P. 1
Contabilidade Geral - Exercícios - Aula05 Resultado do Exercício

Contabilidade Geral - Exercícios - Aula05 Resultado do Exercício

4.0

|Views: 7.524|Likes:
Publicado porDebiticia

More info:

Published by: Debiticia on May 16, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/06/2013

pdf

text

original

Sections

As participações nos lucros atribuídos a terceiros, não relativas
a investimento dos acionistas, devem ser registradas como despesas
da empresa. O item VI do art. 187 da Lei das Sociedades por Ações
define o tratamento como despesa, antes de se apurar o lucro líquido
do exercício, para:

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

31

"as participações de debêntures, empregados, administradores
e partes beneficiárias, e as contribuições para instituições ou fundos
de assistência ou previdência de empregados".
As participações de empregados ou de administradores no
lucro representam uma espécie de parcela complementar de salários
cujo valor, todavia, é apurado com base no lucro, mas não deixa de
ser um custo adicional da prestação de serviço recebida. A
participação das debêntures é também uma espécie de despesa
financeira adicional, pois é a parte variável da remuneração devida a
esses títulos. E a das partes beneficiárias normalmente também
representa uma espécie de remuneração por serviços prestados por
terceiros. Como se nota, tais itens são tratados como despesas
efetivas cuja contabilização poderia ser em despesas operacionais,
mas a Lei das Sociedades por Ações aqui as classificou. No caso das
"contribuições para instituições ou fundos de assistência ou
previdência de empregados", o texto da Lei das Sociedades por
Ações é genérico, podendo entender-se que seriam registradas nessa
conta todas as contribuições dessa natureza, independentemente de
seu valor ser ou não apurado em função do lucro do exercício.
Todavia, não teria sentido, nesse caso, estarem juntas com as
participações; por isso, devem-se aqui classificar tais contribuições
somente quando apuradas por uma porcentagem do lucro, ou pelo
menos se dependerem de sua existência, sendo que as concedidas
por valor fixo, por venda, por percentual da folha de pagamento ou
por outra forma, devem ser contabilizadas como despesas
operacionais.

Essas participações e contribuições devem ser contabilizadas
na própria data do balanço, debitando-se as contas respectivas de
Participações em resultados e creditando-se as contas de provisões
no Passivo Circulante.

5.2.1.61 Forma de Cálculo e Exemplo de Contabilização

O art. 189 da Lei das Sociedades por Ações estabelece que:

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

32

"Do resultado do exercício serão deduzidos, antes de qualquer
participação, os prejuízos acumulados e a provisão para o imposto
sobre a renda."

De início, cabe ressaltar que esse artigo trata somente da forma
de cálculo das participações e, posteriormente, das reservas e
dividendos. Dessa forma, não significa que os Prejuízos
Acumulados anteriormente devam ser mostrados como redução na
Demonstração do Resultado do Exercício, o que estaria totalmente
incorreto.

Assim, toma-se o lucro líquido depois do imposto de renda e
contribuição social (mas antes das participações) e dele deduz-se o
saldo eventual de prejuízos acumulados. Esse valor torna-se a base
inicial de cálculo das participações.
Por seu turno, o art. 190 da citada Lei, que trata das
Participações, define que:
"as participações estatutárias de empregados, administradores e
partes beneficiárias serão determinadas, sucessivamente e nessa
ordem, com base nos lucros que remanescerem depois de deduzida a
participação anteriormente calculada".
Esse artigo, por lapso, deixou de mencionar as Debêntures,
mas, pela seqüência do art. 187, as Debêntures seriam incluídas
antes da dos empregados.
Dessa forma, os cálculos das participações não serão feitos
sobre o mesmo valor, mas se calculará primeiramente a participação
das debêntures; do lucro restante, após deduzir a participação das
debêntures, calcula-se a participação dos empregados; do lucro
agora remanescente, a dos administradores, e, do saldo, a das Partes
Beneficiárias.

