Você está na página 1de 28

CRITÉRIOS

PARA A ESPIROMETRIA DE
BOA QUALIDADE

Dr. Paulo Gurgel


CRITÉRIOS

ACEITAÇÃO

REPRODUTIBILIDADE

SELEÇÃO
VENTILAÇÃO VOLUNTÁRIA MÁXIMA

ACEITAÇÃO

• O padrão ventilatório é regular em volume


ou freqüência respiratória
• É no mínimo igual ao VEF1 do indivíduo
multiplicado por 35 para refletir o esforço
adequado
VENTILAÇÃO VOLUNTÁRIA MÁXIMA

REPRODUTIBILIDADE

• O maior valor e o segundo maior valor


devem diferir menos que 10%
• O melhor teste para o VVM é aquele que
demonstra o maior valor
CAPACIDADE VITAL LENTA

ACEITAÇÃO

Um platô de volume deve ocorrer ao


final da inspiração e expiração máximas
CAPACIDADE VITAL LENTA

REPRODUTIBILIDADE

• Pelo menos duas manobras aceitáveis foram


obtidas
• Os volumes destas manobras devem diferir
< 100mL
CVL = CVF

• São normalmente iguais (podem diferir < 200mL)


• CVL < CVF: esforço inadequado pode ser a
causa
• CVL > CVF: compressão dinâmica das vias
aéreas durante a manobra de CVF pode
estar causando alçaponamento de ar
Índice de Tiffeneau

Se a CVL é significativamente maior do


que a CVF a relação VEF1/CVF pode ser
superestimada. A relação VEF1/CVL deve
ser usada nesta situação.
CURVA FLUXO-VOLUME
ACEITAÇÃO
• Inspiração máxima antes do início do teste
• Pausa pós-inspiração (?)
• Expiração
– Início abrupto
– Esforço máximo
– Término satisfatório
– Duração satisfatória
• Ausência de artefatos
INÍCIO / VREP
Volume retroextrapolado
– < 5% da CVF ou 150mL
INÍCIO / PFE
Pico de fluxo expiratório (entre os
três maiores valores de PFE)
– < 10% ou 500mL

Tempo necessário para alcançar o PFE


Percentual da CVF para se atingir o PFE
BLAST, NOT JUST BLOW
ESFORÇO EXPIRATÓRIO
máximo x submáximo
TÉRMINO
• Platô no último segundo
• Desconforto acentuado ou risco de síncope
DURAÇÃO
• Em geral 6s
• Pelo menos 10s na presença de obstrução,
idealmente 15s
AUSÊNCIA DE ARTEFATOS

• Tosse no 1º segundo
• Vazamento
• Obstrução da peça bucal
• Manobra de Valsalva
ACEITAÇÃO

PELO MENOS TRÊS TESTES ACEITÁVEIS

REPRODUTIBILIDADE
CURVA FLUXO-VOLUME
REPRODUTIBILIDADE

• Para CVF e VEF1 os dois maiores valores


devem diferir < 150mL
• Se estes critérios não são preenchidos após
oito tentativas, interrompa o exame e siga
com a interpretação usando os três melhores
testes
SELEÇÃO

• CVF: a maior obtida


• VEF1: o maior dentre as curvas com valores
de PFE aceitáveis
• FEF25-75%: o da curva com a maior soma
de CVF e VEF1, obedecido o critério anterior
SELEÇÃO

CURVAS
Teste 1 2 3 4 Seleção

CVF 3,08 3,02 3,00 3,08 3,08

VEF1 1,54 1,50 1,45 1,43 1,50

VEF1/CVF 50 50 48 46 49

FEF25-75% 0,66 0,60 0,63 0,62 0,60

PFE 3,45 3,79 3,85 4,00 4,00


GRATO PELA ATENÇÃO

pgcs@ig.com.br