para adaptao
Cibernti
Morfognese feedback
ca
positivo
Seqncia que amplifica o
desvio, adaptao
HomeoDINMICA

Ciberntica
De
Segunda
Ordem

Heinzenberg:
Princpio da incerteza
Impossibilidade de
observao objetiva
No-neutralidade do
observador
Maturana e Varela (1987)
Autopoiese
Determinismo estrutural
Linguagem dialgica
No-trivialidade (incerteza e
imprevisibilidade)
Von Foester: Ciberntica dos
Sistemas Observantes

Implicaes na Terapia Familiar


Ciberntica
De
Primeira
Ordem

nfase na correo de
Primeira
Ciberntica desvios para manuteno

do sistema
Papel do terapeuta: expert
Grupo de Palo Alto (60s)
Modelo Comunicacional

Mudana por meio de


Segunda
Ciberntica tcnicas geradoras de crise,
desequilibradoras do
sistema, e tcnicas
provocativas
Papel do terapeuta: expert
Minuchin, Whitaker, Andolfi

Ciberntica
De
Segunda
Ordem

Terapeuta parte do
sistema, mais do que um
mero interventor
Papel do terapeuta:
facilitador
Terapias sistmicas
construcionistas sociais,
modelos conversacionais