Você está na página 1de 1

O GRO DE MOSTARDA E A F CRIST

1 INTRODUO
Lc 17:5,6 ... 5 Disseram ento os apstolos ao Senhor: Acrescentanos
a f.
6 E disse o Senhor: Se tivsseis f como um gro de
mostarda, direis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui, e
planta-te no mar; e ela vos obedeceria.

2 O QUE A F,E O QUE O GRO DE MOSTARDA?

Em Hb 11:1 est escrito: ORA, a f o firme fundamento das coisas que


se esperam, e a prova das coisas que se no vem.
Semelhantemente ao gro de mostarda, a f o principio daquilo que h de ser e que
h de ocorrer. Quando uma semente, como o gro de mostarda , plantada,
imediatamente se comea a regar, para que cresa. E, enquanto se vai regando dia
aps dia, vai crescendo a certeza do que h de brotar.
E, o gro de mostarda, segundo descrito em Mt 13:31-32, pelo prprio Jesus, a
menor de todas as sementes, mas depois de crescido, isto , depois que plantado
no campo, em terra frtil, e depois de regado, j no mais apenas uma pequena
semente, mas torna-se a maior das hortalias e faz-se rvore, de tal modos que as
aves do cu vm pousar nos seus ramos.
Aqui convm destacar que a espcie de mostarda ali conhecida era a mostarda
branca. Uma espcie que cresce at aproximadamente 1,2 m. E, realmente, torna-se a
maior das hortalias, ao menos, conhecida naquela poca e naquela regio.

3 CONCLUSO
@ O gro de mostarda ainda que pequeno, lanado na terra e ali
comea a crescer. Finalmente, torna-se aquilo que deve ser, uma rvore
cujos ramos aninharam-se as aves do cu
Lc 13:19...

semelhante ao gro de mostarda que um homem, tomando-o,


lanou na sua horta; e cresceu, e fez-se grande rvore, e em
seus ramos se aninharam as aves do cu.