P. 1
Dolce Morumbi edição 68

Dolce Morumbi edição 68

|Views: 488|Likes:
Publicado porDolce Morumbi

More info:

Published by: Dolce Morumbi on Mar 25, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/21/2010

pdf

text

original

ANO 10 EDIÇÃO 68 MARÇO 2010

E
D
I
Ç
Ã
O

6
8

M
A
R
Ç
O

2
0
1
0
O TriCampeão
Ex-craque da
Seleção
Brasileira,
Roberto
Rivellino
relembra a
infância e as
glórias que
viveu como
jogador.
MORUMBI
Gastronomia: 10 Doces tentações Especial Autos: Tudo para o seu automóvel
Rivellino Capa 68.indd 1 24/3/2010 11:52:02
espelho68.indd 2 24/3/2010 10:53:32
espelho68.indd 3 24/3/2010 10:53:49
4 MORUMBI MARÇO 2010
CARTA AO LEITOR
escoladopovo.org
ANO 10 • EDI ÇÃO 68 • MARÇO 2010
DIRETORIA:
Denise Gonçalves e Vania Ferreira
PUBLISHER Denise Gonçalves • denise@dolcemorumbi.com
DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO E ARTE DIRETORA
Vania Ferreira • vania@dolcemorumbi.com
GESTÃO DE QUALIDADE
Judith Ferreira • judith@dolcemorumbi.com
REDAÇÃO Fádua Capellari • editorial@dolcemorumbi.com
Roseli Gonçalves • roseli@dolcemorumbi.com
DIREÇÃO DE ARTE Sergio Cajado • cajado@dolcemorumbi.com
ESTAGIÁRIA Bruna Domingues • cadastro@dolcemorumbi.com
CAPA Criação e concepção Sergio Cajado com foto JAF
JORNALISTA RESPONSÁVEL Jorge Fernando Jordão / Mtb 25.370
DEPARTAMENTO COMERCIAL
DIRETORA Ana Paula Freitas • anapaula@dolcemorumbi.com
ASSISTENTE Alice C. Gonçalves • comercial@dolcemorumbi.com
REPRESENTANTES COMERCIAIS Andrea Mendes e Lilian Videira
PROJETOS ESPECIAIS
Luciana Karaptsias • luciana@dolcemorumbi.com
DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO • ASSISTENTE
Renata Nakazawa • renata@dolcemorumbi.com
LOGÍSTICA e CIRCULAÇÃO
Sergio Falsetta • sergio@dolcemorumbi.com
COLABORARAM NESTA EDIÇÃO: Claudia Castellan,
Floriano Serra, JAF, Lívio Giosa, Marcelo Negrão, Paulo Roberto
Amaral, Renata Agostine, Renato Corrêa,
Rosa Richter e Roseli Gonçalves (revisão)
IMPRESSÃO IBEP
DISTRIBUIÇÃO Gratuita • via courier para mailing VIP
Revista DOLCE MORUMBI é uma publicação da
Página 8 Editora Ltda.-ME. A editora não se responsabiliza
pelas opiniões emitidas nos artigos assinados.
Ninguém pode retirar produtos nem quaisquer outros
materiais em nome desta publicação sem autorização expressa,
por escrito, em papel timbrado, da diretoria da Editora Página 8.
CONTATOS: DIRETORIA, REDAÇÃO E ARTE
Av. Morumbi, 5594 – 05650-001 – SP – Tel.: (11) 3464-6644
trafego@dolcemorumbi.com
DEPARTAMENTO COMERCIAL
Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 B – 05640-004 – SP
Tel.: (11) 3464-6600 - Fax: (11) 3464-6612
comercial@dolcemorumbi.com
Os royalties deles e a nossa subprefeitura
O mundo se tornou um lugar pequeno demais para tantos assuntos. O dia também, 24
horas são pouco tempo para digerirmos a quantidade de informações e o desdobramento
que cada uma delas traz. Só neste ano fomos apresentados às tragédias trazidas pelas
catástrofes naturais no litoral do Rio de Janeiro, no Haiti e no Chile; às enchentes recorrentes
em São Paulo; à violência do caso Glauco e seu lho Raoni, logo seguida pela volta do caso
Isabella Nardoni com o julgamento dos acusados; a uma nova sequência de escândalos
envolvendo alguns importantes partidos políticos. Em ano de Copa do Mundo, de futebol
mesmo ouvimos falar mais sobre as encrencas amorosas do Adriano e a nova mansão do
Ronaldo. Durma-se com um barulho desses.
Chega a ser quase um alívio poder concentrar nossa atenção em nosso bairro. E olha que
ele tem suas demandas, e não são poucas! Destaque para a campanha pela implantação da
Subprefeitura do Morumbi, que volta com fôlego novo em 2010. Se vemos os uminenses
irem às ruas reivindicar seu direito a uma fatia maior nos royalties do petróleo, por que
não nos revestimos do nosso melhor espírito de cidadãos para também exigirmos maior
atenção para nossa região? Quem não pensa não forma opinião, não pede nada e acaba
cando sem nada mesmo, sempre relegado ao último plano, já que as atenções vão para
quem sabe se mobilizar. Nas páginas desta edição voltamos ao assunto, assumindo nossa
parte nessa campanha. Voltamos a falar, também, de futebol. Teremos muito tempo para
falar do futuro próximo do esporte e qual será o seu papel no desenvolvimento de nosso
bairro. Nesta edição, em especial, queremos resgatar o grande craque Rivellino, camisa 10
da seleção brasileira em duas Copas do Mundo, atual empresário da nossa região estendida.
Neste ano em que comemoramos nossos dez anos, foi uma alegria para nós trazermos a
história deste grande esportista para nossas páginas.
Por falar em alegria, esse foi o sentimento dominante na comemoração do 2º aniversário
da nossa confraria feminina, conforme você vai ver nestas páginas.
Boa leitura, e não se esqueça de votar pela Subprefeitura do Morumbi!
COLUNAS
20
ESPORTES Andar de bicicleta
faz bem • por Marcelo Negrão
22
MODA Como estar na moda?
• por Claudia Castellan
24
TEST DRIVE BMW em Interlagos • por Renato Corrêa
54
CIDADANIA Uma subprefeitura • por Rosa Richter
56
CORPORATIVO O lado feminino da humanidade
na busca por um mundo melhor • por Lívio Giosa
58
PENSATA Ano novo, vida nova. Ou não?
• por Paulo Amaral
80
FINAL FELIZ Quero apenas que você
me toque • por Floriano Serra
CAPA
06
Simplesmente Riva
12
10 PERGUNTAS
para Carlos Schiliró
14
ACHADOS PÁSCOA
16
GASTRONOMIA
Doces tentações
26
ESPECIAL AUTOS
36
CONFRARIA

