Você está na página 1de 1

TERNÁRIO

Diego Almeida Scherer


Secretário de escola

Ao encontrar algo perdido acordamos e vimos que o que tempo gasto na


busca foi mais satisfatório que o resultado da cruzada empreendida...
Enquanto a vida transcorre, o Homem certamente pensa por um breve
instante sobre o que fez em sua caminhada antropomórfica... após atingir os
estágios do “enigma da pirâmide”... para e reflete... já quase inconsciente...
sem reação... sem saber para onde vai...!
Agarrou-se em diversas raízes para não cair... muitas delas
arrebentaram em suas mãos e se não houvessem outras próximas para se
afirmar, teria antecipado o seu destino...!?
Filosofia... religião... ciência... fortes bases ou entretenimento para a
consciência do Ser Humano, a fim de que não pense sobre si próprio e o que
certamente está por vir no dia de amanhã?
Diverte sua mente com pensamentos e ações totalmente antagônicas...
cria pedestais de areia para ver somente seu turvo reflexo... embriaga de si
próprio para talvez ser lembrado por poucos daqui alguns anos... mas
provavelmente em tempo irrisório restará somente o registro de seu nome em
alguma lápide poeirenta e degradada pelas mãos do tempo...!
Tanto os ateus quanto os Homens de fé serão esquecidos pelos que
virão.
Todavia, sua tarefa pode não ter acabado totalmente...
“Quando a Serpente for encontrada, os Deuses reconhecidos e os
Alquimistas da Matéria coroados, então sim.... teremos visto que a caminhada
é o que realmente nos fez Ser – conhecedores de nosso destino e construtores
de outros e novos mundos!...