Você está na página 1de 71

O Templo do Rubi de Fogo

 Obra: O Templo do Rubi de Fogo.


 Autor: Jerónimo Stilton.
 Editora: Presença
Prefácio
 Com o ‘O Templo do Rubi de Fogo’ o
Jerónimo Stilton chama-nos à atenção
da riqueza da natureza, neste caso da
floresta Amazónica. A riqueza do povo
que lá vive dos animais, das plantas,
das árvores, das construções mais
antigas.
 Chama-nos também à atenção para a
maldade de algumas pessoas.
Apresentação
 Sou o Jerónimo Stilton ,sou um roedor
que dirige o jornal mais famoso da
minha Ilha, a Ilha dos Ratos (Ratazia).
Também sou um aventureiro, e
convido-vos para o meio da minha
aventura, O Templo do Rubi de Fogo,
no capítulo ‘ A quem é que eu
esborracho, chefe’.
 Imaginem, estamos no Brasil, no meio
da floresta Amazónica.
 Sabem o que é a floresta Amazónica?
 R: É uma das maiores florestas do
mundo cá na floresta vivem Índios,
animais estranhíssimos (a aranha come
pássaros, a preguiça que é o animal
mais lento do mundo), plantas muito
esquisitas (uma planta cuja flor tem
um metro de largura e pesa dez
quilos), e muitas árvores e muitos
animais.
 Sabem que a floresta está em
perigo?
 R: O Mandrilau , Grunho e o
Veneno são um grupo de
bandidos que querem derrubar
as árvores que ali crescem para
as vender porque a sua madeira
é muito valiosa.
 Com a minha ajuda, sim porque eu sou
o Jerónimo Stilton, o Jerónimo Sem
Medo, e um ninho de térmitas
(formigas carnívoras) que os bandidos
tentaram esborrachar, assustámos os
“pilantras” e eles fugiram.
Conclusão
 Este livro tem uma história muito
interessante.
 A conclusão que o livro nos ensina é
que a floresta está cada vez mais em
perigo. O Jerónimo é uma personagem
muito preocupada com a natureza por
isso é que salvou a floresta Amazónica.
A imagem do meu livro
 Guilherme Costa 5ºA Nº7
O Livro Fantástico
Autor: Tonny Di Terlizzi e Holly Blach.
Editora: Editorial Presença.
Data: 3ª Edição – Outubro, 2005.
Tradução: Editorial Presença, Lisboa, 2004.
Tradução: Isabel Gomes.

Assunto: Aventuras/Fantástico.

Personagens: Jared Grace, Simon Grace, Mallory


Grace, Helen Grace e o diabrete.
Prefácio
Eu escolhi este livro porque quando li a capa e
a contracapa pareceu-me que o livro falava de uma
grande aventura e eu gosto deste género de livros.
Embora a capa e a contracapa não façam a
história, podem ser atractivas. Também era um
dos únicos que não li e que corresponde ao que a
professora quer e achei que era interessante.
Resumo da história
A história conta que os irmãos Jared, Simon,
Mallory Grace e a mãe mudam – se de Nova Iorque
para a propriedade Spiderwick e que lá nessa casa
sentem uma criatura, segundo o livrou que Jased
encontrou escrito por Arthur Spiderwick, um familiar
da tia Lucinda Spiderwick e’ o diabrete. Ainda
acontecem muitas coisas fascinantes e grandes
descobertas que se apercebem que esse diabrete os
perturba porque eles destruíram-lhe a casa e por isso
fazem-lhe uma nova casa e ele aparece feliz.
Conclusão
Eu gostei imenso de fazer este PowerPoint,
tirar a fotografia com aquele placar, gostei de ler
o livro porque é de aventuras e fantástico. Nunca
tinha feito um PowerPoint assim para aulas e então
foi uma coisa nova.

