Você está na página 1de 1

www.gagueira.org.

br

Dr. Gerald Maguire acredita


que a gagueira é parcialmente FATOS SOBRE
causada por um defeito na
parte do cérebro que controla
A GAGUEIRA

Rompendo o a temporalização da fala.


„ Mais de 60 milhões de pessoas no
mundo, adultos, adolescentes e
crianças, sofrem de gagueira. Só

silêncio em torno
no Brasil, estima-se que esse nú-
mero chegue a 1,8 milhão.
„ Cada gagueira tem uma identida-
de própria, e a forma de manifes-

da gagueira
tação da dificuldade difere de
pessoa pra pessoa. Conseqüen-
temente, as modalidades de tra-
tamento devem ser planejadas de
acordo com as singularidades de
cada indivíduo. Porém, junto com
Dr. Gerald Maguire tem razões essas singularidades, também é
possível identificar claramente al-

pessoais para devotar sua vida à guns padrões universais na ga-


gueira: as repetições de sílabas, os
prolongamentos, os bloqueios si-

pesquisa e ao tratamento da gagueira lenciosos, as contorções faciais


enquanto a pessoa tenta falar, a
presença de tiques vocais e ou-
tros movimentos involuntários.
Por Lisa Wither mentou pessoalmente esses desafios, de conseguir um enorme
Um homem está andando em uma livraria e resolve mas se recusou, ainda quando crian- avanço no tratamento da ga- „ Em muitos casos de gagueira, é
comum que ela apareça associada
perguntar ao atendente: “Vo-vocês t-têm uma s- ça, a ser tolhido por eles. Nas aulas de gueira”, diz Kirkup. “A gaguei-
a outras condições patofisiologi-
seção de viagem?” O atendente responde: “S-sim, gramática, ele descobriu que, se imi- ra afeta a vida inteira de al- camente relacionadas. Entre as
senhor, ali naquela pa-parede”. Zangado, o homem tasse vozes de personagens de dese- guém, então é muito impor- comorbidades mais freqüentes da
pergunta: “Vo-você está me imitando?” O atendente nho animado, conseguiria fazer seus tante que exista um lugar gagueira estão a síndrome de
diz: “N-não, senhor, jamais”. colegas de classe rirem com ele, em como esse, em que as pessoas Tourette, as distonias, o TDAH e o
Enquanto o homem procura seu livro, um outro vez de rirem dele. Ele também apren- possam receber orientação e TOC.
comprador pergunta: “Vocês têm uma seção de cu- deu cedo a importância de ter um ajuda. Sob o comando do Dr. „ Acredita-se que a gagueira pos-
linária?” Sem gaguejar, o atendente responde: “Logo bom vocabulário, que lhe dava op- Maguire, a UCI será conhecida sua um componente genético, já
ali à frente, amigo”. ções para contornar palavras proble- como um lugar de referência que ela tende a ocorrer em famí-
Furioso,o primeiro homem vai tirar satisfação com máticas. jam. Piadas maliciosas são seguidas por comentá- Outra coisa crucial na gagueira é a intervenção para o tratamento completo da gagueira.” lias.
o atendente: “Você e-estava me i-imitando!” Ele recorda: “Um ano, fui escolhido para apre- rios na linha “onde está seu senso de humor?” As precoce. A prática clínica tem mostrado que crian- „ A gagueira atinge mais homens
“N-não, senhor. Eu estava imitando era ele.” sentar um trabalho sobre minha família na classe. tentativas de avançar na vida são desencorajadas, ças que iniciam a terapia fonoaudiológica assim O futuro do que mulheres, na proporção
Só que, por mais que tentasse, eu não conseguia algo que Maguire experimentou na pele enquan- que a gagueira surge (geralmente por volta dos 3 Agora, aos 42 anos, Maguire, o homem que não de 4:1.