Dois anos de vida
42
EM FOCO
O que rolou no bairro
62 VITRINE
Dose extra de saúde
DOLCE MORUMBI APOIA:
Denise Gonçalves
denise@dolcemorumbi.com • www.twitter.com/DeniseDolce
carta ao leitor68 gen.indd 4 24/3/2010 11:29:08
espelho68.indd 84 22/3/2010 20:09:26
capa
6 MoruMbi março 2010
por Fádua Capellari • fotos Jaf
capa
6 MoruMbi
Simplesmente
Riva
Matéria de Capa 68.indd 6 24/3/2010 10:33:38
7 MoruMbi março 2010 7
Simplesmente
Riva
D
uas coisas me chamaram a atenção quan-
do cheguei para a entrevista na escola de
futebol Rivellino Sport Center. A primeira
foi a alegria de algumas crianças que che-
gavam para suas aulas. De mochilas nas costas e uni-
formes diferenciados, elas mostravam, além de seus
times favoritos, o mesmo sorriso de felicidade. A se-
gunda foi um lindo Loris Arco-íris, periquito australia-
no dono de cores vibrantes, que se abaixou quando
cheguei perto da gaiola, como se quisesse me cum-
primentar ou dar boas-vindas.
Na recepção, Rivellino me esperava para o nos-
so bate-papo de tênis, bermuda e camiseta, bem à
vontade. Quando me viu veio ao meu encontro e me
cumprimentou com um frme aperto de mão, me
guiando até seu escritório.
A sala intimista, com fotos da família e de algumas
das suas importantes partidas, fca no andar de cima
da escola, com vista para os quatro maiores campos
de grama sintética de São Paulo. Entre os objetos de
decoração, um porquinho. Pergunto se é por causa do
Palmeiras, time para o qual torcia na infância, e ele me
responde, rindo, que é do irmão e que foi ele quem o
colocou ali.
BOLA ROLANDO!
Jogador do Fluminense por três temporadas e do
Corinthians por 12 anos, o ex-camisa 10 conta que
começou sua carreira tarde, com 15 anos, diferente
do que acontece hoje, quando crianças começam a
frequentar escolinhas de futebol bem mais cedo. “Hoje
em dia as crianças aprendem a jogar cedo, com 8 ou 9
anos elas já estão treinando, fazendo testes. Eu aprendi
a jogar bola na rua, foi um dom dado por Deus”.
Com Zagallo no comando da seleção, foi titular do
Brasil na Copa de 1970, conquistando o tricampeonato
mundia, e se tornou o terceiro maior goleador do
time, marcando três gols em cinco partidas.
Jogador meia-esquerda, Rivellino mostrou ao
mundo todo o seu futebol habilidoso e sua jo-
gada perfeita. Dono da famosa ‘patada atômica’,
apelido dado por mexicanos por seus chutes ex-
tremamente fortes e certeiros, e do famoso ‘drible
elástico’, ele foi citado em diversas entrevistas por
craques não menos famosos, como Diego Mara-
dona, que disse ter se inspirado nele para jogar.
Com grande sorriso e admiração nos olhos,
ele também fala sobre o jogador argentino, um
de seus favoritos no mundo da bola. “Depois de
Pelé e Garrincha, o Maradona foi um dos maiores
jogadores que eu já vi jogar. Eu fco muito hon-
rado com todas as declarações que ele dá sobre
mim, e o carinho é totalmente recíproco, porque
ele foi um jogador fantástico. Todas as vezes que
nos encontramos, hoje com menos frequência,
claro, ele me diz com aquele sotaque que todo
mundo conhece ‘Rivellino, o maior jogador do
mundo’, então eu fco muito feliz”.
Entre os grandes times em que atuou, está o
El Helal, da Arábia Saudita, onde é querido e bem-
vindo até hoje, tanto que fez questão de esclare-
cer um assunto que circula há tempos na internet
e que todos comentam: sobre ele ter encerrado
a carreira depois de algumas desavenças com o
príncipe do país, Kaleb. “Isso é mentira. Criaram
essa polêmica porque eu tive uma contusão e
parei de jogar bola na Arábia. Eu me tratava no
São Paulo, que era perto da minha casa e, um dia,
fz um coletivo. A imprensa viu e algumas pessoas
falaram ‘ah, o Rivellino vai voltar a jogar’, e criaram
essa ideia de que eu ia voltar a jogar, que eu tive
uma desavença na Arábia e tinha chutado a bola
A paixão pelo futebol faz parte da vida de todos os brasileiros. Em 2010, ano de Copa do Mundo,
Dolce completa dez anos e entrevistou um dos maiores craques da história do futebol, o ex-camisa 10
Roberto Rivellino. Conhecido internacionalmente por sua habilidade em campo, o ex-jogador, hoje
com 64 anos, passou por importantes clubes brasileiros e internacionais antes de encerrar sua carreira,
aos 35 anos. Titular da seleção brasileira que conquistou o título de tricampeã na Copa do Mundo
de 1970, no México, esse eterno apaixonado pela vida ainda inspira craques pelos quatro cantos do
mundo, e nesta entrevista especial, mostra que ainda carrega amor pelo que fez no sangue.
Matéria de Capa 68.indd 7 23/3/2010 16:01:53
CAPA
8 MORUMBI MARÇO 2010
CAPA
Se meu time estivesse perdendo, eu chorava.
(Rivellino, ex-craque da Seleção Brasileira)
no príncipe, que o príncipe queria car com a
minha ex-mulher, enm... Mas não foi nada disso,
eu nunca tive problemas lá, na verdade eles têm
adoração por mim. Quando eles zeram a tenda
no estádio Rei Fahd, a família real me convidou
pra ir na inauguração. Eu tenho paixão pelo fute-
bol, mas tudo tem limite e a pessoa precisa saber
quando chega a sua hora e o seu limite. Quando
eu fui para a Arábia eu me preparei para parar, eu
quei três anos lá e encerrei minha carreira cons-
ciente e feliz”.
O CARINHO DE UMA TORCIDA
Dentre todos os países pelos quais passou, ele
acha difícil escolher apenas um para citar como o
que melhor o acolheu, mas faz questão de des-
tacar o carinho das pessoas do México e da Itália.
“Lá fora as pessoas nem sabem como chegar em
você, elas veem o ídolo de outra maneira e o re-
conhecimento é diferente. Em todos os lugares
por onde passei e ainda passo, sempre fui tratado
com muito respeito e admiração. Em 2006 estive
na cerimônia de abertura da Copa do Mundo, em
Munique, e foram todos os campeões do mundo,
jogadores de diversos países. Durante a cerimô-
nia, em um auditório que estava lotado, o presi-
dente da FIFA entregou uma réplica de cada jo-
gador para cada um de nós. Quando anunciaram
o nome Rivellino, eu fui o jogador mais aplaudido
entre todos”, relembra.
“Meu lho me ligou da Itália pra me dizer
que tinha sido apresentado a uma pessoa e que,
quando disseram que ele era meu lho, essa pes-
soa o abraçou e não queria mais soltar. E isso é
em todo lugar, é uma delícia! Até hoje recebo car-
tas de alguns países como a Alemanha, Polônia
e República Tcheca (antiga Tchecoslováquia), que
mandam envelopes com fotograas minhas”.
Sobre seu relacionamento com outros gran-
des jogadores, como Pelé, ele conta que, por
causa da agenda de cada um, é muito difícil se
encontrarem. “O Pelé tem uma vida corrida e
viaja muito, mas ainda conseguimos nos ver em
alguns eventos. Às vezes encontro com o Gérson,
o Clodoaldo, o Carlos Alberto, o Edu, e é muito
bom. Pra você ser amigo não precisa se encontrar
ou falar todo dia, o importante é que quando a
gente se vê, a gente sente prazer, senta, conversa
e bebe alguma coisa”.
Com tantas viagens e grandes lembranças,
Rivellino revela que conheceu Paris com sua es-
posa, há pouco tempo. “Enquanto jogador eu via-
Foi titular da Seleção por quase dez anos.
Disputou 94 jogos oficiais, marcou 26
gols e só sofreu nove derrotas. Incluindo
as partidas amistosas, fez um total de 122
jogos com a camisa da Seleção e 43 gols.
É o terceiro jogador que mais atuou em partidas
oficiais do Brasil, perdendo apenas para Djalma
Santos e Gilmar. No entanto, é o atleta que
mais jogou com a camisa da seleção, contando
também as partidas amistosas. Está entre os dez
maiores artilheiros da história da Seleção Brasileira.
Matéria de Capa 68.indd 8 22/3/2010 20:00:03
espelho68.indd 9 22/3/2010 20:02:13
CAPA
10 MORUMBI MARÇO 2010
CAPA
Vim ver Pelé, mas acabei vendo Rivellino.
(Franz Beckenbauer, depois do amistoso Brasil 2 x 1 Seleção da FIFA, em 1968)
jei muito, mas de todos os lugares por onde passei,
só conheci o aeroporto, o hotel e o estádio, porque
não tínhamos tempo de passear. Passamos por vários
países, mas não saíamos para andar pelas cidades”.
Sem eleger um jogo em especial, Riva, como era cha-
mado pela torcida, diz que todos os jogos da Copa
do Mundo de que participou foram especiais e que
ganhar a Copa de 1970 foi a maior emoção da sua
vida. Questionado sobre qual seria seu maior jogo,
depois de pensar por um minuto, ele cita a partida
marcante em que conseguiu o empate para o Brasil,
que jogava contra a Tchecoslováquia, e a partir daí,
abriu caminho para uma vitória de 4x1.
DOCES LEMBRANÇAS
Hoje, aos 64 anos, o ex-craque é avô de quatro ne-
tos: Giulia, Rafael, Pedro e Lucas, e conta aos risos que
cada um torce para um time diferente. “Um é são-
paulino roxo, o outro tem camisas de todos os times,
então, quem ganha, ele torce. Já meus lhos Roberta,
Márcio e Rodrigo torcem para o São Paulo e para o
Corinthians. É uma grande democracia”, diverte-se.
Apaixonado por pássaros, Rivellino arma que eles
sempre estiveram presentes na sua vida e que gosta
de assistir documentários que falem sobre os bichi-
nhos, além de possuir diversos deles em casa e onde
mais deixarem. “Aqui na escola temos diversos, entre
eles, o Loris e o Ranha”, diz, referindo-se a um gra-
cioso e tranquilo calopsita, que gosta de se olhar no
espelho e sabe cantar o Hino Nacional.
Cheio de boas recordações, enquanto conversá-
vamos ele relembrou histórias da sua infância e falou
com saudade e ternura dos tempos em que ainda era
menino, quando corria com os pés descalços pelos
campinhos do bairro. “Passei a minha infância toda
aqui no Morumbi. No lugar dessa avenida em que es-
tamos hoje tinha um rio, onde a gente pescava e nada-
va. Dessas lembranças eu não abro mão, eu adoro este
bairro. Fui criado na rua, nem gripe eu pegava; tomava
banho quente e saía no vento. Quando caíam as chu-
vas de verão, eu esperava passar e ia caçar passarinhos.
Hoje em dia, se cai um pingo a criança já vai embora
pra casa, e quando o relógio marca seis horas da tarde,
não se vê mais ninguém na rua. Eu andava descalço e
quando ‘estourava’o dedão do pé jogando bola, estan-
cava o sangue na terra mesmo e continuava jogando
sem problemas. Meu pai tinha criação de galinhas e eu
as soltava e colhia os ovos. Nos contentávamos com
pouco, éramos muito felizes! Hoje a pessoa tem uma
casa grande, carros e até barco, mas não é feliz”.
Atualmente Rivellino cuida da escola de futebol
que leva seu nome, construída em um espaço que
pertenceu a seu avô, e trabalha o lado social com todas
as crianças que ali frequentam. “Este espaço não é para
fazer com que as crianças virem craques, aqui trabalha-
mos outras coisas. Às vezes a criança gosta do esporte,
mas tem diculdade, então a gente trabalha isso. Ama-
nhã ele pode não ser um prossional, mas vai ser um
garoto ativo, que se estiver em um sítio e os amigos ze-
rem uma pelada, ele vai participar, e mesmo com certo
grau de diculdade, vai saber dominar e passar a bola”.
Com a expectativa de quem aguarda um grande
jogo, ele diz que espera coisas boas para os próximos
dez anos. “O mundo está preocupante. Não sei o que
acontecerá daqui a dez anos, mas espero, de coração,
que todos tenham condições de vida e muita saúde
para conquistar as coisas que desejam. Eu quero muito
viver! Não tenho mais projetos, mas quero viver!”.
Matéria de Capa 68.indd 10 22/3/2010 20:00:22
espelho68.indd 11 24/3/2010 10:52:29
março 2010
10 perguntas
12 MoruMbi
Instalado na região do
Panamby, o badalado salão
LO Studio passou pelas
mãos de arquitetos e decoradores e ganhou
espaços mais descontraídos e elegantes,
tudo feito com muito carinho para todos os
seus clientes. Inaugurado em 1999, conta
hoje com 63 profssionais especializados
e mais de 200 tipos de serviços diferentes, e
em 2010 já completa seu décimo aniversário
no bairro. Carlos Schiliró Jr., empresário que
há cinco anos está à frente do LO Studio,
revela um pouco do prazer que sente em
trabalhar com a beleza todos os dias.
O diferencial
do LO Studio
10 perguntas68.indd 12 22/3/2010 16:49:46
13 MoruMbi março 2010
De onde surgiu o nome LO Studio?
Em italiano, ‘Lo Studio’ signifca “O Studio”. Somos um
studio de beleza e procuramos expressar isso na marca.
Você é formado em Economia, uma área completa-
mente diferente de beleza. O que o fez traba-
lhar com isso?
Em 2000 tornei-me investidor de uma rede de salões.
Há cinco anos resolvi fcar com duas unidades dessa rede,
conhecer e aprimorar o que era feito, apoiado em profs-
