Você está na página 1de 40
ROSALDO DE JESUS NOCERA aa ele) com exemplo de EDIFICIOS VERTICAIS Ul A RIN | Publicagées INCLUI CD-ROM Pouce flac 1.3 Dicionario da EAP Um documento que descreve cada componente da EAP, incluindo uma bre- ve definicao do escopo, entregas definidas, atividades associadas, recursos necessarios, ¢ outros requisitos. Estrutura Analitica do Projeto Contratado (EAPC) Uma parte da estrutura analitica do projeto, desenvolvida e mantida por um fornecedor que assina contrato para fornecer um subprojeto ou um com- ponente do projeto. Estrutura Analitica do Resumo do Projeto (EARP) Uma estrutura analitica do projeto que é desenvolvido somente até o nivel de detalhe do subprojeto dentro de algumas ramificagées da EAP, ¢ onde os detalhes desses subprojetos sao fornecidos para que sejam usados pelas estruturas anal{ticas do projeto contratado. Pacote de trabalho Uma entrega ou componente do trabalho do projeto no nivel mais baixo de cada ramo da estrutura analitica do projeto. O pacote de trabalho inclui as atividades e os marcos do cronograma necessdrios para terminar a entrega do pacote de trabalho ou o componente do trabalho do projeto. Subprojeto Uma parte menor do projeto total, criada quando um projeto é subdividido em componentes ou partes mais facilmente gerenciaveis. Os subprojetos so geralmente representados na estrutura analitica do projeto. Um subproje- to pode ser chamado de projeto, gerenciado como um projeto e adquirido de um fornecedor. VISAO GERAL DA EAP AEAP geralmente é representada por uma lista do escopo do projeto ou por uma representacao grafica em formato de arvore hierdrquica. A EAP representada por uma lista do escopo pode ser da seguinte forma: 1 Empreendimento Industrial 1.1 Engenharia Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avancado 1.3 1.1.1 Engenharia Bésica L.1.1.1 Documentos de Projeto 1.1.2. Engenharia Mecanica 1.1.2.1 Documentos de Projeto 1.1.3. Engenharia Civil e Arquitetura 1.1.3.1 Documentos de Projeto 1.1.4 Engenharia Elétrica 1.1.4.1 Documentos de Projeto 1.1.5 Engenharia de Instrumentagio 1.1.5.1 Documentos de Projeto Suprimentos 1.2.1 Equipamentos 1.2.1.1 Pacotes de Suprimentos 1.2.2 Instrumentagao 1.2.2.1 Pacotes de Suprimentos 1.2.3 Material de tubulacao 1.2.3.1 Pacotes de Suprimentos 1.2.4 Material elétrico 1.2.4.1 Pacotes de Suprimentos 1.2.5 Estrutura metélica 1.2.5.1 Pacotes de Suprimentos 1.2.6 Diversos 1.2.6.1 Pacotes de Suprimentos Constru¢ao Civil 1.3.1 1.3.2 ‘Terraplanagem 1.3.1.1 Servicos Drenagem 1.3.2.1 Servigos Capitulo 1 - A Estrutura Analitica do Projeto (EAP) <— 2°NiVEL <— 4 NIVEL saisala OLNAWYNOISSINOD- LL VUNINId 3 OLNSWYTOSI-9°L YOrIviaW vuninuisa- st ELETROMECANICA OVS VINSWNYISNI SERVICOS vows eT 1.4- MONTAGEM ovsvangni-crt SOINAWWAIND’- LPL SOLNAWVAYDV-8'EL SOSId-ZE 1.3- CONSTRUCAO SOLNSWVHD33- ET SvUNINUISS-SET yn 3 a 5 z a a S3QSVONN- PEL OVSVINSWIAVd- EL WIDVNRUG-ZET INDUSTRIAL SOSWINIG-9TL Vora VuNLNULS- Sz 1- EMPREENDIMENTO (OD141FT3 WLW - TL OySvINSNL ad WRaLWW-€71 OVSVANAWNWISNI-ZTL w 3 2 = a 2 oc = > a 9 PACOTES DE SUPRIMENTOS ‘SOINAWWaINDa- TL OY SVANaWNELSNI 3G \VINVHNGONG -S"L'L ‘VoruL313 VRIVHNGONS- PEL vuniauinowy 3 SIND VIVHNZDN- ELL ‘VOINY>aW VREVHNADNS- CEL 1.1 - ENGENHARIA ‘WoISVa VIEVHNSONS-UTT 2 z * DOCUMENTOS DO PROJETO Capitulo 1 - A Estrutura Analitica do Projeto (EAP) 1.9 OS PRINCIPIOS DE QUALIDADE DA EAP O PMI considera qualidade como “o geau até o qual um conjunto de carac- teristicas inerentes satisfaz as necessidades”. Isto inclui a ideia de conformi- dade aos requisitos e aptidao para 0 uso, ou seja, a habilidade de satisfazer o propésito definido para o item. Para uma EAP ser considerada de alta qua- lidade, deve satisfazer integralmente os propésitos para os quais foi criada, atendendo dois princfpios basicos: 1.9.1 1° PRINCIPIO DA QUALIDADE DE UMA EAP Uma EAP com qualidade é uma EAP construfda de forma que satis- faca todos os requisitos de uso em um projeto. Existem dois subprincipios relacionados & satisfacao dos requisitos de uso. 1.9.1.1 1° SUBPRINCIPIO - CARACTERISTICAS ESSENCIAIS Com relagao as caracteristicas essenciais, uma EAP deve conter um conjunto minimo de atributos especificos como o seguinte: . Ser um agrupamento orientado para as entregas dos ele- mentos do projeto; . Definir 0 escopo do projeto; . Esclarecer 0 trabalho e comunicar 