5ºA - Nº20, Rodrigo Freire


Disciplina: Português
Professora: Dulce Carreto
Aluno: João Marcelo
Ramón Caride
Prefácio
• Nesta aventura, Sheila e Said entram numa
grande aventura com muito perigos, inimigos
e amigos.
Parte do capítulo do livro que mais
gostei
“Mister Beluz apontava a pistola que tinha na mão,
mas o Suso tinha-o agarrado pelo pescoço.
-Eu, no seu lugar, não dispararia, Mister Beluz , pode
acertar – me e, nesse caso, morreríamos os dois na queda,
como aconteceu aos seus robôs.
Eu não o vou largar. Prefiro atirar – me com o senhor.
Largue a arma e ordene aos robôs que estão lá em baixo
que façam o mesmo e que não se mexam, ou então eu e o
senhor iremos estatelarmos – nos no chão.
O Suso deu um passo em frente e o seu pé ficou no
ar, fora da plataforma. O Mister Beluz estremeceu.”
Resumo
No ano de 2075 havia uma menina chamada Sheila
que vivia com o seu irmão Said. Sheila era baixa com 10
anos e o Said era alto e muito eficiente.
Sheila tinha visto um anuncio de uma super planta
que foi investigar. Essa planta, quando recolhida,
produzia-se em dobro. Fabricava-se na Argentina. Havia
um homem chamado Mister Beluz que era o dono do
super cereal e que se apoderava do poder.
Sheila e Said travaram o Mister Beluz de receber tal poder
e continuar o fabrico do cereal.
Conclusão
• Eu adorei fazer este trabalho porque foi com
este trabalho que comecei a gostar mais de
Língua Portuguesa.
• Com este trabalho consegui ouvir e ver muitas
outras apresentações muito giras e coloridas.
• E eu peço à professora desculpas por não ter
imagens nenhumas.
Geronimo Stilton
A capa
O manuscrito misterioso
 Geronimo Stilton
 Editorial Presença
Porque escolhi este livro
 Eu escolhi este livro porque gosto muito desta colecção
e ainda não tinha lido este livro. Adorei.
A parte que mais gostei do livro
 «Começou o fim do mundo. Enquanto as chávenas
subiam e desciam, na escuridão mais completa,
andavam também de roda a louca velocidade.»
Fim
Mónica
A Maria – rapaz
Agora vou falar-vos um bocadinho sobre a
família de Mónica Machado.

Esta é a
Maria Machado, a irmã mais velha
da família dos 7 irmãos.
Este é o Miguel
Machado, o segundo irmão mais velho
e um craque a jogar futebol.
Este cachorrinho é
o Mister, o cão da família.
Curiosidade

Se reparares todos os elementos da família


Machado começam com a letra M: Maria,
Miguel, Mónica, Mariana, Manuel, Margarida,
Madalena, Mister, Mateus e Maria Teresa.

Ana Luisa Oliveira


5ºB Nº2
Autoras

Margarida Fonseca
Santos.

Maria João Lopo de


Carvalho.
Biografia das Autoras

Margarida Fonseca Santos –


Nasceu em Lisboa, a 29 de Novembro de 1960.Tirou o Curso Superior
de Piano no Conservatório Nacional, tendo como objectivo ser professora de
Formação Musical no ensino vocacional. Deu aulas em várias escolas,
nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa entre 1990 e 2005.
Começou a escrever em 1993 e neste momento dedica-se a tempo inteiro à
escrita. Tem vários livros publicados, na sua grande maioria para crianças e
jovens, e escreve com regularidade para teatro. Orienta ateliês de escrita com
crianças, adultos e professores (Escrita Criativa, Escrever teatro para Crianças
e Jovens, e Escrever para Crianças e Jovens).Publicou, em co-autoria com
Elsa Serra, o manual de Escrita Criativa Quero ser Escritor! Ganhou vários
prémio de onde se destacam Prémio Revelação Ficção APE/IPLB e Prémio
Nacional do Conto Manuel da Fonseca (1996)Paralelamente trabalha treino
mental para a performance, bem como o uso pedagógico e terapêutico da
metáfora

Maria João Lopo de Carvalho –


Nasceu em 1962 e é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela
Universidade Nova de Lisboa. Professora de Português e de Inglês no ensino
público e privado, fundou em 1988 a Know How, primeira escola de ensino de
Inglês a crianças em regime extracurricular.
Autora do Guia da Criança, directório exaustivo de todas as actividades
para crianças da cidade de Lisboa e de diversos livros personalizados também
para crianças. Colaboradora das revistas Olá, Xis, Pais & Filhos, foi ainda
copy-writer na agência de publicidade McCann Erickson.
Em 2005 editou uma compilação de crónicas intitulada "Palavra de
Mulher".Em 2006, lançou o seu primeiro livro infantil e ainda um livro
humorístico que revela alguns dos restaurantes mais importantes de Portugal.
No ano seguinte, deu continuidade à escrita para os mais novos com a edição
de mais seis livros para crianças.
Resumo

