Você está na página 1de 4
ssy9i2014 Da Prova (Qpomerto Penat or Simlaco: €€30093_SM_201301092428 V.1 % Fechar Aluno(a): WALTER MARINHO PEREIRA oivicla: 201301092428 Desemmpenho: 3,0 de 10,0 Date: 15/09/2014 20:56:15 (Finalizeda) 1D # Questo (Ref. 201301302503) Pontos: 4,0 / 1,0 VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Jaime, conhecido pelos colegas como Jaiminho mao de Seda, utilizando-se de sua destreza, consegue retirar a carteira do bolso traseiro da calga de Ricardo que, a0 perceber a Subtracdo, sal 20 encalgo do delinquente, Ocorre que, durante a perseguicio, Ricardo acaba sendo atropelado, vindo a felecer em decorréncia dos ferimentos. Nesse sentido, com base nas informagées apresentadas na hipétese, e a jurisprudéncia predominante dos tribunais superiores, assinale a afirmativa correta, 1 jaime consumou a pratica do delito de furto qualificado, 1 jaime consumou a pratica de latrocinio. [1 jaime praticou delito de furto em sua modalidade tentada. Ely Jaime consumou a prética do deito de furto simples. [Dy 28 Questo (Ref: 201301176345) Pontos: 0,0 / 1,0 Mério telefonou para a geréncia de determinado supermercado, dizendo que havia colocado em varias prateleiras produtos alimenticios adulterados e exigindo quantia em dinhelro para indicar os locais onde eles se encontravam. Como o estabelecimento jé havia sofrido essa pratica, os responsdvels iniciaram as negociagSes. Quando do pagamento da quantia pédida, Mério foi preso e descobriu-se que ele no havia colocado na loja os referidos rodutos. Que crime foi cometido por Mario? (Juiz de Direito/SC, 2006). 1 falsiicagso ou aduteragio de substdncia alimenticia, tentada se extorséo, em conatus; Ly extorséo consumada; 11 estelionato tentado; 11 falsidade ideolésica; 1) 3° questéo (Ref 20130168202: Pontos: 0,0 / 4,0 XII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Lucia, objetivando conseguir dinheiro, sequestra Marcos, jovem cego. Quando estava escrevendo um bilhete para a familia de Marcos, estipulando o valor do resgate, Licia fica sabendo, pela prépria vitima, que sua familia nao possui dinheiro algum. Assim, verificando que nunca conseguiria obter qualquer ganho, Licia desiste da empreitada criminosa e coloca Marcos dentro de um énibus, orientando-o a descer do Coletivo em determinado ponto. Com base no caso apresentado, assinale a afirmativa correta. Le Luicia deve responder pelo delito de sequestro ou cércere privado, apenas. [1 Licia deve responder pelo delito de extorsdo mediante sequestro em sua modalidade consumada [1 Lucia nao praticou crime algum, pois beneficiada pelo institute do arrependimento eficaz. [H]s Lucia nao praticou crime algum, pois beneficiada pelo Instituto da desisténcia voluntaria, (4 questéo (Ret: 201301682026) Pontos: 0,0 / 4,0 XII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Lucas, funcionério pablico do Tribunal de Justica, e Laura, sua noiva, estudante de direito, resolveram subtrair notebooks de titima geracao adquiridos pela serventia onde Lucas exerce suas fungées. Assim, para conseguir seu intento, combinaram dividir a execucdo do delito, Lucas, em determinado feriado municipal, valendo-se da facilidade que seu cargo Ihe proporcionava, identificou-se na recepcao e disse 20 hitplsimulado.estaco.bribda,_simulados_ead_ons_preview.asp?erit_hist=1639200285 wa ssy9i2014 Da Prova seguranca que precisava ir até a serventia pare buscar alguns pertences que havia esquecido. O seguranca, que i conhecia Lucas de vista, no desconfiou de nada e permitiu o acesso. Ressalte-se que, além de ser serventuério, Lucas conhecia detalhadamente o prédio publico, razio pela qual se dirigiu rapidamente ao locel desejado, subtraindo todos os notebooks. Apés, foi