0 escopo do projeto para todas as partes interessadas; + Conter 100% do trabalho definido pelo escopo; . Englobar todas as entregas — internas, externas e interme- didrias, em termos de trabalho aser executado, incluindoo gerenciamento do projeto; . Ser construida de modo que cada nivel de decomposicao contenha 100% do seu nivel ligeiramente superior; ° Conter pacotes de trabalho que permitam claramente a identificacao das atividades que devem ser executadas para entregar o pacote de trabalho; . Fornecer visualizacao em forma de tabela, texto ou gra- fico para o escopo do projeto; coo New Task New Task 2 New Task . Nota 1: Caso queira apagar alguma caixa, basta seleciond-la e apertar a tecla Delete. . Nota2: Para o WBS Chart Pro, as tarefas que possuem subtarefas sio chamadas de Summary Tasks. Jé aquelas que nao possuem subtarefas, sao as Tasks. 2.4 SALVANDO UMA EAP Clique no menu File e selecione Save As. Digite um nome para 0 arquivo, escolha o local em que a EAP seré salva e clique em Salvar. Importante: A EAP salva neste modo s6 poderd ser visualizada por quem também tiver 0 programa WBS Chart Pro. 2.5 SALVANDO UMA EAP COMO IMAGEM Salvar a EAP como imagem pode ser muito util quando se quer envid-la por e-mail ou utiliz4-la em apresentagoes. Para salva-la deste modo, siga os seguintes passos: 2.8 MOVENDO TAREFAS Para mover tarefas, podemos utilizar duas formas: . Utilizando a fungao Recortar-colar (ou Cut-Paste), que funciona do mesmo modo da fungo Copiar-Colar vista no item anterior. Mas neste caso, o comando utilizado é 0 Cut. * — Ouclicando em uma tarefa ¢ arrastando-a para a posigio desejada, con- forme demonstrado nas trés figuras abaixo: ‘as . Nota 1: Note que ao mover tarefas, alteramos a estrutura da EAP. . Nota 2: Depois de fazer esse teste movimentando a tarefa, clique no bovio desfazer_ SJ para volear 4 EAP original. Capitulo 2 - Usando o WBS Chart Pro para elaborar a EAP 57 2.12 Define o dado a ser mostrado. na célula. CONFIGURANDO AS TASKS E SUMMARY TASKS Antes de comecar a formatar as caixas, lembre-se sempre de escolher o tipo de visualizagao que mais se aproxima do visual que vocé quer. Como exemplo, escolha a visualizacao Critical Path View 2. Para formatar as caixas das Tasks ou Summary Tasks, clique no menu Format e escolha Tasks ou Summary Tasks. Aparecera a seguinte tela abaixo. Veja a fungao de cada botao: _Cick on the box to select 2 cel, Drag to select addtional cols, Ce) cxet_| FACopia a célula TH Cola a célula cor Configura as Pete linhas tes. a Junta as F neeox —| | células a selecionadas Seeeensore {))) | Insere linh nsere linha teeter |] 1] acima ou ef Se || |] | abaixo, ou STEN apaga uma Format: [ | FF wrap after [20] characters |, | linha Fees [ar = eae fel) | eee ino Insere coluna fos [eaee =] 88 tot: MNNT=] roves: = neared werent [Comer =] undetne FH [Neve =] 8 ee abaixo ou H | apaga uma coluna Configuragées de texto e cores Configura um rétulo a ser mostrado junto a0 dado. A op¢éo “wrap after” faz com que 0 rotulo seja mostrado apés x caracteres, ou seja, apés x espacos. Tente configurar as caixas de Tasks e Summary Tasks conforme mostra a figura. Note que nas Tasks, foi adicionado um campo para mostrar os cus- tos (Costs). 0 2 - Usando o WB Chart Pro para elaborar a EAP 61 ‘CURVADEPROGRESSO GERALDO EDIFICIO. Curva de progresso do Pavimento Térreo 1. No modo de exibigao Uso da tarefa, na linha do Pavimento Térreo, selecione os percentuais de % concl. acum. de Abril até Outubro/2012, conforme indicado na figura seguinte; a a 775 = cinenanane is aes | a t+ a a | en 4 SY “bene venblr 185 ee Senta || oat) a i ee ———— eee | Matera de be 1 Seg 09/04) | Tra, [ ons] on | pom —} | | av 3 = PavineNTO TERRE —S40B brs 133 dis 20/04/ Trad, | | ‘soh| 1.208h) seah) seam] 1.312) mizh]—_230h) eye tinea) Lin tain eof | | at a] sft | a vile) — / Copie (Ctrl+C); 2. Abra o Excel e cole na célula B2. Na célula B1 escreva Abril, depois clique nessa célula e arraste pela borda para preencher até Outubro; 3. Selecione todas as células (meses e percentuais). Na guia /nse- rir, em Graficos, clique em Linhas e escolha um grafico. 