A história fala-nos de uma menina, com 12 anos,


maria-rapaz, chamada Mónica, que adora animais e
de andar de BTT (bicicleta todo o terreno) com o seu
amigo Filipe.
As suas grandes amigas: Carlota e Sofia vão-
lhe arranjar alguns problemas sérios.
Durante esta história a Mónica vai para um
campo de férias na Serra - da - Estrela, o que lhe irá
mudar a vida.

Se eu quisesse convencer um amigo meu a ler


este livro, dizia-lhe…que era um livro muito bom, que
tratava da vida de uma menina mais ou menos da
nossa idade (12 anos), que tem aventuras,
contratempos e problemas próprios da nossa idade.

A minha personagem preferida é a Mónica (tipo:


principal) porque ela é engraçada, tem 12 anos,
adora animais e gosta muito de fazer passeios de
BTT com o seu amigo Filipe.
Gosto especialmente da seguinte passagem
(pág.97):
“− Mas olhe que o cabelo da menina parece um
ninho de ratos. Há quanto tempo não se penteia?
− Hummmm… desde que perdi a escova.
− E quando é que perdeu a escova, Mónica?
− Na Páscoa, acho eu.
− Na Páscoa? – Perguntou a Alice, espantada. –
Já lá vão dois meses…!”
Foi muito engraçado ler este
livro porque fala de todos os
tipos de professores.
P refácio :
Resumo da história:
se achas que só a ti é que calham daqueles
professores que parecem saídos de um filme,
então junta-te à Maria de Lurdes neste
relato pormenorizado sobre algumas das
pessoas que mais marcam a sua vida.
Desde o jardim de infância à faculdade,
passando pela aulas de ballet ,de teatro ,de
surf ou de condução ,Maria de Lurdes
conhece todos os tipos de professores e tem
inúmeras situações cómicas para te contar.
Como as aulas entediantes que obrigou as
Amigas a suportar por causa do
incrivelmente feio rapaz por quem
estava apaixonada, ou aquela vez em
que um colega conseguiu fazer rir o
professor mais sisudo à face da
terra… sem esquecer que também houve
os professores conselheiros e cúmplices
das suas peripécias, e acima de tudo
aqueles que lhe ensinaram importantes
lições sobre respeito e humanidade.
Não percas este novo volume das suas
crónicas bem-humoradas e diverte-te!!
C onclusão:
Escola Básica Elias Garcia

Trabalho realizado por:


Sara Filipa Amaral
Nº21 5ºA
Prefácio
 Eu escolhi este livro porque li o resumo da autora
e achei que seria engraçado ler este livro porque é
parecido com uma história real.
“A recordação mais antiga, lá bem
no fundo da memória de Melinda, é a de
um vulto esguio de mulher, que lhe
passava a mão pelos cabelos e repetia
como se cantasse:

-Flor de mel, flor de mel, flor de mel à


flor da pele…’’
Esta história fala sobre uma menina cuja mãe
foi resgatada pelos piratas quando era pequenina, por
isso, ela e o pai vão andar de casa em casa de pessoas
amigas para sustentá-los.
Vai conhecer o André
Pequeno, a mãe Joana e
a avó Rosário que a
vão ajudar a descobrir o
seu passado e o
paradeiro da sua mãe.
Biografia de Alice Vieira
Alice Vieira é uma escritora portuguesa
de livros infantis e juvenis nascida em
1943.
Neste domínio da literatura, ganhou
em 1979 o prémio do ano Internacional
da criança, com o livro “Rosa, minha irmã
Rosa”. Tem publicado regularmente obras
em volume, entre elas destacam-se:
“Chocolate à chuva” em 1982
“Graças e Desgraças de El-Rei
Tadinho”
em 1984.
Com este livro fiquei a conhecer uma
história de uma menina que não conhecia a mãe.
Como esta, existem outras meninas na mesma
situação.
E gostei muito de falar sobre a autora que
o escreveu, Alice Vieira, acabando por conhecer
outras obras da autora.
Autor: Adam Blade Editora: Verbo
Prefácio

