Você está na página 1de 1

Centro Educação Superior de Juiz de Fora

Aluno: Raphael Soffe Meirelles


Curso: História - sexto período
Disciplina: História Contemporânea II
Professor: Leandro Gonçalves

LINHARES, Maria Yedda Leite. Descolonização e lutas de libertação nacional


In: REIS FILHO, Daniel Aarão; FERREIRA, Jorge; ZENHA, Celeste. (orgs.). O
século XX: o tempo das crises, revoluções, fascismos e guerras. Rio de
Janeiro: Civilização Brasileira, 2005, v2, p. 35-64.

Tendo em vista o pós-guerra, a autora analisa o quadro internacional em


que o processo de descolonização se desenrola bem como as questões
estruturais que moldam esse imenso processo de mudança. De um lado, a
hegemonia dos Estados Unidos sobre o mundo capitalista e sua relação com a
Europa em Crise. De outro, o novo prestigio da URSS e a constituição, a partir
de 1949, com a inclusão da China comunista, do bloco socialista, integrada aos
países do Leste europeu.
Segundo Maria Yedda Linhares, o processo de independência das
colônias afro-asiáticas resultou de um conjunto de fatores e de ações que
envolveram o poder colonial e as condições internas especificas das colônias,
em uma conjuntura internacional favorável à mudança dos status quo político
dos impérios em causa.
É importante ressaltar que diversos fatores incidirão sobre a marcha da
descolonização. São fatores relacionados com a nova posição dos Estados
Unidos no cenário mundial e suas relações conflitantes com a União Soviética.
Ambas aspiravam chegar a hegemonia mundial. Todas duas potencias com
poder de influenciar nas áreas onde o processo de independência era mais
complexo.