84 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avangado a Ce a 27S sacar ea ier ae Se | A = (semtaet ‘ao | eerie th 010) nan a vs Termslgen Mahe sie Sepa i end ox) Seton vx} L a nl) “al Copie (Ctrl+C); 2. Abra o Excel e cole na célula B2. Na célula B1 escreva Marco, depois clique nessa célula e arraste pela borda para preencher até Dezembro; 3. Selecione todas as células (meses ¢ valores). Na guia Jnserir, em Graficos, clique em Barras ¢ escolha um grafico. GRAFICO DE TRABALHO MENSAL DO EDIFICIO Capitulo 3 - Desenvolvimento de Projetos Repetitivos Sequenciais 87 CRONOGRAMAS FISICOS E FINANCEIROS, GRAFICOS DE DESEMBOLSOS MENSAIS E CURVAS DE DESEMBOLSOS ACUMULADOS POR EQUIPE Cronogramas fisico e financeiro por equipe Para visualizar 0 cronograma fisico completo do Edificio, abra 0 arquivo Edificio com linha de base. No Grdfico de Gantt, Altere a escala para me- ses (escala intermedidria) e semanas (escala inferior). Certifique-se que estao sendo mostradas todas as tarefas. Iremos visualizar 0 cronograma de estruturas, que so executadas pela equipe de estruturas. Para isso, siga os seguintes passos: 1. Clique na seta do titulo da coluna Nome da tarefa; 2. Em Filtros, desmarque a op¢ao Selecionar tudo; 3. Em qualquer pavimento, selecione a caixa Estruturas de concreto. O MS-Project deverd ter selecionado as outras caixas de Estrutu- ras de concreto. A sua tela devera estar conforme ilustra a figura seguinte. SAEEAAAA ADDS A RADDA ATER Para visualizar 0 cronograma financeiro de estruturas de concreto, siga os seguintes passos: 1. Dé duplo clique na area branca do Grdfico de Gantt; 2. Em Estilos de barra, na lista Nome, verifique se esta selecionado Tarefa; Capitulo 3 - Desenvolvimento de Projetos Repetitivos Sequenciais 9: 3.12 CRONOGRAMAS FISICOS E FINANCEIROS, GRAFICOS DE DESEMBOLSOS MENSAIS E CURVAS DE DESEMBOLSOS ACUMULADOS POR EQUIPE Cronogramas fisico e financeiro por equipe Para visualizar 0 cronograma fisico completo do Edificio, abra 0 arquivo Edificio com linha de base. No Grafico de Gantt, Altere a escala para me- ses (escala intermedidria) e semanas (escala inferior). Certifique-se que estao sendo mostradas todas as tarefas. Iremos visualizar 0 cronograma de estruturas, que séo executadas pela equipe de estruturas. Para isso, siga os seguintes passos: 1. Clique na seta do titulo da coluna Nome da tarefa; 2. Em Filtros, desmarque a op¢ao Selecionar tudo; 3. Em qualquer pavimento, selecione a caixa Estruturas de concreto. O MS-Project deverd ter selecionado as outras caixas de Estrutu- ras de concreto. A sua tela deverd estar conforme ilustra a figura seguinte. ‘ola, ‘eagles = rononcoes eae Abd dA DAAASAAAAA AS AARRE Para visualizar 0 cronograma financeiro de estruturas de concreto, siga os seguintes passos: 1. Dé duplo clique na drea branca do Grdfico de Gantt; 2. Em Estilos de barra, na lista Nome, verifique se esta selecionado Tarefas Capitulo 3 - Desenvolvimento de Projetos Repetitivos Sequenciais 3.13 FORMATACAO DOS GRAFICOS 1. A figura abaixo mostra como deveré estar o seu grafico, apés ter sido criado. 1120,00% 100,00% 80,00% 60,00% 40,00% 20,00% 2. Clique duas vezes na borda do gréfico ¢ apareceré a tela Formatar Area do Grdfico, como mostra a figura seguinte: uu) | Preenchimento Preenchimento Cor da Borda © Sem preegehimento © Preenchimento s6ido © Preenchimanta de aradente © Breenchimento com magem ou texture fordas Suaves e Bihontes | | © po de preenchimento Fermato 50 © Astonstco Sombra Tamanho Propriedades Texto At Capitulo 3 - Desenvolvimento de Projetos Repetitivos Sequenciais 99 4.1 4.2 INTRODUGAO Neste capitulo é mostrado como montar a pasta de planejamento, visando obter uma melhor apresentag’o do trabalho, de forma a permitir visualizagao completa das atividades ou separadas de acordo com as necessidades. ESTRUTURA DA PASTA Para projetos mais complexos que o projeto do Edificio apresentado neste li- vro, com atividades de engenharia, suprimentos, construgao civil e montagem eletromecanica, bem como varias areas fisicas envolvidas, a pasta de planeja- mento poderia ser estruturada da seguinte forma: Folha de abertura — com logotipos do Cliente, da empresa e o nome do projeto . 1 Folha diviséria — Estrutura Analitica do Projeto (EAP) Estrutura Analitica do Projeto. * 28 Folha diviséria — Cronograma Resumo Cronograma resumo. * 3a, Folha diviséria — Cronograma Geral Cronograma geral aberto ¢ curva de avanco fisico geral. * 48 Folha diviséria — Cronograma de Engenharia Cronograma de Engenharia ¢ curva de avanco fisico de engenharia. * 58, Folha diviséria — Cronograma de Suprimentos Cronograma de Suprimentos e curva de avanco fisico de suprimentos. . 