sionais e consultores do mercado da beleza.
Quais as principais características de um bom ca-
beleireiro?
Não é nada fácil ser um bom cabeleireiro. O merca-
do está cada vez mais seletivo e criterioso, exigindo
desses profssionais grande experiência, qualidade téc-
nica e de atendimento. Além disso, para seu sucesso, os
profssionais dependem de uma empresa com boa in-
fraestrutura para oferecer os seus serviços, em relação a
instalações e espaço físico, produtos, equipe de apoio,
divulgação, tecnologia etc. Em geral, os vencedores nes-
sa profssão têm algumas importantes características:
escolhem bem a empresa onde vão trabalhar; têm o dom
da profssão; sabem utilizá-lo e amam o que fazem; têm
qualidade técnica, são disciplinados, estão sempre pre-
sentes, atualizam-se constantemente e têm um excelente
relacionamento e percepção para entender o que real-
mente é bom para as clientes. Acredito que dom, amor
à profssão, qualidade técnica, experiência e respeito ao
cliente são os principais componentes de um vencedor.
Você é vaidoso?
Um pouco. Em função da empresa que administro, procu-
ro apresentar-me o melhor possível.
Como é lidar com a beleza, que é um ponto
bem valorizado pela sociedade?
Trabalhar com beleza realmente é gratifcante. Como
disse um de nossos consultores, Sr. Mário Merlino, nos-
sa equipe tem a capacidade de proporcionar felicidade às
clientes pelo fato de torná-las mais belas. Isso vale também
para o público masculino.
A beleza é um estado de felicidade?
Sem nenhuma dúvida. Apresentar-se bem e ter cuidados
com a aparência melhoram o astral e possibilitam às
pessoas algumas convivências e situações melhores. Apre-
sentar-se bem em uma entrevista de emprego, numa festa,
no seu trabalho ou nos relacionamentos deixa a pessoa mais
feliz e segura. Hoje em dia fca difcil não apresentar-se bem.
Como está o mercado de trabalho para quem es-
colhe essa profssão?
O mercado é amplo e cada vez muito mais exigente.
Somente empresas bem estruturadas e com profssionais
competentes tenderão ao sucesso.
Por que escolheu o Morumbi para montar o LO
Studio?
O Morumbi é uma cidade ainda em crescimento em al-
gumas regiões e com uma grande concorrência nos serviços
de beleza. Perto de 160 salões estão instalados na região.
Você se considera realizado?
Sim, mas ainda busco novos desafos nessa área. Ape-
sar de dez anos de existência, nossa busca por aprimo-
ramentos é constante.
O que espera para os próximos dez anos?
Chegamos aos dez anos de existência, temos
uma equipe com 63 profssionais especializados
em várias áreas, com mais de 200 tipos de serviços dife-
rentes e mais de uma centena de produtos. Temos muito
a comemorar e também a agradecer aos nossos clientes
pela confança e credibilidade em nosso trabalho. Para os
próximos dez anos, vamos continuar buscando aprimorar
a nossa qualidade de trabalho e atender a todos cada vez
melhor, esse é o objetivo maior da nossa empresa. Para isso,
traremos sempre as últimas novidades, com uma equipe
cada vez mais competente, em um ambiente agradável,
acolhedor e seguro.
Se sua empresa também comemora dez anos em 2010, escreva pra gente e conte sua história: editorial@dolcemorumbi.com
10 perguntas68.indd 13 22/3/2010 16:50:23
14 MORUMBI 14 DEZEMBRO 2009
ACHADOS produção Renata Agostine
Páscoa original
A Páscoa está chegando, e nessa data tão cheia de signicados, o costume é se
esbaldar com bombons e ovos de chocolate com seus mais variados recheios e
tamanhos. Mas mesmo com as lojas cheias de deliciosas opções, vale a pena resistir
à tentação e presentear quem você ama com algo original e diferenciado. Conra as
dicas de Dolce e transforme a Páscoa de alguém em uma data inesquecível!
Calculadora
chocolate R$ 69
Imaginarium
Caneca
Pernalonga Looney Tunes
R$ 20,90 cada
Kalunga
Cesta
divertida para
pintura R$ 80
Castelo dos
Sonhos
Bolo
temático
confeitado, valor
a consultar
Smiles and Joy
Caneca
com confeitos de
chocolate R$ 18, cada
Smiles and Joy
Despertador
Peekeboo R$ 308,93
BBTrends
achados68.indd 14 22/3/2010 17:18:51
15 MORUMBI DEZEMBRO 2009 15 MORUMBI
ONDE ENCONTRAR: BBTrends – Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni Jr, 1089 – Tel.: 5189-4975 • Castelo dos Sonhos – Av. Giovanni Gronchi, 5819 – 3501-8308 • Chic Chic Lab de Criação
Shopping Portal – Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1269 – Tel.: 3507-7304 • Chocolat du Jour – Shopping Cidade Jardim – Av. Magalhães de Castro, 12000 – Tel.: 3168-2720 • Imaginarium – Shopping
Morumbi – Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 5182-0952; Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Tel.: 3776-0066 • Jô Presentes – R. José Jannarelli, 603 – Tel.: 3721-9418 • Kalunga – Av. Morumbi, 7625 • Magnicent
Home Style – R. Regente Leon Kaniefsky, 522 – Tel.: 3721-7839 • Papel Presente – Open Mall Panamby – R. José Ramon Urtiza, 975 – Tel.: 3032-0366 • Smiles and Joy – Tel.: 3739-0069
Consulte os estabelecimentos para vericar a disponibilidade dos produtos. Preços consultados em março/2010 e estão sujeitos a alterações sem prévio aviso ou enquanto durarem os estoques.
Bombonière
em formato de ovo R$ 29
Papel Presente
Açucareiro
e porta-ovo
R$ 119 e R$ 95
Chic Chic Lab
de Criação
Coelho
de pelúcia R$ 38
Jô Presentes
Cofre
coelho R$ 92
Chocolat
du Jour
Conjunto
moedores de sal e
pimenta Rabbit Jr.
R$ 99,80
Magnicent
Home Style
achados68.indd 15 22/3/2010 17:19:10
MARÇO 2010 16 MORUMBI
Nas vitrines, eles chamam a atenção por suas cores, texturas e recheios, e quase
nunca são dispensados após as refeições. Alguns remetem a simples lembranças
de infância, quando se raspava o fundo da panela; outros, a grandes momentos
de felicidade, como casamentos. Sejam feitos com chocolates diferenciados, frutas
fresquinhas ou caldas carameladas, os DOCES estão sempre presentes nos melhores
momentos da vida. Veja onde encontrar essas gostosuras no final da matéria.
Doces tentações
TENEREZZA ALLA PERA
CONTI CONFETTERIA
Casquinha supercrocante,
recheada com amêndoas
nas e sem pele, suculentas
peras e um delicioso chocolate
amargo.
R$ 180 o quilo
gastronomia68.indd 16 22/3/2010 16:52:15
Crepe St. tropez Crêpe de pariS
Massa feita com ingredientes leves, bem fninha e sem gordura,
dourada na medida certa antes de receber um cremoso
chocolate com avelãs, banana e morangos frescos.
r$ 8 cada
Bolo trufa ChoColateS ariane
Bolo de chocolate bem fofnho,
rechea do e coberto por um delicioso
creme de trufas.
r$ 36 o quilo
CupCakeS SuCrÉ et SalÉ
Feitos com massa de baunilha ou
chocolate, esse maravilhoso bolinho
é recheado com gotas de chocolate
que derretem na boca.
r$ 10 cada
Bolo de morango Com leite CondeSando
SenSaçõeS doCeS
Pão-de-ló recheado com mousse branco,
morangos e leite condensado, coberto por
chantilly e morangos fresquinhos.
r$ 28 o quilo
BiCho de pÉ amor aoS pedaçoS
A receita desse docinho é um mistério.
A base é de leite condensado, mas
a massa é mais macia que a do
brigadeiro comum, com uma textura
leve e única.
r$ 2,50 cada
março 2010
gastronomia68.indd 17 24/3/2010 11:50:25
março 2010
gastronomia
18 MoruMbi
SERVIÇO Amor aos Pedaços – Shopping Morumbi – Av. roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 5182-0768 Brilat Bistrô – r. Professor oswaldo Teixeira, 474 Tel.: 3895-
8166 – carlaelage.com.br Conti Confetteria – Shopping Portal – Tel.: 8579-4090 – conticonfetteria.it Crêpe de Paris – Av. roque Petroni Jr., 1089 Tel.: 5189-4576.
crepedeparis.com.br Chocolates Ariane – r. José Jannarelli, 171 – Tel.: 3721-8489 – chocolatesariane.com.br Kopenhagen – SAC : 0800 100 678 kopenhagen.
com.br O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo – Av. Magalhães de Castro, 12000 – Tel.: 3552-3040 Sabor em Dobro Morumbi – r. Dr. Luiz Migliano, 874 –
Tel.: 3804-4552 – saboremdobro.com.br Sensações Doces – Av. Dr. Guilherme Dumont Vilares, 572 – Tel.: 3739-3554 – sensacoesdoces.com.br Sucré et Salé
r. regente Leon Kaniefsky, 183 – Tel.: 3507-4973 – sucresale.com.br
O mElhOR bOlO dE
chOcOlatE dO mundO
O mElhOR bOlO dE
chOcOlatE dO mundO
Criada em Portugal, essa
maravilha não leva farinha nem fermento
na receita e é produzida com uma
espécie de merengue, mousse e calda
de chocolate de primeira linha. Em três
sabores: meio-amargo, tradicional e zero-
açúcar.
R$ 8,90 a fatia
– Bolo pequeno: R$
69 – Grande: R$ 99
FIlO dE maÇã aO cREmE anglaISE bRIlat bIStRô Doce de textura única. Leva
creme anglaise geladinho por baixo e maçã quentinha por cima.
R$ 8 cada
bOlO SOnhO dE ValSa
SabOR Em dObRO
Bolo de chocolate recheado
com brigadeiro, chantily
e pedaços de bombom
Sonho de Valsa, com
cobertura de chantily.
R$ 4 a fatia
OVO 4 cláSSIcOS KOpEnhagEn
Todas as delícias em um só ovo – Língua de Gato – ao leite;
Lajotinha – ao leite recheado com pasta de castanha de caju e canela;
Chumbinho – ao leite com confeitos de açúcar; e Nhá Benta – ao leite
recheado com marshmellow.
R$ 49,90
gastronomia68.indd 18 22/3/2010 16:54:18
espelho68.indd 19 24/3/2010 10:51:57
20 MORUMBI MARÇO 2010
ESPORTE
C
|oc.. n.|s po.tc J. r.tJ.o... orccrt...
Jn. oJ.||J.Jo Jo v|J. no||c.. cc|cc.. .s
n.cs on Jn cc.pc oscJ|p|Jc o .c..... .
s.JJoS|tJ.c.c|Jo.|`|c.|ssc.‘n.c.o|.’ost.no
xorJcccn.c.boc.occnccc.pcJonJ|t.cor
to/|r.|..b|c|c|ot.c.r|.c.J.vo.n.|s.Joptcs.
so|.p...p.sso|c.oxo.c|c|ccJt..rspc.to
¯cJcs |. s.boncs oJo |c.. p...Jc. ||to..|norto.
r.c rcs |ov. . |Jc.. .|cJn |cssc cc.pc p.oc|s.
soncv|nort...o.rJ..Job|c|c|ot. oJnoxo.c|c|c
ccnp|otc o J|r.n|cc. oJo. .|on Jo boro|c|.. .
ost.JtJ.. Jc cc.pc. .|JJ. rc |Jrc|cr.nortc Jc
c.c.r|snc/.t|v|J.Jo.oJJ.cs.|sccsJop.cb|o
n.sc..J|cv.scJ|..os.ccrt.c|..J|.botos..||v|.o
p.ov|ro Jc.os r.s ccst.s – ost|nJ|. .s vo.tob..s
Jc.s.|s. J|n|rJ| . cbos|J.Jo. .nor|.. c cc|osto
.c|o.p.oss.c..to.|.|.|c.t.|oco.nJscJ|.tJ..J.s
po.r.s o Jc c|Jtoc. ost|nJ|. c s|ston. |nJrc|c
c|cc Son ccrt.. oJo osp.rt. c ost.osso. |. oJo
po.n|to|Jc|.Jcsorc....|.nortcso.|rJ.||bo..
orJc.|r..coJot...Jn.sors.c.cJobonost..
on.rton.nortos.
|c.on. ccnc oJ.|oJo. cJt.c oxo.c|c|c ||s|cc. p...
poJ.|..op.oc|scsocJ|..|cJn.s.occnorJ.ccos
/rtos Jo poc.. . b|ko o |npc.t.rto oJo c ospc.
t|st.|.c..|crc.nortcsoJot..b.||oncposcccc.
csc|Jtocs..spo.r.so..cr.|cnb.. |ntonpcs
onoJosc|.oncs.sccrsooJorc|.sJcost..ccr.
c.n.J.Joc.cr|c.o|npc.t.rt|ss|ncoJoso|.c.
Jsc Jc p.ctotc. sc|.. ¯.nbon o |np.osc|rJ|vo|
c...oc.. ccrs|cc c.p.coto. cc|oto .o|otc. o Jn.
c....|. Jo .cJ. OJt.c |.tc. oJo Jovo so. |ov.Jc
onccrs|Jo..c.co.pc|J|c.cOJon|...t|v|J.Jos
.o.cb|c.son.nb|ortospc|J|Jcs.c.b.sc|.orJc
n.|s ccn . pc|J|c.c. p.|rc|p.|norto rc |rvo.rc.
on oJo c tonpc o socc |c. |ssc. Jovoso ov|t..
.rJ.. Jo b|c|c|ot. .c no|cJ|.. |c...|c on oJo
. ccrcort..c.c Jo c.cr|c |c. on .|t|tJJos n.|s
b.|x.s / poJ.|.J.. Jo p.o|o.orc|.. Jovo so. |o|t.
on.oc|cosn.|s..bc.|..J.so.|.st.J.s.crJor.c
|.|.t.rt.ccrcort..c.cJopc|Jortos
|n. cpc.c b.c.r. p... cs c|c||st.s o c p..oJo
|b|..pJo.. /|on Jcs nJ|tcs oJ||cnot.cs J|spc
r|vo|s p... oJon oJ|so. poJ.|... c p..oJo o Jn
Jcs |Jc..os n.|s .|ccs on p.cc..n.c.c cJ|tJ..|
|.p.Js.p...cJosc.rsc.v.|occr|o.|..ncst..
“|cbo.tc´..|cs–50/rcsJoVJs|c.” r.Oc.OJ
t.cpcrtcJop...J.pcJoso.cV/V.crJoost.c
.s oxpcs|ccos “Cc.Jcr V.tt.´|..k Jos|..o. c
osp.cc”o“|o./rcsJc|Jc|oc´crtonpc..roc”
|.cx|nc.c|b|..pJo..|..|rJ.c|..oJoJ.sb|
c|c|ot.s.ccnJn.c|c|cv|.Jo3n||not.csOJt..
c|.rcoJosooxo.c|t..oost..onccrt.tcccn.
r.tJ.o..oc|o.oc|J.rc|..oJo\|||.|cbcs..cr
Jo|.Jn.c|c|cv|.Jo1500not.cs|p...oJon
ton Jn tonp|r|c JJ..rto . son.r.. . SJrrv
b|kosc.c.r|..p.sso|csrctJ.rcs.ccnoxtors.c
noJ|. Jo 45 kn. .s to.c.s|o|..s. o Jo 20 kn .s
oJ|rt.s|o|..s.ccns.|J..s20|30.J|.otcJcos
t.c|cr.nortcJ.|c|..r./vVc.Jnb|.884|sc
c|oc..opoJ.|..!
´cnc on oJ.|oJo. ospc.to. . Jr|c. .ost.|c.c o
.scb.oc..c.|c.t.rtc.r.cv.|o.por.ox.co...
r.s|c..sonc|n.J.sJJ.s.cJ.s|rt.c..c...o
.‘n.c.o|.’ccncJ|J.Jc! 
Marcelo Negrão é
jogador de vôlei de praia,
campeão olímpico,
Embaixador dos Esportes
pelo Banco do Brasil e
morador do Morumbi.
E-mail:
marcelonegrao@
rojascomunicacao.
com.br
porMarcelo Negrão
Andar de bicicleta faz bem 
PUBLICIDADE
esportes68.indd 20 22/3/2010 16:55:18
espelho68.indd 21 24/3/2010 10:43:08
22 MORUMBI MARÇO 2010
PUBLICIDADE
por Claudia Castellan por Claudia Castellan
Tanto ao comprar uma roupa como buscar uma no guarda-roupa
ao se vestir, é preciso que você se pergunte:
 
