Você está na página 1de 91
MANUAL DE EXAMES

MANUAL DE EXAMES

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

ii

"Os golpes doem muito Perder dói muito Pontapear até não poder mais dói muito

Muitas vezes creio que o melhor seria deixar isto. Sabes que o Taekwondo provoca muita dor…

Também sabes, que mais dor provocará não o ter.

Chama-se Taekwondo e é a nossa paixão. Não peças explicações.” Juan Antonio Ramos Bicampeão Mundial e Europeu

ÍNDICE

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

iii

I. História do Taekwondo

4

II. A Competição

10

 

Combate

11

Poomsae

13

III. Técnicas

15

IV. Poomsae

37

V. Programa de exames infantil

54

VI. Programa de exames Junior e Adulto

66

VII.

Regulamento de Exame

77

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

4

I. HISTÓRIA DO TAEKWONDO

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

5

«O Taekwondo é uma disciplina que mostra o caminho para melhorar o espírito e a vida através do treino do corpo e da mente. Hoje, tornou-se um desporto global que ganhou uma reputação internacional, encontrando-se entre as modalidades dos jogos Olímpicos.» (WTF: s/data)

O Taekwondo é uma arte milenar que foi introduzida recentemente nos jogos

Olímpicos, mais especificamente no ano 2000, como modalidade oficial. Uma

modalidade com características que possibilitam ao praticante atingir autoconfiança,

melhorar o condicionamento físico e também desenvolver o seu carácter (GOULART:

2005).

No ano de 670 a.C., a Coreia estava dividida em três reinos: Silla, Koguryo e Baekche.

Num túmulo real da dinastia Koguryo encontram-se pinturas no tecto que nos mostram

a prática do Tae Kyon, a forma mais antiga do Taekwondo. Essas pinturas, tais como

outras, mostram-nos um combate sem armas, apenas com técnicas que se assemelham

às do Taekwondo moderno. Embora o Taekwondo tenha aparecido primeiramente em

Koguryo, é a aristocracia guerreira de Silla, a Hwarang (equivalente aos Samurais

japoneses) que é considerada como a criadora e difusora da arte através da Coreia. Dos

três reinos, Silla foi o primeiro a ser formado, mas permaneceu pequeno e pouco

civilizado. A costa de Silla era constantemente invadida por piratas japoneses, o que

levou o rei Gwahkkaeto do reino Koguryo, a enviar forças para ajudar o reino vizinho a

lutar contra os piratas. Foi nessa altura que o Tae Kyon foi pela primeira vez

introduzido junto à classe guerreira de Silla, ensinado directa e secretamente a alguns

guerreiros de Silla pelos primeiros mestres da arte. Estes guerreiros treinados no Tae

Kyon tornam-se conhecidos como Hwarangs (GOULART: 2005).

Os

Hwarangs foram responsáveis pela difusão do Tae Kyon na Coreia durante a dinastia

de

Silla que durou entre 668 a.C.

e

935 a.C

Durante este período, o Tae Kyon

permaneceu principalmente como um desporto e uma actividade recreativa para

melhorar a forma física, embora fosse também um excelente sistema de autodefesa. Até

o fim da dinastia Koryo (935 a 1392 d.C.), o fundamento da arte não se alterou. Durante

este tempo, Tae Kyon tornou-se conhecido como Subak, passando de um sistema de

desenvolvimento e melhoria das capacidades físicas para uma arte de combate. Durante

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

6

a dinastia Yi (1397-1907) o Subak apenas sobreviveu à custa de algumas famílias

coreanas que foram passando de geração em geração os conhecimentos desta arte

(GOULART: 2005).

Em 1909, os japoneses invadiram a Coreia e mantiveram a ocupação durante os

seguintes 36 anos. Para controlar o patriotismo coreano, os japoneses baniram todas as

práticas de artes militares, a língua coreana e queimaram mesmo todos os livros escritos

na Coreia. Todas estas proibições contribuíram para que surgisse, de novo, o interesse

pelo Subak. Muitos coreanos organizavam-se em grupos secretos e praticavam esta arte

marcial nos templos budistas mais remotos. Outras pessoas deixavam a Coreia para

treinar artes marciais noutros países, como a China ou o Japão (MORRIS: 1994).

Em 1943, o Judo, o Karate e o Kung-fu foram oficialmente introduzidos na Coreia e as

artes marciais voltaram a tornar-se extremamente populares. Em 1945, após a segunda

grande guerra, a Coreia foi libertada. Nos anos anteriores, e especialmente em 1945,

surgem diversas variações do Subak/Tae Kyon, com a influência das outras artes

marciais que tinham sido introduzidas na Coreia (MORRIS: 1994).

Assim, em 1945 surge a primeira escola (Kwan) onde se ensinava uma arte marcial

nativa coreana, que foi aberta em Seoul, chamando-se Chung Do Kwan. No mesmo ano,

o Moo Duk Kwan e o Yun Moo Kwan foram também abertos em Seoul. No ano

seguinte, abriram o Chang Moo Kwan e o Chai Moo Kwan. Sete novas escolas abriram

entre 1953 e os princípios dos anos 60. Embora todas estas escolas afirmassem ensinar a

arte marcial coreana tradicional, cada uma dava mais ênfase a diferentes aspectos do

Tae kyon e diversos nomes apareceram: Soo Bahk Do, Kwon Bop, Tae Soo Do e Dang

Doo (GOULART: 2005).

A diferença entre os diversos Kwan impediram a criação de um quadro regular durante

10 anos. Porém, estes métodos de luta encontraram uma forte aceitação nos meios

militares, especialmente através do 2º Tenente Hong Hi Choi que ensinava Tae Kyon na

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

regime de infantaria conheceram o Tae Kyon, convidando Choi a realizar várias

demonstrações

MORRIS: 1994).

2005;

e

palestras

sobre

a

arte,

nos Estados

Unidos

(GOULART:

7

O ponto de viragem das artes marciais Coreanas surge em 1952, aquando da guerra da

Coreia, quando o Presidente Syngman Rhee viu uma performance de mestres coreanos

durante 30 minutos. Este ficou especialmente interessado quando Tae Hi Nam partiu 13

telhas com um único soco. Após a demonstração Rhee falou com o Tenente Choi, sobre

as artes marciais, e ordenou aos seus chefes militares que todos os soldados coreanos

deveriam receber treino específico, com base nas artes marciais (MORRIS: 1994).

Durante este período difícil da história da Coreia, grupos de soldados das forças

especiais, com treino em artes marciais, foram formados para combater contra as forças

comunistas da Coreia do Norte. Uma das mais famosas forças especiais ficou conhecida

como Tigres Negros (MORRIS: 1994).

A guerra da Coreia terminou em 1953, e em 1954, Hong Hi Choi já com a patente de

general organizou a 29ªInfantaria na ilha de Che Ju, como o centro de treino de Tae

Kyon para os militares (MORRIS: 1994).