68. Folha diviséria — Cronograma de Constru¢ao Civil Cronograma de Constru¢ao Civil e curva de avanco fisico de constru- cio civil. * 78 Folha divisdria - Cronograma de Montagem Eletromecanica Cronograma de Montagem Eletromecanica e curva de avanco fisico de montagem eletromecanica. Capitulo 4 - Montagem da pasta de planejamento dV) OLAfOUd OG VIILIIVWNV VENLNYLSS Nfd aLNaI1> O901 somata ovsees evojwt ‘seupenbsa 2 e1u0j2)a1 seoueveus ey speimug sp opseesut seupenbsy oSoqu3 sojoln ap eueveny 04210009 9p 21 ‘ouoy 9 seuevane. ‘eumuessoupiy eiopeu sooqay—| soonupiea sie so20q_| _se6;. 9 seunp: ‘290 8p 0750207. ‘apeimulg | 08896 op on0s oetemsul] ep seupenbs onsydeu9 ‘osidenivo9- ‘ap euouony ‘wobeuereess0) a a ‘o12s2009 sowresprea ‘uate semua ‘ouoa seoterrsur ‘seupenbsa| [soweunsonou ssid ‘seueueny ‘epseumnisa | se6in2 s00010) op oped T I I I I T owoweonbes3. ‘sauvnInTT3ud sag5vanna sodmuas I T 12 Capitulo 4 - Montagem da pasta de planejamento 1Wud9 VINVYSONOYD Nf aLN3I19 09501 [=n[=s]o" | =o] =n] vo] es] Eroz] jesab eweisBouol) VIDaY VIOLIA O1D/41G3 OLIFOUd Nf uy sep sT coi ep uosTLeT = z ‘Sep ST au0s LET - Te SER L enuasis ogsee sui eget @ 3 Sep y EMOMSIULS BUOISIAL ap OESeR BUI TSET a & seps eyziuessoupy OpSee BUI TSeT w fa =pL sagiepisu o°eT - az sepr sexgpiew seupenbsa 75'¢7 e Fs sep enapew 9p seupenbsy TSET el = eRe seupenbs3 S°eT = wm eps sofsnzy vv es S & sepzt oSoqua Ev et = zz sepsr cnoqey ZY ET e sep s wosdew TYET we z semper SOMBURSINEY eT S es sep st sonquga? 0514 7EET Sq fa Sep st endeauog TEET S a sep Or ‘sos "ET = st sep oT sola ap evevany ZZET S Bi sep St s000jg ap eveuany TZET S 7 ‘Sep ST SRURUATY Z°ET S G3 sepst ownucn ap ain zret e z sepet seBnaseunoo TT et ee " sepae oyaiquag ap sera FET S o sepect ORRGLOINANING SET S é sepet ssweipjeg sn s0209 777 S 8 sepoz omswesnbersa TZT a L SsepTe ssoSvanns z+ e 3 see esgo ep ogie2 £55 & s ser wafevedeuel 7TT ee z sep s ‘onswues op opserve dist TTT = £ sepzr ssumuMuTiauasOSuNwas Ft = z sepove YIsgY PAOLA ODUIGR F = z | ae] | estes pu epaucn] sp 2) | SLNaITD 0501 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avancado 128 00.00% 29528 aptted2 ——aembro-12—eutubo-12.——snavembre-l2.—dezembre'd2.—aneie-l3feverebo-t3 12 CURVA DE PROGRESSO FISICO GERAL juono-i2 mae? abet mage? fevereio-12 a Prevate 2 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avangado 5.1 5.2 INTRODUGAO Neste capitulo serao apresentadas informacées complementares sobre atualiza- cao de atividades do cronograma e uma tabela com as formas de atualiza¢ao. VARIAVEIS A SEREM CONSIDERADAS EM ATUALIZACOES DE CRONOGRAMAS As variaveis a serem consideradas em atualizacées de projetos sao as relativas & prazo (inicio, dura¢ao, término), trabalho (quantidade, recursos utilizados ea utilizar) e custos (custos dos recursos, custo fixo). 5.2.1 CONSIDERACOES DE PRAZO As variaces de prazo que podem ocorrer em uma tarefa so aque- las relacionadas ao inicio, 4 duragao e ao término da mesma. Essas variagdes podem ser classificadas em dois grupos: tarefas conclui- das ¢ tarefas em andamento. 5.2.2. TAREFAS CONCLUIDAS As variagées de prazo relativas 4 tarefas concluidas, referenciando-se os termos “antes” ¢ “depois” sempre as datas previstas de inicio ou término, podem ser: Iniciou no prazo e terminou no prazo (mantém a duracdo) Data Atual Capitulo 5 - Técnicas de Atualizagao de Cronogramas 17! Linha de Andamento Data Atual Todas as tarefas em andamento que estao com atraso (linha de an- damento a esquerda) devem ser reagendadas a partir da data atual. Linha de Andamento Data Atual 8 9 10 Linha de Andamento Data Atual 1 2 ao 6 7 8 9 10 Capitulo 5 - Técnicas de Atualizacao de Cronagramas ‘187 TAREFAS CONCLUIDAS a Informacées o Informagao de ne rane ine Como atualizar prazo da atividade no Project e recursos 1.Iniciouna data —_‘1.1. Manteve 1. Em % concluida, prevista,terminou otrabalhoea — digitar 100% e OK. no prazo(manteve quantidade de a duracao) recursos Informacao do Project Mantém as informacées da linha de base 1.2.Aumentou — 1. Duracao fixa - 0 trabalho sem controle pelo empenho; 2. Alterar a quantidade de trabalho e OK; 3. Em % concluida, digitar 100% e OK. Maior quantidade de recursos 1.3. Diminuiu 1. Duracao fixa - o trabalho sem controle pelo empenho; 2. Alterar a quantidade