Você está na página 1de 4
Atuaçãodafisioterapianopósoperatóriodefratura diafisáriadefemurcomousodatécnicadahaste
Atuaçãodafisioterapianopósoperatóriodefratura diafisáriadefemurcomousodatécnicadahaste

Atuaçãodafisioterapianopósoperatóriodefraturadiafisáriadefemurcomousodatécnicadahaste intramedularbloqueadaemfasehospitalar

diafisáriadefemurcomousodatécnicadahaste

intramedularbloqueadaemfasehospitalar

*Fisioterapeutas,EspecialistasemFisioterapia.HospitalarCEAF/UCG.

**EducadorFísico,Fisioterapeuta,Especialista,MestreemFisioterapiaUNITRI,Docente

docursodeFisioterapiadaUCG,CoordenadordocursodeFisioterapiadaFMB.

(Brasil)

CácioAndradeSantos,CinaraGrazielaFerreira,Kátia

SimoneYonamine*,RenatoAlvesSandoval**

Resumo Trata­sedeumarevisãobibliográficaetemcomoreferênciamaterialencontradonasbasesdedadosLilacs,MedlineePubmed,documentoseletrônicoselivros

científicos,publicadosentre1990e2006.SeuobjetivofoianalisaraimportânciadotratamentofisioterapêuticonoP.Odefraturadiafisáriadefêmurcomousoda

técnicadahasteintramedularbloqueada.Ostrabalhosanalisadosapontamumresultadopositivoeindicamafisioterapiaemfasehospitalardemaneiraimprescindível

paraumaevoluçãosatisfatóriaerápidadopaciente.

Unitermos:Fratura.Hasteintramedularbloqueada.Prevenção.Imobilização.Reabilitação.

Abstract ThisarticleisabibliographicalreviewofreferencematerialtobefoundintheLilacs,MedlineandPubmeddatabases,electronicdocumentsandscientificworks,

publishedbetween1990and2006.ItsobjectivewastoanalyzetheimportantofthephysiotherapyintheP.O.diafisarybreakingoffemurwiththeuseofthe

techniqueinterlockingintramedullarynail.Theanalyzedworkspointresultedpositiveandindicatethephysiotherapyinessentialhospitalphaseforasatisfactoryand

fastevolutionofthepatient.

Keywords:Fracture.Interlocking.Intramedullarynail.Prevention.Still.Rehabilitation.

http://www.efdeportes.com/ RevistaDigital­BuenosAires­Año11­N°104­Enerode2007

http://www.efdeportes.com/ RevistaDigital­BuenosAires­Año11­N°104­Enerode2007

1/1

Introdução

Afraturaécaracterizadacomoainterrupçãonacontinuidadedoossopodendoserporumrompimentocompleto ouincompleto,asmesmassesubdividemdeacordocomasuaetiologia,podendosercausadasportrauma,fadigaou aindaseremdeorigempatológica.Asfraturassãofreqüentementeclassificadasportermosdescritivosindicandoa forma,tipoouaindaolocaldassuperfíciesfraturadas,sendoatécnicacirúrgicadointerlockingNailmuitoutilizadano tratamentodasfraturasdeossoslongoscomoofêmur;otrabalhosedirecionaráparaotratamentodasfraturasde diáfisefemoral,sendoqueestetipodefraturapodeocorreremqualqueridadepodendosituar­seemqualquerponto dadiáfise,comumadiferençainsignificantedeincidênciaentreosterçossuperior,médioeinferior.Damesmaforma,

otipodefraturaévariável,podendosertransversa,oblíqua,espiralecominutiva(TUREK,1997;LIANZA,2000).

Imediatamenteapósafraturaascaracterísticasvariamdependendodacausaedanaturezadotrauma,emgeral podemosencontrardorintensa,deformidade,edema,sensibilidadelocalacentuada,espasmomuscularenamaioria

doscasosperdadafunção(THOMSON,SKINNER&PIERCY,1994).

Algunssinaisclínicoscomoador,edemaelimitaçãodaamplitudearticularaindapermanecemmesmoapósa

reduçãoefixaçãodafratura,permanecendonamaioriadospacientesmesmoapósaremoçãodafixação,porissoé

imprescindíveloconhecimentodasfraturasdefêmurpelosfisioterapeutas,comissoosmesmossetornamaptosa

ministrarotratamentodeformaadequada,visandoumarecuperaçãorápidaeeficientedopaciente.