No dia 11 de Abril de 1955, numa conferência de mestres, historiadores e promotores

do Tae Kyon, a maioria dos mestres das Kwan decidiu juntar os seus vários estilos para

um benefício mútuo para todas as escolas. O nome Tae Soo Do foi aceite pela maioria

dos mestres. Contudo, dois anos após a conferência, o nome foi novamente mudado,

desta vez para Taekwondo. O nome foi sugerido pelo general Hong Hi Choi por ser

parecido com o Tae Kyon, promovendo a continuidade e mantendo a tradição, e

também porque descreve o significado da arte (Tae = pé, Kwon = mão, Do = técnica ou

caminho; significando assim a técnica ou caminho para destruir com a mão e o pé)

(MORRIS: 1994).

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

8

Em 1961, acabaram os desentendimentos das Kwans quando foi decretado, pelo novo

governo militar, que todas as Kwans fossem organizadas sob a forma de Associação

Coreana de Taekwondo (KTA como é internacionalmente conhecida). Com isto, em

1962, o Taekwondo surge pela primeira vez nos encontros nacionais de desporto da

Coreia. Neste mesmo ano, a KTA começou a enviar mestres e instrutores para vários

países do mundo, começando aqui a expansão do Taekwondo pelo mundo (MORRIS:

1994).

Na Coreia, o estudo do Taekwondo expandiu-se rapidamente desde o exército para os

liceus e universidades. Em Março de 1966, Choi fundou a Federação Internacional de

Taekwon-do (conhecida como ITF), passando a ser o seu presidente, deixando de lado a

presidência da Korean Taekwondo Association (KTA) e mudando a sede da ITF para

Montreal, no Canada, concentrando-se assim na organização internacional do

Taekwondo. Choi concentrou-se nos métodos de defesa pessoal e não propriamente no

desporto (MORRIS: 1994).

Em Maio de 1973, com Young-wun Kim na presidência da KTA, esta quebrou a sua

relação com a ITF e criou uma nova federação por considerarem que a sede mundial do

Taekwondo devia ser na Coreia. Criou-se assim a federação mundial de Taekwondo

(conhecida como WTF), coincidindo com o primeiro campeonato do mundo da

modalidade a ter lugar em Seul, na Coreia (MORRIS: 1994).

A WTF, desde o seu aparecimento realizou grandes esforços para estandardizar as

regras dos torneios e organizar competições de classe mundial. Após o 2º mundial de

Taekwondo, a WTF tornou-se membro da Associação Geral das Federações de

Desportos Internacionais (GAISF). A partir daqui o comité olímpico Internacional

(COI) reconheceu e admitiu a WTF em Julho de 1980. Numa rápida ascensão como

modalidade desportiva, o Taekwondo foi nomeado pelo COI como desporto de

demonstração nos Jogos Olímpicos de 1988, e também nos Jogos de 1992 (MORRIS:

1994).

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

9

A 4 de Setembro de 1994 o Taekwondo foi admitido como modalidade Olímpica oficial

para o ano 2000, nas 27ª Olimpíadas de Sidney. A sua inclusão no programa Oficial dos

Jogos Olímpicos foi votada na 103ª reunião do COI. Assim, o Taekwondo é hoje uma

arte marcial e um moderno desporto de combate praticado em mais de 170 países e com

mais de 50 milhões de praticantes em todo o mundo (GOULART: 2005).

O Taekwondo em Portugal

Em 1974, o mestre Chung Son Young inicia o ensino da modalidade no Sporting Clube

de Portugal, após realizar uma exibição durante o intervalo de um jogo de futebol

(SOUZA: 2003).

A primeira associação com o objectivo de normalizar a pratica e gerir as graduações dos

praticantes surge em 1975, com o nome de Associação Portuguesa de Taekwondo. No

ano de 1978, surgem os primeiros cintos negros e começam a surgir escolas espalhadas

por todo o país (SOUZA: 2003).

Em 1985, o mestre Chung deixa o Sporting Clube de Portugal, criando-se uma grande

ruptura entre os cintos negros e os elementos que geriam o Taekwondo, devido a

divergências entre o mestre Chung e a Associação Portuguesa de Taekwondo. Com

Chung cria-se em 1987 a Associação Portuguesa de Taekwondo – Mestre Chung

(SOUZA: 2003).

Após estas divergências e um período conturbado dentro da modalidade começa a surgir

a ideia da criação de uma Federação que se organizasse, supervisionasse e

desenvolvesse a modalidade em Portugal (SOUZA: 2003).

A Federação Portuguesa de Taekwondo (FPT) foi fundada a 27 de Novembro de 1992

passando a controlar todos os destinos da modalidade na sua vertente desportiva – WTF

(SOUZA: 2003).

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

II. A COMPETIÇÃO

10

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

11

Combate

O Taekwondo é um desporto que usa 90% técnicas de pernas e apenas 10% de técnicas

de mãos. As suas regras estão voltadas para este tipo de técnicas possibilitando a

marcação de pontos mais facilmente desta forma (GOULART: 2005).

Regras de Competição

As regras e artigos a seguir definidos foram retirados e adaptados da última legislação

definida pela WTF, em 2010, para as competições de combate:

Os combates de Taekwondo realizam-se numa área de 8m por 8m e é chamada de “área

de competição”. A linha de 1m de largura na zona exterior da área de competição deve

ser de cor diferente da restante área, para avisar o atleta para não cruzar a linha de limite

da área.

Cada combate é realizado em 3 rounds de 2 minutos, com um de descanso entre cada

round. Em caso de empate, no final dos 3 rounds realiza-se um round extra no formato

de “morte súbita”.

O atleta deve vestir os equipamentos de protecção regulamentados pela WTF:

caneleiras, capacete, colete, protectores do antebraço, coquilha e protector bucal. Os

coletes e capacetes têm a cor azul e vermelha para distinguir os atletas.

Para a pontuação, existem três árbitros laterais que ficam dispostos à volta da área de

combate. Cada um destes árbitros possui um controlo remoto que serve para marcar os

pontos para um e outro atleta. Quando dois, ou três árbitros marcam ponto, este é

atribuído ao atleta em questão. Os pontos válidos são atribuídos da seguinte forma:

1. Um ponto para técnicas de perna e punho no colete.

2. Dois pontos para técnicas rotativas

3. Três pontos para técnicas na cabeça

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

12

5. Um ponto adicional pode ser dado numa situação onde o lutador tem a contagem de

knock down feita pelo árbitro e o mesmo abrir contagem.

Para controlar o combate, existe o árbitro central, que se movimenta na área de

combate, acompanhando os atletas. Cabe ao árbitro central a aplicação das punições por

actos ilegais. As técnicas não permitidas devem assim ser punidas com menos meio

ponto ou um ponto. São exemplo disso: socar o adversário no rosto, atacar depois do

árbitro parar o combate, empurrar, segurar, aplicar técnicas abaixo da cintura, técnicas

com os joelhos, cotovelos e cabeça, sair da área de combate e actos de indisciplina.

Para a realização destes combates é importante que haja um critério de selecção e

divisão dos atletas por categorias e escalões. Assim, no Taekwondo os atletas são

divididos em escalões de idade, cadete (11 a 13 anos), júnior (14 a 17 anos) e sénior

(acima de 18 anos), e dentro destes escalões são feitas divisões por categorias de peso

como passamos a referir:

1) Os pesos são divididos entre masculino e feminino.

