Você está na página 1de 11

Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Exercícios Resolvidos: Área Com Integrais


Contato: nibblediego@gmail.com
Escrito por Diego Oliveira - Publicado em 05/01/2017 - Atualizado em 15/10/2017

O que preciso saber?

No cálculo de área entre curvas a sua habilidade de esboçar gráficos será essen-
cial.

Exemplo 1: Calcule a área entre as curvas y = 2 e y = 4.

Solução:

Não é exatamente necessário fazer um gráfico das duas funções, mas tal prática
ajuda muito neste tipo de problema. Abaixo temos o gráfico das duas funções que
se interceptam nos pontos (0, 0) e (4, 16).

(4, 16)

(0, 0)

Usando a integração em X:

Primeiro determinamos a área A1 limitada pela curva y = 4 e o eixo  no inter-


valo [0, 4].
Z 4
A1 = 4 d
0

1
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

(4, 16)

(0, 0)

Já a área A2 limitada pela curva y = 2 e o eixo  será:


Z 4
A2 = 2 d
0

(4, 16)

(0, 0)

Assim a área entre as curvas (A) será a primeira integral menos a segunda (A1 −
A2 ).

A = A1 − A2
Z 4 Z 4
A= 4 d − 2 d
0 0

3 4 32
4

A = 22 − =  (unidade de área).
0 3 0 3

(4, 16)

(0, 0)

2
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Usando a integração em Y:

A integração em y é feita em relação ao eixo y. Para aplica-la antes temos de


determinar as funções inversas das curvas.
p
y = 2 ⇒  = y
y
y = 4 ⇒  =
4
p
Na verdade, y = 2 implicaria em  = ± y, mas como as interseções entre as
curvas ocorrem apenas no primeiro quadrante usamos o resultado positivo.
p
Assim, a área limitada pela curva  = y (em vermelho abaixo) e o eixo y é o
resultado da integral A1

(4, 16)

(0, 0)

Z 16
A1 =
p
y dy
0
y
Já a área limitada pela curva  = (em amarelo a seguir) e representada pela
4
integral A2 .

(4, 16)

(0, 0)

16
y
Z
A2 = dy
0 4

3
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Assim, a área entre as curvas será o resultado da primeira integral menos a


segunda (A1 − A2 ).

(4, 16)

(0, 0)

A = A1 − A2
Z 16 Z 16
y
A=
p
y dy − dy
0 0 4
Æ
2 y 3 16 1 16 32

A= − y =2 
3 0 8 3 0

OBS.: Note que neste segundo caso (integração em y) usamos limites de inte-
gração diferentes do primeiro caso (integração em x). Na integração em x usou-se
a abscisa dos pontos de interseção, enquanto na integração em y usa-se as orde-
nadas.

p 6
Exemplo 2: Calcule a área limitadas pelas curvas y = 3  e y = − 3.

Solução:

O gráfico das funções é o seguinte:

1 2
p
y = 3  em vermelho e y = (6/ ) − 3 em preto

4
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Usando a integração em X:
p
Note que a região entre as curvas ora é limitada superiormente por y = 3  ora
6
por y = − 3.

Para resolver este problema dividimos a área que desejamos calcular em duas
(A1 e A2 ), calculamos cada uma individualmente e depois fazemos a soma dos
resultados.

A1 A2

1 2

p
Note que a área A1 é limitada apenas por y = 3 , então terá a medida da área
igual a:

Z 1
p
A1 = 3  d
0
= 2 

6
Já a área A2 é limitada apenas pela curva y = − 3, então terá área igual a:

2
6
Z 
A2 = − 3 d
1 
= 6 · n|2| − 3 

Finalmente fazendo A = A1 + A2 chegamos ao resultado final A = 6 · n|2| − 1 ua .

Usando a integração em Y:

Primeiro encontramos as funções inversas das curvas dadas.

p y2
y=3 ⇒=
9

5
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

6 6
y= −3⇒=
 y+3

6
Agora determinamos a área limitada pela curva  = e pelo eixo y.
y+3

1 2

Chamaremos esse resultado de A1 .

3
6
Z 
A1 = dy
0 y+3

y2
Em seguida determinamos a área limitada pela curva  = e o eixo y.
9

1 2

Chamaremos esse resultado de A2 .

3
y2
Z
A2 = dy
0 9

6
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Agora deve ser possível perceber que a área entre as curvas (A) é a primeira integral
menos a segunda.

1 2

3
y2 y 3 3
‚ Œ 3
6
Z

A= − dy = 6 · n|y + 3| −
= 6 · n|2| − 1
0 y+3 9 0 27 0

p
Exemplo 3: Ache á área limitada pelas curvas y = −, y = 2 −  e o eixo .

Solução:

O gráfico das curvas é colocado a seguir.

-2 (2, 0)

Integrando em X:

Primeiro
p encontramos a integral que nos fornecerá a área limitada pela curva
y = 2 −  e o eixo 

7
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

-2 (2, 0)

Z 2 p
A1 = 2 −  d
−2

e em seguida a integral que nos dará a área limitada por y = − e o eixo .

-2 (2, 0)

Z 0
A2 = − d
−2

Assim, a área entre as duas curvas será a primeira integral menos a segunda
(A1 − A2 ).

-2 (2,0)

8
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

A = A1 − A2
Z2 Z 0
p
A = 2 −  d − − d
−2 −2
Z2 Z0
p
A = ( 2 − )d +  d
−2 −2
16
A = −2
3
10
A = 
3

10
Ou seja, 
3

Exemplo 4: Encontre a área entre as curvas y = 3 − 62 + 8 e y = 2 − 4.

Solução:

O gráfico de ambas as funções é mostrada a seguir.

1 2 3 4 5

9
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

A área situada no intervalo [0, 3] da abscisa é igual a:


Z 3
A1 = (3 − 62 + 8) − (2 − 4) d
 
0
Já no intervalo [3, 4] é igual á:
Z 4
A2 = (2 − 4) − (3 − 62 + 8) d
 
3
sendo assim:

A = A1 + A2
Z3 Z 4
 3 2 2
= ( − 6 + 8) − ( − 4) d + (2 − 4) − (3 − 62 + 8) d
  
A
0 3
Z 3 Z 4
A = (3 − 72 + 12)d + (−3 + 72 − 12)d
0 3
45 7
A ' +
4 12
71
A ' .
6

10
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA

Este trabalho está licenciado com uma


Licença Creative Commons -
Atribuição-NãoComercial-
CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Esse documento está sujeito a constante atualização ou mesmo correções, por


isso, certifique se que o que você têm em mãos é de fato a última versão do
mesmo. Para saber, bem como ter acesso a vários outros exercícios resolvidos
de matemática, acesse: www.number890.wordpress.com

Para aulas particulares, digitação de texto em LATEXe resolução de listas de exer-


cícios entre em contato.

.ƒ cebook.com/ theNmberType

nbbedego@gm.com

.nmber890.ordpress.com

11