a uma janela e, dali, os entregou a Laura, que os colocou no carro e saiu Ao final, Lucas conseguiu deixar o edificio sem que ninguém suspeitasse de nada. Todavia, cerca de uma semana apés, Laura e Lucas tém uma discusséo e terminam o noivado. Muito enraivecida, Laura procura a policia e noticia 05 fatos, ocasiéo em que devolve todos os notebooks subtrafdos. Com base nas informagBes do caso narrado, assinale a afirmativa correta Le Laura deve responder por furto qualificado e Lucas deve responder por peculato-furto, dada & incomunicabilidade das circunstancias. T1 Laura e Lucas serdo beneficiados pela causa extintiva de punibilidade, uma vez que houve reparagio do dano ao evério anteriormente & denincia, Hse Laura seré beneficiada pelo insituto do arrependimento eficaz, mas Lucas no poderé valer-se de tal benecio, pois a resttuigdo dos bens, por parte dele, nao fol voluntéria T1 Laura e Lucas devem responder pelo delito de peculato furto praticado em concurso de agentes. [) 5* questo (Ref: 201301189145) Pontos: 4,0 / 4,0 Joo Paulo Cruz, morador do apartamento 13 do Edificio Cartago, subtraiu, para uso de sua filha, brinquedo de diversao infantil pertencente a érea de lazer do Edificio. Pode-se afirmar sobre a conduta de Jogo Paulo, que: (OAB/SP. Dezembro/2003) [1 praticou o delito de apropriagao indébita 11 praticou o delito de estelionato; 11 no praticou crime algum, visto que os bens comuns séo de livre disposi¢ao dos moradores do edificio; Ele praticou o delito de furto de coisa comum; 1 & questi cf: XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Analise os fragmentos a seguir: 1. Jodo constrange Marla, por meios violentos, a ter com ele relacdo sexual. Em virtude da violéncia empregada para a consumagio do ato, Maria sofre lesdes corporais de natureza grave que a levam a dbito. II. Joaquim constrange Benedita, por meio de grave ameaca, & ter com ele relago sexual, Apds o coito Benedita falece em decorréncia de ataque cardiaco, pois padecia, desde crianca, de cardiopatia grave, condico desconnecida por Joaquim. A partir das situacdes apresentadas nos fragmentos I e Il, os delitos cometides so, respectivamente, 201301682217) Pontos: 0,0 / 1,0 estupro em concurso com leso corporal seguida de morte ¢ estupro simples. estupro qualificado pelo resultado morte e estupro em concurso com homicidio preterdoloso, estupro qualificado pelo resultado morte e estupro qualificado pelo resultado morte, estupro qualificado pelo resultado morte e estupro simples, [Dy 7* Questée (Ret: 201301250964) Pontos: 0,0 / 1,0 Pedro é sequestrado € os agentes exigem dinhelro de familiares dele como preco do resgate, Enquanto Pedro est privado da sua liberdade, & promulgada le! aumentando a pena cominada ao crime de extorsdo mediante sequestro, previsto no art, 159, do Cédigo Penal, Os agentes so presos em flagrante, e Pedro, libertado pela policia, mas somente apés a entrada em vigor da alteracdo legislativa. A pena a ser imposta aos agentes do sequestro, neste caso, serd: (UNESP, TJRI/2011. JUIZ SUBSTITUTO) (1 apena anteriormente prevista, pols a extorsé mediante sequestro é crime instantaneo de efeitos permanentes, [1 apena prevista pela nova legislagSo, pelo principio da retroatividade da lel penal. Hs a pena anteriormente prevista, pelo principio da ulratividade de lei penal benéfca Fle @ pena prevista pela nova legislago, pois a extorsio mediante sequestra é crime permanente hitplsimulado.estaco.bribd,_simulados_ead_ons_praview.asp7cript_his 214 ssy9i2014 Da Prova [Dy &* questio (Ref: 201301250969) Pontos: 1,0 / 1,0 ‘Antenor e Braz, ambos com dezenove anos de idade, planejaram, em comum acordo, furtar bens dos pais de Antenor, quando estes estivessem trabalhando. Na data combinada, os agentes subtrairam jolas e dinhelro, no valor total de R$ 5.000,00, da residéncia do casal, local onde reside Antenor. Os pais de Antenor contam, cada um, cinquenta e cinco anos de idade. Com base nessa situagao hipotética e no que dispde o CP, assinale a opcéo correta: (UnB/CESPE ¢ TICE/2012. JUIZ SUBSTITUTO) 11 Antenor e Braz estariam isentos de pena caso os valores subtraidos ndo ultrapassassem o de um salério minimo, [1 Aagao penal, no caso, seré publica condicionada a representacao das vitimas da acao delituosa. 