2) Os pesos estão divididos basicamente da seguinte maneira:

DIVISÃO MASCULINA

DIVISÃO FEMININA

Não exceder 54 kg

Não exceder 46 kg

Não exceder 58 kg

Não exceder 49 kg

Não exceder 63 kg

Não exceder 53 kg

Não exceder 68 kg

Não exceder 57 kg

Não exceder 74 kg

Não exceder 62 kg

Não exceder 80 kg

Não exceder 67 kg

Não exceder 87 kg

Não exceder 73 kg

Mais de 87 kg

Mais de 73 kg

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

13

3) A divisão de pesos para os Jogos Olímpicos estão divididos da seguinte forma:

DIVISÃO MASCULINA

DIVISÃO FEMININA

Não exceder 58 kg

Não exceder 49 kg

Não exceder 68 kg

Não exceder 57 kg

Não exceder 80 kg

Não exceder 67 kg

Mais de 80 kg

Mais de 67 kg

4) A divisão de pesos para os Campeonatos Mundiais Júnior estão divididos da seguinte

forma:

DIVISÃO MASCULINA

DIVISÃO FEMININA

Não exceder 45 kg

Não exceder 42 kg

Não exceder 48 kg

Não exceder 44 kg

Não exceder 51 kg

Não exceder 46 kg

Não exceder 55 kg

Não exceder 49 kg

Não exceder 59 kg

Não exceder 52 kg

Não exceder 63 kg

Não exceder 55 kg

Não exceder 68 kg

Não exceder 59 kg

Não exceder 73 kg

Não exceder 63 kg

Mais de 73 kg e não exceder 78 kg

Mais de 63 kg e não exceder 68 kg

Mais de 78 kg

Mais de 68 kg

Poomsae

As Poomsae são um conjunto de técnicas básicas de Taekwondo, idealizadas pelos

mestres mais antigos como base para praticar o combate. Os seus criadores pretendiam

proporcionar um método de treino que qualquer pessoa pudesse realizar sozinha,

realizando técnicas básicas de ataque e defesa numa situação contínua, em qualquer

direcção permitindo que se defendessem de um ou mais adversários (HYANG: 1989).

A constante prática das Poomsae perfecciona o equilíbrio, a precisão dos movimentos e

a sua coordenação, assim como potencia a concentração e aumenta a resistência

(HYANG: 1989).

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

14

De acordo com a Poomsae, a razão de todos os movimentos é uma série de combates,

teste de potência, proeza e beleza. Embora o combate possa meramente indicar que o

oponente é mais ou menos avançado, as Poomsae são como um barómetro mais crítico

na evolução das técnicas individuais (GOULART: 2005).

Considerando todos os princípios filosóficos de harmonia, perfeição e beleza, não se

devem esquecer os pormenores técnicos na execução das Poomsae:

- O caminho de cada Poomsae constitui uma história que se vai desenvolvendo à

medida que se executa cada acção;

Cada

-

possibilidades;

Pessoa

tem

de

se

adaptar

à

execução

das

Poomsae,

às

suas

próprias

- Entre cada técnica de ataque e defesa deve existir harmonia de movimentos sem

desequilíbrios;

- Deve ter-se um cuidado especial com a posição do corpo nas diferentes zonas e

direcções da Poomsae;

- Deve existir harmonia entre a velocidade de execução das técnicas e a respiração, cada

acção num ritmo adequado;

- A prática deve conduzir a que as Poomsae deixem de ser um exercício morto, para se

tornarem uma manifestação viva dos princípios mais profundos que representam

(HYANG: 1989).

Nas Poomsae a competição consiste em realizar duas Poomsae previamente sorteadas

por etapa de competição correspondente à graduação do atleta que será avaliada por 4

árbitros que vão avaliar a qualidade da Poomsae. As categorias são divididas por idades.

Nesta competição, a pontuação é atribuída da seguinte forma: a técnica vale 5.0 e a

apresentação outros 5.0, que somados representam a nota obtida do atleta. A nota final

será a média da somatória da nota dos árbitros (WTF: 2006).

III. TÉCNICAS

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

15

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

Seogi

16

Moa seogi

- Pés Juntos

- Dedos a apontar para a frente

- Posição direita

- Pernas esticadas

- Pés Juntos - Dedos a apontar para a frente - Posição direita - Pernas esticadas

Movimento

Correto

Deduções (-0.1)

- Pés Juntos - Dedos a apontar para a frente - Posição direita - Pernas esticadas

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

17

Naranhi seogi

- Um pé de distância entre a zona interio dos dois pés

- Pernas esticadas

- Pés paralelos

Movimento

de distância entre a zona interio dos dois pés - Pernas esticadas - Pés paralelos Movimento

Corrreto

Deduções (-0.1)

de distância entre a zona interio dos dois pés - Pernas esticadas - Pés paralelos Movimento

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

18

Ap seogi

- Pé da frente a direito

- Pé de trás a 30º

- Duas pernas esticadas

- O interior dos dois pés deve formar uma linha

- Corpo a 45º

- Peso distribuído por ambas as pernas

dois pés deve formar uma linha - Corpo a 45º - Peso distribuído por ambas as

Movimento

Correto

Deduções (-0.1)
Deduções (-0.1)

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

19

Juchum seogi

- Distância de aproximadamente 2 pés

- Pésparalelos

- Peso igualmente distribuído por ambas as pernas com foco no interior da coxa

- Joelhos dobrados

Movimento

distribuído por ambas as pernas com foco no interior da coxa - Joelhos dobrados Movimento Correto

Correto

Deduções (-0.1)

distribuído por ambas as pernas com foco no interior da coxa - Joelhos dobrados Movimento Correto

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

20

Ap kubi

- 4-4½ pés a partir da origem from origin

- Pé da frente a direito

- Pé de trás a 30º

- Peso : 70% na frente, 30% atrás

- Quando se olha para baixo apenas se deve ver a ponta dos dedos da frente

- A distância entre as linhas interiors deve ser de 1 a 2 punhos - Numa posição direita, o corpo deve ter um angulo natural de 30º

deve ser de 1 a 2 punhos - Numa posição direita, o corpo deve ter um

Deduction Factors (-0.1)

deve ser de 1 a 2 punhos - Numa posição direita, o corpo deve ter um

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

21

Dwit kubi

- 3 pés a partir da origem

- Pé da frente a direito

- Pé de trás a 90º ( L )

- Peso: 30% à frente, 70% atrás

- Ombro, anca, joelho e pé de trás devem estar alinhados

Movimento

% à frente, 70 % atrás - Ombro, anca, joelho e pé de trás devem estar

Correto

Deduções (-0.1)

% à frente, 70 % atrás - Ombro, anca, joelho e pé de trás devem estar

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

22

Wen seogi ou Oreun seogi

- de uma posição paralela, mexer o pé esquerdo (wen) ou direito (oreun) para o respetivo lado

- Os pés formam um ângulo de 90º

( L )

Movimentos

Corretos

ou direito (oreun) para o respetivo lado - Os pés formam um ângulo de 90º (

Deduções (-0.1)

ou direito (oreun) para o respetivo lado - Os pés formam um ângulo de 90º (

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

23

Beom seogi

-

-

-

Pé de trás a 30º

Peso: 90% atrás e 10% à frente (sente-se como estando 100% atrás)

O pé da frente deve estar apoiado

e map chuk( como se estivesse de salto alto)

-

O Calcanhar do pé da frente deve

estar alinhado com a ponta dos dedos do pé de trás.