de trabalho e OK; 3. Em % concluida, digitar 100% e OK. Menor quantidade de recursos 1.4.Aumentou 1. Duracao fixa - Maior quantidade a quantidade sem controle pelo de trabalho de recursos empenho; 2. Alterar a quantidade de recursos e OK; 3. Em % concluida, digitar 100% e OK. 1.5. Diminuiu 1. Duracao fixa - Menor quantidade aquantidade — sem controle pelo de trabalho de recursos empenho; 2. Alterar a quantidade de recursos e OK; 3. Em % concluida, digitar 100% e OK. 0 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avangado: INTRODUCGAO Neste capitulo é apresentado como utilizar sinalizadores no cronograma para indicar visualmente a situagdo de custo, de duragdo ou outro compo- nente das atividades. CRIANDO UM SINALIZADOR DE CUSTO Iremos criar um sinalizador para indicar se 0 custo planejado ou real do nos- so projeto estd maior, igual ou menor que 0 custo da linha de base. Para isso, siga os seguintes passos: 1. Abra o arquivo “Edificio atualizado“ do CD. Esse arquivo refere-se ao exemplo Edificio, com algumas tarefas atualizadas. 2. Insira uma coluna antes de Custo, do tipo Custo 1. Clique com o botao direito sobre o nome da coluna e clique em Configuragées de Campo. Na caixa Titulo digite “Sinalizador de Custo”. Em Alinhar dados, selecione Centralizar e clique em OK. elecione essa coluna, clique com o botao direito do mouse e cli- Sel i | botao direito d 1 que em Campos personalizados, para abrir a janela mostrada na figura seguinte. eet campo Orwets Oneauso To: [Texto custo 1 compo) Texted Testes Textot Testes Textos Texto? Atrbutos personaizads Orem © [Pease] O ‘Cake das lnhas de resume de ee de arp enum Aten: Cékuio das inhas de atrbugo Qnienhum ORolar para babeo, 3 menos que seja especicado manwalmente: Valores a serem exbidos Coats O (raion eaten.) Cx) Cae Capitulo 6 - Utilizando sinalizadores 229 etd ‘campo Qtaefa ORecuso Durasso7 Aras personaeados Qnenhum OQ [Pesgusar...) O [Fimuis.. Clculo das linhas de resumo de tarefa e de grupo QNenbun OQ Actimao: Clculo das linhas de atric ©Nenbum Coker para bao, a menas que seis espeaticado manuaimente \alores serem exibidoe @dados O [indcadores Graficos. Em Arributos personalizados, clique em Formula. O MS-Project ira abrir a janela Formula para “Duragdol”, PTC MC eM et oe Editar férmula Duracdot = BOE leelWe) (0b) lLeIEIE) belles Iker) msc sneer Capitulo 6 - Utilizando sinalizadores 233 Clique na parte superior da tela e selecione 0 modo de exibicéo Grafico de Gantt. Verifique que a barra de duracao ¢ os valores estao corretos. [0 [tee «pone so men [owarso _eusto eu dehors _ nto lomo oss —Traegss — oa i Ea rfalalsislolstalalsis(ors|"/ae Javad Sais W529750 053750, ‘seg 12/2/11 0780 Sex3s/2/33 17.00 eS teen jG) vkew tee: [sod en ioe Seguynionse ——~/iFume: rigs ~ oodetnes | Tetofm ~ | eoriie (0 it Weesbrecee eines (ante [hab Rel Tab nbs ab | ret f t amret ee o = a 7.3, EXEMPLO DE TRABALHO COM HORAS EXTRAS DIFERENCIADAS Faremos 0 exemplo de uma atividade que ser4 desenvolvida de 2*. Feira a Sabado, sendo: . Horéario de trabalho de 2°. a 6?. Feira: das 7:00 as 12:00 horas e das 13:00 as 17:00 horas, perfazendo 9,00 horas didrias, sendo 1,00 hora extra com percentual de 30% sobre o valor da hora normal. . Hordrio de trabalho de Sabado: das 8:00 as 12:00 e das 13:00 as 16:00 horas, perfazendo 7,00 horas, sendo as quatro primeiras consi- deradas extras com percentual de 50% e as trés tiltimas com percen- tual de 100% sobre 0 valor da hora normal. 7.3.1 CRIAGAO DO EXEMPLO NO MS-PROJECT Para a criagio do exemplo, siga os seguintes passos: 1. Alteragao do calendério padrio * Abra um arquivo nove no MS-Project. Clique na guia Arquivo e escolha Opgdes. Na janela Geral, em Formato de data, escolha o tipo “Qua 28/01/09 12:33” e clique em OK. 44 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avangado. ones ae ecto =o PROTO CEI Jaan _ Seg siy2 sex m/s Batracrnslein aaissle roarsTsLos reais au wes Segre 5 Sania Tow Sega + foySes eas Segiye 5 Sonus aw sep? « ceoerure awe? > renin am aurea = ax ouoanesn 3 dram Quel rant —— Fo am Ominhwi Onan rr Bas Sega Teena = Bae Gane rer Ba pias eee sepa — oe — oe — et ra Se eed = ase pee oo — a ease Sega sexes! # oss Sega sensor = Bam SegO/7h2 aun Le » Feveiments ahem egw = yn ano serie ous = ne Same Sennfo7i oui = incur Saas Sent 72 ee —— Basha Wis Sega sexs |_———.