Exemplo: Suponha que uma Empresa X tenha definido, em seu
Estatuto Social, que as Debêntures, empregados, administradores e
Partes Beneficiárias têm direito (cada uma) a 10% do lucro do
exercício. Suponha ainda que a Empresa tenha saldo de Prejuízo
Acumulado de $ 100.000 e que sua Demonstração de Resultado do
exercício indique:

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

33

- Lucro antes do I.R. e Contribuição Social - 449.000
- Provisão para I.R. e Contribuição Social (90.000)
- Lucro após I.R. e Contribuição Social 359.000

Assim, a base de cálculo, que é extracontábil será:

Lucro após Imposto de Renda Social e Contribuição
Menos: Prejuízos Acumulados

359.000
(100.000)

Base de cálculo inicial
Cálculo das Participações: 1. Debêntures - 10%

259.000
(25.900]

Nova base de cálculo:
2, Empregados - 10% de $ 233.100

233.100
(23.310)

Nova base de cálculo
3. Administradores -10% de $ 209.790

209.790
(20.979

Nova base de cálculo
4. Partes beneficiárias - 10% de $ 188.811

188.811
(18.881)

Como se verifica, os valores apurados são bem divergentes
entre si, em face da mecânica de cálculo da Lei.
A Demonstração do Resultado do Exercício aparecerá, então,

como segue:
Lucro antes do imposto de renda e
contribuição social

449.000

Provisão para imposto de renda e
contribuição social

(90.000)

Lucro Após Imposto de Renda e
Contribuição Social

359.000

Participações -
Debêntures

(25.900)

Empregados

(23.310)

Administradores

(20.979)

Partes Beneficiárias

(18.881)

Lucro líquido do exercício

269.930

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

34

Como se vê, os Prejuízos Acumulados não foram deduzidos do
Resultado. Eles permanecerão na conta própria - Lucros ou
Prejuízos Acumulados -aguardando a chegada do lucro líquido para
sua absorção, resultando em:

- Lucros ou Prejuízos Acumulados
1. Saldo inicial corrigido (100.000)
2. Lucro líquido do exercício 269.930
3. Saldo antes da formação de reservas 169.930

Não se deve confundir o Resultado de um exercício com o de

outros.

Exercícios:

01- (AFTE - RN - 2004/2005) - O movimento de negócios da
empresa Comercial Limitada durante o mês de maio/2004 foi o
abaixo demonstrado, em ordem cronológica.

1- venda de móveis e utensílios usados: três unidades por R$
1.500,00, a prazo;
2- compra de bens para revender: cem unidades por R$
21.000,00, a prazo;
3- venda de bens destinados a venda: oitenta unidades por R$
19.000,00, a vista;
4- pagamento de dívidas de R$ 6.000,00 com descontos de 15%,
em cheque;
5- recebimento de títulos de R$ 4.000,00 com descontos de 15%,
em dinheiro;
6- compra de bens para revender: 50 unidades por R$ 12.000,00,
a vista; e
7- venda de bens destinados a venda: 60 unidades por R$
18.000,00.

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

35

Ao final do mês a empresa promoveu os ajustes fiscais de ICMS,
que incidem sobre compras e vendas à alíquota de 12%. O
inventário anterior de mercadorias era de quarenta unidades ao custo
unitário de R$ 200,00 e a alienação dos móveis usados causou
perdas de R$ 380,00.
Com base nas informações supracitadas, após as contabilizações de
praxe, podemos dizer que foram apurados os seguintes valores:

a) R$ 3.960,00 de ICMS a Recuperar resultante da carga fiscal.
b) R$ 6.000,00 de rédito líquido do mês.
c) R$ 10.100,00 de estoque final de mercadorias.
d) R$ 11.480,00 de lucro bruto alcançado nas vendas.
e) R$ 25.520,00 de custo das mercadorias vendidas.

Solução:
Quando nos depararmos com uma questão como essa, verifique, nas
opções, quais respostas são possíveis. Verificamos que tratam de
resultado com mercadorias e lucro. Portanto, para resolve-la,
necessário a Montagem da DRE.