1) Esta peça é confortável?
Não importa o preço, se é simples ou sofisticada. Sentir-se bem
em um traje é o passo número um para fazer sucesso com o que ves-
te. Quanto mais à vontade você estiver em uma roupa, mais segura
se sentirá. E o que mais importa é a sua opinião: sua mãe pode dizer
que a blusa é maravilhosa, mas se você percebe que ela aperta na
cintura e deixa aparente aquela gordurinha que você odeia, esqueça.
Caso contrário, passará o tempo todo preocupada com o tal pneu,
transmitindo uma sensação de desconforto e insegurança.
 
2) Estou valorizando meu tipo físico?
Mulheres que se vestem bem sabem perfeitamente onde deve haver
pano a mais ou a menos. Aprender a valorizar o
corpo é fundamental para o sucesso da produção.
Para que usar um jeans caríssimo se você tem o
bumbum chapado e ca muito melhor com cal-
ças larguinhas ou saias? Isso não signica que te-
nha de abandonar o jeans para sempre, mas estar
ciente de que, nas ocasiões em que precisar de
uma roupa arrasadora, é melhor optar pelas peças
que disfarçam o problema. Encontre seu ponto
forte e invista nele: braços nos e delicados? Per-
nas torneadas? Colo sensual? Cintura bem marca-
da? Olhe-se no espelho e tire suas conclusões.
 
3) A roupa está adequada para o
ambiente que vou frequentar?
Estar na moda também é ser prudente e ter
senso de adequação. Para cada ambiente ou oca-
sião, há um estilo de roupa ideal a ser usado. Cos-
tas nuas ou decote no emprego? A não ser que
você seja professora de Educação Física ou traba-
lhe na areia da praia. Sua sandália alta de strass é
lindíssima, caríssima e está super em alta? Ótimo,
mas vai perder todas as qualidades se usada em
um churrasco informal num domingo à tarde.
 