11 Por expressa disposicéo do CP, no ha tipicidade material na aco de Antenor e Braz. [Ele Independentemente da quantia e da utilidade dos bens subtraidos, Antenor esté isento de pena. [1 Caso Braz seja primario, o juiz pode diminuir a pena de um a dois tercos, ou aplicar-Ihe somente mula, 1) 9° questo (ret. 201301204995) Pontos: 0,0 / 4,0 ENADE 2006 ‘Antonto e Jogo so sécios de uma empresa. Antonio, sem conhecimento de Jodo, para que a empresa pagasse valor menor de imposto sobre circulaco de mercadorias, anota, falsamente, na segunda via da nota fiscal, valor diferente daquele que correspondia & transacSo realizada. Com isso, pagou imposto menor do que era devido. Em face de sua conduta, Antonio T1e comete crime contra a ordem tributéria, no podendo Joo ser responsabilizado pelo crime, porque, no Gireito penal, a responsabilidade subjetiva 1 no comete crime contra a ordem tributéria, mas falsidade, punida mais gravemente, podendo JoBo ser responsabilizado pelo crime, porque, sendo sécio da empresa, usufruiu da sonegacéo, 11 _ comete crime contra a ordem tributaria, podendo Joao ser responsabilizado pelo crime, porque, sendo sécio da empresa, usufrulu da sonegacdo. [1 e, também, Joao poderdo ser acusados pelo crime contra a ordem tributéria se, também, for acusada a empresa, pessoa Juridica, []@ _ no comete crime contra a ordem tributéria, mas falsidade, punida mais gravemente, ndo podendo Jo30 ser responsabilizado pelo crime, porque, no cireito penal, @ responsabilidade ¢ subjetiva, [D) 10° questi (Ret: 201301177012) Pontos: 0,0 / 4,0 Em 7 de fevereiro de 2010, Ana, utilizando-se do emprego de grave ameaca, constrange seu amigo Lucas, bem- sucedido advogado, a com ela praticar ato libidinoso diverso da conjuncao carnal. Em 7 de agosto de 2010, Lucas comparece & delegacia policial para noticiar o crime, tendo sido instaurado inquérito a fim de apurar as circunstancias do delito. (EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2010.3) A esse respeito, é correto afirmar que o promotor de justica C1__ devera oferecer dentincia contra Ana pela pratica do crime de estupro, haja vista que, com a alteracdo do Cédigo Penal, passou-se a admitir que pessoa do sexo masculino seja vitima de tal delito, sendo a aco penal publica incondicionada. [EJs nada poderd fazer, haja vista que os crimes sexuais, que atingem bens juridicos personalissimos da vitima, 86 S80 persequiveis mediante queixa-crime, [1e _ devera pedir 0 arquivamento do inquérito por auséncia de condicao de procedibilidade para a instauracao de proceso criminal, haja vista que a ago penal é publica condicionada a representacdo, ndo tendo a vitima se manifestado dentro do prazo legalmente previsto para tanto. C1 devera oferecer deniincia contra Ana pela prética do crime de atentado violento ao pudor, haja vista que, por se tratar de crime hediondo, a aco penal é publica incondicionada. hitplsimulado.estaco.bribda,_simulados_ead_ons_preview.asp?erit_hist=1639200285 34 ssy9i2014 Da Prova Col@bore ances defnalza chque aqui para dar «sus ops oupirae Sinalizel Construat € vottar hitplsimulado.estaco.bribda,_simulados_ead_ons_preview.asp?erit_hist=1639200285 aa