Receita Bruta de Vendas(18.000+19.000)

37.000,00

ICMS Sobre Vendas (12% x 37.000)

(4.440,00)

Receita Líquida de Vendas

32.560,00

CMV – (conforme cálculo abaixo)

(26.480,00)

Lucro Operacional Bruto

6.080,00

Desconto Obtido Pagamento Dívida

900,00

Desconto Concedido no Recebimento Título

(600,00)

Lucro Operacional

6.380,00

Prejuízo na Venda de Imobilizado

(380,00)

Lucro Líquido = Redito Líquido

6.000,00

CMV = Estoque Inicial + (Compras – ICMS) – Estoque Final
CMV = 8.000 + (33.000 – 3.960) – 10.560 = 26.480

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

36

O estoque final foi apurado pelo critério PEPS.Quando a questão
não informar o critério de avaliação dos estoques, utiliza o PEPS
(Primeiro a entrar, Primeiro a Sair).
Se quiser revisar PEPS, estude capítulo 3.

Gabarito – D

02- (AFTE - RN - 2004/2005) - A Cia. Souto e Salto tinha prejuízos
acumulados de R$ 40.000,00, mas durante o exercício social apurou
lucro. Desse lucro, após destinar R$ 80.000,00 para imposto de
renda e CSLL, a empresa distribuiu 10% em participação de
debenturistas, no valor de R$ 4.000,00, 10% em participação de
administradores, no valor de R$ 3.240,00 e 10% em participação de
empregados.
De acordo com as informações acima e com as normas em vigor,
podemos dizer que a Cia. Souto e Salto, no final da Demonstração
de Resultado do Exercício, vai indicar o lucro líquido do exercício
no valor de:

a) R$ 29.160,00.
b) R$ 29.520,00.
c) R$ 68.760,00.
d) R$ 69.160,00.
e) R$ 69.520,00.

Solução: Foi informado que o Prejuízo Acumulado vale 80.000,00.
Conforme vimos na exposição teórica, este valor deve ser diminuído
no cálculo das participações. Após esta diminuição, chega-se a base
de cálculo da Primeira Participação, neste exemplo Debêntures
(10%).
Ora, se o valor da Participação das Debêntures é de 4.000,00,
conforme informação, a base de cálculo será de 40.000,00 (se
4.000,00 é igual a 10%, 100% vale 40.000,00). Sabendo-se que a
base inicial vale 40.000,00, as demais participações ficam fáceis.
Vejam o quadro abaixo.

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

37

Lucro após Imposto de Renda Social e Contribuição
Menos: Prejuízos Acumulados

X
(40.000)

Base de cálculo inicial
Cálculo das Participações: 1. Debêntures - 10%

40.000
(4.000]

Nova base de cálculo:
2, Empregados - 10% de $ 36.000

36.000
(3.600)

Nova base de cálculo
3. Administradores -10% de $ 32.400

32.400
(3.240)

Após calcular as participações, basta elaborar a DRE, nos moldes da
exposição teórica.

Lucro antes do imposto de renda e
contribuição social

160.000

Provisão para imposto de renda e
contribuição social

(80.000)

Lucro Após Imposto de Renda e
Contribuição Social

80.000

Participações -
Debêntures

(4.000)

Empregados

(3.600)

Administradores

(3.240)

Lucro líquido do exercício

69.160

Percebam que na DRE não aparece a compensação dos Prejuízos
Acumulados, que foram utilizados apenas para calcular as
participações.

Gabarito – D

03- (AFRE MG/ESAF 2005) Em 31 de dezembro de 20X4 a
empresa Periltate S/A, levantou o seguinte balancete de verificação:

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

38

Caixa

R$ 12.000,00
Máquinas e Equipamentos R$ 48.000,00
Vendas de Mercadorias R$ 56.000,00
Mercadorias

