Você está na página 1de 9

Estimação dos impostos suportados polos

galegos/as no exercício 2014
Relatórios de Economia Galega
Dezembro 2015

INTRODUÇÃO
Baseando-nos nos dados oficiais1 publicados polo Ministerio de Economia y
Hacienda do Governo espanhol iremos estabelecer uma estimativa dos impostos
suportados polos/as galegos/as (pessoas físicas e jurídicas) ao longo do exercício
20142
Neste relatório serão excluídos os impostos de âmbito municipal e as cotizações à
SSGG dos trabalhadores, e serão tidos em conta unicamente os impostos de
âmbito autonômico e estatal.
Nesse sentido cabe destacar que a arrecadação geral para o exercício 2014 a nível
Estatal tem subido e a arrecadação global de impostos fica de modo provisório tal
como se indica na Fig. 1

1

Baseamo-nos no Informe Anual de Recaudación Tributaria correspondente ao exercício 2014:
http://www.agenciatributaria.es/AEAT.internet/Inicio/La_Agencia_Tributaria/Memorias_y_estadisticas_
tributarias/Estadisticas/Recaudacion_tributaria/Informes_anuales_de_Recaudacion_Tributaria/Ejercicio
_2014/Ejercicio_2014.shtml
2

Últimos dados disponíveis.

Fig. 1: Principais tributos Estatais, bases imponíveis, tipos efectivos e impostos devengados. Milhões de euros. 2014. Fonte:
Min. Eco. Espanha.

Assim, focando-nos já na Galiza e tendo em conta que o 50% do IRPF e o 50% do
IVE são tramos desses impostos geridos pola CCAA, podemos dipor dos seguintes
dados de arrecadação para 2014 (IRPF e IVA só se indica o 50% do arrecadado na
Galiza) [ver Fig. 2].
2

Fig. 2: Arrecadação tributária estatal na Galiza sem ponderar. Milhões de euros. 2014. Fonte: Min. Eco. Espanha.

3

A seguir elaboramos a estimação de arrecadação na Galiza partindo dos dados
oferecidos polo Ministerio de Economia y Hacienda espanhol.
Focando-nos já na Galiza e tendo em conta que o 50% do IRPF e o 50% do IVE são
tramos desses impostos geridos pola CCAA, podemos dispor dos seguintes dados
de arrecadação para 2014 2014 (IRPF e IVA só se indica o 50% do arrecadado na
Galiza) [ver Fig. 3].

Fig. 3: Arrecadação tributária da C.A.G. Milhões de euros. 2014. Fonte: IGE.EU. IRPF e IVA só está o 50% do total arrecadado
na Galiza. Imposto de Sociedades falta ponderar o efeito sede.

4

IMPOSTOS SUPORTADOS POLOS GALEGOS EM 2014
Partindo dos dados dispostos vamos a fazer uma estimação dos impostos mínimos
suportados polos/as galegos/as (pessoas físicas e jurídicas) no exercício de 2014
[Fig. 4] que aplicando os critérios de arrecadação global (100% do IRPF e IVA) junto
com o critério de correccão do 7% para o Imposto de Sociedades (efeito sede), dános um montante mínimo total de 12.083 Milhões de Euros arrecadados na Galiza
para o exercício 2014, sem contarmos os impostos de âmbito local e provincial e as
cotizações à SSGG dos trabalhadores/as galegos/as.

Fig. 4. Impostos mínimos suportados polos/as galegos/as em 2014

5

METODOLOGIA
A metodologia utilizada para os cálculos realizados já foi explicada em parte
anteriormente mas basicamente aplicamos um coeficiente do 6% para os impostos
globais estatais para os que não dispomos de dados específicos para a Galiza e
tendo em conta que a Galiza representa o 6% da população total do Estado
espanhol e é de supor que represente hipoteticamente o 6% dos impostos totais
pagos a esse nível.
Para o Imposto de Sociedades aplicamos um coeficiente do 7% (6% + 1%) para ter
em conta o 6% populacional indicado anteriormente mais ou 1% de factor de
correcção para o efeito sede tendo em conta as 4426 empresas galegas com sede
fiscal fóra da Galiza para o ano 2013 [dados IGE.EU]

FONTE DE DADOS
Ingresos tributarios da Comunidade Autónoma de Galicia para 2014. Criterio de
caixa. IGE.EU
Fonte:
http://www.ige.eu/igebdt/selector.jsp?COD=1414&paxina=001&c=0306002
Informe Anual de Recaudación Tributaria. Año 2014. Agencia Estatal Tributaria.
Fonte:
http://www.agenciatributaria.es/AEAT.internet/datosabiertos/catalogo/hacienda/I
nformes_anuales_de_Recaudacion_Tributaria.shtml

