Você está na página 1de 17
TURISMO DE PORTUGAL [ESCOLA DE HOTELARIA DE VIANA DO CASTELO [CURSO DE TECNICAS RESTAURANTE. [DISCIPLINA : Téenles Profsslonal de Restaurante OBJECTIVOS = Organizar un banquet para 150 pessoas. = Adaptar os diversostpos etamanhos de mesas aos espagos possives. = Preparar a sua equa para servr um benquete corectamente = Adaptaro8 diferentes aranjos floras. { Elaborarerertas para banguetes 27-Servicos Especiais 27.1 Banquetes (diferentes tpos) 27.2.Outeos servigos especiais 127.3 Organizagto dos servigos 27.4 Diversostipos de mesas (adaptagto das mesus aos espay0s) 27.5 Arranjs floras de acordo como tipo de mess 27.6 Composigto da brigada para 0 servigo ao ‘0c0LA be HOTELARIAE TURISMO DE VIANA DO CASTELO PORTUGAL ‘TECNICA PROFISSIONAL DE RESTAURANTE © servo de banquetes difere bastante daquele que normalmente ¢ praticado no restaurant dariamente. Com efeito, as crcunstincias que motivam os banquetes sfo de iris ordem e cada um dels pode ser considerado como tum caso particular. Que isto Gizet que uma cetaoriginalidade presidia &ordem pela qual se process a refeigo. ‘Um banguete nfo se improviea, O éxito dependers do caidado com que se preparam certs detalesexsencais ‘A pessoa, no hotel, encarregada de receber encomendas de banquetes deverd possuir um ‘dossier com varias ementas, jt devidamente estudadasc equliradas, de viriostipos de ‘efegdes deste género, Os pregos também jé devem estar estabelecidos. Quando 0 ‘lente visita o hotel, com intengto de e informer sobre a realizaglo de um banquet, 9 fstabelecimento deverd ester pronto a darthe wma resposta imedinta e concrete. tvidente que pecenteexigencias de modifcapto, pela parte do cliente, tudo deve ser feito para the dar inteira satisfagto. E possivel que nestes casos os progos tenham que ser revistos. O responsdvel por este servigo deverk também ter & mo um documento, no ‘ual insereverd tudo o que precsar de anotar sobre o cliente ¢ 0 banquete que pretende realizar assem, pois, a dar um exemplo do tragado desse documento, oe [SCOLA DE HOTELARIAE TURISMO DE VIANA DO CASTELO PORTUGAL, ‘TECNICA PROFISSIONAL DE RESTAURANTE BANQUETEDE_ aA Tipo de banquete i I i Prego, Orquestra, Prego, Refeigfo misicos, Austorizasi0 ‘Nome da pessoa que convida comacto, ‘Com___ 30% do Cato, oe ‘8¢01A be HOTELARIA TURISMO DE VIANA BO cAsTELO PORTUGAL ‘TECNICA PROFISSIONAL DE RESTAURANTE osuimento tipo A. Referdncie: Enoomenda do banquete Mativo, Data Hora, Nimero de pesos, ‘Sala eoutasinstalagdes Aperiivos (revo) ‘Mente prego Bebidas (prego) Forma da mesas Disposigto, Plano, Decorago flora Prego, Orquestra Prego Variedades Prego__ Horio de atuag, rego por hora extra: Orquestra, Naviedades Servigo ‘Conidae bebides para Orquestra Variedades Pages por a prego de "Nome de quem convide Contacto one 2c0LA Be MOTHARIA TURISMO DE VIAUA BO cASTELO PORTUGAL ‘TECNICA PROFISSIONAL DE RESTAURANTE Documentorino B. Informaso para execugo, ts seopBes soguites = Restaurante, Cozinha, Pastelaria, Economato, Cave, Recepslo, Portaria, Andares, ‘Servigos Téenicos eJardneiro, Nodia__/, eee eae -Encomendado por realiza-se um a sala, ‘Ao qual assstrto mais ou menos. ‘© nimero exacto de convivas seri communicado oportunamente, com a antecedéncia tuflciente, bem assim como os itimos detalhes de organizago. A ementa& 08 vinhos sero os seguintes: Paid de Perdiz. ‘Malbo Cumberland Espumante bruto Consommé Tr8s Fetes... ‘continua com espumante Sela de Vitola Assoda CCouve flor gratineda... Duas Quint Reserva tino Batata Castelo, Queijo de Azeitto io de centeiotorado, Continua com vinbo tnto Bolacha Ryvita Gelado de Morangos. ‘Miniaturas Doces secas, Caf, descefeinado ou chi, Aguardente Velha, Whisky ou licor {nformagSesrlatvas 6 organizagSo dos servos a ees SM, “sanmmaontcares 10s participantes chegam provavelmente por volta das B partir pel aproximadamenteutilizando o__tranaporte, 2—Deve estar previsa a interupeto dos servigos por. Pelo periodo de, minutos de cada vez, quando da executo do B quando dos discursos ou, ‘Estas interupgbes, tendo tugar a seg. 2a spi, 3~As salas previstas para este servigo 58 Com capacidade par, pessoas, Se 0 nimero de partcipanres QOQQ WY | |W k