-

Joelhos dobrados

frente deve estar alinhado com a ponta dos dedos do pé de trás. - Joelhos dobrados

Movimento

Correto

Deduções (-0.1)

frente deve estar alinhado com a ponta dos dedos do pé de trás. - Joelhos dobrados

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

24

Ap koa seogi

- Perna da frente apoia em ap chuk

- Pé de trás a 30º

- A canela da perna de trás toca nos gémeos da perna da frente

- A distância entre os pés é de 1 punho

de trás toca nos gémeos da perna da frente - A distância entre os pés é

Movimento

Correto

Deduções(-0.1)

de trás toca nos gémeos da perna da frente - A distância entre os pés é

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

25

Dwit koa seogi

- Pé da frente a 45ª

- Perna de trás apoiada em ap chuk

- A canela da perna de trás toca os gémeos da perna da frente

- A distância entre os pés é de 1 punho

Movimento

Correto

de trás toca os gémeos da perna da frente - A distância entre os pés é

Deduções (-0.1)

de trás toca os gémeos da perna da frente - A distância entre os pés é

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

26

Hakdari seogi

- Suporte numa perna com o apontar para a frente

a

- Joelho da perna de apoio dobrado

- O outro joelho está dobrado com o interior do pé a tocar no arco inerno do joelho com a tíbia

- O pé elevado deve estar a direito e para a frente

Movimento

Correto

inerno do joelho com a tíbia - O pé elevado deve estar a direito e para

Deduções (-0.1)

inerno do joelho com a tíbia - O pé elevado deve estar a direito e para

Naranhi seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

27

Naranhi seogi Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 27 Wen seogi Oreun seogi

Wen seogi

Naranhi seogi Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 27 Wen seogi Oreun seogi

Oreun seogi

Antzong seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

28

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 28 Juchum seogi Ap seogi Ap juchum

Juchum seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 28 Juchum seogi Ap seogi Ap juchum

Ap seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 28 Juchum seogi Ap seogi Ap juchum

Ap juchum seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

29

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 29 Ap Kubi Dwit kubi Ojha seogi

Ap Kubi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 29 Ap Kubi Dwit kubi Ojha seogi

Dwit kubi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 29 Ap Kubi Dwit kubi Ojha seogi

Ojha seogi

Beom seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

30

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 30 Moa Seogi Dwichuk Moaseogi Apchuk Moaseogi Kyotdari

Moa Seogi

Dwichuk Moaseogi

Apchuk Moaseogi

- Xairas Manual de Taekwondo 30 Moa Seogi Dwichuk Moaseogi Apchuk Moaseogi Kyotdari Seogi DwitKoa Seogi

Kyotdari Seogi

DwitKoa Seogi

- Xairas Manual de Taekwondo 30 Moa Seogi Dwichuk Moaseogi Apchuk Moaseogi Kyotdari Seogi DwitKoa Seogi

Hakdari seogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

31

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 31 Ogeum seogi Makki Olgul makki Olgul Bakkat

Ogeum seogi

Makki

Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 31 Ogeum seogi Makki Olgul makki Olgul Bakkat makk Olgul

Olgul makki

Olgul Bakkat makk

Manual de Taekwondo 31 Ogeum seogi Makki Olgul makki Olgul Bakkat makk Olgul Bitureo makki Bakkatpalmok

Olgul Bitureo makki

Bakkatpalmok olgul yop makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

32

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 32 Olgul Hecho makki Momtong Bakkat makki Momtong

Olgul Hecho makki

Momtong Bakkat makki

Momtong Kodureo makki

Olgul Hecho makki Momtong Bakkat makki Momtong Kodureo makki Bakkatpalmok momtong yop makki Momtong makki Momtong

Bakkatpalmok momtong yop makki

Momtong makki

Kodureo makki Bakkatpalmok momtong yop makki Momtong makki Momtong an makki Momtong bitureo makki Momtong Hecho

Momtong an makki

Momtong bitureo makki

Momtong Hecho makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

33

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 33 Arae makki Arae Kodureo makki Arae hecho

Arae makki

Arae Kodureo makki

Xairas Manual de Taekwondo 33 Arae makki Arae Kodureo makki Arae hecho makki Arae Otgoreo makki

Arae hecho makki

Arae Otgoreo makki

Olgul yop makki

makki Arae hecho makki Arae Otgoreo makki Olgul yop makki Anpalmok Momtong Bitureo Makki Anpalmok Momtong

Anpalmok Momtong Bitureo Makki

Anpalmok Momtong Hecho makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

34

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 34 Sonnal Momtong makki Sonnal Olgul Otgoreo makki

Sonnal Momtong makki

Sonnal Olgul Otgoreo makki

Sonnal Momtong Yop makki

makki Sonnal Olgul Otgoreo makki Sonnal Momtong Yop makki Sonnal Arae hecho makki Sonnal Arae Otgoreo

Sonnal Arae hecho makki

Sonnal Arae Otgoreo makki

Momtong Yop makki Sonnal Arae hecho makki Sonnal Arae Otgoreo makki Hansonnal Olgul Bakkat makki Hansonnal

Hansonnal Olgul Bakkat makki

Hansonnal Olgul Yop makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo Hansonnal momtong makki H a n s

Hansonnal momtong makki

Hansonnal momtong an makki

Hansonnal arae makki

35

l m o m t o n g an makki Hansonnal arae makki 35 Sonnaldeung Olgul

Sonnaldeung Olgul makki

Sonnaldeung Olgul hecho makki

makki 35 Sonnaldeung Olgul makki Sonnaldeung Olgul hecho makki Kuppinsonmok Olgul makki Kuppinsonmok momtong chuckyo makki

Kuppinsonmok Olgul makki

Kuppinsonmok momtong chuckyo makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

36

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 36 Batang olgul an makki Batangson momtong chuckyo

Batang olgul an makki

Batangson momtong chuckyo makki

36 Batang olgul an makki Batangson momtong chuckyo makki Batangson momtong makki B a t a

Batangson momtong makki

Batangson momtong nullo makki

Batangson arae makki

makki B a t a n g s o n m o m t o n

Kkureo Olligi

Santeul makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

37

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 37 Sonnaldeung santeul makki Wesanteul makki Sonnal Wesanteul

Sonnaldeung santeul makki

Wesanteul makki

Sonnal Wesanteul makki

santeul makki Wesanteul makki Sonnal Wesanteul makki Kawi makki Hwangso makki Sonbadak Kodureo bakkat makki Olgul

Kawi makki

Hwangso makki

makki Sonnal Wesanteul makki Kawi makki Hwangso makki Sonbadak Kodureo bakkat makki Olgul Kodureo yop makki

Sonbadak Kodureo bakkat makki

Olgul Kodureo yop makki

Keumgang makki

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

38

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 38 Pyojeok makki Meongye ppaegi Kongkyok Olgul jireugi

Pyojeok makki

Meongye ppaegi

Kongkyok

Manual de Taekwondo 38 Pyojeok makki Meongye ppaegi Kongkyok Olgul jireugi Momtong jireugi Arae jireugi Olgul

Olgul jireugi

Momtong jireugi

Arae jireugi

ppaegi Kongkyok Olgul jireugi Momtong jireugi Arae jireugi Olgul baro jireugi Momtong baro jireugi Momtong Bandae