R$ 16.000,00

Receitas Diversas

R$ 3.200,00
Compras de Mercadorias R$ 40.000,00
Clientes

R$ 32.000,00

Fornecedores

R$ 24.000,00

Salários e Ordenados

R$ 800,00

Despesas de aluguel

R$ 2.400,00

Lanches e Refeições

R$ 1.600,00

Capital Social

R$ 80.000,00
Condução e Transporte R$ 2.400,00
Lucros Acumulados

R$ 11.200,00

Despesas de Juros

R$ 3.200,00

Veículos

R$ 13.200,00

Observações:
1. O estoque final de mercadorias foi avaliado em R$ 12.000,00.
2. O salário de dezembro de 20X4, no valor de R$ 200,00, será pago
somente em janeiro de 20X5.
3. Dos aluguéis pagos em 20X4, R$ 1.800,00 referem-se a despesas
de janeiro de 20X5.
4. Para elaboração das demonstrações financeiras de fim de
exercício devem ser consideradas as seguintes implicações:

a - COFINS 3%;
b - ICMS 10%;
c - Imposto de Renda 25%;
d - PIS Faturamento 2%;
e - Reserva Legal 5%.

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

39

Após a contabilização dos ajustes necessários, podemos dizer que a
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício - apresentará Lucro
Líquido do Exercício no valor de

a) R$ 1.400,00
b) R$ 1.425,00
c) R$ 1.500,00
d) R$ 1.900,00
e) R$ 2.000,00

Solução: Questão bastante questionada pelos alunos. Principalmente
com relação as informações de salários e aluguéis. O segredo está na
verificação de que, no balancete, não aparecem duas contas: Salários
a Pagar e Despesa Antecipada de Aluguéis. Se não existem essas
contas, significa que a empresa ainda não contabilizou o salário de
dezembro (vejam que foi dito que o salário deste mÊs será pago em
janeiro) e que os aluguéis foram indevidamente lançados como
despesa. A questão informa que parte dos aluguéis pagos se referem
a despesas do exercício seguinte. Olha o regime de competência.
Com essas observações, o resultado do exercício ficaria assim:

Vendas de Mercadorias

R$ 56.000,00

ICMS (10%)

(R$ 5.600,00)

PIS (2%)

(R$ 1.120,00)

COFINS (3%)

(R$ 1.680,00)

Receita Líquida Vendas

R$ 47.600,00

CMV (conforme abaixo)

(R$ 40.000,00)

Lucro Bruto

R$ 7.600,00

Receitas Diversas

R$ 3.200,00

Salários e Ordenados (incluindo dezembro)

(R$ 1.000,00)

Despesas de aluguel (diminuindo R$ 1.800,00
antecipado)

(R$ 600,00)

Lanches e Refeições

(R$ 1.600,00)

Condução e Transporte

(R$ 2.400,00)

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

40

Despesas de Juros

(R$ 3.200,00)

Lucro Operacional

R$ 2.000,00

Imposto de Renda (25% x R$ 2.000,00)

(R$ 500,00)

Lucro Líquido do Exercício

R$ 1.500,00

CMV = Estoque Inicial + (Compras – ICMS) – Estoque Final
CMV = 16.000,00 +(40.000,00 – 4.000,00) – 12.000,00
CMV = 40.000,00

Gabarito – C

04- (GEFAZ MG/ESAF 2005) O balancete de verificação da Cia.
Beta, em 31/12/X4, era composto pelos saldos das seguintes contas:

Caixa

R$ 15.000,00
Máquinas e Equipamentos R$ 60.000,00
Vendas de Mercadorias R$ 70.000,00
Mercadorias

R$ 20.000,00

Receitas Diversas

R$ 4.000,00
Compras de Mercadorias R$ 50.000,00
Clientes

R$ 40.000,00

Fornecedores

R$ 30.000,00

Salários e Ordenados

R$ 11.000,00

Despesas de aluguel

R$ 13.000,00

Lanches e Refeições

R$ 2.000,00

Capital Social

R$100.000,00
Condução e Transporte R$ 3.000,00
Lucros Acumulados

R$ 14.000,00

Despesas de Juros

R$ 4.000,00

Observações:
1. O estoque final de mercadorias foi avaliado em R$ 15.000,00.
2. O salário de dezembro de X4, no valor de R$ 1.000,00, será pago
somente em janeiro de X5.

