Você está na página 1de 4

Teorema de Taylor - Demonstrao

O leitor pediu ento aqui estou colocando uma demonstrao do Teorema de Taylor.
Contudo, est extremamente formal, preciso ler com bastante ateno e concentrao
cada passo e o que cada detalhe significa. Pois, devido a ser algo complexo, e a correria
do dia-dia, no tive muito tempo para analisar e explicar de forma bem didtica e simples,
para um pblico no acostumado com a linguagem matemtica. Talvez outro dia eu faa.
Pois de fato, s de digitar todo esse texto em linguagem matemtica j foi uma trabalheira.
Mas espero que possam apreciar essa demonstrao, dar sugestes, criticas. Ele
baseado na demonstrao que o professor PhD Luis Fishman me dera em Clculo 2, no
IME-USP.
Demonstrao
Condies

f e g tem D e Im reais. Quando x --> f(x) sendo que x pertence aos reais.
p, j e n so constantes.
p D --> vizinhana de p.
f e g tm contato de grau n em p. De modo que:

Agora, caindo, encontrando o Polinmio de Taylor temos:

Conforme quis demonstrar. - c.q.d.