P. 1
Pregação - Muito Pode... A Oração de um Justo

Pregação - Muito Pode... A Oração de um Justo

|Views: 8.277|Likes:
Publicado porDaniel Deusdete
Mais? visite: http://www.JAMAISDESISTA.com.br. Muito Pode Por Sua Eficácia a Oração de um Justo – Tg 5:12-18 Estamos entrando num tema que certamente será uma bênção na sua vida. As portas estão abertas, mas até quando? Os crentes não querem entrar, então quem entrará? Se você tem ouvidos, ouça! PREGAÇÃO NA ECT – 10.05.2010. Grupo Evangélico dos Correios - GECOR Líder: irmão Charles Endereço: SBN, Qd 1, Bl A, Sobreloja L1, no horário das 12h30 às 13h30. TEMA:
Mais? visite: http://www.JAMAISDESISTA.com.br. Muito Pode Por Sua Eficácia a Oração de um Justo – Tg 5:12-18 Estamos entrando num tema que certamente será uma bênção na sua vida. As portas estão abertas, mas até quando? Os crentes não querem entrar, então quem entrará? Se você tem ouvidos, ouça! PREGAÇÃO NA ECT – 10.05.2010. Grupo Evangélico dos Correios - GECOR Líder: irmão Charles Endereço: SBN, Qd 1, Bl A, Sobreloja L1, no horário das 12h30 às 13h30. TEMA:

More info:

Published by: Daniel Deusdete on May 10, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/03/2014

pdf

text

original

http://www.jamaisdesista.com.

br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

PREGAÇÃO NA ECT – 10.05.2010. Grupo Evangélico dos Correios - GECOR Líder: irmão Charles Endereço: SBN, Qd 1, Bl A, Sobreloja L1, no horário das 12h30 às 13h30. TEMA: Muito Pode Por Sua Eficácia a Oração de um Justo – Tg 5:12-18 Estamos entrando num tema que certamente será uma bênção na tua e na minha vida, pois nosso Deus continua a derramar em nossos corações o seu amor. Dos céus gotejam sobre as vidas, tanto dos ímpios quanto dos justos, chuvas de bênção que inundam nossas estradas da vida iluminando e revelando o caminho do amor de Deus. Diz as Escrituras que Elias era homem semelhante a nós. Ora, porque o Espírito Santo deixou isso registrado? Eu te desafio a meditar no assunto e deixar que Deus fale profundamente em seu coração. Iremos ver se conseguimos sair daqui, nesta tarde, com mais vontade de orar e de buscar ao Senhor com todo CAFÉ. LB: Tiago 5: 12 Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação. 13 Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. 14 Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; 15 E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, serlhe-ão perdoados. 16 Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. 17 Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. 18 E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. Percebe-se dos versículos lidos que se destacam três situações: 1. Alguém sofrendo vs. 13 faça ORAÇÃO 2. Alguém alegre vs. 13 cante LOUVORES 3. Alguém doente vs. 14. chamar os presbíteros da igreja para ORAREM, ungirem com óleo e a ORAÇÃO da fé salvará o enfermo, pois o Senhor o levantará e se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Ele também nos exorta a confessarmos e ORARMOS uns pelos outros para sermos curados, pois muito pode por sua eficácia a ORAÇÃO de um justo. E, finalmente, o Espírito Santo, cita que Elias era semelhante a nós, mas OROU e não choveu e OROU de novo e choveu. Ora, Elias realizou 13 prodígios ou sinais, mas somente este foi ressaltado, por quê? Reparem que 7 vezes nesses 7 versículos foi falado em ORAÇÃO. Quando ele, o Espírito de Deus, diz que Elias era semelhante a nós, o que ele queria dizer? Que não era por ser especial que Elias foi atendido, mas que ele foi atendido porque orou. Será que Elias
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

1/6

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

tinha algum segredo especial que o tornou mais importante que todos os homens? Elias tinha um segredo? A sua oração pode muito por sua eficácia? Como orar eficazmente, eficientemente? Quem foi esse homem semelhante a nós chamado Elias? Um profeta que realizou sinais e prodígios em Israel: Com sua capa abriu o rio Jordão (2 Reis 2: 8) Profetizou uma grande seca (I Reis 17:1; Tg 5:17) Aumentou o azeite e farinha da viúva (I Reis 17:14, 16); Deu vida ao filho da viúva (I Reis 17: 21-23) Destruiu o altar de Baal (I Reis 18: 36-38) Decretou o fim da seca (I Reis 18: 42,45) Ungiu Eliseu profeta em seu lugar (I Reis 19: 16) Desarmou os siros diante de Israel (I Reis 20:28) Lavrou a sentença do rei Acabe (I Reis 21:19, 20); Profetizou a sentença de Jezabel (I Reis 21:23) A morte de Acazias (II Reis 1:3, 4,6); 102 homens são consumidos pelo fogo (II Reis 1:10, 12); Profetizou a ruína e morte de Jorão rei de Judá (II Cr 21:12-20).