Oprocessodeconsolidaçãoósseaseinicianomomentodafratura,porémemsuaevoluçãoexisteuma característica,otecidoreparadoéidênticoaopadrãohistológicoaoqueexistiaantesdafratura,paramelhor entendimento do processo de consolidação óssea podemos dividi­lo em fases sendo, formação de hematoma, proliferaçãocelular,formaçãodocaloósseo,consolidaçãoeremodelação,sendoesteoprocessofinaldereparação dafratura.

Emalgunscasosdefratura,ondeaconteceumagrandedestruiçãodotecidoósseo,comonafraturacominutiva, apenas a redução e o repouso não são suficientes para uma plena consolidação óssea, sendo necessária à intervençãocirúrgica,nestetrabalhoabordaremoso"interlockingIntramedullarynail",hasteintramedularbloqueada, comotratamentocirúrgicoparaossoslongos,asindicaçõesparaestemétododetratamentonãosãotãoamplas, sendoqueaslesõescominutivasdediáfisefemoralsãomuitocomunsnaclínicaortopédicaemuitoindicadaspara estetratamento.Alémdeaplicadaasfraturasdediáfisefemoral,seobservadaaindicaçãocorretaeserealizadacom

atécnicaapropriada,ahasteintramedularpodeseraplicadaemoutrasfraturas,cujotipoelocalizaçãonãopermitem aexecuçãodehasteconvencional,éimportanteressaltaraindaquefraturasdoterçomédiodiafisáriofemoralcom fraturasdepatelanomesmomembrotambémsãomuitoindicadasparatratamentocomestatécnicaeasfraturasde

terçodistaldefêmurasquemenosseadaptamaestatécnica(FERNANDES,1996).

AtécnicasurgiunaEuropaem1978,efoiaperfeiçoadanosEstadosunidos.Amesmaéaúnicaquefazafixação

pormeiodedoisparafusosproximaisedoisparafusosdistais;ospacientescomfraturasgravescomoasdiafisáriase cominutivassãoosquemaissofremestetipodeintervençãocirúrgica.Asfraturasfixadasinternamentecompino intramedularpodemrealizarmobilizaçãomaisrapidamente,ouseja,podemsofrerintervençãofisioterapêuticamais precocemente,eissopodeserimportanteprincipalmentecomospacientesidosos.Estatécnicacirúrgicaapresentaum métodoqueconfereestabilizaçãodofocodefratura,epermite,nãosóasuaconsolidação,comotambéma

mobilizaçãodopacienteprecocemente(PASCHOAL,1990;THOMSON,SKINNER&PIERCY,1994;FERNANDES,1996).

Consideradaamelhoropçãonotratamentodefraturasdopontodevistaanatômico,funcionalefisiológico,esta

técnicaéamaisutilizadaatualmenteeaindaapresentaumapercentagemextraordinária,umpoucomaiorque99%

deuniãodefraturas,estatísticasassociandovelocidadederecuperação,dedeambulação,movimentaçãodojoelhoe tempodepermanêncianohospitalsãoinvocadasparasustentarestaafirmação,poréméimportanteressaltarque algunsortopedistasseencontramtãoobcecadoscomaidéiaderestaurarrapidamenteamovimentaçãodojoelho apósumafraturadiafisáriadefêmur,queescolhemafixaçãointramedularparafraturasqueconsolidariammuitobem comtratamentoconservador,porissoéessencialaavaliaçãoeadeterminaçãodatécnicacorretaaserempregada paracorreçãodasfraturas.Éimportantelembraraindaque,afixaçãoantecipadadosossoslongospermiteuma mobilização mais rápida do paciente, facilitando o tratamento do sistema respiratório além da prevenção de complicaçõesrelacionadasaorepousoprolongado.Éimportantelembrarqueoorganismosofrealteraçõesfisiológicas eestruturaisfrenteàimobilização,sendoessasmanifestaçõesdiversaselocalizadasempraticamentetodosos órgãosesistemasdocorpo.Osistemanervosoécomprometido,osistemamuscularapresentadiminuiçãodaforça muscularedacoordenaçãomotora,osistemaesquelético,ocardiovascular,orespiratórioeosistemadigestivosão alteradosfrenteaorepousoprolongado,afisioterapiatemcomoobjetivonestafasedareabilitação,minimizaras seqüelasdoP.Oencontradasnopacienteemreabilitaçãoambulatorial,alémdeacelerararecuperaçãofuncionaldo pacienteemfasehospitalar,visandoumretornomaisbreveassuasatividadesdevidadiária,prevenindocomissoos efeitosdeletériosdaimobilização.Indubitavelmenteasvantagenseosnúmerosimpressionam,poréméimportante lembrarqueafixaçãointramedular(interlocking)nãoseapresentasemsuascomplicações,quevãodesdeainfecção, atécasosemqueashastestortasouquebradasseassociamaretardonaconsolidação,sendoimprescindívelmedir