Olgul baro jireugi

Momtong baro jireugi

Momtong Bandae jireugi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

39

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 39 Pyonjumeok olgul baro sewo jireugi Pyonjumeok olgul

Pyonjumeok olgul baro sewo jireugi

Pyonjumeok olgul bandae sewo jireugi

olgul baro sewo jireugi Pyonjumeok olgul bandae sewo jireugi Sosum jireugi Phojok jireugi “u” ja jireugi

Sosum jireugi

Phojok jireugi

“u” ja jireugi

bandae sewo jireugi Sosum jireugi Phojok jireugi “u” ja jireugi Chetdari jireugi Dwit jireugi Dangkyo Teok

Chetdari jireugi

Dwit jireugi

Dangkyo Teok jireugi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

40

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 40 Keumkang ap jireugi Keumkang yop jireugi Nalgae

Keumkang ap jireugi

Keumkang yop jireugi

Nalgae jireugi

40 Keumkang ap jireugi Keumkang yop jireugi Nalgae jireugi Olgul bakkat chigi Olgul kodureo bakkat chigi

Olgul bakkat chigi

Olgul kodureo bakkat chigi

Nalgae jireugi Olgul bakkat chigi Olgul kodureo bakkat chigi Mejumoek Olgul ap chigi Mejumoek Olgul an

Mejumoek Olgul ap chigi

Mejumoek Olgul an chigi

Mejumoek Olgul Naeryo chigi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

41

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 41 Sonnal Olgul ap chigi Sonnal Olgul an

Sonnal Olgul ap chigi

Sonnal Olgul an chigi

Sonnal Olgul Bakkat chigi

ap chigi Sonnal Olgul an chigi Sonnal Olgul Bakkat chigi Sonnaldeung momtong an chigi Komson olgul

Sonnaldeung momtong an chigi

Komson olgul ap chigi

Komson olgul an chigi

momtong an chigi Komson olgul ap chigi Komson olgul an chigi Batangson teok chigi Bangson momtong

Batangson teok chigi

Bangson momtong an chigi

Khaljaebi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

42

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 42 Kupinsonmok teok chigi Palkup ollyo chigi Palkup

Kupinsonmok teok chigi

Palkup ollyo chigi

Palkup dollyo chigi

teok chigi Palkup ollyo chigi Palkup dollyo chigi Palkup naeryo chigi Palkup Dwiro chigi Palkup Yop

Palkup naeryo chigi

Palkup Dwiro chigi

Palkup Yop chigi

chigi Palkup dollyo chigi Palkup naeryo chigi Palkup Dwiro chigi Palkup Yop chigi Jebi-poom teok chigi

Jebi-poom teok chigi

Jebi-poom mok-chigi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

43

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 43 Dankyo teok chigi Dangkyo teok chigi Hakdari

Dankyo teok chigi

Dangkyo teok chigi

Hakdari seogi tzireugi

teuksu poom

chigi Dangkyo teok chigi Hakdari seogi tzireugi teuksu poom Khun Doltzeogi Jageum doltzeogi Hakdari Doltzeogi Bawi

Khun Doltzeogi

chigi Dangkyo teok chigi Hakdari seogi tzireugi teuksu poom Khun Doltzeogi Jageum doltzeogi Hakdari Doltzeogi Bawi

Jageum doltzeogi

Hakdari Doltzeogi

Bawi milgi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

44

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 44 Taesan Milgi Chagi Nalgae Phyogi Ap

Taesan Milgi

Chagi

Nalgae Phyogi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 44 Taesan Milgi Chagi Nalgae Phyogi Ap

Ap Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

45

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 45 Bandal Chagi Dollyo Chagi Dwit Chagi

Bandal Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 45 Bandal Chagi Dollyo Chagi Dwit Chagi

Dollyo Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 45 Bandal Chagi Dollyo Chagi Dwit Chagi

Dwit Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

46

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 46 Mireo Chagi Momdollyo Huryo Chagi Naeryo

Mireo Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 46 Mireo Chagi Momdollyo Huryo Chagi Naeryo

Momdollyo Huryo Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 46 Mireo Chagi Momdollyo Huryo Chagi Naeryo

Naeryo Chagi

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

47

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 47 Yop Chagi

Yop Chagi

IV. POOMSAE

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

48

Associa9ao de Artes Orientais - Xairas 138 Manual de Taekwondo

de Artes Orientais - Xairas 138 Manual de Taekwondo r ' - l ' I \
de Artes Orientais - Xairas 138 Manual de Taekwondo r ' - l ' I \

r'-

l'

I

\

} -- ---

/ .: \ ,\

1

I

I

I

/d '

.

.

. <: $

,

'' ,

,

I

:,

'

'r.

/· / ,c; -1

I .

'

\

\ \

(5 ' - :

, , I : , ' 'r. / · / ,c; -1 I . • '

;'',

.

' ,.' '

, , I : , ' 'r. / · / ,c; -1 I . • '

,

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

39

de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 39 Link para vídeo Taeguk Il Chang -

Link para vídeo

Associa ao

140

Manual de Taekwondo

Associa ao 140 Manual de Taekwondo

Associa.yllo de Artes Orientais - Xairas 142

Manual de Taekwondo

Associ a.yll o de A rtes Orien ta i s - Xair as 142 Manual de

Associaqao de Artes Orientais - Xairas

43

Associaqao de Artes Orientais - Xairas 43 Link para video Taeguk Sam Chang http: / /www.youtube.com/watch?v
Associaqao de Artes Orientais - Xairas 43 Link para video Taeguk Sam Chang http: / /www.youtube.com/watch?v
Associaqao de Artes Orientais - Xairas 43 Link para video Taeguk Sam Chang http: / /www.youtube.com/watch?v

Link para video

A ssoc lio

1 44

A ssoc lio 1 44

Associa9ao deArtes Orientais- Xaitas 145 ManualdeTaekwonlo

Associa9ao deArtes Orientais- Xaitas 145 ManualdeTaekwonlo Link paraviieo Taeguk Sa Chang

Linkparaviieo

TaegukSa Chang

TAEGUK 0 CHANG

©

o&\

I

©

TAEGUK 0 CHANG © o& \ I ©

Associa iio

147

Mmual de Taekwondo

Associa iio 147 Mmual de Taekwondo Linkparavideo TaegukO!t C!tang ht!p :/1\v·w·w .vo

Linkparavideo

TaegukO!t C!tang

TAEGUK YUK CHANG

TAEGUK YUK CHANG

Associ ao

149

Manual de Taekwondo

Associ ao 14 9 Manual de Taekwondo Link para video Taeguk Yuk C hang http: /l
Associ ao 14 9 Manual de Taekwondo Link para video Taeguk Yuk C hang http: /l

Link para video

"

,

,

::ac

l,

"

,

A

:

v

I '0

" , , ::ac l, " , A : v I '0

Associ 8o de Artes Orientais- Xairas

151

Manualde Taekwondo

8o de Artes Orientais- Xairas 151 Manualde Taekwondo Linkp ara video Taeguk Chil Chang ht!p:l/www

