Você está na página 1de 9

Fundamentos tericos

Etimologia de Esttica
Aisthesis, do grego, significa percepo sensvel.

Esttica, na antiguidade clssica, correspondia


uma forma de compreenso da arte e da natureza
pela sensibilidade do belo.
Esttica tem a mesma base da palavra estesia,

segundo Duarte Jr., que o contrrio de anestesia,


ou seja, sem sensibilidade.

Mmesis (conceito)
Do grego mmesis, imitao (imitatio, em

latim), designa a ao ou faculdade de imitar;


cpia, reproduo ou representao da
natureza, o que constitui, na filosofia aristotlica,
o fundamento de toda a arte.
A principal fonte de imitao estava na natureza
humana: o corpo.

Cnones (prtica)
Segundo as fontes antigas Policleto, Mron e Lisipo

escreveram em meados do sculo V a.C. um tratado


terico intitulado Cnone - uma palavra que significa
simplesmente "regra" - versando sobre as
propores e beleza do corpo humano, e
paralelamente os autores ofereceram ao pblico
obras concretas como as esculturas, constatando
suas teorias. A utilizao do cnone era uma
condio de reconhecer uma boa obra de arte.

Caracrsticas principais
Proporo harmnica entre as partes

e o todo;
Naturalismo;
Relao entre equilbrio e movimento;
Racionalismo;
tica e moral.

POLICLETO

Dorforo (440 anos a.C.).

MRON

Dscobulo (original em bronze ano 450 a.C.).


Cpia romana em mrmore.

LISIPO

Fase helenstica (final do


Classicismo meados do
sculo IV a.C.)

Fdias

Zeus Bronze (por volta de 450-432


anos a.C.)