Você está na página 1de 1

Antinomias (contradies)

Podemos

definir,

portanto,

antinomia

jurdica

como

oposio

que

ocorre

entre

duas

normas contraditrias (total ou parcialmente), emanadas de autoridades competentes num mesmo mbito
normativo,

que

colocam

sujeito

numa

posio

insustentvel

pela

ausncia

ou

inconsistncia

de critrios aptos a permitir lhe uma sada nos quadros de um ordenamento dado.

Antinomias reais e aparentes


Quando a regra de soluo da contradio, temos uma antinomia aparentes; quando no h no ordenamento
jurdico regras de soluo, temos uma antinomia real.

Antinomias prprias e imprprias


Chamam se antinomias prprias aquelas que ocorrem por motivos formais (por exemplo, uma norma permite
o que outra obriga), e so imprprias as que se do em virtude co contedo material das normas.

Classificao quanto ao mbito


Fala-se, nesse caso, em antinomias de direito interno, de direito internacional e de direito interno-internacional.
As primeiras so as que ocorrem dentro de um ordenamento estatal e podem ser dentro de um ramo do direito
ou entre normas de diferentes ramos. As segundas ocorrem entre normas de direito internacional. As terceiras
referem-se a conflitos de normas de direito interno com as de outro direito interno ou entre normas de um direito
interno e as de direito internacional

Classificao quanto extenso


Quando uma das normas no pode ser aplicada em nenhuma circunstancia, sem entrar em conflito com a
outras, temos antinomia total-total. Quando umas das normas no pode ser aplicada em nenhuma circunstancia,
sem entrar em conflito com outra, enquanto a outra tem um campo de aplicao que entra em conflito com a
anterior apenas em parte, temos antinomia total-parcial. E a antinomia parcial = parcial ocorre quando as duas
normas tem um campo de aplicao que em parte entra em conflito com o da outra, em parte no entra