Como estar na moda?
moda.indd 22 22/3/2010 18:30:36
23 MORUMBI MARÇO 2010
Claudia Castellan é consultora de imagem, consultora de private label, especialista em marketing de moda, professora univer-
sitária e do Senac, palestrante e autora de cursos na área de moda. Site claudiacastellan.com.br E-mail claudiall@ig.com.br
4) Tenho como incrementar o visual com acessórios?
Os acessórios são tão importantes quanto a roupa. Diria até que
muitas vezes são mais importantes quando dão cara nova ao visual
e transformam um look sem graça em algo bonito e estiloso. Uma
calça jeans e uma camiseta compradas em uma loja de departamen-
tos ganharão um ar muito mais produzido se combinados com uma
bela bolsa e sandálias, um cinto moderno, cordões de várias voltas,
pulseiras etc. Tenha cuidado apenas para não exagerar e acabar se
transformando em uma árvore de Natal. Bom senso sempre!
 
5) Os sapatos combinam com o que visto?
Uma roupa maravilhosa com um par de sapatos sujos ou com tin-
ta descascando? Nota zero! Uma festa chique e sandálias rasteiras?
Hum... Só para quem tem muita experiência na hora de compor o
visual. Na dúvida, aposte no básico. Lembre-se que saltos sempre dei-
xam a mulher mais elegante, sandálias abertas, só com unhas feitas, e,
no trabalho, os sapatos fechados são mais alinhados.
 
6) As peças estão limpas e bem passadas?
A etiqueta pode ser Prada, Gucci, Chanel. Mas se as peças não
estiverem limpas e bem passadas, adeus charme, estilo e elegância.
 