asvantagensedesvantagens(FERNANDES,1996;TUREK,1997;LIANZA,2000;BROWN,2004).

Apropostadotrabalhofoianalisar­combasenumarevisãobibliográfica­aimportânciaeaefetividadeda

fisioterapiaaindaemambientehospitalar,noperíodopós­operatóriodecirurgiaparacorreçãodefraturadiafisáriade

fêmur,atravésdatécnicadointerlockingintramedularyNail,noBrasilconhecidacomohasteintramedularbloqueada.

Métodos

Nametodologiaparaarealizaçãodesteartigofez­senecessárioousodeumabibliografiavariada,sendoquede

acordocomabibliografiaéoconjuntodasproduçõesescritasparaesclarecerasfontes,paradivulgá­las,para

analisá­las,pararefutá­lasouestabelece­las:étodaaliteraturaorigináriadedeterminadafonteouarespeitode

determinadoassunto.

Apesquisabibliográficaconsistenoexamedosconjuntosdeobrasliteráriasescritas,paralevantamentoeanálise

doquejáseproduziusobredeterminadoassuntoequandofundamentadanosconhecimentosdebiblioteconomia,

documentação,eempreendidametodicamente,recebeonomedeHeurística(dogregoHeuriskein)quesignifica:

achar,encontraresuaprincipalfinalidadesãocolocaropesquisadoremcontatodiretocomaquiloquejáfoiescrito,

objetivandoaanáliseeorganizaçãodasinformaçõesobtidascomapesquisa.

AsfontespesquisadasforamasbasesdedadosMedline,PubMedeLilacs,livroscientíficos,documentoseletrônicos

nacionaiseinternacionais.Nopresentetrabalhoforamutilizados06artigos;sendoanalisadospreferencialmenteas

produções publicadas entre 1990e 2006. Foram encontradas muitas referências ligadas diretamente à técnica cirúrgica,porémpoucasreferênciasligadasdiretamenteaotrabalhodafisioterapiaemambientehospitalarnopós­ operatórioortopédicodestatécnica.Éprovável,no,entanto,que,pormeiodeumacessomaisminucioso,commaior tempodebusca,fossepossívelampliaraquantidadeeoníveldeevidênciadosdadoscoletados.

Discussão

Amaioriadasfraturasdiafisáriasdofêmurrequertraumaimportante,incluindoacidentesautomobilísticose motociclísticos,quedadealturaeferimentoscomarmadefogo.Ospacientesquetenhamossopatológico,por osteoporose,tumorouosteomielite,tambémapresentamfraturas,sendoqueraramenteocorremfraturasdeestresse

(BROWN,2004).

Operíododerecuperaçãopós­cirurgiaortopédicademandaumperíododeimobilizaçãoparaperfeitarecuperação econsolidaçãodotecidoósseo,sendoqueesseimobilismo,senãoreceberotratamentoeoscuidadosdevidos

podemacarretarseqüelaselimitaçõesfísicaseatépsicológicasparaopaciente.Acker,Murphy&D`Ambrosio(1995),

relatamquehámuitotempoatráspesquisadoresligadosareabilitaçãojásugeriamaexistênciadeumasíndromeda

imobilização,síndromeestaresultantedoprolongadorepousoeimobilizaçãodevidoaenfermidadesetraumatismos,

sendoqueabasedasíndromeéumdesequilíbriodarelaçãonormalentreorepousoeaatividadefísica,dois

processosbiológicosquesãoessenciaisàpreservaçãodacondiçãofísicaótimanoshomens.