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

41

3. Dos aluguéis pagos em X4, R$ 2.000,00 referem-se a despesas de
janeiro de X5.
4. Não há implicações de ordem fiscal ou tributária.

Ao elaborar as demonstrações financeiras do exercício findo em
31/12/X4, depois de feitos os ajustes necessários à observância do
princípio contábil da Competência, vamos encontrar, no Balanço
Patrimonial, o grupo Patrimônio Líquido no valor de

a) R$ 99.000,00
b) R$ 100.000,00
c) R$ 101.000,00
d) R$ 102.000,00
e) R$ 114.000,00

Solução: Questão idêntica a nº 3. Diferença em valores e questiona-
se o valor do Patrimônio Líquido. Ora, para se chegar ao Patrimônio
Líquido, necessário, primeiro encontrar o Lucro do Exercício.
Outra observação: Se a questão não cita a incidência de impostos e
contribuições, não somo nós que faremos, certo? Portanto, nada de
calcular qualquer tipo de imposto e/ou de contribuição.

Vendas de Mercadorias

R$ 70.000,00

Receita Líquida Vendas

R$ 70.000,00

CMV (conforme abaixo)

(R$ 55.000,00)

Lucro Bruto

R$ 15.000,00

Receitas Diversas

R$ 4.000,00

Salários e Ordenados (incluindo dezembro)

(R$ 12.000,00)

Despesas de aluguel (diminuindo R$ 2.000,00
antecipado)

(R$ 11.000,00)

Lanches e Refeições

(R$ 2.000,00)

Condução e Transporte

(R$ 3.000,00)

Despesas de Juros

(R$ 4.000,00)

Lucro Líquido do Exercício

(R$ 13.000,00)

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

42

CMV = Estoque Inicial + Compras – Estoque Final
CMV = 20.000,00 +50.000,00 – 15.000,00
CMV = 55.000,00

Para achar o valor do Patrimônio Líquido, basta juntarmos, ao
resultado do exercício, as demais contas deste grupo.

Capital Social

R$100.000,00

Lucros Acumulados

R$ 14.000,00

Resultado do Exercício

(R$ 13.000,00)
Saldo de Patrimônio LíquidoR$ 101.000,00

Gabarito - C
05- (GEFAZ MG/ESAF 2005) Em 31 de dezembro, antes dos
ajustes para fechamento da conta corrente do ICMS, a empresa
Comercial Beta S/A levantou os seguintes saldos, apresentados em
ordem alfabética:

Caixa

R$ 9.600,00

Capital Social

R$ 30.000,00

Clientes

R$ 14.700,00

COFINS

R$ 57,00
Compras de Mercadorias R$ 36.000,00
Fornecedores

R$ 12.000,00

ICMS sobre Vendas

R$ 10.200,00

Impostos e Taxas

R$ 690,00

Juros Ativos

R$ 330,00

Mercadorias

R$ 13.500,00

Móveis e Utensílios

R$ 9.000,00

PIS sobre Faturamento

R$ 63,00

Prêmio de Seguros

R$ 1.080,00

Reserva Legal

R$ 300,00

Salários e Encargos

R$ 2.400,00

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

43

Salários e Encargos a Pagar R$ 360,00
Veículos

R$ 12.000,00
Vendas de Mercadorias R$ 60.000,00

Observações:

- Ao fim do período, a empresa apresentou estoque de
mercadorias avaliado em R$ 6.000,00.
- O imposto sobre circulação de mercadorias e serviços
incide à mesma alíquota sobre as compras e sobre as
vendas.
- No período não houve outras implicações tributárias nem
distribuição de resultados.

Após contabilizar o ajuste do ICMS, as demonstrações contábeis
apresentarão:

a) R$ 12.300,00 de lucro líquido do exercício.
b) R$ 22.500,00 de lucro operacional bruto.
c) R$ 37.380,00 de custo da mercadoria vendida.
d) R$ 43.500,00 de custo da mercadoria vendida.
e) R$ 49.680,00 de lucro operacional bruto.