Um homem que fugiu de uma mulher, Jezabel, por temer perder a sua vida Um homem que entrou em depressão e pediu a morte ao Senhor Um homem que foi arrebatado e não viu a morte Um homem que apareceu junto com Moisés no Monte das Oliveiras quando Jesus transfigurou-se diante de João, Pedro e Tiago. Esse homem era Elias o que a Bíblia, o Espírito Santo e Tiago, irmão de Jesus, fez questão de ressaltar que era semelhante a nós. O caminho aqui me parece aberto e o estímulo é para que oremos com fé, em nada duvidando, que o Senhor irá nos atender. Isso não nos parece um incentivo e um estímulo a orarmos a Deus? Vamos ver o que está escrito em Lucas, no capítulo 11 sobre a resposta de Jesus aos seus discípulos que lhe pediram que lhe ensinassem a orar: “1 De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando terminou, um dos seus discípulos lhe pediu: Senhor, ensina-nos a orar como também João ensinou aos seus discípulos. 2 Então, ele os ensinou: Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; 3 o pão nosso cotidiano dá-nos de dia em dia; 4 perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo o que nos deve; e não nos deixes cair em tentação. 5 Disse-lhes ainda Jesus: Qual dentre vós, tendo um amigo, e este for procurá-lo à meia-noite e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, 6 pois um meu amigo, chegando de viagem, procurou-me, e eu nada tenho que lhe oferecer. 7 E o outro lhe responda lá de dentro, dizendo: Não me importunes; a porta já está fechada, e os meus filhos comigo também já estão deitados. Não posso levantar-me para tos dar; 8 digo-vos que, se não se levantar para dar-lhos por ser seu amigo, todavia, o fará por causa da importunação e lhe dará tudo o de que tiver necessidade. 9 Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. 10 Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-selhe-á. 11 Qual dentre vós é o pai que, se o filho lhe pedir {pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir} um peixe, lhe dará em lugar de peixe uma cobra? 12 Ou, se lhe pedir um ovo lhe dará um
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

2/6

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

escorpião? 13 Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” (Lc 11: 1-13). Aqui nesses versículos lidos de Lucas, Jesus primeiro lhes ensina uma oração padrão que deve ser o modelo de todas as nossas orações. Reparem que há predomínio do pronome possessivo na primeira pessoal do plural: “nosso” e “nossas” e na segunda pessoa do singular: “teu”, “tua”. Há também o emprego do objeto direto ou indireto “nos” e não “me”, por exemplo: pai nosso, pão nosso, nossas dívidas, nossos devedores, teu nome, réu reino, tua vontade, teu poder, tua glória, nós dá hoje, não nos induza, livra-nos. Nesta oração, modelo, aprendemos que somos uma coletividade, que devemos nos preocuparmos com o nosso próximo e não conosco. Quem não ama a seu irmão ao qual vê, como pode dizer que ama a Deus a quem nem vê? (I Jo 4:2). Há muitas lições e ensinos na oração do Pai Nosso, mas no momente, vamos apenas ficar com esse detalhe que exclui o egoísmo a favor do altruísmo. Depois, Jesus dá a ênfase na importunação e nos manda (quase que a nós, com o devido respeito, implorando, não porque ele talvez esteja carente de nossas orações, mas para nos chamar a atenção de que não devemos nos esmorecer) pedir, buscar e bater e isso de forma insistente, perseverante, com fé, pois receberemos, encontraremos e a porta será aberta. Aleluias! Agora, voltemos ao nosso texto: quem é justo? O vs. 16 fala que muito pode por sua eficácia a oração de um justo. Somente Jesus é justo e o justificador de muitos. Por meio de Jesus, nós os que nele cremos, somos declarados justos. A oração de Jesus é eficiente e eficaz? Sim, com certeza! Mas a Bíblia fala da oração de um justo, logo posso concluir que ela fala de Jesus e de sua oração e de quem mais? De nós os que andamos nos seus caminhos e seguimos os seus propósitos. A minha conclusão disso tudo é que a nossa oração, nos garante o Espírito Santo, será eficaz e eficiente, sempre! Aleluias! Você pode aplaudir ao Senhor? Você entendeu o que foi dito? Testemunhos de oração: João Paulo – Deus me moveu a orar por ele no dia em que tentou suicídio se jogando de um edifício de mais de 45m de altura e caiu num fosso de água de não mais de 40cm de profundidade e somente trincou uma costela. Hoje ele serve ao Senhor em uma Igreja Presbiteriana. Meu filho – muitas vezes, mas em uma delas eu levantei-me chateado, com sono e ainda disse para mim mesmo, vou orar, mas, ... o que isso resultará? Orei, e somente soube do resultado da oração no outro dia, pois capotamos num sono gostoso e triunfal noite adentro. Meus pais – muitas vezes, sendo que da tentativa de assassinato contra minha mãe por parte de meu pai, seguida de outra tentativa de assassinato de meu pai contra meu irmão e ainda seguida de tentativa de suicídio de meu pai, 15 dias depois de minha mãe ter confessado a Jesus como seu Senhor e Salvador, resultou em derrota de Satanás e triunfo de Jesus que revertendo todo quadro ainda salvou meu pai e não permitiu que ninguém falecesse, nem ficasse com seqüelas, mas as cicatrizes ficaram para provar a gravidade do ocorrido. Minha