6

ANEXOS

7

Ingresos tributarios da Comunidade Autónoma de Galicia. Criterio de caixa

2014. Milhares de €
Fonte: IGE.EU
Capítulo I: Impostos directos (falta contabilizar os tramos estatais)
10 Sobre a renda (50% do total arrecadado na Galiza)
100 Tarifa autonómica do IRPF (50% do total arrecadado na Galiza)
11 Sobre o capital (falta ponderar o efeito sede)
110 Imposto xeral sobre sucesións e doazóns
111 Imposto sobre o patrimonio
Capítulo II: Impostos indirectos
20 Sobre transmisións patrimoniais onerosas e actos xurídicos documentados
200 Imposto sobre transmisións inter vivos
201 Imposto sobre actos xurídicos documentados
21 Imposto sobre o valor engadido (50% do total arrecadado na Galiza)
210 Imposto sobre o valor engadido (50% do total arrecadado na Galiza)
22 Impostos sobre consumos específicos
220 Impostos especiais
(50% do total arrecadado na Galiza)
22001 Imposto sobre a cervexa
22003 Imposto sobre labores do tabaco
22004 Imposto sobre hidrocarburos
22005 Imposto sobre determinados medios de transporte
22006 Imposto sobre produtos intermedios
22007 Imposto sobre a electricidade
221 Imposto minorista de hidrocarburos
23 Imposto sobre o xogo
230 Taxas fiscais sobre o xogo
231 Imposto sobre actividades de xogo
28 Impostos extinguidos
29 Tributos propios da comunidade autónoma
290 Tributación autonómica sobre o xogo
291 Gravame sobre contaminación atmosférica
292 Imposto sobre o dano ambiental da auga encorada
293 Canon eólico
Capítulo III: Taxas e outros ingresos
30 Taxas administrativas
31 Prezos
311 Prezos públicos
312 Prezos privados
32 Outras taxas
320 Taxas sobre o xogo
34 Ingresos derivados de encomendas de xestión
35 Ingresos derivados de compensación económicas
36 Debedores
37 Ingresos por ensaios clínicos
38 Reintegros
39 Outros ingresos
390 Canon de saneamento
Información subministrada directamente pola Intervención Xeral da Comunidade Autónoma
I.G.E. - Instituto Galego de Estatística

Milhares de €
1.982.598
1.680.633
1.680.633
301.965
234.257
67.708
3.132.699
216.755
144.841
71.915
1.844.343
1.844.343
992.173
991.676
27.503
8.887
244.243
452.903
16.629
693
134.307
497
41.681
39.067
2.614
0
37.747
31
2.888
11.951
22.876
155.651
21.979
33.591
23.312
10.279
-7
-7
1.355
3.719
46.929
0
14.554
33.529
0

Impostos Mínimos Suportados polos/as galegos/as 2014
Excluídos os impostos de ámbito local e/ou provincial e as cotizações à SS.GG.
Milhões de €
Fontes: Informe de Liquidación (MEF) e Informe de Recaudación Tributaria AEAT e Ingresos tributarios da
Comunidade Autónoma de Galicia. Criterio de caixa. 2014. IGE.EU

MILHÕES DE €
IRPF (Total do Arrecadado na Galiza: Tramo autonómico 50% + Tramo Estatal 50%)
IVA (Total do Arrecadado na Galiza: Tramo autonómico 50% + Tramo Estatal 50%)
Alcol
Produtos Intermedios
Cerveja
Tabaco
Hidrocarburos
Electricidade
Carbão
Impostos da C.A.G. Matriculação de Veículos
Retalhistas Hidrocarburos
Património
Sucessões e Doações
Transmisões Patrimoniais
Actos Jurídicos Documentados
Tributo sobre o Jogo
Taxas C.A.G.
Outros tributos da C.A.G.
Impostos excluídos Imp. Benefícios empresas Galegas [que operam na Galiza] 7% do total
do SdF (Sistema de IRPF não residentes
Financiamento
Imposto sobre as Primas de Seguros
Autonómico)
Imposto Tráfico Exterior
Taxas e Outros Ingressos Estado
Impostos Estatais
ou cedidos
parcialmente à
C.A.G (Sist. de
Financiamento
Autonómico)

Para o IRPF e IVA aplicamos o 100% de arrecadação na Galiza (50% autonómico multiplicado por dous)
Para o Imposto de Sociedades aplicamos um coeficiente do 7% desagregado num 6% correspondente
à população galega mais um 1% como compensador do efeito sede dado que na Galiza temos 4.426
empresas com sede fiscal fóra da Galiza na Espanha. Dados IGE para 2013
Para os outros impostos aplicamos o coeficiente do 6% que é o que representa a população da Galiza
no conjunto do Estado espanhol

2.480
1.795
46
1
18
400
583
83
15
0
0
68
251
145
72
42
156
22
1.309
86
79
84
75

4.960
3.590
46
1
18
400
583
83
15
0
1
68
251
145
72
42
156
22
1.309
86
79
84
75

TOTAL

12.083