Solução: Primeiro cuidado está na observação de que o imposto
sobre circulação de mercadorias e serviços incide à mesma alíquota
sobre as compras e sobre as vendas. Para saber qual a alíquota
aplicável, basta observar que foi fornecido o valor do ICMS Sobre
as Vendas (R$ 10.200,00). Como sabemos o valor das Vendas (R$
60.000,00), sabemos que a alíquota deste imposto é de 17% (R$
10.200,00/R$ 60.000,00). Esta alíquota será utilizada para saber o
valor do ICMS Sobre as Compras.

Vendas de Mercadorias

R$ 60.000,00

ICMS (17%)

(R$ 10.200,00)

PIS

(R$ 63,00)

COFINS

(R$ 57,00)

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

44

Receita Líquida Vendas

R$ 49.680,00

CMV (conforme abaixo)

(R$ 37.380,00)

Lucro Bruto

R$ 12.300,00

Impostos e Taxas

(R$ 690,00)

Juros Ativos

(R$ 330,00)

Prêmio de Seguros

(R$ 1.080,00)

Salários e Encargos

(R$ 2.400,00)

Lucro Líquido do Exercício

R$ 7.800,00

CMV = Estoque Inicial + (Compras – ICMS) – Estoque Final
CMV = 13.500,00 +(36.000,00 – 6.120,00) – 6.000,00
CMV = 37.380,00

Gabarito – C

06- (AFRF 2003/ESAF) - A firma Rinho Ltda. apresenta as
seguintes rubricas vinculadas ao resultado do exercício:

COFINS

R$ 180,00
Custo da Mercadoria Vendida R$ 2.800,00
Despesas Financeiras

R$ 600,00

ICMS s/ Vendas

R$ 720,00

PIS s/ Faturamento

R$ 60,00
Receita Operacional Bruta R$ 6.000,00
Salários e Ordenados

R$ 1.000,00

Com base nos dados apresentados, pode-se dizer que a empresa
apresenta:

a) Receita Líquida de Vendas R$ 5.280,00
b) Receita Líquida de Vendas R$ 2.240,00
c) Lucro Operacional Bruto R$ 5.040,00
d) Lucro Operacional Líquido R$ 2.240,00
e) Lucro Operacional Líquido R$ 640,00

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

45

Solução: Apesar da prova para AFRF, a questão foi mais fácil do
que as que fizemos antes. Basta lembrar da ordem da DRE para
resolve-la.

Receita Operacional Bruta

R$ 6.000,00

COFINS

(R$ 180,00 )

ICMS s/ Vendas

(R$ 720,00 )

PIS s/ Faturamento

(R$ 60,00 )

Receita Líquida de Vendas

R$ 5.040,00
Custo da Mercadoria Vendida (R$ 2.800,00)
Lucro Bruto

R$ 2.240,00

Despesas Financeiras

(R$ 600,00)

Salários e Ordenados

(R$ 1.000,00)

Lucro Líquido do Exercício

R$ 640,00

Repare que nesta questão, o Lucro Operacional Líquido é igual ao
Lucro Líquido do Exercício.

Gabarito – E

07- (AFRF 2002-1/ESAF) As contas abaixo representam um grupo
de receitas e despesas e, embora distribuídas aqui aleatoriamente,
compõem a demonstração do resultado do exercício da empresa
Boapermuta S/A.