N
os livros de piadas meio-sem-graça, esta dizer a palavra ‘brother’ facilmente. Meu glossário to cursava a faculdade de medicina. Nos seminá- anos) mostram progresso significativo. “Algumas tem memórias de um tempo em que não gague- „ Em crianças, a incidência da ga-
deve ser uma das menos lembradas – ex- em inglês definia ‘brother’ como ‘male sibling’. En- rios que apresentava, notava que sua gagueira crianças superam completamente a gagueira, ou- jasse, faz considerações sobre seu futuro. Um pa- gueira chega a 5%. Destas, 80%
ceto para as pessoas que gaguejam. Para tão, falei que tinha quatro ‘siblings’ – três homens “causava desconforto nas pessoas”. tras melhoram a ponto de a disfluência deixar de lestrante assíduo em simpósios e congressos ao conseguem superar a dificuldade
elas, estas piadas – tão comuns para seus ouvidos e uma mulher – e me saí bem na apresentação”. Mas para as pessoas que gaguejam, a mais cruel ser um problema. Adultos que não receberam tra- redor do mundo e colaborador regular de revistas sem intervenção. Restam 20% que
quanto corrosivas para seus espíritos – são lem- Um ambiente familiar compreensivo e ajustado de todas as ironias está no fato de a gagueira fre- tamento fonoaudiológico ou não responderam a médicas, ele devota boa parte de seu tempo a necessitam de atenção para que a
branças de que a co- deu a ele o suporte adicional de que precisava. qüentemente lhes roubar a chance de responder ele quando mais jovens vão gaguejar para sem- uma forma menos sofisticada de comunicação: gagueira não se torne severa a
municação verbal, Maguire, que sempre se sobressaiu nos estudos e adequadamente com a maior de todas as armas pre, mas também podem melhorar bastante atra- responder a centenas de e-mails que recebe toda ponto de constituir problema na
algo tão trivial para a tinha muitos amigos (embora admita que não te- que possuem – a inteligência. Pouco adianta ter vés de uma intervenção que combine medicação semana de pessoas que gaguejam – quase sem- vida adulta. A chave para a recu-
“Dr. Maguire é muito maioria de nós, está o nha sido fácil namorar), comenta que usava sua algo inteligente a dizer quando as palavras cus- e tratamento fonoaudiológico”, diz Maguire. pre perguntando se existe ajuda disponível para peração dessas crianças é a inter-
venção precoce.
tempo todo lhes colo- dificuldade de fala como um trampolim, pergun- tam muito a sair. esta condição tão dolorosa e, de muitas maneiras,
respeitado, tanto na cando à prova. tando a si mesmo, “Bem, eu tenho gagueira. Ago- Durante a maior parte do século XX, a gagueira Obtendo reconhecimento ainda tão mal compreendida pelo mundo. „ A expressão “pessoa que gagueja”
é atualmente mais apropriada do
comunidade científica “Pessoas que gague- ra, além disso, o que mais eu posso conseguir?” foi inutilmente estudada dentro do princípio da Para Granville Kirkup, um bem-sucedido homem “O centro é uma linha de defesa vital para essas
que gago(a).
jam enfrentam enor- Maguire, professor associado de psiquiatria clí- “necessidade reprimida” de Freud, que sugeria de negócios e paciente de Maguire desde 1992, a pessoas”, diz Maguire. “Nos anos seguintes, vere-
quanto nas organiza- mes obstáculos”, diz o nica e comportamento humano e pró-reitor de as- que a condição era um comportamento neurótico missão do centro de pesquisa idealizado por Ma- mos medicamentos sendo desenvolvidos especi- „ Algumas pessoas famosas que
psiquiatra Dr. Gerald suntos educacionais da Escola de Medicina de Ir- que resultava da negação de uma necessidade fi- guire, e parcialmente financiado por ele, é pesso- ficamente para a gagueira, que fornecerão respos- têm ou tiveram gagueira: Marilyn
ções envolvidas com a Maguire. “Elas geral- vine, na Universidade da Califórnia, conseguiu siológica básica. A medicina moderna, no entanto, al. Kirkup também gagueja desde a infância. “Foi tas muito mais eficazes. Também vamos melhorar Monroe, Charles Darwin, James
Earl Jones, Lewis Carroll, Carly Si-