Paraotratamentodefraturasfemoraisexistemalgumastécnicascirúrgicas,emalgumasdelasopacienteprecisas derepousoprolongado,poisahastepodesemovimentareprejudicaraconsolidaçãoóssea,porémnatécnicada hasteintramedularbloqueadaahasteficafixaepermiteamobilizaçãoprecocedopaciente,oqueédegrande importânciaparatodosossistemascorporaisepermiteumresultadorápidoeeficientenareabilitaçãoemfase

hospitalar(PASCHOAL,1990;FERNANDES,1996).

Otratamentopodesernãooperatório,comgesso,oucirúrgico,comfixaçãointerna.Atraçãoesqueléticaéuma boaopçãoempacientespediátricos,seguidapelotratamentocomgessopelvipodálicoeimobilização.Nosadultos,a fixação interna é o tratamento de escolha; as hastes intramedulares são as preferidas para as femorais subtrocantéricasoudiafisárias.Atração,seguidaporumimobilizador,nãoémaistãousadacomonopassado,a fixaçãoexternaéusadaemfraturasexpostasecontaminadadadiáfisedofêmur.

Atécnicacirúrgicadahasteintramedularbloqueadatemporfinalidadereabilitaropacienteemmenortempo possível,permitindoassimqueacinesioterapiapossaserrealizadacommuitocritérioeconformeaevoluçãodo paciente.Assimprescritaofisioterapeutadevetraçarseuplanoterapêuticoparareabilitaçãoemfasehospitalar, esclarecendoaopacienteoplanodeassistênciaqueomesmopoderáesperarduranteoperíododeP.Oetambémas precauções ou contra­indicações para a realização dos movimentos (ALHO, STONSEN & EKELAND, 1991;

FERNANDES,1996;LIANZA,2000).

Aavaliaçãoédefundamentalimportânciaparaoêxitodotratamento,paraqueofisioterapeutapossaestabelecer com segurança os objetivos da conduta e selecionar as modalidades terapêuticas mais indicadas. Devem ser realizadosalgunsprocedimentosessenciaisnaavaliação,comoaanamnese,examefísico,inspeçãoepalpaçãodo membro,análisedosexamescomplementares,técnicacirúrgicautilizadaeaindaoresultadodacirurgia(LIANZA,

2000).

Omembronãofraturadotambémdeveseravaliado,comdoisprocedimentosqueconsistemnamensuraçãoda

amplitudedemovimento(ADM)ativaepassiva,principalmentenoníveldearticulaçãodojoelhoegraduaçãodaforça

musculardetodoomembro,paraquesepossacompararaevoluçãodopacienteapósotratamentofisioterapêutico.

Otratamentobaseia­seemtécnicasdemanipulaçãopassiva,ativo­assistido,exercíciosativos­livres,ativo­ resistido,exercíciosmetabólicos,treinodemarchanomomentoadequado,posicionamentonoleito,crioterapiae eletroterapia,alémdemanutençãodaintegridadepulmonaratravésdeexercíciosrespiratórios,sendodesuma importância a realização de exercícios isométricos de quadríceps, glúteos e ísquios ­ tibiais, evitando assim a

diminuiçãodotrofismomuscular(THOMSON,SKINNER&PIERCY,1994;LIANZA,2000).

Afisioterapiadispõeaindadeexercíciosmetabólicoseexercíciosdetornozeloparaamelhoradoretornovenosoe

aindademassagensdedeslizamentoparaaumentarolimiardoloroso(THOMSON,SKINNER&PIERCY,1994).

Amobilizaçãoarticularearealizaçãodeexercíciosprecocementenopacientesubmetidoàcirurgiaortopédicapara correçãodefraturadiafisáriadefêmuréimportanteparapreveniratrofiasepossíveisdeformidadesnasarticulações emoutrosórgãosesistemascorporais,permitindoassimummenortempodeinternaçãoeumareabilitaçãofuncional

maisrápidaemfaseambulatorial(KENDALL,1995;KISNER&COLBY,2004).

Osobjetivosprimordiaisdareabilitaçãonopacientefraturadodevemvisarprincipalmenteoalíviodador,redução deedema,manterourestauraraamplitudedemovimentodasarticulações,preservaravelocidadedeconsolidação dafraturapelaatividadeeretornaropacienteàfunçãoomaisprecocementepossível,édefundamentalimportância que este tratamento se dê o mais rápido possível após o ato cirúrgico, para que os resultados sejam mais

significativosemaisrápidos(PASCHOAL,1990;FERNADES,1996).