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

3/6

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

mãe hoje é um exemplo de alegria e disposição, principalmente na evangelização de vidas por meio de folhetinhos. E você, homem semelhante a Elias? E você, justo e justificado pelo Senhor? Qual a sua lista de oração? O que você está buscando de Deus? Eu mesmo tenho alvos de oração que somente se sustentam porque Deus assim quer sustentar. Quem sou eu para obter alguma coisa de mim mesmo. A minha vontade seria continuar a pregar por mais uma hora e entrar dentro de assuntos delicados que seriam interessantes de serem explorados, mas que não dá tempo. Agora que expus meus pensamentos conforme aquilo que recebi do Senhor para lhes transmitir aqui, hoje, quero fazer uma advertência para você não sair daqui pensando que tem um Deus TodoPoderoso – calma, que eu explicarei! Será que somos nós que temos um Deus Todo-Poderoso que atende aos nossos desejos conforme nossas vontades ou é o contrário, o Deus Todo-Poderoso é que nos têm e nos designou para fazermos a sua vontade? Somos e pertencemos a Deus ou Deus é que nos pertence? Ao orarmos podemos decretar e Deus está obrigado a executar nosso comando? Posso eu responder a estas perguntas que foram dirigidas por Deus a Jó? “Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina, Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?” (Jó 38: 4-7). Eu quero que você ore e ore com muita fé, mas quero também que você saiba que o Senhor não é o teu gênio da lâmpada que irá atender aos teus desejos. Não é você que é o Senhor. Nós somos os seus servos! Ora um servo não tem vontade própria, mas vive para fazer a vontade de seu Senhor. Estou concluindo esta parte, mas confesso que gostaria de ir mais profundo O ENTENDIMENTO DA SOBERANIA DE DEUS EM NOSSA VIDA DE ORAÇÃO Você está onde Deus quer que você esteja. O primeiro destinatário dessa frase sou eu, pois é Deus quem está me colocando onde eu estou! No dia que Deus quiser te tirar desse lugar, de onde você se encontra agora, meu irmão, ninguém poderá impedi-lo. Há um propósito nisso e somente depois de concluí-lo é que você sairá. Repare na vida de José se foi ele que escolheu passar 13 anos na prisão sem ao menos ter cometido crime para isso – preso injustamente! José foi um homem que sofre muito, mas que sempre buscava se aperfeiçoar e se superar. Deus o exaltou tanto que o colocou no topo do mundo da época sendo abaixo apenas do Faraó e isso em terra estrangeira, no Egito. E Daniel? Foi ele que escolheu ser levado cativo para a Babilônia? O que é ser levado em cativeiro? Será que foi com pompas e gala e com direito a transporte especial? Ou talvez acorrentado, algemado, em cadeias? – Daniel viveu toda sua vida, talvez 100 anos de vida no cativeiro, longe de sua terra natal, servindo outro país. Até na sua velhice com seus 85 anos de idade ainda foi, no reinado de Dario, o principal líder acima dos outros 2 presidentes e 120 príncipes. Somente o rei no reino dos Medos e dos Persas era superior a Daniel.
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

