P. 1
Mulher Cristã no Lar

Mulher Cristã no Lar

5.0

|Views: 1.323|Likes:
Publicado porjcruz

More info:

Published by: jcruz on May 18, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/20/2012

pdf

text

original

A

Mulher Cristã

A Mulher Cristã no Lar
Owen D. Olbricht
Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias… ......................................................................... Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa; seu marido a louva, dizendo: Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas (Provérbios 31:10, 28, 29). Provérbios descreve com beleza uma mulher piedosa agindo dentro do lar. Ela tem a confiança do marido, trata-o bem e o ajuda a sustentar a família. O coração dela atenta para que o marido e os filhos recebam os devidos cuidados. Nos negócios, ela é astuta. A compaixão dela alcança os pobres e ela ajuda no sustento deles. Ela fala com sabedoria. Por causa da maneira como ela demonstra seu amor pelos membros da família, eles a admiram e falam bem dela. As próprias obras que ela realiza a louvam (Provérbios 31:10– 31). “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada” (Provérbios 31:30). Uma boa mulher é de grande valor na comunidade em que vive e é uma influência para o bem dentro do seu lar. “O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do Senhor” (Provérbios 18:22). “A mulher graciosa alcança honra” (Provérbios 11:16). “A casa e os bens vêm como herança dos pais; mas do Senhor, a esposa prudente” (Provérbios 19:14). As mulheres têm sido a força ou a derrota de muitos homens e de muitas famílias. Lemos: “A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é como podridão nos seus ossos” (Provérbios 12:4). “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derruba” (Provérbios 14:1). A MULHER COMO MÃE É impossível superestimar a influência da esposa no lar. A vida dela exerce um grande impacto sobre a família; geralmente, é ela quem passa mais tempo com os filhos. A direção para a qual os filhos vão geralmente reflete a vida da mãe. A Bíblia admoesta em especial os pais (maridos) a instruírem os filhos. Paulo escreveu: “E vós, pais [homens], não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor” (Efésios 6:4). Esta orientação pressupõe que as mães, por natureza, instruem os filhos, enquanto que os homens às vezes negligenciam esse dever. Todavia, a responsabilidade final recai nos ombros do pai. Um exemplo disso é a condenação de Eli por não ter corrigido seus filhos (1 Samuel 2:29, 30; 3:13, 14). A promessa divina de abençoar Abraão estava ligada à exigência de que este instruísse seus filhos e a sua casa no caminho de Deus (Gênesis 18:19). Obviamente, as mães têm uma responsabilidade importante na instrução dos filhos dentro do lar. Maria, e não José, foi quem repreendeu o menino Jesus por ter ficado em Jerusalém: “Filho, por que fizeste assim conosco? Teu pai e eu, aflitos, estamos à tua procura” (Lucas 2:48b). Paulo referiu-se às mulheres que haviam influenciado a fé de Timóteo: “pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti” (2 Timóteo 1:5). Grandes mulheres criaram filhos valorosos. Os filhos são obrigados a obedecer aos pais.

1

Na aliança que Deus fez com Israel, Ele instruiu os filhos a honrarem a mãe e o pai (Êxodo 20:12; Deuteronômio 5:16). Salomão deu o seguinte conselho ao filho:
Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe (Provérbios 1:8; 6:20). Ouve a teu pai, que te gerou, e não desprezes a tua mãe, quando vier a envelhecer (Provérbios 23:22). Grandemente se regozijará o pai do justo, e quem gerar a um sábio nele se alegrará. Alegrem-se teu pai e tua mãe, e regozije-se a que te deu à luz (Provérbios 23:24, 25).

Testamento apresenta as mulheres que viveram pela causa de Jesus como sendo dignas de elevada consideração. A MULHER COMO ESPOSA As instruções que as mulheres idosas deveriam dar às mais jovens revela o lugar importante da esposa dentro do lar:
Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder… sejam mestras do bem, a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e a seus filhos, a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada (Tito 2:3–5).

