Você está na página 1de 1

As personagens interagem divididas em três núcleos...

Manuel
Rita Acreditam em Gomes Freire de

 
O POVO Andrade: acreditam na liberta-
Antigo Soldado ção do terror e da opressão.
Outros populares

Vicente

OS TRAIDO- Andrade Corvo São hostis ao general Gomes

 
Freire de Andrade: provocam e
RES DO POVO Morais Sarmento
ACTO denunciam.
I Dois polícias

Marechal Beresford
(representa o domínio britânico)
São hostis ao general Gomes
 
OS GOVER-
Principal Sousa Freire de Andrade: receiam
NANTES (representa a influência da Igreja) perder o seu statu.

D. Miguel Forjaz
(representante da Nobreza)

... mas Gomes Freire de Andrade, personagem sempre presente, nunca aparece.

Gomes Freire de Andrade é encarcerado no Forte de São Julião da Barra...

Manuel
Já não acreditam em Gomes
Rita Freire de Andrade que foi preso
O POVO
 Antigo Soldado  e depois executado: é o descrédi-
to, o desânimo e a desilusão.
Outros populares

Os dois polícias
Exercem uma actividade esporá-
OS TRAI- dica: dispersar o POVO e impe-

 
DORES DO Vicente dir movimentos de solidariedade
ACTO POVO (referências para dizer que para com o General.
foi feito “chefe de polícia”)
II

Matilde, revoltada contra Portu-


gal e o seu povo, reclama a
Matilde de Melo Beresford a absolvição do mari-
(mulher de Gomes F. de Andrade)
do/amante, satiriza o Principal
NOVAS Sousa, ouve dizer a Frei Diogo

 
PERSO- que “se há santos, Gomes Freire
Sousa Falcão é um deles” e, em diálogo com
NAGENS
(“o inseparável amigo”) Sousa Falcão, admite que o
clarão da fogueira é o sinal da
Frei Diogo intensificação da luta contra o
(confessor de Gomes Freire) regime absolutista: “Aquela fo-
gueira há-de incendiar a terra!”.

... e é, depois, executado com outros conspiradores

Você também pode gostar