7) Estou bem informada a respeito das tendências?
Não precisa decorar peça por peça dos editoriais de moda, mas é
interessante saber o que se está usando, as cores que estão em alta
e os modelos que estão por dentro. Para isso, fique ligada nas revis-
tas, nas matérias, nas fotos das famosas, nas vitrines, nas ruas. Quanto
mais antenada, mais fácil e eficaz será a composição do estilo.
Ser simples visualmente agrada aos outros e facilita a vida, afinal,
a era das peruas já passou faz tempo...
moda.indd 23 24/3/2010 11:17:53
24 MoruMbi março 2010
TEST DRIVE TEST DRIVE
por Renato Corrêa
em Interlagos
É sempre muito bom estar numa pista participando de um lançamento ou algum
teste de automóvel ou moto. Estar em Interlagos tem um gosto especial, diferente
de outros circuitos, pois, embora isso seja frequente, sempre me remete a uma época
romântica, divertida e com grandes emoções.
Por sorte tenho a possibilidade de viver essa graça, e desta vez foi pilotando o modelo X1 da BMW.
Renato Corrêa
é jornalista,
diretor do Jornal
of road,
piloto das categorias
Turismo, Kart,
rally Cross Country,
Enduro e rally com motos.
É morador do morumbi.
E-mail: rcorrea@
aclnet.com.br
C
açula da família X – que está entre nós
desde 2000 com o X5, depois X3 e o
X6 – o X1, recém-lançado na Europa,
chega ao mercado brasileiro para disputar um
público jovem com bom poder aquisitivo, no
segmento de veículos Premium Compacto.
O SUV com características que chegam a
lembrar um sedan esportivo tem bom desem-
penho na versão testada, com motor de seis ci-
lindros, 3 litros a gasolina que disponibiliza 258
cavalos, que pode chegar a 230 kmh, com uma
aceleração de 0 a 100 km\h em 6,8 segundos.
O BMW X1 enfrentou com energia as su-
bidas da pista de Interlagos, oferecendo bas-
tante conforto na tocada, com possibilidades
de troca de marchas no câmbio sequencial de
seis marchas na alavanca ou pedal shift no vo-
lante que é multifunção. 
O interior do X1 é caracterizado por sua
funcionalidade e estilo moderno, contando
com materiais sofsticados e cores naturais
que acentuam o estilo jovem e dinâmico do
veículo.
A posição eleva-
da do assento ofere-
ce uma sensação de
espaço, com ampla
gama de opções de
armazenamento de
objetos.
Três assentos
completos na parte de trás oferecem bom
espaço. O encosto do assento traseiro tem
ângulo ajustável e pode ser dobrado em
posições 40/20/20. A capacidade do porta-
malas pode ser aumentada de 420 litros para
até 1.350 litros, com os bancos rebatidos. E
como item opcional é possível ter um teto-
solar panorâmico elétrico.
Moderna tecnologia de transmissão/sus-
test drive 68.indd 24 24/3/2010 11:09:53
25 MoruMbi março 2010
pensão proporciona ao BMW X1 desempenho superior e
excelente efciência.
Econômico e com baixa emissão de poluentes, dispõe
da tecnologia de tração inteligente nas quatro rodas xDri-
ve da BMW, assim como de uma ampla gama de recursos
da estratégia BMW Efficient Dynamics, como a Regeneração
da Energia de Frenagem, a função Start Stop automática e
um indicador de mudança de marcha.
A tecnologia de suspensão de última geração do BMW
X1 inclui uma barra de dupla articulação ou, respectiva-
mente, um eixo tirante de dupla articulação de alumínio
na frente e um eixo traseiro com cinco braços feito de
aço leve, direção elétrica de
alta precisão, freios de alto
desempenho, Controle Di-
nâmico de Estabilidade DSC
incluindo um Controle Dinâ-
mico de Tração e, como op-
cional, uma função de Con-
trole de Desempenho que
atua sobre os freios, proporcionando um comportamento
de condução particularmente dinâmico.
O BMW X1 exibe uma estrutura especial de carroceria
concebida desde o início para uma máxima segurança dos
ocupantes. Itens padrão incluem cintos de segurança au-
tomáticos de três pontos, airbags frontais e laterais, assim
como airbags laterais de cabeça, luzes de freio adaptáveis e
luzes para condução diurna. Faróis de xenônio, faróis adap-
táveis e um assistente de
luz alta estão disponíveis
como itens opcionais.
Além dos sistemas
opcionais de navegação
Business e Professional, o
BMW X1 é equipado com
a última geração do BMW
iDrive, incluindo um con-
troller e botões de seleção direta no console central, um
display de controle integrado harmoniosamente ao painel
de instrumentos, e botões favoritos sob o painel de con-
trole para o ar-condicionado como item-padrão.
Sofisticados sistemas de HiFi estão disponíveis como
alternativa ao sistema de áudio instalado como item-
padrão, e a porta AUX-In pode ser complementada por
uma interface USB. g
f
o
t
o
s
D
i
v
u
l
g
a
ç
ã
o
test drive 68.indd 25 24/3/2010 10:56:37
26 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
Tem gente que adora carro. Tem gente que é louca por carro. E tem gente que sente verdadeiro
amor por carro. Uns tratam como se fosse o próprio lho, outros sentem prazer até quando
o cheiro da gasolina paira no ar ao abastecer, como se fosse o melhor dos perfumes ou se
tivessem sido mordidos por um bichinho que, ao invés de patas, tem quatro rodas. Se alguém se
identicou com algum dos exemplos citados, ou com todos eles, também é um apaixonado por
automóveis. Aprecie, o Especial Autos foi feito especialmente para você!
Na direção certa
especial autos.indd 26 22/3/2010 17:04:50
27 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 27 22/3/2010 17:05:20
28 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 28 22/3/2010 17:05:47
29 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 29 22/3/2010 17:06:10
30 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
SERVIÇO CARRU’S 1 Av. Giovanni Gronchi, 5631 – Tel.: 3501-3144 – De seg a sex, das 8h às 19h; sáb, das 8h às 16h
carrus1.com.br – Amplo estacionamento – Aceita: Mastercard e Visa
SPA de luxo
Na Carru’s1, segurança e credibilidade sempre vêm em primeiro lugar, desde
a recepção, passando pelos serviços prestados até a entrega. Entre produtos
nacionais, importados e de primeira linha, o cliente pode encontrar rodas e
pneus de alta performance, do aro 13”ao 24”, check-up preventivo para inspeção
veicular, conserto de rodas, alinhamento e balanceamento, escapamentos,
mecânica geral, freios, suspensão, baterias e serviço de leva-e-traz. Na Carru’s 1 o
conserto das rodas do seu carro é feito com torno copiador de última geração,
e são encaminhadas a uma cabine de pinturas especiais. Já os carros blindados
podem passar por um serviço de borracharia especial, suspensão reforçada, além
de alinhamento técnico etc. Um verdadeiro SPA para seu automóvel.
especial autos.indd 30 22/3/2010 19:40:15
31 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 31 22/3/2010 17:07:27
32 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
Qualidade e rapidez
A Great Car oferece serviços mecânicos de qualidade, com
rapidez e conança. A empresa trabalha com peças originais e
marcas reconhecidas no mercado, com garantia do fabricante e
do distribuidor. Alinhamento, balanceamento, limpeza de bicos
injetores, recarga de gás, troca e ltro de óleo, amortecedores e
sistema de freios, são algumas das opções para deixar seu carro
ainda melhor. Aproveite a promoção Nosso Vizinho*, válida até dia
30 de abril, para moradores do Butantã, Vila Sônia e Morumbi.
* Apresente este anúncio e participe dos descontos promocionais na revisão do seu veículo.
SERVIÇO CENTRO AUTOMOTIVO GREAT CAR Av. Eliseu de Almeida, 2050 – Tel.: 3721-0755 – greatcar.com.br
especial autos.indd 32 24/3/2010 10:11:45
33 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 33 22/3/2010 17:08:06
34 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
SERVIÇO GARAGE CLEAN Avenida Giovanni Gronchi, 2180 – Tel.: 3739 4000 – garageclean.com.br
Apaixonados por carros
ganham lavagem especializada
Diferente de tudo que você já viu no Morumbi! Assim é
o Garage Clean. Com ambiente agradável, sala de espera
com TV, Wi-Fi e espaço kids, os proprietários apostam no
atendimento personalizado ao cliente. Nos serviços de
estética automotiva são utilizados hastes exíveis, pincéis
e bicos de ar no acabamento, além do material necessário
para deixar seu carro impecável. Um dos diferenciais é a
lavagem premium, que utiliza cera de avião aplicada com
politriz e pode ser feita semanalmente mantendo um
brilho fantástico e prolongando a vida útil da cristalização.
Tudo isso com fácil acesso, preços a partir de R$ 25 e a
comodidade do serviço leva-e-traz.
especial autos.indd 34 23/3/2010 12:13:51
35 MORUMBI MARÇO 2010
ESPECIAL AUTOS
especial autos.indd 35 24/3/2010 10:58:25
36 MoruMbi fevereiro 2010
Ambiente alegre, músicas escolhidas
especialmente para elas e para a noite e
muitos presentinhos. Assim foi o Em Con-
fraria do dia 9. Entre os mimos oferecidos
por diversos parceiros, livros, tratamentos,
massagens, perfumes, roupas, bijuterias,
objetos de decoração, cestas de café-da-
manhã, kits, book fotográfco, arranjos fo-
rais, vinhos, jantares.
Depois de ganharem seus presentinhos,
as meninas degustaram um saboroso
bolo, decorado com as cores Dolce, ver-
melha e branca, para fechar a noite.
No total, 120 confreiras marcaram presen-
ça e deixaram o evento ainda mais gosto-
so e animado – desse número, 46 compa-
receram pela primeira vez.
Em 2010, os encontros ganham uma nova
força: o Em Confraria será organizado por
Priscila Inserra, da Atrevittá Eventos, que
cuidará, junto com a equipe Dolce, de
todos os detalhes das nossas noites, para
que os encontros sejam cada vez mais di-
vertidos e melhores!
Comemoração em
grande estilo
A noite de 9 de março foi marcada pela comemoração do segundo aniversário do Em Confraria e
também do Dia Internacional da Mulher. Em uma noite estrelada e extremamente agradável, mais
uma vez os jardins da encantadora Casa da Fazenda foram enfeitados com belíssimos arranjos fo-
rais e luzes acolhedoras para receber todas as confreiras.
Na Oca das Artes, a animada equipe do Image Hair – Fernanda, Isa, Mar-
celo, Moisés e Paulo – comandada pelo alto-astral da Adriana Brunelli,
cuidou com carinho de todas as confreiras que passaram por lá, fazendo
cabelo e maquiagem para que elas fcassem ainda mais belas...
...nas belas imagens feitas pelo fotógrafo André Santana e o produtor
Renato Azevedo. Foi montado um verdadeiro estúdio, especialmente
para fazer fotos das ‘comadres’. A noite ainda guardava uma grande surpresa: a distribuição de muitos presentes para
todas as confreiras, oferecidos por diversos parceiros da Dolce.
Por Fádua Capellari • Fotos Jaf
confraria 68.indd 36 24/3/2010 11:07:56
37 MoruMbi fevereiro 2010
Uma Dolce confraria
criada especialmente para o público feminino, em
fevereiro de 2008, a Dolce confraria reúne mulheres que
habitam o universo da revista Dolce e do morumbi.
Desde então, os encontros, que são sempre mui-
to agradáveis e animados, proporcionam bons mo-
mentos e trazem muito boas histórias e lembranças
agradáveis a todas que já participaram ou partici-
pam até hoje.
feita para mulheres dinâmicas, acostumadas
a realizar diversas tarefas no dia-a-dia, esses mo-
mentos gostosos de descontração e leveza são
sempre acompanhados de presenças importantes
e de muito carinho.
Durante esses dois anos, diversos palestrantes,
sempre com temas atuais, variados e muito interes-
santes, também fzeram parte das reuniões e levanta-
ram discussões e refexões sobre os assuntos apresen-
tados. os encontros, mensais, acontecem sempre às
segundas terças-feiras do mês. realizado em diferentes
pontos do bairro, como restaurantes e shoppings, o em
confraria é sempre regado a muita descontração, risa-
das e bate-papos divertidos.
Uma mesa com delicioso bolo de massa branca e recheio de baba-
de-moça e cupcakes de chocolate e banana, feitos pela querida
Simone Monteiro, da Smiles and Joy
DJ Léo Cavalcanti, da DJ/D Eventos, fez uma seleção especial
somente com músicas de intérpretes femininas – na foto, com
Denise Gonçalves e Rosa Richter
O ambiente foi lindamente decorado com maravilhosos
arranjos da Florar
confraria 68.indd 37 24/3/2010 11:50:30
38 MoruMbi fevereiro 2010
OS DEZ MELHORES EncOntROS
*
depoimentos
“Venho desde as
primeiras e trouxe
comigo outras
‘comadres’. Se olharmos
os sorrisos de todas,
vemos que a ideia é
perfeita. É bom sair um
pouco desse circuito
diário em que estamos
inseridas, e a Confraria
nos proporciona esse
momento tão gostoso”.
Cris Basbaum
“Uma vez por mês
me dou o direito de
sair para encontrar
mulheres que considero
muito interessantes.
Quero comemorar
muitos aniversários da
nossa confraria. Digo
‘nossa’ porque tenho
muito orgulho de fazer
parte desse grupo tão
maravilhoso!”.
tereza novaes
“Conheci a Confraria
através de uma amiga
que me levou no
evento. Achei muito
interessante, bem
montado e apresentado.
Nessa noite conheci
algumas pessoas
superdivertidas. Se
Deus quiser, quero
participar de todas para
que eu possa conhecer
todas as ‘comadres’!”.
suzana mayer
Uma graça! 80 comadres foram
presenteadas com liga de
perna pela Darling.
Uma simpatia de mimo.
38 MoruMbi
confraria 68.indd 38 24/3/2010 11:08:27
espelho68.indd 11 22/3/2010 20:02:30
40 MoruMbi março 2010
escolas
Magic saturday
Dia 6 de março, a Magic camp apresentou sua proposta
de ensino. O evento foi um sucesso e todos os pais e seus
pequenos puderam conhecer a magia da escola. Atividades
como música e ritmo, desenho, cinema, contos e estórias,
jogos educativos, além de uma ofcina de artes; fzeram a ca-
beça da criançada, onde cada uma confeccionou sua lem-
brancinha personalizada em um camarim. Inaugurada em
fevereiro de 2010, a Magic Camp é pioneira em ensinar inglês
para crianças a partir de 2 anos através da magia do brincar
em múltiplas atividades lúdicas.
Magic caMp RecReação e ViVência eM inglês
Rua Itapacuraí, 170 – Tel.: 3758-0880 – magiccamp.com.br
Novo site no ar
A academia Kainágua, presente no Morumbi
há mais de 20 anos, está com novo site! Total-
mente remodelado, o endereço traz novas fun-
cionalidades e os assuntos estão organizados
por cores, superfáceis de encontrar. Em todos os
segmentos há informações importantes sobre
saúde, além de uma agenda com diversos even-
tos, enquetes, fotos, vídeos, dicas, promoções,
rádio Kainágua, comunidades... Visite!
acadeMia Kainágua Av. Dr. Guilherme D.
Villares, 515 – Tel.: 3628-6990 – kainagua.com.br
f
O
T
O
s
: A
n
D
R
é
s
A
n
T
A
n
A
publicidade
emfoco 68 b.indd 40 22/3/2010 20:29:36
emfoco 68 b.indd 41 22/3/2010 20:29:58
42 MoruMbi março 2010
Educação canadense no Morumbi
Na Maple Bear Canadian School os alunos encontram um ambiente que estimula
a criatividade, o intelectual e a livre expressão, e desenvolvem a autoconfança, tão
necessária na infância. Com 27 unidades no Brasil, a escola segue o programa ca-
nadense de ensino infantil bilíngue e preza por uma educação de qualidade, aju-
dando a criança a desenvolver toda a sua capacidade cognitiva para ir mais longe.
Maple Bear Canadian SChool MoruMBi
Av. Jorge João Saad, 570 – Tel.: 2509 8602 – morumbi@maplebear.com.br
O professor vai até você
A Jump in Company, criada há quase dez anos por Pris-
cila Inserra (foto), ministra aulas de idiomas em empre-
sas ou na casa do aluno. A dinâmica aplicada possibilita
aprendizado de forma prática e didática, e a equipe
monta seus programas de curso de acordo com as
necessidades e a personalidade de seus alunos. A em-
presa oferece aulas de inglês, francês, alemão, italiano
e espanhol para conversação, negócios, entrevistas de
emprego, reforço escolar e preparação para exames de
profciência, além de aulas de português para estran-
geiros e serviços de traduções e versões.
Escola Parceira
A tarde de 11 de março foi especial para o Colégio porto Seguro. Em uma sole-
nidade de caráter cultural, eles receberam o ministro das Relações Exteriores da
Alemanha, Dr. Guigo Westerwelle. Durante o evento, o ministro inaugurou a placa
‘PASCH – Escolas como Parceiros do Futuro’, que qualifca o Colégio Visconde de
Porto Seguro como “Escola Parceira”, uma das mil ao redor do mundo que ensi-
nam a língua alemã. Dr. Westerwelle também presenteou alunos carentes, mora-
dores da comunidade de Paraisópolis, com camisetas e bolas de futebol, sendo
agraciado por eles com uma apresentação da Banda da Escola da Comunidade.
Colégio ViSConde de porto Seguro
Tel.: 3749-3250 – portoseguro.org.br
JuMp in CoMpany jumpincompany.com.br – Tel.: 2308-7441
F
o
T
o
: D
IV
u
l
G
A
ç
ã
o
F
o
T
o
S
: D
I V
u
l
G
A
ç
ã
o
emfoco 68 b.indd 42 22/3/2010 20:30:36
espelho68.indd 39 22/3/2010 20:04:01
44 MORUMBI MARÇO 2010
Parceiros na homenagem
Para homenagear as mulheres, o Oba Hortifruti em parceria com a
Onodera, presenteou suas clientes com tratamento facial, massa-
gem, degustação de queijos e vinhos e um guia sobre alimentação
saudável. A loja ainda sorteou um tratamento de beleza no valor
de R$ 1.200!  Segundo Nilton Valério, do Oba, e Bianca Barquette,
da Onodera, a homenagem, que durou três dias, foi sucesso total!
OBA HORTIFUTI Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 2100
Tel.: 3745-4400 – redeoba.com.br
Mulheres de Verdade  
Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Shopping
Market Place realizou de 27 de fevereiro a 8 de março a exposição “Mu-
lheres de Verdade”. O evento, inédito em São Paulo, mostrou painéis
com 30 fotos de mulheres famosas de uma forma diferente: com e
sem maquiagem. Carolina Ferraz, Alinne Moraes e Angélica revelaram
a beleza ao natural. As fotos são assinadas por renomados fotógrafos,
e a exposição deu origem ao livro “Mulheres de Verdade”. 
SHOPPING MARKET PLACE
Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 3048-7000 – marketplace.com.br
F
O
T
O
S
: D
IV
U
L
G
A
Ç
Ã
O
F
O
T
O
S
: D
IV
U
L
G
A
Ç
Ã
O
Jornada Prossional    
O Colégio Universitário Morumbi realizará dia 17 de abril sua IV
Jornada Prossional. O evento já tem conrmação de 17 instituições
de ensino superior e algumas de desenvolvimento prossional. Os
visitantes poderão conhecer os cursos oferecidos diretamente nos
seus estandes e ainda participar de atividades e palestras em todo o
Colégio. Início às 14 horas. Entrada franca.
COLÉGIO UNIVERSITÁRIO MORUMBI
R. Diogo Pereira, 324 – Tel.: 3740-1000 – universitáriomorumbi.com.br
emfoco 68 b.indd 44 23/3/2010 18:26:30
emfoco 68 b.indd 45 22/3/2010 20:32:05
46 MoruMbi março 2010
Plante
essa ideia!
Quem passou pelo centro
de diagnósticos Salo-
mão & Zoppi Medicina
Diagnóstica no dia 8, Dia
Internacional da Mulher,
ganhou uma linda caixinha
com um lápis ecológi-
co e um cartão feito de
papel-semente de cravo
indiano. Após a leitura da
mensagem, o cartão pode
ser plantado num vasinho
com terra e, em poucos
dias, nasce uma plantinha.
Salomão & Zoppi
medicina diagnóStica
Rua Algemesi, 76
Tel.: 5576-7878
Mulheres de branco
No último dia 10, o salão Jacques Janine do Jardim Guedala homenageou suas clientes
e, em um coquetel para convidados, apresentou a exposição ‘Mulheres de Branco’, com
fotografas das clientes mais antigas, produzidas pelos profssionais do salão e clicadas
por um dos fotógrafos mais renomados do país: John Jackson, idealizador da exposição.
JacqueS Janine – Av. Jorge João Saad, 333 – Tel.: 3742-4436
f
o
T
o
S
: D
Iv
u
l
G
A
ç
ã
o
f
o
T
o
: D
Iv
u
l
G
A
ç
ã
o
emfoco 68 b.indd 46 22/3/2010 20:32:27
Mimos para as clientes!
O hair designer e expertise em corte e coloração Moisés
Rodrigues, um dos profssionais do descolado salão
Image Hair, em parceria com a Joico, presenteia os clientes
com um superpacote!
Corte + escova + reconstrução K-PAK Joico
+ shampoo 300 ml para levar pra casa:
De R$280 por R$ 179.
Imperdível e perfeito para quem quer fcar com as madeixas
impecáveis. O horário pode ser agendado de segunda a
sexta-feira, até o dia 2 de abril.
Image HaIr na galerIa morumbI
Rua Ascencional, 284/300 – Tel.: 3742-8097
Reserve seu horário!
Maquiagem Secrets Collection
Visual com sensualidade
A linha Secrets Collection, de o boticário,
promete um visual romântico, sensual e
misterioso neste outono-inverno. O estojo de
maquiagem portátil é um luxo e
superversátil, pois compõe looks para dia e
noite. O pallete contém: lápis preto,
iluminador, blush, trio de sombras (rosa,
grafte e prata), minimáscara alongadora,
embalagem protetora, 1 for (acessório que
pode ser usado no cabelo, como broche ou
ainda colocado no estojo.
Preço: r$ 130
SerVIÇo: O Boticário
Carrefour Tel.: 3742-1127 / Centro empresarial Tel.: 3741-4526 / extra João Dias Tel.: 5851-7908 / Jardim Sul Tel.: 3742-0975
publi edi tori al
publi edi tori al
emfoco 68 b.indd 47 24/3/2010 11:17:22
48 MoruMbi março 2010
Proporcionar bem-estar, qualidade de vida, saúde e beleza, em ambiente agradá-
vel, com tecnologia de ponta e uma equipe sempre disposta a prestar o melhor
atendimento. Dessa forma, a Onodera completa 29 anos em 2010 e promove um
concurso cultural para presentear suas clientes com programas de tratamentos
estéticos de até R$ 5 mil. Com uma completa linha de tratamentos corporais,
faciais e de medicina estética, a Onodera se consolidou no país e possui clínicas
em dez estados brasileiros.
OnOdera MOruMbi Rua Dr. Fonseca Brasil, 77 – Tel.: 3742-6116
Dedicação
à beleza
feminina
Experiência incomparável
O SPA Kalmma chegou no Morumbi com terapias diferenciadas, banhos inigua-
láveis, Day SPA e gift cards. O ambiente foi cuidadosamente formulado em cada
detalhe, a começar pelo piso, uma fusão de resinas para que você sinta um rela-
xamento intenso e total equilíbrio. Prepare-se para viver uma experiência única!
SPa KalMMa
Av. Dr. Guilherme D. Villares, 1481 – Tel.: 2476-9837 – kalmma.com.br
Almoço
de Páscoa
A belíssima Casa da Fa-
zenda preparou um car-
dápio pra lá de especial
para o feriado de Páscoa,
elaborado pelos chefs
Johnny Coutinho e Nil-
ton Neto e o nutricio-
nista Ricardo Dametto.
Na Sexta-feira Santa, as
opções são arroz, mas-
sas, peixes, carnes, aves e
grelhados. Para o domingo de Páscoa, a Casa oferece o tradicional almoço, en-
riquecido com salada de grão-de-bico com bacalhau, torta de bacalhau, leitão à
pururuca e sobremesas típicas, como cascata de chocolate com espeto de frutas,
mousse de chocolate dentro de meia casca de ovos de chocolate e torta de ri-
cota de Páscoa. E para diversão das crianças, no domingo haverá diversas brinca-
deiras sob a supervisão de monitores e a presença do Coelhinho da Páscoa com
seus ovinhos de chocolate, que promete alegrar ainda mais este dia!
CaSa da Fazenda dO MOruMbi
Av. Morumbi, 5594 – Tel.: 3742-2810. casadafazenda.com.br
bacalhau em postas com batatas ao murro
emfoco 68 b.indd 48 22/3/2010 20:33:09
emfoco 68 b.indd 49 22/3/2010 20:33:27
50 MORUMBI MARÇO 2010
NOVIDADES
Focus Group
A Revista Dolce recebeu na Casa da Fazenda, na manhã de 12 de março, em-
presários do bairro, de diversos setores, para um Focus Group, iniciativa da revista
de criar encontros para troca de ideias e propostas de soluções para os empreen-
dedores do Morumbi, e também para apontar tendências de negócios favoráveis
ao crescimento local. Estiveram presentes Erik Cavalheri (franquias O Boticário),
Eliana Chumer (Colégio CPV), Osvaldo Braz (Sabor das Massas), Maurízio Ganza-
rolli (Restaurante Bananeira), Marcelo Medeiros (Hospital Leforte), Juliana Santana
Souza e Eduardo Jorge de Souza Filho (Única Seguros), Marcelo Mahtuk (Mana-
ger), além do Dr. Gerson Gomes da Silva (Clínica Ágape) e Luiz Antonio Vendrami-
ni (Law Comunicação).
1Denise Gonçalves e Vania Ferreira
2 Marcelo Medeiros e Jorge Eduardo
de Souza Filho 3 Juliana Santana
de Souza 4 Dr. Gerson Gomes da
Silva 5 Erik Cavalheri e Luiz Antonio
Vendramini 6 Maurizio Ganzarolli e
Osvaldo Braz 7 Marcelo Mahtuk
8 Eliana Chumer
1
4
6 7 8
5
2 3
emfoco 68 b.indd 50 22/3/2010 20:34:10
SOCORRO!
Meu dia precisa de 36 horas!
Tenho uma empresa prestadora de serviços com uma equipe de 20 pessoas. Tivemos um crescimento
acima de nossas expectativas e um aumento considerável nas demandas internas em pouco tempo. Aca-
bei me perdendo nas rotinas, não consigo estabelecer prioridades, ter um dia de trabalho produtivo e
terminá-lo com a sensação de dever cumprido. Que soluções a MOT me oferece nesse caso?
Segundo a consultora empresarial Marina Gonzalez, “a rotina está cada vez mais carregada de diferentes papéis a
serem exercidos. Dentro da empresa existe a necessidade de cumprir tarefas, alcançar resultados, liderar com eficácia e
ter uma boa visão estratégia. A mesma pessoa que exerce todos esses papéis ainda sai do ambiente profissional e tem
outras funções a exercer”.
O Coaching é um programa que pode ser realizado individualmente e que foi criado para trabalhar exatamente com a
rotina e as necessidades de cada um. As ações estratégicas de desenvolvimento são focadas a partir de cinco etapas: Coleta de
Dados, Mapeamento, Planejamento, Plano de Ação e Acompanhamento. As competências prossionais e pessoais são poten-
cializadas para maior obtenção dos resultados desejados no seu dia-a-dia, gerando otimização do tempo.
No Morumbi, quem oferece o programa Coaching é a MOT, empresa com 15 anos de atuação e que conta com uma equipe
especializada e experiente. As sessões de Coaching duram cerca de uma hora com frequência semanal ou quinzenal, com en-
trevista inicial gratuita, e geralmente são feitos de 10 a 12 encontros, e o retorno do investimento pode ser percebido em meses.
Marina Gonzalez é