Receitas Não-Operacionais

R$ 2.000,00

Provisão para Contribuição Social

10%

Juros Recebidos

R$ 1.500,00

Depreciação

R$ 700,00

Participação de Administradores

5%

Impostos e Taxas

R$ 500,00

Propaganda e Publicidade

R$ 1.800,00

Vendas Canceladas

R$ 20.000,00

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

46

PIS/PASEP

1%

Despesas Bancárias

R$ 800,00

Estoque Inicial

R$ 30.000,00

Comissões sobre Vendas de Mercadorias

R$ 3.000,00

Descontos Incondicionais Concedidos

R$ 20.000,00

Estoque Final

R$ 37.000,00

Descontos Condicionais Concedidos

R$ 2.000,00

Participação de Partes Beneficiárias

5%

Juros Pagos

R$ 500,00

Vendas de Mercadorias

R$ 100.000,00

COFINS

2%

Salários e Encargos

R$ 3.000,00

Água e Energia

R$ 200,00

Provisão para Imposto de Renda

15%

Compras de Mercadorias

R$ 50.000,00

ICMS s/ Compras e Vendas

12%

Descontos Obtidos

R$ 15.000,00

Ordenando-se as contas acima, adequadamente e em conformidade
com as regras de elaboração da Demonstração do Resultado do
Exercício, vamos encontrar:

a) Receita Líquida de Vendas de R$ 48.000,00.
b) Lucro Operacional Bruto de R$ 4.000,00.
c) Lucro Operacional Líquido de R$ 15.000,00.
d) Lucro Líquido antes da Contribuição Social e do Imposto de
Renda de R$ 20.000,00.
e) Lucro Líquido do Exercício de R$ 13.500,00

Solução: Este tipo de questão custo chamar de “Questão Insana da
ESAF”. Vejam o seu tamanho. Qual o tempo que perdemos para
resolve-la em prova? Por isso aconselho para deixar este tipo de
questão por último. Na hora da resolução, basta sabermos alocar as
contas nos lugares certos. Vejamos.

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

47

Vendas de Mercadorias

R$ 100.000,00

Vendas Canceladas

(R$ 20.000,00)
Descontos Incondicionais Concedidos (R$ 20.000,00)
PIS/PASEP (1% x R$ 60.000,00)

(R$ 600,00)

COFINS (2% x R$ 60.000,00)

(R$ 1.200,00)
ICMS s/ Vendas (12% x R$ 60.000,00) (R$ 7.200,00)
Receita Líquida de Vendas

R$ 51.000,00

CMV – conforme abaixo

(R$ 37.000,00)

Lucro Bruto

R$ 14.000,00

Juros Recebidos

R$ 1.500,00

Depreciação

(R$ 700,00)

Impostos e Taxas

(R$ 500,00)

Propaganda e Publicidade

(R$ 1.800,00)

Despesas Bancárias

(R$ 800,00)
Comissões sobre Vendas de Mercadorias(R$ 3.000,00)
Descontos Condicionais Concedidos

(R$ 2.000,00)

Juros Pagos

(R$ 500,00)

Salários e Encargos

(R$ 3.000,00)

Água e Energia

(R$ 200,00)

Descontos Obtidos

R$ 15.000,00

Lucro Operacional

R$ 18.000,00

Receitas Não-Operacionais

R$ 2.000,00

Lucro antes do IR e da Contribuição

R$ 20.000,00

CMV = Estoque Inicial + (Compras – ICMS) – Estoque Final
CMV = 30.000,00 + (50.000,00 – 6.000,00) – 37.000,00
CMV = 37.000,00

Gabarito - D

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

48

08- (AFRF 2000/ESAF) - Os dados abaixo foram extraídos de um
balancete:

Compras

100

Custo de bens do ativo imobilizado vendidos

10

Despesas Comerciais

50

Despesas Gerais

110

ICMS sobre Vendas

80

Mercadorias

100
Receita de Venda de Bens do Ativo Imobilizado20
Vendas

400

- o estoque final de Mercadorias é de 50;
- desconsidere impostos sobre compra.

O lucro operacional é de:

a) 10
b) 90
c) (40)
d) 100
e) 170

Solução: Vejam como as questões se repetem. De novo resultado
do exercício. Basta lembras da ordem da DRE. Vejamos:

Vendas

400

ICMS sobre Vendas

(80)
Receita Líquida de Vendas320
CMV – conforme abaixo (150)
Lucro Operacional Bruto 170
Despesas Comerciais

(50)

Despesas Gerais

(110)

Lucro Operacional

10

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CÉSAR

www.pontodosconcursos.com.br

49

CMV = Estoque Inicial + Compras – Estoque Final
CMV = 100 + 100 – 50 = 150

Gabarito - A

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->