O Novo Testamento abordou esse tema. Paulo citou a aliança e disse para os filhos honrarem a seus pais e a suas mães (Efésios 6:2), após darlhes esta instrução: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo” (Efésios 6:1). Ele também disse: “Filhos, em tudo obedecei a vossos pais; pois fazê-lo é grato diante do Senhor” (Colossenses 3:20). Como aqui a palavra “pais” inclui o pai e a mãe, os filhos são orientados a obedecer tanto à mãe como ao pai. Mães e pais partilham da responsabilidade de instruir os filhos. Os filhos que desobedecem às mães estão desobedecendo ao mandamento de Deus. Paulo retratou a maligna sociedade gentil como sendo desrespeitosa e desobediente aos pais, o que inclui desobediência às mães. Aqueles que tratam seus pais desse modo são alistados entre os que assassinam, os que estão cheios de maldade e têm a mente depravada (Romanos 1:28–31), e também entre os egoístas, jactanciosos, inimigos do bem, traidores (2 Timóteo 3:2–4). Alguns são ainda citados como assassinos dos próprios pais (1 Timóteo 1:9). Debaixo da lei de Moisés, os filhos que se mostrassem desobedientes aos pais ou às mães deveriam ser severamente castigados. Levítico 20:9 diz: “Se um homem amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe, será morto; amaldiçoou a seu pai ou a sua mãe; o seu sangue cairá sobre ele”. (Veja também Deuteronômio 22:18–21.) As mães e as mulheres em geral devem ser tratadas com respeito. Paulo instruiu Timóteo a respeitar as mulheres idosas como a mães, e a tratar as mais jovens como a irmãs, com toda a pureza (1 Timóteo 5:2). Isto mostra a atitude de Paulo para com as mulheres e a honra que deveria ser dada às mães e a todas as mulheres. O Novo

Essas instruções indicam que as jovens esposas devem ser boas mães dentro do lar. Elas devem amar seus maridos (gr.: philandrous) e filhos (gr.: philoteknous). O amor que devem ter pelos maridos e filhos é definido como “amor” phile, e não “amor” agape. Esta palavra pode ter sido usada para expressar a afeição e a amizade que uma mulher deve ter pelo marido e pelos filhos. Esse amor evidentemente pode ser ensinado e desenvolvido. As esposas também são instruídas a serem oikourous, literalmente “trabalhadoras em casa”, um termo encontrado no Novo Testamento somente em Tito 2:5. A declaração feita às mulheres — em contraste com a dos maridos, cuja responsabilidade é de sustentar a família — é que elas tomem conta da casa. O versículo não revela até que ponto essa instrução se limita; porém, a descrição da mulher virtuosa indica que sua atividade não se limitava ao lar (Provérbios 31:14, 16, 24). As viagens e atividades de Priscila, em Atos 18:18, também indicam que as mulheres não estavam exclusivamente limitadas ao lar. CONCLUSÃO Nunca é demais salientar a importância da mulher cristã no lar. Ela dá o toque feminino que o homem não consegue dar. O cuidado terno da mulher, seu modo compreensivo, sua amável preocupação e seu espírito bondoso acrescentam ao lar o que nenhuma outra pessoa pode dar. Os filhos buscam nela força e ânimo, conselho e ajuda e todos aqueles pequenos detalhes que muitas vezes são ignorados pelo homem no lar.

2

Acima de tudo, ela ensina e instrui os filhos a respeitarem a Deus, ao pai e às autoridades. Os filhos são treinados não somente pelo que a mãe diz, mas também pela disposição, pelo

modo de agir e pela conduta da mãe. Através do serviço dedicado a Deus, a mulher da casa será louvada pelo marido e pelos filhos, e também por Deus. ❏

O Cuidado com as Viúvas
Os ensinos do Novo Testamento mostram que os cristãos devem ter uma preocupação com as necessidades das mulheres, em alguns casos mais do que com os homens. O cuidado com os viúvos não é mencionado, mas o socorro às viúvas era uma preocupação da igreja primitiva. Lemos em Atos 6:1–3 o seguinte:
Ora, naqueles dias, multiplicando-se o número dos discípulos, houve murmuração dos helenistas contra os hebreus, porque as viúvas deles estavam sendo esquecidas na distribuição diária. Então, os doze convocaram a comunidade dos discípulos e disseram: Não é razoável que nós abandonemos a palavra de Deus para servir às mesas. Mas, irmãos, escolhei dentre vós sete homens de boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria, aos quais encarregaremos deste serviço. (Veja 1 Timóteo 5:3, 16; Tiago 1:27.)

igreja é descrita como uma mulher de grande dedicação e devoção a Cristo. Ela “espera em Deus e persevera em súplicas e orações, noite e dia” (1 Timóteo 5:5). Uma viúva idosa deve receber sustento se preencher os seguintes critérios:
…conte ao menos sessenta anos de idade, tenha sido esposa de um só marido, seja recomendada pelo testemunho de boas obras, tenha criado filhos, exercitado hospitalidade, lavado os pés aos santos, socorrido a atribulados, se viveu na prática zelosa de toda boa obra (1 Timóteo 5:9, 10).

Uma mulher digna de ser ajudada pela

Mulheres dessa natureza são exemplos altamente respeitados em qualquer sociedade. Essas mulheres são o produto dos ensinos de Jesus, ensinos esses que elevam a um nível mais nobre do que qualquer outro ensino, não só a posição da mulher na sociedade como também as qualidades espirituais por elas buscadas.

©Copyright 2004, 2006 by A Verdade para Hoje TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

3

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->