4/6

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

E o apóstolo Paulo, como já disse acima, que passou muito tempo preso? Admiramos seu senso de soberania de Deus que mesmo em prisões, cadeias, dizia em suas cartas “eu, prisioneiro de Cristo” e não prisioneiro de César, ou do sistema romano, ou por injustiça. E ele diz em uma de suas epístolas que aprendeu o segredo de viver contente com tudo e em todas as circunstâncias (Fp 4:12). Quando o apóstolo Paulo no diz que aprendeu, isso para mim tem o sentido de que Paulo tinha uma mente ensinável, aberta, disposta a receber as instruções. Gamaliel também foi professor de Paulo, mas este aprendizado não foi obtido com ele, mas aos pés de Cristo! Assim, nós também podemos aprender esse segredo se tivermos um coração maleável, disposto a aprender. Poderia citar mais nomes e exemplos, mas estes já são mais do que suficientes para fixar a idéia de quem controla todas as coisas é Deus e que você está onde Deus quer que você esteja. Assim, nossas orações somente serão eficazes se tivermos essa mente aberta e cônscia da soberania de Deus que nos põe onde quer para que ali o honremos e o glorifiquemos. Você não é escravo do mal, mas servo do Senhor. E agora vem um grande desafio de oração. Imagine você que seu pai ou sua mãe falecesse de DH (Doença de Huntington – recomendo acessar o site http://www.upadh.org.br/ para conhecer o assunto e orar pelas famílias com este grave problema) e que tivesse gerado 6 filhos. Sabem o que dizem as estatísticas e a ciência comprova? Que 50% dos filhos poderão herdar a doença. Resumidamente, podemos dizer que a DH é uma doença que “afeta cerca de 30.000 pessoas nos EUA e é considerada um mal genético dominante: o menino que herda uma cópia do gene defeituoso de um de seus pais tem 50 por cento de chances de desenvolvê-lo. Uma vez descoberta, a doença manifesta-se com movimentos descontrolados das extremidades, perda da capacidade intelectual, alterações emocionais e, por último, a morte.”. No Brasil também há muitas famílias com este terrível e, no momento, um mal incurável. Quando a DH se manifesta numa vida ela dura uns 15 anos para levar o doente à óbito, mas durante este tempo vai acontecendo progressivamente uma degradação nos neurônios que irão afetando aos poucos tanto a parte física e motora do doente como também sua mente. É um definhamento completo e já nos últimos anos a pessoa fica totalmente dependente de outra. É simplesmente terrível! O que significa ter esse gene defeituoso que levará um jovem ou uma jovem a desenvolver a DH? O que significa ver que seu pai ou mãe ou irmão ou irmã está doente? Como explicar e como orientar a orar alguém com este problema? Deus é soberano e está no controle de tudo. O homem é 100% responsável por seus atos. Como deve ser, então, a oração de um justo? Ou o que podemos falar, dizer, aconselhar alguém que se encontra assim nessa situação ou que tenha parentes próximos? Sobre a soberania, Paulo se dizia, “eu, prisioneiro de Cristo”. Logo se vê que ele não reconhecia que sua vida era dirigida e controlada pelo Governo humano ou por qualquer autoridade ou pelo sistema, mas por Cristo, pelo seu Deus. Assim, em primeiro lugar, devemos entender pelo Espírito de Deus que não é a pessoa que está acometida deste mal, uma vítima de seus genes ou serva deles, mas filha de Deus. O seu Deus e Senhor não é genes, mas Cristo. Recentemente nosso vice-presidente José de Alencar, um exemplo de homem que não desiste de lutar contra um câncer que enfrenta há mais de 10 anos, declarou entre outras coisas que não é o câncer que tirará a sua vida, mas Deus, o autor da vida, que pode fazê-lo. Isso para mim, também é
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

5/6

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

exemplo de conhecimento e entendimento da soberania de Deus. Não é o câncer que tira a vida de ninguém, mas Deus. Aproveitando o raciocínio exposto, podemos dizer de muitas outras coisas que Deus é que tem o controle total e absoluto de todas as coisas. A palavra de Deus em Romanos declara que: “... nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” A vida é dom de Deus e somente ele pode conceder ou tirar. Eu também conheço outra história que se encaixa dentro do assunto. Meu amigão, Cleo, de MG, contou-me uma história de um Sr. Zé que ia morrer. Ele passou a sua infância e adolescência convivendo numa vizinhança que falava constantemente do Sr. Zé que ia morrer. Ele lembra que o quadro de saúde do Sr. Zé que ia morrer era terrível e vivia acamado. Lembra que lhe fez visitas. Lembra dos filhos e filhas do Sr. Zé que ia morrer e se lembra que o tempo foi passando, passando e agora não era mais criança, mas adolescente e nada do Sr. Zé que ia morrer, morrer. Pelo contrário, superou a doença, com muitíssima dificuldade e acabou tendo que enterrar alguns de seus filhos que estavam esperando sua morte para qualquer momento. Um dia desses, Cléo me disse que, finalmente o Sr. Zé que ia morrer, faleceu e olha que Cléo já passava dos 45 anos. Esse testemunho enfatiza o que estamos falando de que quem manda na nossa vida não é a doença ou enfermidade fatal, mas Deus. Deus e somente Deus é o autor e consumador de toda a vida! Sabendo disso, como deve ser a vida de oração de um servo de Deus, de um justo (Cristo é a nossa justiça!)? A Deus toda a glória. Amém!

Ref.: 1. http://www.sobiblia.xpg.com.br/os_milagres_e_professias_de_elia.htm 2. http://www.bibliaonline.com.br/ 3. http://www.jamaisdesista.com.br/

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

6/6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->