Linkp ara video

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

52

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo 52

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

53

Links para vídeos Videos: - Taeguk Il Chang - http://media.fftda.com/taegeugiljang.wmv - Taeguk I Chang –
Links para vídeos Videos:
- Taeguk Il Chang - http://media.fftda.com/taegeugiljang.wmv
- Taeguk I Chang – http://media.fftda.com/taegeugyijang.wmv
- Taeguk Sam Chang - http://media.fftda.com/taegeugsamjang.wmv
- Taeguk Sa Chang - http://media.fftda.com/taegeugsajang.wmv
- Taeguk Oh Chang - http://media.fftda.com/taegeugohjang.wmv
- Taeguk Yuk Chang - http://media.fftda.com/taegeugyoukjang.wmv
- Taeguk Chil Chang - http://media.fftda.com/taegeugcthiljang.wmv
- Taeguk Pal Chang - http://media.fftda.com/taegeugpaljang.wmv

Link para vídeo

Taeguk Pal Chang

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

54

V. PROGRAMA DE EXAMES

INFANTIL

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

55

BRANCO/AMARELO – 9º KUP(infantil)
BRANCO/AMARELO – 9º KUP(infantil)

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Ti – cinto

Técnicas de Braços: Arae

Makki – Defesa Baixa Momtong

makki – Defesa média

Momtong Bande jirugui – Soco médio

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame: 15 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

56

AMARELO – 8º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor Dobok – fato Ti – cinto

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas as pernas esticadas com passo curto)

Técnicas de Braços: Arae

Makki – Defesa Baixa Momtong

makki – Defesa média Ogul

makki – Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé lateral médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Poomsae:

Taeguk il Chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

57

AMARELO/ VERDE – 7º KUP
AMARELO/ VERDE – 7º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor Dobok – fato

Posições:

Charyot - sentido Kionge – saudação Ti – cinto Chumbi - preparo

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Naranji Seogui – Pés paralelos separados à largura dos ombros

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki – Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio (braço da perna que está à frente)

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon Do

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé lateral médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dolyo Chagui - Pontapé circular à cabeça

Poomsae:

Taeguk il Chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

58

VERDE – 6º KUP
VERDE – 6º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Kiosanim – instrutor Ti – cinto Charyot - sentido Tae – pé

Posições:

Sambonim – Mestre Dobok – fato Kionge – saudação Chumbi – preparo Kwon - mão

Ap Kubi – Perna da frente dobrada , perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal ( ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi

Juchum seogi – Posição de cavaleiro

Naranji Seogui – Pés paralelos separados à largura dos ombros

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa

Alta

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki – Defesa

Momtong Bande jirugui – Soco médio

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Poomsae:

Taeguk il chang e Taeguk I chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame: 15 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

59

VERDE/AZUL – 5º KUP
VERDE/AZUL – 5º KUP

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor

Ti – cinto

Dobok – fato

Kionge – saudação

Charyot – sentido Wen – esquerda Oreun - direita

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi

Juchum seogi – Posição de cavaleiro

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon

Sandju jireugi – Arae Makki e momtong jirugui na posição de Ap kubi

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Bandal Chagui (360º) – pontapé circular com volta completa antes de bater

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Poomsae:

Taeguk il Chang

Taeguk i Chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame: 15 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

60

AZUL – 4º KUP
AZUL – 4º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor

Ti – cinto

Hana – um Dol – dois

Dobok – fato

Kionge – saudação

Charyot – sentido Wen – esquerda Oreun - direita

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi (pés em L separados e joelhos dobrados)

Moa Seogui – Pés juntos

Juchum Seogui – Posição de cavaleiro

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon

Sandju jireugi – Arae Makki e momtong jirugui na posição de Ap kubi

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Bandal Chagui (360º) – pontapé circular com volta completa antes de bater

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Poomsae:

Taeguk Il chang, Taeguk I Chang, Taeguk Sam chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

61

AZUL/VERMELHO – 3º KUP
AZUL/VERMELHO – 3º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor

Ti – cinto

Hana – um Dol – dois Set – três Net – quatro

Dobok – fato

Kionge – saudação

Charyot – sentido Wen – esquerda Oreun - direita

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi

Moa seogi – Pés juntos

Juchum seogi – Posição de cavaleiro

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon

Sandju jireugi – Arae Makki e momtong jirugui na posição de Ap kubi

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Bandal Chagui (360º) – pontapé circular com volta completa antes de bater

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Mondolyo Huryo Chagui – Pontapé com rotação por trás.

Poomsae:

Taeguk Il Chang, Taeguk I Chang, Taeguk Sam Chang, Taeguk Sa Chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

62

VERMELHO – 2º KUP
VERMELHO – 2º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Kiosanim – instrutor Ti – cinto Charyot – sentido Tae – pé

Sambonim – Mestre Dobok – fato Kionge – saudação Wen – esquerda Oreun - direita Kwon – Mão

Hana – um Dol – dois Set – três Net – quatro Saber o Básico sobre a origem do Taekwondo

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi (pés em L e joelhos dobrados com mais peso na perna de trás)

Moa seogui – Pés juntos

Juchum seogui – Posição de cavaleiro

Naranhi seogui – Pés paralelos à largura dos ombros

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki

Sandju jireugi – Arae Makki e momtong jirugui na posição de Ap kubi

Sonnal Montong Makki – Defesa com ambas as mãos abertas, defende com a parte de fora do braço que fica na frente

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

63

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Piockok chagui – Bater com a parte de dentro do pé na mão à altura da cabeça

Bandal Chagui (360º) – pontapé circular com volta completa antes de bater

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Dwit Chagui – Pontapé por trás (tipo coice)

Mondolyo Huryo Chagui – Pontapé com rotação por trás.

Thimio Yop Chagui – Pontapé lateral em salto

Poomsae:

Taeguk Il Chang, Taeguk I Chang, Taeguk Sam Chang, Taeguk Sa Chang, Taeguk Oh Chang,

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

64

VERMELHO/ NEGRO – 1º KUP
VERMELHO/ NEGRO – 1º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Kiosanim – instrutor Ti – cinto Charyot – sentido Tae – pé

Sambonim – Mestre Dobok – fato Kionge – saudação Wen – esquerda Oreun - direita Kwon – Mão

Hana – um Dol – dois Set – três Net – quatro Saber falar sobre Taekwondo

Posições:

Ap Kubi – Perna da frente dobrada, perna de trás esticada

Ap Seogui – Passo normal (ambas pernas esticas com passo curto)

Dwit Kubi – Posição de Pernas de Kirougi Chumbi (pés em L e joelhos dobrados com mais peso na perna de trás)

Moa seogui – Pés juntos

Juchum seogui – Posição de cavaleiro

Naranhi seogui – Pés paralelos à largura dos ombros

Técnicas de Braços:

Arae Makki – Defesa Baixa Defesa Alta

Momtong Bande jirugui – Soco médio

Sowon Jireugi – 3 socos a gritar Tae Kwon Do

Sequência de Arae, Momtong e Olgul Makki sem deslocamento

Momtong makki – Defesa média

Ogul makki

Sandju jireugi – Arae Makki e momtong jirugui na posição de Ap kubi

Sonnal Montong Makki – Defesa com ambas as mãos abertas, defende com a parte de fora do braço que fica na frente

Pionsonkut Sueo Chigui – Ataque com a ponta dos dedos, com a mão de apoio por baixo do cotovelo

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

65

Técnicas de Pernas:

Ap Chagui – Pontapé Frontal

Bandal Chagui – Pontapé circular médio

Naeryo Chagui – Pontapé de cima para baixo

Dollyo Chagui – Pontapé circular alto

Yop Chagui – Pontapé Lateral

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Piockok chagui – Bater com a parte de dentro do pé na mão à altura da cabeça

Bandal Chagui (360º) – pontapé circular com volta completa antes de bater

Thimio Nopi Chagui – Pontapé de bicicleta

Mondolyo Huryo Chagui – Pontapé com rotação por trás.