• Eu gostei muito de fazer este trabalho porque é uma colecção


que eu leio há muito tempo. Também tive a ajuda do meu pai
com este trabalho muito fascinante.
Parágrafo favorito
“A missão iria falhar no ultimo momento?
Mas então começou a sentir um formigueiro a subir-lhe
pelo corpo , levando com ele uma sensação de força e de
poder que parecia percorrer-lhe nas veias.”
Resumo da história
Tagus estava a passear em Avantia quando encontrou trillion que o
atacou . Entretanto, Tom e Helena apareceram para o ajudar e travaram
uma luta feroz mas os três amigos conseguiram afastar a criatura
malvada. Uns quilómetros mais à frente avistaram-no novamente e
quando Tom vai para o atacar, várias flechas acertaram em Trillion e Tom
que ia no seu cavalo caiu ao lago .
Helena rapidamente atirou-lhe as botas douradas e Tom conseguiu
escapar. Ficou mais poderoso e conseguiu atirar Trillion para o lago onde
morreu. Foi então que um portal se abriu vindo do lago para onde se
dirigiram os nossos heróis em busca da próxima aventura .
Conclusão
Eu fiz este trabalho para vos avisar que estas feras
andam à solta pelo mundo fora .
ILUSTRAÇÕES
Este trabalho foi feito por : Diogo Moreira
A capa do livro é assim:
ALEX PONTO COM
JOE SILICONE VAI À ESCOLA

Texto: José Fanha


Ilustrações : João Fanha
PREFÁCIO
• EU ESCOLHI ESTE LIVRO PORQUE AO LER O
TÍTULO PARECIA QUE A HISTÓRIA IA SER UM
POUCO ESTRANHA E FIQUEI COM
CURIOSIDADE DE SABÊ-LA.
Então a história é assim:
• Joe Silicone é um ser virtual que resolveu ir visitar
o Alex e os seus amigos. Mas para ele o mundo real
não é fácil. Ele pode mudar de tamanho, sai pelas
janelas e alimenta-se de gigabytes causando muitos
problemas no mundo real. Quando ele passa do
mundo virtual para o mundo real deixa um
caminho aberto por onde passam a Maspúcia com o
seu exército de Esqueletos Bailarinos, aranhas
gigantes e outros seres que querem destruir o
mundo real .
Eles querem apoderar-se de todos os “gigabytes” do mundo
real. Para isso vão tentar roubar todas as “pen drive”.
Um dos assaltos foi a uma das amigas do joe Silicone – a
Liliana . Ela tentou pedir ajuda ao pai mas o telemóvel não
tinha rede. Então gritou a pedir ajuda. Alex ouvi o grito e
ficou com o pressentimento de que era um amigo que
estava em perigo e desatou a correr. Encontrou os ténis da
Liliana. Quando viu o professor Hélder disse-lhe que a
Liliana tinha sido raptada. Foram todos para o posto da
GNR. O pai da Liliana era o Comandante e ficou muito
zangado ao saber do rapto da filha.
Entretanto a mãe do Alex telefonou a dizer que o Joe Silicone
estava a morrer. Ele precisava de beber 10 gigas senão
apagava-se. Ele ligou-se ao computador da Mafalda.
O Paulo, o Ricardo e o Bento viram os ladrões e telefonaram
ao Alex. A Mafalda sentia-se feliz porque estava apaixonada
pelo Alex, mas o Bento disse que essa felicidade não ia
durar muito tempo porque ainda estavam os monstros lá
fora. Era preciso encontrar um código para os desfazer.
Entretanto o pai da Liliana estava preocupado porque ela
não aparecia. .
Dois agentes o Ferreira e o Fernandes saíram para a rua e
viram dois vagabundos que mais pareciam um esqueleto e
pediram para eles se identificarem. Eles não responderam e
antes de caírem no chão desataram a enviar raios de todas
as cores e os dois agentes foram parar junto á estatua do Dr.
Anastácio Pimpolho.
Os amigos estavam todos juntos no Posto da GNR e o Joe
Silicone depois de consultar o computador viu que a
Maspúcia e o seu exército estavam lá fora. O plano deles era
atacar a escola porque havia muitos computadores e assim,
eles podiam ter muitos gigabytes. Joe e os seus amigos
tinham de arranjar uma forma de terem acesso ao programa
dos Esqueletos Bailarinos da Maspúcia. Para isso foram para
a sala de Informática da escola para descobrirem o código.
O código era “HITCHCOCK”. .
A luta foi difícil mas Joe Silicone e os amigos acabaram por
vencer a Grande Rainha do Mal. Estavam todos muito felizes
porque tudo tinha acabo bem. Só faltava mesmo aparecer a
Liliana. E foi o que aconteceu.
Maria Teresa Maia Gonzalez
A FAMÍLIA DE NAZARÉ
“O TÍTULO DESTE NOVO LIVRO DE MARIA TERESA MAIA GONZALEZ APONTA, DE IMEDIATO, O CAMINHO
POR ONDE AS PERSONAGENS NOS LEVARÃO. PORQUE SENDO O MARAVILHOSO RETRATO DE UMA
ADOLESCENTE, NAZARÉ, TEM, TAMBÉM, E SEMPRE PRESENTE COMO PANO DE FUNDO, A SUA FAMÍLIA”
Agrupamento de escola Elias Garcia – Sobreda
Ano Lectivo 2009/2010
Disciplina de Língua Portuguesa