Paschoal(1990);Fernandes(1996),relatamqueatécnicacirúrgicadahasteintramedularbloqueadaéeleita

semprequehouvergrandecominuçãonafraturadadiáfisefemoral,afirmamaindaqueapesardeexistiremoutras

técnicasparacorreçãocirúrgicadestetipodefratura,comoafixaçãointernacomfiosdekirschnereafixação

externa,asmesmasnãopermitemarealizaçãodamobilizaçãoprecoce,umavezqueahastenãoseencontra

bloqueadanosterçosdistaleproximalcomonatécnicadahasteintramedularbloqueada.

Portantoauniãoentretratamentofisioterapêuticoeousodahasteintramedularbloqueadafaz­senecessárioe

imprescindível,poisanãorotaçãodahasteduranteoperíododerecuperaçãoqueéconseguidacomousodesta

técnica,permitequeofisioterapeutausediversastécnicasdereabilitaçãoparapropiciaraopacienteumretorno

precoceasatividadesdevidadiáriaeatrabalho,livrededeformidades.

Considerações

Nestetrabalhoverificamos,pormeiodeumarevisãobibliográfica,queotratamentofisioterapêuticonaqueles

pacientessubmetidosàcirurgiaortopédicacomatécnicadahasteintramedularbloqueadaaindaemfasehospitalar

sefaznecessárioeimprescindível,poisanãorotaçãodahastedurantearecuperaçãodopacientepermitequeo

fisioterapeutausediversastécnicasepropicieaopacienteoretornoàfunçãoeaoseutrabalhoomaisprecocemente

possível,livrededeformidades.

Referências

ACKER,J.H.;MURPHY,C.;D´AMBROSIO,R.Treatmenteoffracturesofthefemurwiththegrossekemp.

Orthopedics,v8,p1393­7,1995.

ALHO,A.;STONSEN,M.S.K.;EKELAND,A.Lockedintramedellarynailingoffemoralshaftfractures. J.

Trauma,v31,p49­59,1991.

BROWN,D.E.;NEWMANN,R.E.SegredosemOrtopedia.SociedadeBrasileiradeOrtopedia.SãoPaulo,2004.

FERNANDES,H.J.A.Tratamentodefraturasdiafisáriasinstáveisdofêmurcomhasteintramedularbloqueada.

Dissertaçãodemestrado.UniversidadeFederaldeSãoPaulo­EscolaPaulistadeMedicina.SãoPaulo,1996.

PASCHOAL,F.M.Hastebloqueanteanti­telescopável.RibeirãoPreto.DissertaçãodeMestrado.Faculdadede

MedicinadeRibeirãoPreto/EscoladeEngenhariadeSãoCarlos­UFSCar.RibeirãoPreto,1990.

LIANZA,S.MedicinadeReabilitação.SãoPaulo:GuanabaraKoogan,2000.

KISNER,C.;COLBY,A.ExercíciosTerapêuticos:fundamentosetécnicas.SãoPaulo:Manole,2004.

KENDALL,F.P.Músculos:provasefunções.4ed.SãoPaulo:Manole,1995.

THOMSON,A.;SKINNER,A.;PIERCY,J.FisioterapiadeTydy.12ed.SãoPaulo:Santos,1994.

TUREK,L.S.Ortopedia:princípiosesuaaplicação.39ed.SãoPaulo:Manole,1997.

OtrosartículossobreAtividadeFísicaTérapeutica

Recomiendaestesitio
Recomiendaestesitio
Web EFDeportes.com Búsqueda revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007 ©1997­2007Derechosreservados
Web EFDeportes.com Búsqueda revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007 ©1997­2007Derechosreservados
Web EFDeportes.com Búsqueda revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007 ©1997­2007Derechosreservados
Web EFDeportes.com Búsqueda revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007 ©1997­2007Derechosreservados
Web EFDeportes.com

Web

Web EFDeportes.com

EFDeportes.com

BúsquedaWeb EFDeportes.com revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007 ©1997­2007Derechosreservados

revistadigital·Año11·N°104 |BuenosAires, Enero2007

revistadigital·Año11·N°104|BuenosAires,Enero2007

©1997­2007Derechosreservados

©1997­2007Derechosreservados