Você está na página 1de 4

Presso em uma superfcie

Densidade de um corpo

Densidade da mistura de 2 substncias

Presso hidrosttica

)((Presso do fludo)

Variao de presso hidrosttica

Presso total

Teorema de Pascal

Empuxo

Peso Aparente

Fora Resultante

( (

(EM REA NO HORIZONTAL)

VAZO
OU

Equao de Torricelli
(EM REA HORIZONTAL)

Escoamento sob a influncia da gravidade, essa deduo sai da


frmula de Bernoulli.

Escoamento sob a influncia de uma sobrepresso

TUBO DE VENTURI

Tubo com estrangulamento: USA-SE BERNOULLI


Adaptando-se tubos verticais laterais, observa-se que, na parte mais larga, a presso maior do que na parte
mais estreita. O contrrio acontece com a velocidade. De fato, pela equao da continuidade, tem-se:

Em resumo, nos condutores de seco varivel, nas regies mais estreitas, a presso menor e a velocidade de
escoamento maior.

SUSTENTAO

TUBO DE PITOT

O tubo de Pitot serve para as medidas da velocidade, por exemplo, de avies.


No ponto 1 reina a velocidade v = 0 (ponto em que barrado o fluido). A este ponto corresponde uma presso
p = p1. No ponto 2 reina a velocidade v2, que aproximadamente igual velocidade do lquido (ou ar) no
espao exterior. A esta velocidade corresponde a presso p = p2. Segundo Bernoulli ser:

A medida da velocidade pode, portanto, ser reduzida medida de uma presso. A diferena de presso (p1- p2)
medida no dispositivo manomtrico, por meio da diferena de altura H das colunas lquidas. Designando-se
por rgs a densidade do gs em movimento e por rlq. a densidade do lquido manomtrico, ser:

EFEITO MAGNUS

O Efeito Magnus recebe esse nome em honra ao qumico e fsico alemo Heinrich Gustav Magnus. O Efeito
Magnus o fenmeno pelo qual a rotao de um objeto altera sua trajetria em um fluido (lquido ou gs). Esse
efeito pode ser observado quando um jogador de futebol chuta uma bola com efeito em direo ao gol e esta faz
uma curva no ar.