Consultora
empresarial, qualificada na
metodologia de Coaching ASTD –
American Society for Training and
Development. Psicóloga, é mestre
em Administração de Recursos
Humanos pela Universidade
Mackenzie, com especialização
em Gestalt Terapia e Análise
Transacional, e doutoranda em
Sociologia do Trabalho pela PUC-SP.
SERVIÇO MOT MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS E TREINAMENTO
Rua Nelson Gama de Oliveira, 311 – 1° andar Tel.: 3743-7124 (atrás do Shopping Jardim Sul)
Conheça toda a gama de cursos e treinamentos. www.motvirtual.com.br
R
E
S
P
O
N
D
E
emfoco 68 b.indd 51 22/3/2010 20:34:27
52 MoruMbi março 2010
Incentivo ao esporte
O São Paulo Futebol Clube e a Nestlé frma-
ram uma parceria que dará novos rumos à
qualidade dos produtos comercializados no
Estádio do Morumbi, e apoio ao atletismo
nacional. A partir de 2010 a marca Sollys pa-
trocinará a atleta Maureen Maggi, contrata-
da pelo clube. Na ocasião, Maureen inaugu-
rou a pista de atletismo do Estádio, que será
utilizada por crianças e adolescentes de Pa-
raisópolis, que participam de um importante
trabalho social.
Estádio CíCEro PomPEu dE tolEdo
Praça Roberto Gomes Pedrosa, s/nº
Tel.: 3749-8000
Passaporte FC
Por falar em São Paulo, o clube fez
parceria com a agência de turismo
esportivo Freeway Sports e inaugu-
rou a loja da Passaport FC – Agência
de Turismo do São Paulo, passando
a comercializar produtos e eventos
turísticos. A agência será responsável
pelo Morumbi Tour e trouxe novida-
des, como a venda de produtos re-
lacionados aos jogos e pacotes que
proporcionarão mais comodidade
ao torcedor.
Estádio CíCEro PomPEu
dE tolEdo
Praça Roberto Gomes Pedrosa, s/nº
Portão 2 – Tel.: 3742-6868
passaportfc.com
Novo espaço
para seu carro
A Carru’s 1 inaugurou dia 27 de fe-
vereiro sua primeira loja no Morumbi
com o compromisso de garantir a
total satisfação do cliente. Com ex-
celência no atendimento, desde a
recepção até a entrega do veículo, o
novo SPA do carro conta com uma
equipe de profssionais altamente
qualifcados e atualizados, que ofe-
recem técnicas inovadoras, além
dos melhores produtos e serviços do
ramo automotivo. A Carru’s também
oferece mão-de-obra especializada
para consertos, pinturas e diaman-
tagem de rodas, além de serviços de
guincho e socorro mecânico.
Carru’s 1
Av. Giovanni Gronchi, 5631
Tel.: 3501-3144 – carrus1.com.br
emfoco 68 b.indd 52 22/3/2010 20:35:55
Recesa no Morumbi
Com conceito de butique de revestimentos, a Recesa
inaugurou uma loja no Morumbi e oferece o que há
de melhor em revestimentos para pisos e paredes. A
unidade também apresenta novidades exclusivas e
produtos de categoria premium Marcas nacionais e
internacionais, novidades em porcelanatos e a linha
Ecologic, que possui o primeiro porcelanato100%
reciclado, são alguns dos produtos oferecidos.
Recesa Pisos & Azulejos
Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 – Tel.: 2204-0099
recesa.com.br
novidAdes
Nova C&C
Rede varejista de materiais para construção, reforma e
decoração, a C&C Casa e Construção reinaugurou a loja
da Av. Giovanni Gronchi e trouxe novas sugestões de
ambientes residenciais. Com um layout mais funcional,
as inovações seguem as novas exigências do público,
e as novidades envolvem desde o atendimento até  lo-
calização e disposição dos produtos, além da composi-
ção visual das lojas. Beleza, praticidade, modernidade e
comodidade reunidos em um só lugar. Visite!
C&C Casa e Construção Av. Giovanni Gronchi, 5812 –
Tel.: 4001-0100 – cec.com.br
f
o
T
o
s
: j
A
f
Música e Arte
Março é o Mês Internacional da Mulher, e a ABACH – Academia Brasileira de Arte,
Cultura e História, sediada na Casa da fazenda, promoveu a Exposição Coletiva de
Artes Comemorativa, no dia 9 de março. Na ocasião foi oferecido um coquetel e os
artistas que participaram da exposição ganharam certifcados e assistiram a apre-
sentações artísticas, como a do violonista Robson Miguel.
ABACH – Academia Brasileira de Arte, Cultura e História
Av. Morumbi, 5594 – Tel.: 3742-2810 – ramal  210
emfoco 68 b.indd 53 22/3/2010 20:36:45
54 MORUMBI MARÇO 2010
Rosa Richter é pedagoga; presidente da Associação Cultural e de Cidadania do
Panamby; presidente da AMO Jardim Sul; conselheira e diretora de várias entidades na
área de Desenvolvimento social. rr@rosarichter.com.br
CIDADANIA
Caro leitor,
o Morumbi é um bairro dividido em duas
subprefeituras: Campo Limpo e Butantã.
O Morumbi teve, nos últimos dez anos, segundo
o IBGE, o maior aumento populacional da cidade
de São Paulo. Foi o maior boom imobiliário dos úl-
timos tempos.
A enorme desigualdade social verificada prin-
cipalmente na subprefeitura do Campo Limpo,
que engloba regiões distintas como Capão Re-
dondo e Vila Andrade, torna complexo o atendi-
mento a elas, pois as demandas de cada uma são
muito diferentes.
Da Vila Andrade faz parte, inclusive, a segunda
maior comunidade carente de São Paulo, o Com-
plexo Paraisópolis. O Campo Limpo possui 275
Por que uma subprefeitura só para o
Morumbi e região é tão importante?
por Rosa Richter
comunidades carentes e o Butantã, 86, que to-
talizam 13% do total de comunidades carentes
do município de São Paulo.
O quadrilátero  e as zonas limítrofes traçados
para a subprefeitura do Morumbi seriam: Av.
Eusébio Matoso, Av. Eliseu de Almeida, Linha
de Transmissão ou ruas lindeiras, Av. João Dias,
Marginal Pinheiros sentido Interlagos até a Av.
João Dias.
Hoje, passados dez anos, temos que fazer algo
para que o Morumbi continue sendo aquele bair-
ro amado por todos e tão gostoso de se viver.
Exerça sua cidadania, entre no SITE:
www.rosarichter.com.br, EU QUERO e vote
SIM para conseguirmos a nossa subprefeitura
do MORUMBI. Até o fechamento desta edição
1147 pessoas já votaram.
  Será uma importante conquista para todos
nós!  O Morumbi conta com todos NÓS! 
PUBLICIDADE
cidadania68.indd 54 24/3/2010 11:36:20
espelho68.indd 55 22/3/2010 20:05:41
56 MORUMBI MARÇO 2010
CORPORATIVO
por Lívio Giosa
LÍVIO GIOSA é presidente do CENAM (Centro Nacional de Modernização Empresarial); vice-presidente da
ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil); Coordenador Geral do IRES (Instituto
ADVB de Responsabilidade Socioambiental) e sócio-diretor da G,LM Assessoria Empresarial.
O lado feminino da
humanidade na busca por
um mundo melhor
A
constatação é clara: cada vez mais a mulher assume es-
paços importantes na sociedade, na chea da família,
no ambiente corporativo e no mundo da política.
Mais ainda: a mulher vem se preparando para ampliar esta
ocupação a partir dos bancos escolares, nos cursos superio-
res, na pós-graduação, superando a participação dos homens.
Sua determinação e objetividade são fundamentais neste
movimento feminino de longo alcance.
Com este diagnóstico e ao olhar o futuro, deparamo-nos
com a questão da sustentabilidade e o próprio destino da
humanidade.
Os impactos das mudanças climáticas já são preocupações
absolutas das nações e atingem a sociedade como um todo,
mobilizando as empresas, as organizações não-governamen-
tais e os dirigentes públicos. Há que se tomar medidas imedia-
tas de mudanças de comportamentos e atitudes individuais
que farão a grande onda de transformação coletiva. Aí está,
portanto, o importante papel que a mulher pode exercer.
As cenas destas ações já são comuns: as mulheres dirigem
e participam da maioria das ONGs, o que mostra a sua sen-
sibilidade social; as mulheres detêm a maioria das decisões
de compra, o que as tornam consumidoras conscientes em
potencial; as mulheres, pela sua intuição e determinação, ao
ocuparem cargos de chea, se aplicam rmemente em or-
ganizar as empresas para posicioná-las, estrategicamente, na
visão da Sustentabilidade.Estes são os sinais claros de que o
papel da mulher deverá ser o mais importante nesta nova ló-
gica que a humanidade enfrentará.
Serão novas escolhas a serem interpretadas pela socieda-
de para minimizar as emissões de carbono em todo o pro-
cesso de fabricação de produtos, de modelos construtivos, de
cuidados com a pecuária, com a agricultura, atingindo todos
os segmentos de negócios.
E a mulher, sensibilizada e consciente, será a grande
agente desta transformação para garantir a sobrevida da hu-
manidade na nossa nave-mãe, a Terra. 
corporativo68 gen.indd 56 24/3/2010 10:44:13
espelho68.indd 57 22/3/2010 20:06:07
58 MORUMBI
N
a manhã de 22 de fevereiro de 2010
mudei um conceito.  Nunca tinha leva-
do muito a sério essa história de que
o ano no Brasil só começa depois do carna-
val. Sendo jornalista, e como médicos, bom-
beiros, policiais, entre outros, tenho  uma
rotina de  trabalho que inclui  plantões nas
datas festivas  de fim de ano e do carnaval.
Mas naquela segunda-feira havia algo dife-
rente. O trânsito estava pior do que nos úl-
timos anos, a fila de carros parados parecia
não ter fim e o tempo do meu caminho até o
trabalho tinha triplicado. Naquela segunda-
feira, o ano  de 2010 estava começando pra
valer aqui no Morumbi. 
Desde então os congestionamentos só cres-
ceram, os meus vizinhos não falam de outra coi-
sa, os amigos no trabalho anteciparam a saída
de casa e passaram a buscar em vão rotas alter-
nativas de trânsito. Numa mesa de bar ouvi uma
turma relatando o esforço para  se deslocar em
menor tempo, o ciclista se orgulhava da dispo-
sição de ir até o início da nova ciclovia  da Mar-
ginal Pinheiros e pedalar os 14 quilômetros até a
Vila Olímpia. Ouvi ainda alguém dizer que estava
comprando um flat na Avenida Paulista só pra
não precisar ir e voltar do trabalho todos os dias.
O que aconteceu?  Por que o trânsito, que já
não era bom, ficou ainda pior?
Tenho minha teoria: os  recentes empreen-
dimentos imobiliários, que  atraem novos mora-
dores, aceleram o desenvolvimento do Morumbi
sem que as obras viárias andem na mesma velo-
cidade. A solução pode estar na pressão popular
por mudanças urgentes no bairro. É nisso que
apostam  as lideranças comunitárias que come-
çaram a recolher assinaturas para um documen-
to, que será entregue às autoridades municipais,
com uma série de reivindicações. Na questão do
trânsito, as associações de moradores pedem
a imediata construção da Ponte Burle Marx e a
conclusão da Avenida Perimetral. Acredito que
essas obras, mais a inauguração do trecho sul do
Rodoanel e a inauguração da nova linha do me-
trô, podem sim atenuar os congestionamentos
em curto e médio prazos. Mas com tanto terreno
vazio e a cidade avançando na direção da repre-
sa Guarapiranga, até quando a situação poderá
ficar sob controle?
Espero que os futuros empreendimentos
contemplem mais prédios comerciais e que a
gente possa resolver a nossa vida aqui mesmo
sem precisar ter que se deslocar tanto de um
lado para o outro da ponte. Subescrevo aqui o
meu apoio à iniciativa dos moradores, sobretu-
do na reivindicação de se criar a subprefeitura
do Morumbi. Já falei sobre o tema aqui na co-
luna.  No bairro que teve os maiores aumentos
de IPTU da cidade não há dúvidas de que essa
é uma medida que não pode mais ser adiada.
Afinal, chega de ir a Santo Amaro, Campo Lim-
po ou Butantã e demorar tanto tempo preso no
trânsito para  resolver nossos problemas com a
prefeitura. 
PENSATA
Ano novo, vida nova. Ou não?
Paulo Roberto
Amaral é morador
do Morumbi e jornalista
da Rede Globo de
Televisão, onde edita o
jornal SPTV 2ª edição.
por Paulo R. Amaral
MARÇO 2010
PUBLICIDADE
Pensata 68.indd 58 22/3/2010 17:57:35
espelho68.indd 59 22/3/2010 21:23:59
espelho68.indd 60 22/3/2010 20:06:27
espelho68.indd 61 22/3/2010 20:06:56
62 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE VITRINE
Vivemos num país tropical, onde o
sol reina absoluto quase o ano todo,
o que faz com que nosso corpo
Dose extra
de saúde
A eterna busca pelo corpo
perfeito tem levado milhares
de pessoas no mundo inteiro a
cometer alguns excessos e lou-
curas. Muitas vezes, tratamentos
invasivos e medicações perigosas
são comprados sem orientação,
livre e abertamente, o que pode
colocar a saúde de quem as
consome em risco e acarretar
uma série de complicações que,
posteriormente, podem se tornar
irreversíveis.
vitrine68.indd 62 23/3/2010 16:14:19
vitrine68.indd 63 23/3/2010 16:14:35
64 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
que sempre muito exposto. Por cau-
sa disso, a eterna busca por curvas
perfeitas fez com que nós, brasileiros,
alcançássemos o primeiro lugar do
mundo no ranking do uso de mode-
radores de apetite.
Na extensa lista de opções, um
desses medicamentos, muito conhe-
cido e usado para o emagrecimento,
é a Sibutramina, proibida na Europa
no começo de 2010 por aumentar os
riscos de derrames e infartos.
Para quem não conhece seus efei-
tos, ela é saciatógena e atua direta-
mente no sistema nervoso central. “Ela
estimula a sensação de saciedade e
faz com que a pessoa passe a se sentir
satisfeita com uma quantidade menor
de alimentos. O intuito é coibir a com-
pulsividade alimentar, diminuir a in-
gestão excessivamente calórica e
A Sibutramina não
faz nenhum milagre.
A pessoa precisa
passar por uma reeducação
alimentar e mudar seus
hábitos diários, como
praticar alguma
atividade física.
Dr. Luiz Eduardo
Campedelli, do
Hospital Israelita Albert Einstein
vitrine68.indd 64 23/3/2010 16:14:50
vitrine68.indd 65 24/3/2010 11:21:45
66 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
promover uma reeducação alimentar”,
explica o Dr. Luiz Eduardo Campedelli,
do Hospital Israelita Albert Einstein.
Apesar de não causar dependência
física ou psíquica, o uso da Sibutramina
é restrito, e para comprá-la é preciso
receita médica (que, obrigatoriamente,
deveria car retida nas farmácias), mas
com o livre acesso à internet, a com-
pra se torna cada vez mais fácil e, ao
mesmo tempo, perigosa. “As pessoas
no Brasil precisam parar de se autome-
dicar e sempre procurar um médico
especialista. Muitas vezes o remédio é
indicado por um vizinho ou amigo, e
a pessoa acaba comprando sem saber
se pode tomar ou não, colocando a
própria vida em risco”, diz a Dra. Silvana
Queiroz, da Clínica de Endocrinologia e
Metabologia Silvana Queiroz.
Os principais efeitos colaterais cau-
sados pela Sibutramina geralmente
aparecem nos primeiros dias de uso, e
a pessoa pode sentir boca seca, consti-
pação intestinal, dor de cabeça leve,
taquicardia, náuseas e sudorese. Se-
gundo o Dr. Luiz Eduardo, mesmo com
inúmeros estudos cientícos, que ga-
rantem bons resultados quando se fala
em obesidade, a Sibutramina não faz
nenhum milagre. “A pessoa precisa pas-
sar por uma reeducação alimentar
As pessoas no Brasil
precisam parar de se
automedicar e sempre
procurar um médico especialista.
Muitas vezes elas colocam a
própria vida em risco, tomando
medicação não indicada.
Dra. Silvana Queiroz,
endocrinologista da Clínica de
Endocrinologia e
Metabologia
vitrine68.indd 66 23/3/2010 16:15:20
vitrine68.indd 67 24/3/2010 11:21:31
68 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
e mudar seus hábitos diários, como
praticar alguma atividade física”.
“A Sibutramina, quando bem indi-
cada, é uma medicação segura para o
tratamento da  obesidade. Ela oferece
bons resultados, mas se o paciente
parar de usá-la e não mudar o estilo
de vida, pode voltar a engordar. Além
disso, é sempre prudente uma avalia-
ção cardiológica prévia e acompanha-
mento médico durante todo o trata-
mento” conta Dra. Silvana.
Com tantas medicações no mer-
cado, o fácil acesso a elas e a tentação
de ‘secar’ em pouquíssimo tempo, as
pessoas se esquecem que existem
métodos muito mais saudáveis e bem
menos invasivos ou agressivos para a
saúde do nosso corpo.
DELÍCIA DE FRUTA
Uma das alternativas para emagre-
cer são os remédios toterápicos, fei-
tos de plantas ou frutas. Novidade no
mercado, o Koubo – fruta popular no
nordeste brasileiro – passou por diver-
sas pesquisas que comprovaram a sua
ecácia no processo de emagreci-
mento. Conhecido como ‘doce do de-
serto’, essa deliciosa fruta diminui a
O KOUBO FRUTA POPULAR NO NORDESTE BRASILEIRO PAS
SOU POR DIVERSAS PESQUISAS QUE COMPROVARAM A SUA
EFICÁCIA NO PROCESSO DE EMAGRECIMENTO.
vitrine68.indd 68 24/3/2010 11:21:03
vitrine68.indd 69 23/3/2010 16:15:57
70 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
vontade de comer doces e tem o pa-
pel de moderadora natural do apetite.