___ — x Fenioes as Sega senso ——— ed B Corns Ses seg OD Sua = bere es seg MD Snel E 8.3 MOSTRANDO AS INFORMACOES DAS LINHAS DE BAS NA TABELA seguin- Para mostrar as informacées das linhas de base na tabela, siga os tes passos: abelas € 1. Na guia Exibigdo, em Dados, clique na seta para baixo de 7 se, para escolha Mais tabelas. Em Mais tabelas, selecione Linha de ba mostrar a tela ilustrada na figura seguinte. Pe She = >See + Fister eastlost eats 5 sd Seger sexu ssan6s 2 Faun Serer Sesornsniz 08h asus serene Sexsrerie 2h * FnaigSer Seger Secowene ome 5 tne Seq sears sme . crus Serves Seces2 ‘ome > dea sears sexsi ‘se . ee seansnn secovei2 Powe ° feveninertos sean secssia some cous seqmesinn sexcueci2 0s = oy oun Sexsri2 seh a sotoetes seamen Seniyewz ons Beaman Seger sexnyune acre a Fees seein serie come = ‘tne Sesarevis seca some x crus sega. secsrecia one 5 ecw seamen secs se » aoe season sexzseli2 poms » eveinentos seqasesna Sexzsteie ims = oss serves Sexovorie om 2 oy xara senyona hs = cotta: Segzsewnn seayone om — Beane sequen: Sexmeei2 ware ae = Fees sesnuevis Secale come = canes Sesser: Secreta sone = cers sears. senor one 252 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avancado 258 [lO Twone ds reanss > Tipo [Unie do > [ics erups > Unda > [Tan poiri ~ Tah erm > [sti ~ cola [edie > 4, Salve esse arquivo com o nome “Pool de Recursos”. 9.3 COMPARTILHANDO RECURSOS DO POOL DE RECURSOS Para compartilhar recursos, siga os seguintes passos: 1. Abra 0 arquivo do pool de recursos criado anteriormente; 2. Abra também 0 arquivo “Projeto A pool” constante do CD; 3. Na guia Recurso, em Arribuigoes, clique na seta de Pool de Recursos clique em Compartilhar recursos para ser mostrada a janela ilustrada na figura seguinte; Compartilhar recursos Recursos para Projeto 4 pool.mpp’ @Usar recursos prdprios minima um pool aberta de rect De: Em caso de conflito com informacdes sobre recursos ou calendaria © pool tem prioridade (© patticipante do compartilhamento tem prioridade Cancelar Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avancado 10.1 10.2 INTRODUCAO Neste capitulo sera mostrado como extrair relatérios personalizados no MS-Project ¢ também como modificar e imprimir esses relatérios. CRIANDO UM RELATORIO PERSONALIZADO COM BASE EM UM EXISTENTE Para a criacao de relatério personalizado com base em um existente siga os seguintes passos: : Abra 0 arquivo “Edificio atualizado” constante do CD; * Na guia Projeto, em Relatorios, clique em Relatérios, para abrir a janela Relatérios ilustrada na figura seguintes pene * Clique na opgio Personalizados ¢ em Selecionar, para aparecer a ja- nela Relatorios personalizados ilustrada na figura seguinte; Pere sound ste de tarefas pendentes Quem Faz 0 Que |Quem Faz 0 Que e Quando opiar Recurso es |Recurso (material) Qrganizador. IRecurso (trabalho) [Recursos com orcamento estourado IRecursas superalocados itulo 10 - Extraindo Relatérias Pr 26 Reatriode reforireis curd desde 24/04/12 1640 aco sualeado.mop Paar aime nats Reboco Emiboco ‘Aasdjon squads de madre "s820000 quadras metas 5880000 Instaar2ohidossantia Rs 12.5000 Instalag do deteletonia eimterfona 57.500.00 Instaag20létrca Pnura de aenariare foro is 1000000 ‘Avena blocs Ccontrapso Pace certnicos ‘craisco Raboco Emiboro ‘Aauddos squads de madeir 58.2000 squads metiies f3880090 Insaap20hidosanitria 1250090 Instaapaodetelto Insalag 0 létrca Formdegesso Pinta de abenarias foro Pura de equadn: Colrase wens Lae de onceto SERB 3180000 600000 300000 54.5000 Rs 12500,00 5 32500,0 = 5700000 fs972000 ss 24s0p0 #8792000 8.85000 *S150000 56.0000 53.0000 #3450090 i elmerfon #5750000, 1250000 Rs 1250000 5 11.6000 1290000 5972000 10.6 MODIFICANDO UM RELATORIO PERSONALIZADO Podemos editar relatérios que criamos ou os relatérios padrao do MS-Pro- ject. Para isso: . Na janela Relatérios personalizados selecione o relatério que deseja alterar na lista e clique em Editar do lado direito da janela; © — O MS-Project abriré a janela de edicéo como se estivéssemos criando um novo relatério. E possfvel alterar desde 0 nome do relatério até tabelas ¢ filtros; ° Ainda na janela de Relatérios personalizados podemos criar uma cépia de um relatério utilizando o botao Copiar. Desta forma, po- demos copiar um relatério, fazer alteragdes minimas no seu conte- tido e renomed-lo. Para deletar um relatério que nao seja mais necessdrio: ° Na janela Relatérios personalizados clique em Organizador; ° Na janela Organizador, Relatérios selecione o relatério que dese- ja excluir, Capitulo 10 - Extraindo Relatérios Personalizados 27: 11.3 CRIANDO UMA TABELA No MS-Project é possivel criar uma tabela de acordo com 0 que quere- mos ver na tela, fazendo com que ela aparega na lista de tabelas e salva-la no arquivo Global.mpt para utilizagéo em outros projetos. Iremos supor que criaremos uma tabela com os seguintes campos: . Id; . Indicadores; . Nome da tarefa; © Responsavel (campo Texto); . % concluida; © Duragéo da linha de base; : Inicio da linha de base; . Término da linha de base; . Duragao real; . Inicio real; . Término real. Para criagéo dessa tabela, siga os seguintes passos: 1. No MS-Project abra um novo projeto, em branco; 2. Na guia Exibigdo, em Dados, clique na seta para baixo de Tabelas selecione Mais tabelas; 3. Na janela Mais tabelas, estando selecionada Tarefa e Entrada, clique em Nova para aparecer a janela ilustrada na figura seguinte; Capitulo 11-Complementos Avangados 279 10. re — Tee Tr, i olalrelois i falaists[o(si"laraisis 15 Para salvar essa tabela no Organizador, clique em Arquivo, In- _formagées ¢ Organizador. Clique em Tabelas, selecione Tabela de Entrada Padvéto do lado direito e clique em Copiar. A tabela seri gtavada no arquivo Global.MPT. Para vocé utilizar essa tabela em um novo projeto aberto, clique em Arquivo, Informagées, Organizador e clique em Tabelas. Do lado esquerdo, em Global.MPT selecione a tabela ¢ clique em Copiar para o lado direito. Feche a janela. Na guia Exibigéo, em Dados, clique na seta para baixo de Tabelas, escolha Mais tabelas e selecione a tabela desejada. 11.4 CRIANDO UM MODODE EXIBIGAO No MS-Project é possivel criar um modo de exibigao de acordo com o que queremos ¢ salvé-lo no arquivo Global.mpt para utilizagéo em ou- tros projetos. Um novo modo de exibicao pode ser tinico, mostrando a tela cheia para o modo definido, ou combinado, mostrando a tela dividi- da com a combinagio de modos escolhidos. 11.4.1 MODO DE EXIBI¢AO UNICO Para criagéo desse modo de exibicao, siga os seguintes passos: 1. 2. No MS-Project abra um novo projeto, em branco; Na guia Exibigdo, em Modos de Exibigdo de Recurso, clique na seta para baixo de Outros Modos de Exibigdo e escolha Mais modos de exibigdo; Capitulo 11 - Complementos Avancados 12.5.1 EXPORTANDO DADOS BASICOS DO MS-PROJECT PARA O EXCEL Para exportar dados do MS-Project para o Excel, siga os seguintes Passos: 1. Abra o MS-Project e 0 arquivo “Arquivo a ser exportado para o Excel” constante do CD; 2. No menu Arquivo escolha Salvar como; 3. Na caixa de didlogo Salvar como, mostrada na figura seguinte, selecione Pasta de Trabalho do Excel (.xlsx) em Tipo e clique em Salvar; 4, No Assistente para exportagao clique em Avangar; 5. No Assistente para exportagéo — Dados selecione a opgio Modelo de Projeto do Excel e clique em Concluir. =) Assistente para exportacao - Dados & Qual é 0 formato dos dados que vocé deseja exportar? Of O)Dadbs Selecionados Cancelar Capitulo 12 - Compartilhando informacdes entre o MS-Project e outros programas Litumer Zax WROOWEMA! ae now we Luis Bde oy Nica oa Gyo ee ities Bae we ZAR Ae ee ee ee f ALiniaae Soe RONDA J AROMA ae MDVD a0 i Lindos Bde yy ROND Y/N 4 ai 12.5.3 MOSTRANDO O CRONOGRAMA DO MS-PROJECT NO POWERPOINT Para mostrar 0 cronograma do MS-Project em uma apresentagao do PowerPoint, siga os seguintes passos: 1. Abra o MS-Project ¢ 0 arquivo “Arquivo a ser copiado para o PowerPoint” constante do CD; 2. Na guia Tarefa, em Area de Transferéncia, clique na seta para baixo de Copiar e escolha Copiar imagem; 3. Na janela Copiar imagem, selecione a opsao Para arquivo de imagem GIF, verifique onde ele ser salvo ¢ clique em OK; 4, Localize o arquivo da figura salva, selecione-o, clique com o bo- tao direito do mouse e escolha Copiar; Capitulo 12 - Compartilhando informacées entre o MS-Project e outros programas 295 ‘ ANALISE E PREVISOES RELATIVAS A CUSTO } — Quanto 0 projeto esta abaixo ou i Variagao de Custo acima do orcamento? %VC Porcentagem de Variacao de Custo Pearse tere rt orcamento percentualmente? ioc Indice de Desempenho de Custo feet iene utilizando 0s recursos? : Com qual eficiéncia devemos utilizar IDPT Indice de Desempenho Para Termino Deredulsbod rectentes? ‘a sella Quanto provavelmente custard stimativa ao Término 6 projeto? ae (lrlatalolalehel Qual serd a variacao no custo no final fariagao ao Término do projeto? aii | Qual o custo previsto para concluir o EPT Estimativa para Terminar trabalho restante? 