Professora: Dulce Carreto

Aluna: Ana Catarina Leitão

Ano: 5º Turma: B Nº: 1


ÍNDICE PREFÁCIO
 Capa - Página 1  Realizei este trabalho para
 Identificação – Página 2 apresentar aos meus colegas
 Ficha de informação sobre o o livro “ A Família de Nazaré”.
livro – Página 4 Espero que gostem e fiquem
 Sobre a autora – Página 5 incentivados a lê-lo.
 Descrição do livro – Página 6
FICHA DE INFORMAÇÃO SOBRE O LIVRO

 Título: “A família de Nazaré”


 Autor(a): Maria Teresa Maia Gonzalez
 Nº de págs: 149
 Editora: Difel
 Colecção: Profissão: Adolescente
 Data: Julho de 2007
SOBRE A AUTORA

Maria Teresa Maia Gonzalez é uma escritora portuguesa nascida em


Coimbra, em 1958.
Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos
Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi
professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997, no ensino oficial e particular.
Tem vários livros editados, nomeadamente, Gaspar & Mariana, A Fonte dos
Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário Misterioso, A Lua de Joana (o seu
maior sucesso editorial), Histórias com Jesus, A Cruz Vazia, e é autora da
colecção Profissão: Adolescente, da qual, com 26 títulos publicados, já foram
vendidos mais de 300.000 exemplares. É ainda, com Maria do Rosário
Pedreira, co-autora da Colecção O Clube das Chaves, de que se publicaram 21
volumes, a maioria dos quais com várias edições.
Recentemente também começou a escrever uma fantástica colecção de
peças de teatro, chamada "Um Palco na Escola", que já vai em cinco títulos,
para serem representadas nas escolas que já começam a ser levadas a cena
em várias escolas do país.
DESCRIÇÃO DO LIVRO
 Livro recomendado para o 5º ano de escolaridade, destinado a
leitura autónoma e/ou a leitura com apoio do professor ou dos pais
O título deste novo livro de Maria Teresa Maia Gonzalez aponta, de
imediato, o caminho por onde as personagens nos levarão. Porque
sendo o maravilhoso retrato de uma adolescente, Nazaré, tem,
também, e sempre presente como pano de fundo, a sua família; uma
presença que, no entanto, é tudo menos limitadora. Pelo contrário.
E é dentro deste quadro familiar, graças ao amor e ao carinho que
sentem uns pelos outros, à entreajuda e à solidariedade que foram
sabendo construir, à sua disponibilidade desinteressada, que o
carácter de Nazaré e dos irmãos floresce, preparando-os para a vida
e para o amor pelos outros. A autora dá-nos, de novo, o retrato de
uma juventude que conhece como ninguém, de uma juventude à
procura do seu caminho, e que, ao contrário de tantas ideias feitas,
mostra ser capaz de o encontrar… e bem.
CONCLUSÃO
Este livro é muito interessante porque é um livro que aborda
temas interessantes e actuais, e fala-nos da união, do carinho
e da solidariedade de uma família, mesmo em tempos difíceis.
Espero que seja do vosso agrado!