De acordo com a farmacêutica
Christiana Serrano, da Farmácia Silí-
cea, da fruta foi feito um extrato e esse
pode ser ingerido em cápsulas para
que seu resultado seja ecaz. “É melhor
consumir o extrato da fruta em cápsu-
la, porque dessa forma conseguimos
padronizar todas as coisas boas que
ela oferece, como proteínas, bras, vi-
tamina C, ácidos graxos, aminoácidos,
açúcares e outras substâncias”.
Também cultivada no deserto de
Israel, o Koubo tem ação lipolítica (quei-
ma de gordura), diminui os níveis de
colesterol, é diurético e antioxidante.
“Ele não tem efeito colateral e pode
ser consumido de duas formas: em
cápsulas ou gomas de colágeno,
O Koubo e o Extrato
de Manga Africana
oferecem muitas coisas boas
para o organismo. Eles não
causam efeitos colaterais e
reduzem medidas.
Christiana Serrano –
famacêutica
da Farmácia Silícea
dolcemorumbi.ning.com
vitrine68.indd 70 24/3/2010 11:21:16
71 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
que é uma ótima proteína para pele,
cabelo e unha”. Certicado pela AN-
VISA – Agência Nacional de Vigilân-
cia Sanitária, o Koubo também atua
como redutor de medidas e não pode
ser consumido por diabéticos.
Outra opção que auxilia no trata-
mento de obesidade é a Ayslim Extra-
to de Manga Africana, proveniente do
extrato das sementes de uma árvore
natural da África e do sudeste asiático.
A Ayslim reduz medidas pela quei-
ma de gordura, reduz o colesterol,
triglicerídeos e os níveis de glicose
sanguínea. “Além de todos os bene-
fícios, ela estimula o funcionamento
do intestino e promove a saciedade”,
explica Christiana. Assim como o Kou-
bo, esse extrato também tem contra-
indicação e não pode ser usado por
gestantes e lactantes.
AGULHINHAS DO BEM
Técnica milenar da Medicina Tra-
dicional Chinesa, a acupuntura pode
auxiliar no emagrecimento através
de agulhas especiais, colocadas em
pontos denidos, visando o reequilí-
brio do corpo.
“A acupuntura vai atuar nas
vitrine68.indd 71 23/3/2010 16:16:29
72 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
causas que levam a pessoa a comer
exageradamente e a engordar, além
de atuar na ansiedade, na depressão
ou numa irritabilidade exagerada. Em
paralelo, ela equilibra energeticamen-
te cada órgão do corpo, proporcio-
nando bem-estar emocional e físico”,
explica o Dr. Marcelo Haddad.
Para o emagrecimento, existem
duas principais técnicas: a acupuntu-
ra sistêmica (agulhas por todo o cor-
po) e a aurículoacupuntura (agulhas
ou sementes aplicadas na orelha). “A
acupuntura auricular tem dado mais
resultados do que a sistêmica. Nesse
método, selecionamos pontos espe-
cícos da orelha, usamos semente de
mostarda com esparadrapo, a pessoa
vai pra casa com as sementes nos
pontos e a acupuntura tem ação por
uns cinco dias. Depois desse período,
a pessoa tira e joga fora os esparadra-
pos, deixando a orelha descansar por
24 horas antes de retornar à sessão”,
esclarece Marcelo.
Segundo o médico Antonio Arighi
Jr., os resultados aparecem mais lenta-
mente com esse tipo de tratamento e
dependem da resposta do organismo
de cada pessoa. “Não existe tempo mí-
nimo ou máximo de tratamento. Nor-
malmente começamos com uma
A acupuntura atua
nas causas que
levam a pessoa a comer
exageradamente, além de
controlar a ansiedade, a
depressão ou a irritabilidade
exagerada, proporcionando
bem-estar
emocional e físico.
Dr. Marcelo Haddad
vitrine68.indd 72 23/3/2010 16:16:46
73 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
sessão por semana e analisamos a
reação. Aqui na clínica temos pacien-
tes que vêm uma ou duas vezes por
semana, mas também temos os que
vêm uma vez por mês”.
As contraindicações nesse tipo
de tratamento são para pessoas hi-
pertensas, com diabetes ou câncer e
gestantes.
MASSAGENS PODEROSAS
Mais utilizados por mulheres, as
massagens e os tratamentos estéti-
cos feitos por especialistas, também
podem reduzir medidas. O primeiro
passo é passar por uma avaliação físi-
ca para que dados importantes sejam
colhidos e arquivados. “Depois da ava-
liação, nós tiramos todas as medidas,
pesamos e avaliamos o caso. Muitas
vezes a pessoa tem celulite, mas não
tem gordura localizada ou acidez”,
relata Daniela Figueiredo, proprietária
da Indah Estética.
Para os casos de celulite, a técnica
em estética Ana Lúcia Luiz, recomen-
da o uso do aparelho de ultrassom
computadorizado. “Ele age na estimu-
lação e no enrijecimento. Usado com
um gel de princípios ativos ele altera
a camada de gordura – se a pes-
Não existe tempo
mínimo ou máximo
de tratamento. Na clínica
temos pacientes que vêm
uma ou duas vezes por
semana, mas também
temos os que vêm uma vez
por mês.
Dr. Antonio Arighi Jr.,
da Clínica Arighi
vitrine68.indd 73 23/3/2010 16:16:59
74 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
soa tem uma gordura mais túrgida, ele
tornará essas células mais moles; se a
gordura tem formato de gel, ele fará
com que ela se torne mais líquida, e
assim que mais fácil de ser elimina-
da. Esse tratamento não dói e o que a
pessoa sente é um leve formigamen-
to, bem suave e tranquilo. A sessão
dura de 30 a 40 minutos, é indicada
duas vezes por semana e pode ser
trabalhada na coxa, bumbum, culote,
barriga e braço”.
O aparelho
de ultrasom
computadorizado age
na estimulação e no
enrijecimento. Também
temos outros tratamentos,
como massagens e
bandagens.
Ana Lúcia Luiz, da
Indah Estética
vitrine68.indd 74 24/3/2010 11:22:43
75 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
Outra opção é a já conhecida dre-
nagem linfática, técnica de massagem
mais suave e lenta, que ajuda na libe-
ração de líquidos e toxinas. “Para uma
pessoa que está fazendo dieta para
perda de peso, é tudo o que ela preci-
sa, porque enquanto essa massagem
trabalha o metabolismo, ela também
desintoxica, e uma vez que a pessoa
elimina líquidos, ela perde peso”.
Fora os aparelhos, a Indah tam-
bém trabalha com outros métodos,
como a aparelho de eletroforese, que
promove uma drenagem mais pro-
funda, além da bandagem quente
e fria. “Esse é um tratamento antigo,
mas que dá um resultado efetivo. Na
bandagem fria, nós passamos um gel
na área que queremos atingir. Ele res-
fria essa área e, aliado à temperatura
da sala, que também ca geladinha,
o corpo queima energia das células
de gordura para equilibrar a tempera-
tura. A pessoa sente um friozinho
vitrine68.indd 75 24/3/2010 11:23:01
76 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
suportável por até 20 minutos. Já a
bandagem quente é feita com argila e
produtos que possuem princípios ati-
vos da água do mar. Nós aplicamos a
argila e envolvemos o corpo em uma
manta térmica, por 30 a 40 minutos.
Ela tem algumas contraindicações,
como nos casos de acidez e compro-
metimentos vasculares, e o número
de sessões depende de cada pessoa
e do que ela faz para complementar
o tratamento, como exercícios diários”,
explica Ana Lúcia.
QUANTO MAIS
COLORIDO, MELHOR
Segundo a Organização Mundial
da Saúde, a palavra ‘saúde’ signica
um estado completo de bem-estar
físico, mental e social e não apenas
ausência de doença.
“Hoje em dia, as pessoas ten-
tam de tudo para emagrecer, mas
o maior problema é que a perda de
peso não é para sempre. Isso muitas
vezes acontece, pois, dependendo
do que se esteja fazendo para perder
peso, o corpo entra em um ‘módulo
de defesa’. Por exemplo, pular re-
feições e consumir poucas calorias
diárias fazem com que o corpo
As pessoas tentam de
tudo para emagrecer
mas pulam refeições e
consomem poucas calorias
diárias, fazendo com que o
corpo entenda que precisa
poupar energia, e isso pode
ser traduzido em acúmulo de
gordura corporal.
Claudia Szego, da
Curves Morumbi
vitrine68.indd 76 23/3/2010 16:17:45
77 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
entenda que precisa poupar energia.
Isso é traduzido em acúmulo de gor-
dura corporal e redução da taxa me-
tabólica”, diz a nutricionista funcional
Claudia Szego, proprietária da acade-
mia Curves Morumbi.
Segundo Claudia, nosso organismo
precisa de equilíbrio, e nem sempre o
que vale é a soma das calorias dos ali-
mentos, mas como, quando e de que
forma eles são consumidos. “Carboi-
dratos e açúcares têm menos calorias
do que as gorduras, mas as gorduras,
quando insaturadas ou polinsatura-
das, são riquíssimas em toquímicos
que ajudam a proteger o organismo”.
Portanto, o que vale é sempre o equi-
líbrio: fazer uma alimentação saudável,
regular os décits nutricionais, eliminar
alergênicos, toxinas e industrializados,
e ajustar intestino e fígado.
vitrine68.indd 77 23/3/2010 18:18:19
78 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
“Atividade física, acupuntura, tera-
pia, massagem, tratamentos estéticos
e auxiliares, como suplementos e -
toterápicos, são sempre bem-vindos.
Em alguns momentos pode-se preci-
sar da ajuda de medicamentos, mas o
uso indiscrimidado deles só prejudica
ao invés de ajudar. Não podemos es-
quecer que eles também são tóxicos
e contêm substâncias que o nosso
corpo não conhece, assim, sempre
terão algum tipo de efeito colateral.
Vale lembrar que medicamentos para
emagrecer estão novamente tratando
sintomas (excesso de peso), mas não a
causa do ganho de peso”.
RENDA-SE AOS
EXERCÍCIOS FÍSICOS
Importantes para aumentar a re-
sistência, fortalecer a musculatura,
prevenir e controlar doenças como
diabetes e hipertensão, os exercí-
O QUE VALE É SEMPRE O EQUILÍBRIO: FAZER UMA ALIMEN
TAÇÃO SAUDÁVEL, REGULAR OS DÉFICITS NUTRICIONAIS,
ELIMINAR ALERGÊNICOS, TOXINAS E INDUSTRIALIZADOS E
AJUSTAR O INTESTINO E FÍGADO.
vitrine68.indd 78 23/3/2010 16:18:09
vitrine68.indd 79 23/3/2010 16:18:23
80 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
cios físicos só trazem benefícios, e
alguns estudos mostram que, prati-
cados com regularidade, eles contro-
lam alguns tipos de tumores, atuam
na regulação hormonal e cardiovas-
cular, melhoram a autoestima e pro-
porcionam melhor qualidade de vida.
Professor de Educação Física e
personal trainer da Academia Gusta-
vo Borges, Roberto Baptista, diz quais
são os exercícios mais indicados para
o emagrecimento. “Corrida, bike, na-
tação e triathlon oferecem grandes
resultados, mas a pessoa precisa
praticá-los com disciplina e quando
se sentir bem disposta. É importante
que pessoas obesas pratiquem exer-
cícios, pois a falta deles também traz
problemas e doenças como hiper-
tensão arterial, diabetes, câncer e do-
enças cardiovasculares, como infarto
e AVC (Acidente Vascular Cerebral)”.
Aliada a uma boa dieta alimen-
tar, a prática do esporte traz qua-
lidade de vida e ajuda a criar uma
rotina mais saudável. “Quem pratica
qualquer esporte precisa saber res-
peitar os seus limites e executar os
movimentos corretamente. É pre-
ciso orientação e avaliação médica
para que não haja nenhum pro-
É importante que
pessoas obesas
pratiquem exercícios, pois
a falta deles também traz
problemas e doenças sérias.
Roberto Baptista – Professor
de Educação Física e personal
trainer da Academia
Gustavo Borges
vitrine68.indd 80 23/3/2010 16:18:41
81 MORUMBI MARÇO 2010
VITRINE
81 MORUMBI
SERVIÇO
Academia Gustavo Borges
Rua José Ramon Urtiza, 901
Tel.: 3744-1476 – academiagb.com.br
Clínica Arighi
Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1230,
Cj. 13 – Open Center – Tel.: 3501-8427
Clínica Silvana Queiroz
Rua José Jannarelli, 199 – Cj. 42
Tel.: 3722-5238
Curves Morumbi
Av. Dr. Alberto de Oliveira Lima, 126
Tel.:3758-1493 – curves.com.br
Farmácia Silícea
Rua Marechal Hastimphilo
de Moura, 277 – Tel.: 3746-9666
Indah Estética
Rua Barão de Campos Gerais, 433
Tel.: 2364-1405 – indahestetica.com.br
Hospital Israelita Albert Einstein
Av. Albert Einstein, 627/701
Tel.: 3747-3580 – einstein.br
Marcelo Haddad
Acupuntura – Tel.: 9492-2112
blema. Quando as atividades são
feitas com prazer, elas trazem me-
lhores resultados”.
Não tenha pressa em conseguir
um efeito imediato! Corrija os erros
e excessos com calma para que o
resultado esperado seja longo e du-
radouro; beba bastante água e des-
frute de pratos bem coloridos, com
grande variedade de saladas e le-
gumes. As atividades físicas sempre
trazem benefícios, mas precisam do
acompanhamento de um profissio-
nal. Seja determinado e escolha fa-
zer uso de remédios só em último
caso.
vitrine68.indd 81 23/3/2010 16:18:56
82 MORUMBI MARÇO 2010
O
psiquiatra canadense Eric Berne, criador da
teoria da Análise Transacional, em sua obra
“Sex and Human Loving”, sustenta enfati-
camente que “o ser humano que não é acariciado
com palavras de alegria ou mãos carinhosas mur-
chará e morrerá por dentro.” E conclui: “O sistema
nervoso humano é constituído de tal maneira que
o reconhecimento verbal pode parcialmente to-
mar o lugar do contato físico ou do carinho – mas
nunca será tão satisfatório”.
Há pessoas que, desde a infância, devido à forma-
ção familiar, não aprenderam o valor do toque e,
em consequência, não o praticam mesmo na ida-
de adulta. Quando se unem a alguém, levam con-
sigo essa lacuna afetiva e, sem o saber, provocam
um “décit” emocional no relacionamento.
Há dois momentos na vida da maioria dos casais
em que os parceiros se tocam bastante: na fase de
namoro e quando fazem sexo. E, mesmo assim,
há casais que, depois de alguns anos de
união, permitem que o sexo se torne
tão automático que se tocam o mí-
nimo necessário para consumar a
relação. Uma pena, porque o toque
carinhoso – dado ou recebido – repre-
senta a mais potente manifestação de
aceitação de um ser humano
por outro.
Certamente não me rero
aos “toques” gratuitos e in-
consequentes tão em moda
hoje em dia, sobretudo na
época do carnaval – em que
desconhecidos se beijam na
boca ou conhecidos que tro-
cam “selinhos” e coisas seme-
lhantes. Estou me referindo
àquela relação estável, em
que dois parceiros decidiram
compartilhar o mesmo espaço
ou os mesmos momentos da vida.
Nessa convivência íntima e contínua,
não bastam a atenção, a educação,
a disponibilidade de tempo e os recursos e pre-
sentes materiais para demonstrar o amor. É funda-
mental que esse amor seja demonstrado de forma
explícita e inequívoca para que os parceiros sintam
a transcendência dos sentimentos que os unem.
Não basta a um parceiro “saber” que o outro o ama
– é fundamental “sentir” esse amor. E para isso os
toques são insubstituíveis.
Não preciso dizer neste artigo quais são as manei-
ras de se tocar uma pessoa de forma a fazê-la sentir
o quanto é amada, querida, respeitada – o quanto
ela é importante para a felicidade do outro. O pro-
blema é que a rotina tem sido uma grande vilã fa-
zendo com que, depois de algum tempo, os toques
sejam esquecidos deixando morna uma relação
que deveria permanecer quente. Nenhum parceiro
pode esquecer que mais importante do que consu-
mar uma conquista é saber mantê-la viva e intensa.
É preciso sair da zona de conforto que a apatia ou
o silêncio enganosamente cria. É pre-
ciso lembrar que o amor fala muito
mais com gestos e ações do que
com palavras e letras.
O efeito aconchegante, gostoso e
relaxante que o toque tem sobre as
crianças, produz o
mesmo efeito
nos adultos e
idosos. Por uma
simples razão: a
Criança Interior de
cada pessoa jamais
envelhece e, ao lado
da sua inesgotável
energia para o prazer e
a alegria, também traz
consigo as mesmas ca-
rências de toque ineren-
tes a toda criança – e, de
resto, a todo ser humano.
A propósito: o que você
está esperando para
tocar seu parceiro? 
Floriano Serra é
psicólogo, consultor,
palestrante, autor
de vários livros e
inúmeros artigos sobre
o comportamento
humano. Colunista da
revista Dolce. E-mail:
florianoserra@
somma4.com.br
Quero apenas que você me toque
“Eu preciso tocar em você tanto quanto você precisa tocar em mim. Eu preciso sentir seu toque tanto quanto
você precisa sentir o meu. Coisas maravilhosas acontecem quando uma pessoa toca outra. Esses toques – na
pele ou no coração – são vitais para a nossa emoção. Por isso, venha até mim sem temores ou vacilações; eu
irei até você da mesma forma. E então seremos mais felizes porque nosso encontro será mais intenso e bonito.
Posso contar com você?”
FINAL FELIZ por Floriano Serra
final feliz 68.indd 82 22/3/2010 17:27:21
espelho68.indd 83 23/3/2010 18:28:22
espelho68.indd 84 24/3/2010 10:48:04

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->