gagueira. Por trás de mente são vistas muita coisa. Recentemente, suas conquistas se ex- vem conseguindo explicações melhores a partir por causa da gagueira que me tornei dono de a pesquisa sobre marcadores genéticos capazes
mon, Sir Isaac Newton, Winston
como pessoas menos pandiram ainda mais. Como diretor de um recém- do estudo do cérebro humano. A ruptura intermi- empresa – eu não conseguia lidar com as entrevis- de determinar com maior precisão o perfil heredi- Churchill, Tiger Woods, Bruce Wil-
seu trabalho, está um inteligentes e sem ha- inaugurado Centro para Tratamento Médico da tente de impulsos nervosos no interior do hemis- tas de emprego. Então, decidi criar minha própria tário da condição, o que será de grande auxílio no lis, Sen. Joe Biden Jr., John Stossel,
bilidades sociais. Para Gagueira, Maguire comanda um time dedicado à fério esquerdo cerebral (que governa a fala e a companhia e contratar pessoas para fazer ligações tratamento direto da gagueira.” Bill Walton, John Updike, José Sa-
forte desejo de ajudar se proteger da ridicu- pesquisa científica da gagueira e ao atendimento linguagem) estaria na origem da gagueira. e tratar com o público para mim“, diz Kirkup. Ele pára e reflete por um momento. ramago.
a melhorar a qualida- larização, elas podem de pessoas que gaguejam. Atualmente, o centro é “O neuroimageamento por PET scan tem reve- Na Inglaterra, onde nasceu, e mais tarde nos “Eu amo ensinar e orientar as pessoas – e o que „ No Brasil: o escritor Machado de
se tornar anti-sociais e o único no mundo que busca otimizar a fluência lado irregularidades no cérebro de pessoas que EUA, Kirkup construiu um impressionante currícu- mais me influencia a continuar fazendo isso é que Assis, o cantor Nelson Gonçalves e
de de vida das pessoas introvertidas, assu- do paciente através de uma combinação de tera- gaguejam, entre elas uma atividade acima do lo de homem de negócios na área de telecomuni- eu entendo exatamente como os pacientes que o ator Murilo Benício.
mindo um jeito de ser pia fonoaudiológica, aconselhamento, medicação normal de dopamina – neurotransmissor, deriva- cações e desenvolvimento de software. Notável gaguejam se sentem. Eu acredito que posso fazer
que gaguejam, sejam que é muitas vezes e pesquisa. O centro se transformou rapidamente do da catecolamina, que ajuda a regular o movi- também é sua inclinação filantrópica: em 1999, uma diferença – e isso deve tomar conta dos
elas crianças, jovens contrário às tendên- num local da maior importância para aproxima- mento no cérebro. Medicamentos desenvolvidos sensibilizado pelo esforço investigativo de Magui- meus próximos 40 anos.” PARA MAIS:
cias naturais de sua damente 3 milhões de americanos que gaguejam. especificamente para combater isso serão cruciais re, Kirkup doou à UCI 250 mil dólares. Mais tarde, Instituto Brasileiro de Fluência:
ou adultos.” personalidade.“ nos futuros protocolos de tratamento da gaguei- em dezembro de 2006, doou mais 1 milhão de dó- — Lisa Wither www.gagueira.org.br
Maguire, que não Vencendo barreiras ra”, afirma Maguire, que atualmente chefia um es- lares à instituição, uma ajuda que foi bastante sig- UC Irvine Center for the Medical
– Tammy Flores, tem memórias de um A gagueira cria uma desigualdade peculiar. Pes- tudo sobre o medicamento Pagoclone (da Indevus nificativa para a viabilização dos propósitos de Treatment of Stuttering:
tempo em que não soas bem intencionadas ficam tentando adivinhar Pharmaceuticals), o primeiro fármaco a ser testado pesquisa do centro. www.ucihealth.com/stuttering
National Stuttering Association Traduzido por Hugo Silva para o Instituto Brasileiro de
gaguejasse, experi- e completar sentenças para pessoas que gague- especificamente para o tratamento da gagueira. “Eu acredito que Maguire está no caminho certo Fluência (www.gagueira.org.br). National Stuttering Association:
www.nsastutter.org
Stuttering Foundation of America:
www.stutteringhelp.org

Você também pode gostar