Dwit Chagui – Pontapé por trás (tipo coice)

Thimio Yop Chagui – Pontapé lateral em salto

Poomsae:

Taeguk Il Chang, Taeguk I Chang, Taeguk Sam Chang, Taeguk Sa Chang, Taeguk Oh Chang, Taeguk Yuk Chang

Exercícios:

Exercícios de força e flexibilidade a pedido do examinador

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 15

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

66

VI. PROGRAMA DE EXAMES

JUNIOR E ADULTO

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

67

BRANCO/AMARELO – 9º KUP
BRANCO/AMARELO – 9º KUP

Vocabulário:

Dojang – sala de treino Sambonim – Mestre Kiosanim – instrutor Dobok – fato Ti – cinto

Poomsae:Sandju jireugi:

Arae Makki e Momtong baro jireugi (4 direcções)

Son Kisul

Bal Kisul

Seogi Kisul

Makki

 

Kongkyok

Chagi

Seogi

- Arae Makki

-

Momtong baro

- Ap chagi

- Moa seogi

- Momtong Makki

Jireugi

- Bandal chagi

- Naranhi seogi

- Olgul Makki

Momtong Bande Jireugi

-

- Dollyo chagi

- Ap seogi

- Naeryo chagi

- Apkubi seogi

 

KISUL KYORUGI

Sebeon Kyorugi

Yonsok Chagi

Chaio Kyorugi

(Combate a 3 passos)

- 3 Acções de braços

- 2 Acções de pernas deslocamento (escolhidas pelo atleta)

-

(escolhidas pelo atleta )

Hooshinsul

Kyokpa

Yonsok Dongkya

- 3 acções de defesa em situações de preensão.

-

-

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

68

AMARELO – 8º KUP
AMARELO – 8º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- História do Taekwondo (breves referências)

- Kukkiwon

- 5 Princípios do Taekwondo (Cortesia, Integridade, Perseverança, Autodomínio, Espírito Indomável)

- Kionge – saudação

- Charyot - sentido

Poomsae:

- Taeguk Il Chang

 

Son Kisul

Bal Kisul

 

Seogi Kisul

 

Makki

 

Kongkyok

Chagi

 

Seogi

- Sequência de

 

- Sowon Jireugi

- Yop chagi

-

Dwit Kubi

Arae, Momtong e

-

Yop Jireugi

- Mireo chagi

-

Juchum seogi

Olgul Makki sem deslocamento - Momtong Bakkat Makki

Olgul Bakkat Chigi

-

- An chagi

-

Todas as

- Dwit chagi

anteriores

-

Todas as

- Todas as anteriores

anteriores

-

Sonnal

Momtong Makki

-

Todas as

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 

Sebeon Kyorugi

Yonsok Chagi

Chaio Kyorugi

(Combate a 3 passos)

-

5 Acções de braços

- 4 Acções de pernas deslocamento (escolhidas pelo atleta)

-

(escolhidas pelo atleta )

 

Hooshinsul

Kyokpa

Yonsok Dongkya

 

- 3 acções de defesa em situações de preensão.

-

-

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

69

AMARELO/ VERDE – 7º KUP
AMARELO/ VERDE – 7º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- História do Taekwondo (Origem, Criador, Taekwondo Olímpico)

- WTF, ETU, FPT

- Hana – um

- Dol - dois

-

Set – três

-

Net – quatro

-

Wen – esquerda

- Oreun - direita

Poomsae:

- Taeguk I Chang

- Anteriores

 

Son Kisul

 

Bal Kisul

Seogi Kisul

 

Makki

 

Kongkyok

Chagi

Seogi

-

Arae yop Makki

-

Palkup Dollyo

- Bandal e Naeryo chagi

- Boem seogi

-Hansonnal Olgul Bakkat Makki

Chigi

 

- Bandal e Dwit chagi

- Oreun seogi

-

Sonnal Mok

- Bakkat chagi

- Wen seogi

-

Han Sonnal

Chigi

 

- Todas as anteriores

- Todas as

Momtong Yop

-

Deungjumeok

anteriores

Makki

Ap Chigi

-

Todas as

-

Todas as

anteriores

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 
 

Sebeon Kyorugi

 

Yonsok Chagi

Chaio Kyorugi

(Combate a 3 passos)

-

8 Acções de braços

- 5 Acções de pernas deslocamento (escolhidas pelo atleta)

 

-

(escolhidas pelo atleta )

 
 

Hooshinsul

Kyokpa

Yonsok Dongkya

 

- 5 acções de defesa em situações de preensão.

 

-

- 4 Acções a avançar e recuar (escolhidas pelo atleta). As posições devem variar entre Ap soegi e Apkubi seogi.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

70

VERDE – 6º KUP
VERDE – 6º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- História do Taekwondo (Taekwondo em Portugal: referências)

- Palkup – Cotovelo

-

Bal – Pé

-

Mureup

-

Ap Al Guntchi – zona anterior do pé

Poomsae:

- Taeguk Sam Chang

- Anteriores

 

Son Kisul

   

Bal Kisul

 

Seogi Kisul

 

Makki

Kongkyok

 

Chagi

 

Twio

 

Seogi

-

Bakkatpalmok

-

Pyonsonkkeut

-

Bandal chagi

-

Twio Ap

-

Apchuk

Olgul Yop Makki

Sewo Tzireugi

(360º)

chagi

Moaseogi

-

Arae Hecho

-

Palkup Yop

-

Momdolyo

-

Twio Yop

-

Dwitkkoa

Makki

Chigi

Huryo chagi

chagi

seogi

-

Han Sonnal

-

Sonnaldeung

-

Bitureo chagi

-

Todas as

Olgul An Makki

Momtong An

-

Todas as

anteriores

-

Todas as

Chigi

anteriores

anteriores

-

Todas as

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 
 

Sebeon Kyorugi

Yonsok Chagi

 

Chaio Kyorugi

(Combate a 3 passos)

 

-

10 Acções de braços

-

8 Acções de pernas

 

-

combate 1 contra 1

(escolhidas pelo atleta )

deslocamento (escolhidas pelo atleta)

(durante 2 minutos – sem contacto)

 

Hooshinsul

 

Kyokpa

 

Yonsok Dongkya

-

8 Acções de defesa em

-

1 Tábua em Momtong

 

-

5 Acções a avançar e

situações de preensão/ataques com pau ou faca.

jireugi

recuar (escolhidas pelo

-

1 Tábua em Ap chagi

 

atleta). As posições devem

 

variar entre Ap soegi e Apkubi seogi e Boem seogi

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame: 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

71

VERDE/AZUL – 5º KUP
VERDE/AZUL – 5º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- Taekwondo (Base e objectivo das Poomsae)