13.2.4 DEMONSTRAGAO GRAFICA DA ANALISE DO VALOR AGREGADO Custo Estimado Final do Projeto f= Estmatva no ‘Termino (ENT) Variagio no Término (VNT) nN Custo ‘Orcamento no término, oat ~y Tempo de status Término previsto 306 Planejamento e Controle de Obras com MS-Project 2010 Avancado 13.2.6.3 INDICE DE DESEMPENHO DE PRAZO - IDP (Com qual eficiéncia estamos utilizando 0 tempo no projeto?) OIndicede DesempenhodePrazo (IDP) éum indice quemostraa eficiénciadotempoutilizadopelaequipedo projetocom relacaoao cronograma. O IDP pode ser expresso pela diviséo do Valor ‘Agregado (VA) pelo Valor Planejado (VP): IDP=VA/VP Um IDP maior que 1 indica que o desempenho real da equipe do projeto é maior que o planejado. Isto pode representar: Foram antecipadas algumas atividades que estavam pre- vistas para serem realizadas posteriormente. Nesta ocor- réncia, é importante verificar a razao da antecipacao des- sas atividades e se essa antecipacao beneficia 0 projeto ou apenas foi realizada para justificar ou encobrir outros problemas do projeto; Foram antecipadas algumas atividades de maior valor que outras atividades que foram postergadas. Igualmente & ocorréncia anterior, deve ser verificada a razao da anteci- pagao dessas atividades; Foram utilizadas técnicas de execugao de maior produti- vidade que as previstas inicialmente; Nao ocorreram riscos identificados com relagao ao cro- nograma (chuvas, nao liberagdo de areas, etc.); O projeto pode estar adiantado, principalmente se as atividades adiantadas estiverem no caminho critico. Um IDP menor que | indica que o desempenho real da equipe do projeto é menor que o planejado. Isto pode representar: Algumas atividades previstas para 0 periodo encerrado nao foram executadas ou nao alcangaram o progresso previsto. Isto pode ocorrer tanto por problemas de exe- Capitulo 13 - A anélise do valor agregado 321 “ome "wrsmme ame ee on Kegon ete gM se ee — a — BB rico eden Ame Soe Ne eA eS a — soem ol clement —4 By tcorecoas “comm ‘Seromm asim ash natamo teeamee nsoaey Fi Sema tuona sin an carmuomm reams weianor | | — a a = Hime MAR AER Ea RSL NO 7 = sees £ 13.4 CORRELAGAO ENTRE OS ACRONIMOS DO PMI E DO MS-PROJECT Nome PMI MS-Project : COTA - Custo Orcado Velon Planejado aT do Trabalho Agendado COTR - Custo Orgado Valor Agregado Mar do Trabalho Realizado CRTR - Custo Real Custo Real CR do Trabalho Realizado Variagao de Prazo VPr VA - Variacao da Agenda Capitulo 13 - A anélise do valor agregado 337 14.1 INTRODUGAO Neste capitulo ser mostrado como realizar auditorias em cronogramas iniciais e em andamento visando a obtengao e manutengao de cronogra- mas realistas e com qualidade. 14.2 AUDITORIA EM CRONOGRAMA INICIAL A auditoria em cronograma inicial, antes da emissao, deve ser realizada através de listas de verificagéo que podem ser divididas de acordo com os grupos abaixo: 14.2.1 Concordancia com os requisitos contratuais e caracteristicas do projeto; Estruturacao e otimizacao do cronograma. CONCORDANCIA COM OS REQUISITOS CONTRATUAIS E CARACTERISTICAS DO PROJETO A verificagao da concordancia com os requisitos contratuais e caracte- risticas do projeto envolve as seguintes quest6es: Foram levantadas todas as informagées relativas ao escopo e aos prazos do contrato? A Estrutura Analitica do Projeto (EAP) retrata totalmente o escopo definido no contrato? Todos os elementos da Estrutura Analitica do Projeto (EAP) estao suportados por uma atividade ou grupo de atividades no cronograma? Existem atividades no cronograma que nao se referem a algum pacote de trabalho da EAP? Os prazos finais do cronograma e de fases atendem aos requisi- tos contratuais? Os prazos de mobilizagao e desmobilizagao atendem aos requi- sitos contratuais? As condigées do local do projeto, como disponibilidade de re- cursos materiais e humanos, disponibilidade de equipamentos outros, foram considerados no cronograma? Capitulo 14 - Executando Auditorias em Cronogramas PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS COM O MS- PROJECT® 2010 - AVANCADO CNet Meee ac ee ll le-Ceol ty em: www.rjn.com.br a ISBN 9 5-4-3 RJN | Publicagdes WN

Você também pode gostar