- Palmok - Antebraço

- Batangson – Palma da mão

Poomsae:

- Taeguk Sa Chang

- Anteriores

 

Son Kisul

   

Bal Kisul

Seogi Kisul

 

Makki

Kongkyok

 

Chagi

 

Twio

 

Seogi

-

Sonnal

-

Dangkyo Teok

Ap chagi e Yop chagi

-

-

Twio

- Hakdari seogi

Keumgang

Jireugi

Dollyo

- Ohja seogi

Makki

-

Jebi-poom

(mesma perna

chagi

- Ap

-

Kawi Makki

Mok Chigi

sem pousar)

-

Twio dwit

Juchumseogi

-

Wesanteul

-

Kawisonkkeut

-

Pyojeok

chagi

-

Todas as

Makki

Olgul tzireugi

chagi

-

twio

anteriores

-

Todas as

-

Todas as

-

Todas as

Bandal

anteriores

anteriores

anteriores

(360º)

 

KISUL KYORUGI

 
 

Anbeon Kyorugi

Yonsok Chagi

 

Chaio Kyorugi

(Combate a 1 passo)

 

-

12 Acções de braços ou

-

10 Acções de pernas com

-

combate 1 contra 1

pernas (escolhidas pelo atleta)

deslocamento (escolhidas pelo atleta)

 

(durante 2 minutos – sem contacto na cabeça)

 

Hooshinsul

 

Kyokpa

 

Yonsok Dongkya

-

10 Acções de defesa em

-

1 Tábua em Palkup

 

-

6 Acções a avançar e

situações de preensão/ataques com pau ou faca.

Dollyo chigi

 

recuar (escolhidas pelo

-

1 Tábua em Dwit chagi

 

atleta). Posições: Ap soegi

1 Tábua Hansonnal mok chigi

-

e Apkubi seogi, dwit kubi e Boem seogi

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame: 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

72

AZUL – 4º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- Taekwondo (questões realizadas pelo examinador sobre o espírito marcial, o seu significado e a sua aplicação)

Poomsae:

- Taeguk Oh Chang

-

Anteriores

 

Son Kisul

 

Bal Kisul

 

Seogi Kisul

 

Makki

 

Kongkyok

 

Chagi

 

Twio

 

Seogi

-

Hansonnal

-

Pyonjumeok

-

Yop chagi

-

Twio

-

Dujumeok

Bitureo Makki

Olgul Bandae

(Arae , Momtong e olgul sem

Momdollyo

heori Junbi

-

Arae Otgoreo

jireugi

Huryo chagi

seogi

Makki

-

Keumkang Ap

pousar)

-

Twio

-

Oreun e Wen

-

Hecho Santul

jireugi

-

Dwit chagi e

Mireo Ap

Apkkoa seogi

Makki

-

Sonnal Olgul

Huryo chagi

chagi

-

Dwichuk

-

Batangson

Bakkat chigi

- Palkup Ollyo

(seguidos sem

-

twio

Moaseogi

-

Todas as

Momtong Makki

pousar)

Naeryo

-

Todas as

 

-

Todas as

chigi

anteriores

chagi (360º)

anteriores

anteriores

-

Todas as

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 

Anbeon Kyorugi

Yonsok Chagi

 

Chaio Kyorugi

(Combate a 1 passo)

 

-

15 Acções de braços ou

-

12 Acções de pernas com

-

combate 1 contra 1

pernas (escolhidas pelo atleta )

deslocamento (escolhidas

(oficial)

pelo atleta)

 

Hooshinsul

Kyokpa

 

Yonsok Dongkya

-

12 Acções de defesa em

1 Tábua em Sonnaldeung Momtong An chigi

-

-

6 Acções a avançar e

situações de preensão/ataques com pau

recuar (escolhidas pelo

-

1 Tábua em Twio Yop

atleta). Posições: Ap soegi

ou faca.

nomeo chagi (por cima de 2 atletas)

e Apkubi seogi, dwit kubi, juchum seogi e Boem seogi

1 Tábua em Twio Nopi chagi

-

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

73

AZUL/VERMELHO – 3º KUP
AZUL/VERMELHO – 3º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- Taekwondo (Regras de competição/combate: Provas Principais, escalões, categorias, sistema de Pontuação, faltas.)

Poomsae:

- Taeguk Yuk Chang

-

Anteriores

 

Son Kisul

 

Bal Kisul

 

Seogi Kisul

 

Makki

 

Kongkyok

 

Chagi

 

Twio

 

Seogi

-

Pyojeok Makki

-

Jebi-poom

-

Wesanteul

-

Bandal

-

Bojumeok

-

Hwangso Makki

Teok chigi

yop chagi

chagi (4x)

Junbi seogi

Sonnaldeung Olgul Makki

-

- Khaljaebi

-

Todas as

-

Bandal e

-

Ogeum seogi

- Sonnal Olgul

anteriores

Momdollyo

-

Todas as

-

Batangson

Bakkat chigi

Huryo

anteriores

Momtong Nullo

-

Chetdari

chagui

Makki

Jireugi

-

Kawi ap

-

Todas as

-

Todas as

chagi

anteriores

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 

Anbeon Kyorugi

 

Yonsok Chagi

 

Chaio Kyorugi

(Combate a 1 passo)

   

-

18 Acções de braços ou

-

12 Acções de pernas com

-

Combate 1 contra 1

pernas (escolhidas pelo atleta)

deslocamento (escolhidas

(oficial)

pelo atleta)

 

Hooshinsul

 

Kyokpa

 

Yonsok Dongkya

-

15 Acções de defesa em

-

2 Tábuas em Momtong

-

8 Acções a avançar e

situações de preensão/ataques com pau ou faca.

Jireugi

recuar (escolhidas pelo

-

1 Tábua em Twio Yop

atleta). Posições:

nomo chagi (por cima de 2 atletas)

escolhidas pelo atleta mas nunca repetidas 2x

 

1 Momdollyo Huryo Chagi

-

seguidas.

Nota: Ver o regulamento

Custo do exame : 25 €

Associação de Artes Orientais - Xairas Manual de Taekwondo

74

VERMELHO – 2º KUP
VERMELHO – 2º KUP

Vocabulário/Conhecimentos:

- Taekwondo (Regras de competição/Poomsae: Provas Principais, escalões, categorias, sistema de Pontuação, faltas.)

Poomsae:

- Taeguk Chil Chang

- Anteriores

 

Son Kisul

Bal Kisul

Seogi Kisul

 

Makki

 

Kongkyok

Twio

Seogi

-

Hakdari

- Naeryo jireugi

- Bandal chagi e dwit chagi

- Tongmilgi

keumgang makki

- “U”Ja jireugi

- An Chagi (360º)

Junbi seogi

-

Meongye

- Nalgae jireugi

- Modumbal Ap chagi

- Todas as

Ppaegi

- Batangson

Várias técnicas a pedido do examinador

-

anteriores

-

Olgul Kodureo

Teok chigi

Yop Makki

-

Todas as

 

-

Sonnaldeung

anteriores

Momtong Hecho

Makki

-

Todas as

anteriores

 

KISUL KYORUGI

 

Anbeon Kyorugi

Yonsok Chagi

 

Chaio Kyorugi

(Combate a 1 passo)

 

-

20 Acções de braços ou

-